Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Queridos irmãos da luz, venho aqui pedir muita oração e energia da luz. 

Espero que entendam a minha metáfora. É muito séria. Alegria Sempre. Um beijo do filho da Fada. 

 

Era uma vez um solitário menino. Tal menino queria ser grande, mas não sabia como. Certo dia, deparou-se com uma intrigante lenda: a lenda de um poderoso "bruxo", que saíra do "nada" e conseguira "tudo". 

O menino pensou: tal "bruxo" não deve ser apenas uma lenda. Não pode ser. Ele é a solução para as minhas feridas. Ele é o Caminho. 

Implacável e determinado, o menino estudou a lenda. Leu diversos livros, colheu informações e conversou com pessoas que juravam ter conhecido o tal "bruxo". 

O menino tornou-se jovem. E em sua juventude notou uma curiosidade: sua jornada, dia após dia, tornava-se igual a lenda do "bruxo". 

O jovem colecionara mais de 100 coincidências. Desde o ano de sua concepção (82), quando sua mãe dera a ele o nome de dois arcanjos: Rafael e Miguel (para proteção). 

No mesmo ano, o misterioso "bruxo" lançara sua coleção do "Inferno". 

Crente que poderia encontrar e derrubar o "bruxo" e suas "mentiras", postou-se igual ao mesmo. Um espelho. 

Tudo o que faltava era a possibilidade de um duelo direto. E um dia isto se deu como possível. Ele encontrara o escondrijo do "bruxo", porém as portas pareciam fechadas.

O jovem, agora quase homem, duelou por mais de seis primaveras. Sua intenção nunca fora derrubar o "bruxo", e sim, chamar sua atenção. Ele queria se tornar um discípulo. O melhor e maior. 

O "bruxo", que se considerava abade de um "mosteiro", convocou seus monges para derrubarem o jovem. Porém êxito não tiveram. Furioso, notou que teria que tomar a dianteira. Teria que combater, com magia, o jovem. 

Jogou logo a primeira magia, fazendo-se um amigo e uma pessoa da luz. O jovem então, envergonhado, pediu perdão por ter duvidado do "bruxo". Apesar de todos os seus erros, ele parecia ter se voltado a Deus. Não havia mais pacto com o Diabo. 

Mal sabia que era ali o começo de um duelo real. Tão real que todos que haviam se aliado com o jovem, em meio a jornada, bateram em retirada. 

Muitos diziam: não há duelo nenhum. Você está insano. 

Porém, o jovem via as consequências. Via o que tinha provocado. 

Ele viu o "bruxo" tornar-se, do dia para a noite, um terrível inimigo. Lançar as magias mais surreais, onde apenas a determinação de um guerreiro seria capaz de acreditar. 

O "bruxo", de tão confiante de si, até ensinou o caminho do arco. Queria mostrar ao jovem como combater. Não queria que o jovem desistisse. Diz ainda o "bruxo", que ele pode ser derrotado. 

Porém, sem alianças da luz, o jovem guerreiro percebeu que seria impossível. E aqui está, escrevendo algo que poucos irão acreditar.

Acuado, ele sentiu necessidade de pedir energia e força para os guerreiros da luz. Porque, sozinho, a batalha já estaria perdida. 

 

Não peço para ninguém intervir contra o "bruxo", tampouco acreditarem nas palavras do mesmo. O duelo é real. E é pessoal. Crendo ou não crendo, um apoio seria de grande utilidade. 

O "bruxo" será derrotado. Eu posso ter escrito o meu Diário de um Palhaço, mas quem ri por ultimo, ri melhor. 

Em suma, o "bruxo" usou as três "artes da guerra": aproximar o inimigo, atacar quando ele estivesse despreparado e por ultimo, tentar que ele parecesse insano aos olhos do outro. 

 

A próxima jogada é minha. 

 

Um beijo a todos. E Alegria Sempre! 

Exibições: 189

Responder esta

Respostas a este tópico

Caro Raphael,

Corro o risco de ser repetitvo.

Já escrevi uma vez, que nunca me agradou o termo "Guerreiro", mas hoje entendo bem que as batalhas que travamos são sempre conosco mesmo, por isso entendo e aceito este termo.

A caminhada parece uma montanha russa, onde hora estamos no topo, acessando o céu e hora descemos a ponto de nosso estomago embrulhar.

A gente gostaria e tenta estar sempre no topo, porquê é mais legal, mas aí vem a descida. A diferença é que controlamos o carrinho dessa montanha russa e se aproveitarmos as descidas para ganhar embalo, quando chegamos ao topo novamente, estamos mais alto do que da útilma vez.

Acredito que no momento certo, vamos ganhar tanto embalo que nosso carrinho vai se soltar dos trilhos e sair voando, mas até lá o negócio é vivenciar a montanha russa da forma mais consciênte possível e manter o controle do carrinho para que ele não descarrilhe quando estivermos embaixo.

Uma vez, ouvi que as hierarquias nos abastecem e orientam para o desenvolvimento da nossa Luz e de tempos em tempos se afastam para que possamos catalizar o que foi nos dado. Elas propositalmente nos deixam sentir como se tivessemos sido abandonados, mas elas estão sempre por perto.

Hoje percebo que a melhor coisa é não levar nada tão a sério. Deixar fluir e não buscar o Bruxo nem ao Jovem. Olhar os dois de fora e sorrir, pois não existe nem o Bruxo , nem o Jovem. Tudo não passou de uma forma inventada para acessarmos a unicidade, acabarmos com a batalha interna e vivenciarmos a PAZ, simplesmente SENDO e observando conscientemente a nós mesmos. Sem agir, nem reagir. Sem tentar entender. Apenas observando. No mínimo, fica mais divertido.

Abraços

Mauro

É um "Mago". E sério.

Este senhor que diz ser mago,não estar sabendo usar o dom que Deus lhe deu,por isso pode-se dizer que se tornou um bruxo..., não conhecia a história Rafael,já havia conversado contigo sobre este filho de Deus. Compreendo que o caso se refere a mais um irmão que se encontra solto nas sombras,que ele mesmo criou,foge das pessoas e do mundo,a briga dele é com ele mesmo, um duelo travado com sua consciência, é ele contra ele mesmo,você sabia que ele odeia os livros e tudo que escreveu???odeia ser famoso e é altamente anti-social???quando se apresenta responde da boca pra fora,existe  uma contradição entre os personagens e ele. As coincidências e fatos que você se refere acredito,são formas que o criador identificou pra o irmãozinho Rafael se revelar a Luz com o seu dom divino,desenvolver sua margia própria que somente a Luz possui,para vencer as sombras.  Oremos ao Criador e a todos os seres da Luz, para que ampare,fortaleça,ilumine,e te

proteja irmão Rafael, e que traga trégua,lucidez,consciência,despertar para o Mago que tanto necessita de Luz e

compaixão,onde ele se encontra preso em sua próprias amaras e véus.

Deus tenha misericórdia!!! Nada é por acaso acredite!!!Deus em sua infinita sabedoria nos mostra os caminhos...

Me desculpe! eu te amo! Obrigada!!!

Paz e alegrias sempre!

Vibrações e preces silenciosas para ti .

Assim seja.

 

hum...agora li isso, sabem quem é o tal bruxo? é aquele escritor famoso q se diz "mago".

RAFAEL

Além das lutas da mente - Krishnamurti

 

 



"Vocês já se perguntaram alguma vez, por que muitas pessoas ao se tornarem mais velhas, parecem perder toda a alegria de viver?

No momento, a maioria de vocês, que são jovens, é relativamente feliz; tem lá seus pequenos problemas, suas preocupações sobre os exames, mas, apesar dessas perturbações, há, na sua vida, uma certa alegria, não é verdade? Há uma espontânea e natural aceitação da vida, uma visão das coisas despreocupada e feliz.
Mas, por que razão, ao nos tornarmos mais velhos, parecemos perder aquele brilho de algo transcendental, algo de mais significativo? Por que tantos de nós, ao alcançarmos a chamada maturidade, nos tornamos embotados, insensíveis à alegria, à beleza, ao céu sereno e às maravilhas da terra?
Quando uma pessoa faz a si própria esta pergunta, muitas explicações aparecem ao espírito. Temos muito interesse em nós mesmos - esta é uma delas. Lutamos para nos tornarmos alguém, para alcançarmos e conservarmos uma certa posição; temos filhos e outras responsabilidades, e temos que ganhar dinheiro. Todas essas coisas que se agitam em nosso interior não tardam a nos deprimir, e perdemos assim a alegria de viver.
Olha os rostos dos mais velhos, de vosso círculo de conhecimentos, são tristes na maioria, e gastos, adoentados, reservados, alheados, alguns são neuróticos, sem um sorriso. Você não se pergunta por que eles são assim? E mesmo quando nos perguntamos o porquê disso, a maioria de nós parece se satisfazer com meras explicações.
Ontem de tarde vi um barco que subia o rio, de velas infladas, impelido pelo vento oeste. Era um barco grande e transportava uma carga pesada de lenha indo em direção à cidade. O sol se punha e a embarcação, desenhada contra o céu, mostrava um beleza ímpar. O barqueiro só tinha de guiá-la; nenhum esforço era necessário, pois o vento fazia todo o trabalho. Analogamente, se cada um de nós compreendesse o problema da luta e do conflito, penso que poderíamos viver sem esforço, felizes, de rosto sorridente.
Para mim, é o esforço que nos destrói, esse lutar em que despendemos quase todos os momentos de nossa vida.
Se você observar ao seu redor, as pessoas mais velhas, verá que para quase todos a vida é uma série de batalhas consigo mesmos, com suas mulheres ou maridos, com seu próximo, com a sociedade; e essa luta incessante dissipa muita energia.
O homem que vive alegre, verdadeiramente feliz, está livre de todo esforço.
Viver sem esforço não significa se tornar estagnado, embotado, estúpido; ao contrário, só os homens sensatos, altamente inteligentes, estão verdadeiramente livres do esforço e da luta.
Mas, quando ouvimos falar em viver sem esforço, queremos viver assim, desejamos alcançar um estado em que não haja luta nem conflito; transformamos esse estado em nosso alvo, nosso ideal, e por ele lutamos; e desde esse momento perdemos a alegria de viver. Estamos de novo empenhados em esforço, luta.
O objeto da luta varia, mas toda luta é essencialmente a mesma. Um luta pela promoção de reformas sociais, ou para achar Deus, ou para criar melhores relações no lar ou com o próximo; outro senta-se à margem do Ganges ou se prostra devotamente aos pés de um guru - etc. etc. Tudo isso representa esforço, luta. O importante, por conseguinte, não é o objeto da luta, porém, sim, compreender a própria luta.
Ora, é possível a mente não apenas perceber ocasionalmente que não está lutando, porém estar sempre livre de esforço, de modo que possa descobrir um estado de alegria em que não haja nenhuma idéia de superioridade e inferioridade? O caso é que a mente se sente inferior e por esta razão luta para "se tornar" alguma coisa, ou conciliar seus vários desejos contraditórios. (...)
Todo homem que pensa, sabe, por que há luta, interior e exteriormente. Nossa inveja, avidez, ambição, nosso espírito de competição, que nos impele à mais impiedosa eficiência - são obviamente estes os fatores que nos fazem lutar, no mundo atual ou no mundo do futuro. Por tanto, não temos necessidade de estudar livros de psicologia para sabermos por que lutamos; e o que certamente, tem importância é que descubramos se a mente pode ficar totalmente livre de luta. Afinal de contas, quando lutamos, o conflito é entre o que somos e o que deveríamos ou desejamos ser.
Pois bem; sem se procurarem explicações, pode-se compreender todo esse processo de luta, de modo que ele termine? Como aquele barco levado pelo vento, pode a mente existir sem luta? A questão é esta, sem dúvida, é não como alcançar um estado em que não haja luta.
O próprio esforço para alcançar tal estado é, em si, um processo de luta e, por conseguinte, aquele estado nunca pode ser alcançado. Mas, se observar, momento por momento, como a mente se deixa colher nesse emaranhado de luta incessante - se observar simplesmente o fato, sem tentar alterá-lo, sem impor à mente um certo estado que chama "de paz" - verá que, espontaneamente, a mente deixará de lutar; e nesse estado ela é capaz de aprender infinitamente.
Aprender já não é, então, mero processo de acumular conhecimentos, porém de descobrimento de extraordinárias riquezas existentes além do alcance da mente; e para a mente que faz tal descobrimento, há grande alegria.

Observem a si mesmos, para verem como lutam de manhã à noite, e como sua energia se dissipa nessa luta. Se forem explicar por que lutam tanto, vocês ficarão perdido numa floresta de explicações e a luta prosseguirá; mas se, ao contrário, observarem vossa mente, com serenidade e sem dardes explicações; se deixardes simplesmente que vossa mente esteja consciente de sua própria luta, verá que muito depressa surgirá um estado no qual nenhuma luta haverá, um estado de extraordinária vigilância. Nessa vigilância, não há idéia de "superior" e "inferior", não há homem importante nem homem insignificante, não há guru. Todos esses absurdos desapareceram, por que a mente está inteiramente desperta; e a mente de todo desperta está cheia de alegria...
Afinal de contas, que é "contentamento" e o que é "descontentamento"? Descontentamento é a luta pela realização de mais, e contentamento a cessação dessa luta; mas, não se chega ao contentamento, se se não compreende todo o "processo" relativo ao mais, e por que razão a mente o exige.
Se você é mal sucedido num exame, por exemplo, terá de repeti-lo, não é verdade? Os exames, em qualquer circunstância, são uma coisa sumamente deplorável, já que nada representam de significativo, já que não revelam o verdadeiro valor da sua inteligência. Passar num exame é, em grande parte, um "golpe" de memória ou, também, de sorte; mas, se luta para passar em seus exames e, quando são mal sucedidos, continuam nessa luta.
O mesmo "processo" se verifica diariamente, na nossa vida. Estamos lutando por alguma coisa e nunca nos detivemos para investigar se essa coisa é digna de lutarmos por ela. Nunca perguntamos a nós mesmos se ela merece nossos esforços e, portanto, ainda não descobrimos que não merece verdadeiramente (...) É só quando tivermos compreendido inteiramente o significado do que é "mais", é que deixaremos de pensar em termos de fracasso e de sucesso.(...)
Estamos sempre pensando em termos de êxito, em termos de mais; e o mais é valorizado pela sociedade. Em outras palavras, a sociedade estabeleceu, com todo cuidado, um certo padrão, pelo qual mede o seu sucesso ou o seu insucesso. Mas, se você ama uma coisa e a faz com todo o vosso ser, então já não se importa com êxito nem o fracasso. Nenhum homem inteligente se importa com isso.(...)
Só quando não amamos o que fazemos, pensamos nesses termos.
Krishnamurti em Aos pés do Mestre

 


 

 RAFHAEL MICHAEL

O que embeleza a vida

Elevenish

O que embeleza a vida...
Uma palavra de esperança a alguém
 
que está à beira do abismo.
Um sorriso gentil a quem perdeu o sentido da vida.
Uma pequena gentileza diante de quem
está preso nas armadilhas da ira.
O silêncio, frente à ignorância disfarçada de ciência...
A tolerância com quem perdeu o equilíbrio.
Um olhar de ternura para quem pena na amargura.
Pode-se dizer que tudo isso são apenas gotas d`água que se perdem no imenso oceano, mas são essas pequenas gotas que fazem a diferença para quem as recebe.
Sem as atitudes, aparentemente insignificantes, que dentro da nossa pequenez conseguimos realizar, a humanidade seria triste e a vida perderia o sentido.
Um abraço afetuoso,
nos momentos em que a dor nos visita a alma...
Um olhar compassivo,
quando nos extraviamos do caminho reto...
Um incentivo sincero de alguém que deseja nos ver feliz, quando pensamos que o fracasso seria inevitável...
Todas essas são atitudes que embelezam a vida.
E, se um dia alguém lhe disser que esses pequenos gestos são como gotas d`água no oceano, responda, como madre Tereza de Calcutá, que sem essa gota o oceano de amor seria menor.
E tenha certeza disso, pois as coisas grandiosas são compostas de minúsculas partículas.

 

Pensemos nisso!

 

Sem a sua quota de honestidade,
o oceano da nobreza seria menor.
Sem as gotas de sua sinceridade,
o mar das virtudes seria menor.
Sem o seu contributo de caridade, o universo do amor fraternal seria consideravelmente menor.
E jamais acredite naqueles que desconhecem a importância de um pequeno tijolo na
construção de um edifício.
Lembre-se da minúscula gota d`água, que delicadamente se equilibra na ponta do raminho, só para tornar a natureza mais bela e mais romântica, à espera de alguém que a possa contemplar.
E, por fim, jamais esqueça que são essas mesmas pequenas e frágeis gotas d`água que, com insistência e perseverança conseguem esculpir a mais sólida rocha.

(autor desconhecido)

 


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com

Olá  FLORॐ DEॐ LISॐ .

Achei maravilhoso e de muito bom gosto a sua lista de música.

Poderia por gentileza, me indicar onde encontro essas músicas ou

me permitir baixá-las em meu pc?

Obrigada !

Meire

RAFHAEL

http://www.youtube.com/user/SOLNASCENTEify?feature=mhum

Ó Grande Espírito, cuja voz ouço nos ventos, cujo sopro anima o mundo, ouça-me.
Sou pequeno e fraco, preciso de sua força e sabedoria.

Permita que eu caminhe na Beleza, e faça que meus olhos contemplem para sempre o vermelho e a púrpura do sol poente.

Faça com que minhas mãos respeitem todas as coisas que o Senhor criou.

Faça meus ouvidos aguçados para que eu ouça a sua voz.

Faça-me sábio para que eu possa entender tudo aquilo que o Senhor ensinou ao seu povo.

Permita que eu apreenda os ensinamentos que o Senhor escondeu em cada folha, em cada pedra.

Busco força, não para ser maior do que meu amigo, mas para lutar contra meu maior inimigo – eu mesmo.

Permita que eu esteja sempre pronto para ir até o Senhor de mãos limpas e olhar firme.

Assim, quando a minha vida estiver no ocaso, como o sol poente, que meu Espírito possa ir à sua presença, sem nenhuma vergonha.

http://www.xamanismoancestral.com.br/oracoes.html

Visualização:

SENHOR FAZEI DE MIM INSTRUMENTO DE VOSSA PAZ

 

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

 



 


Em minha mão direita empunho a espada de luz do amor...
Em minha mão esquerda empunho meu escudo de luz que é minha hóstia...
Em meu plexo solar guardo a sabedoria elementar dos Deuses divinos da Criação...
E em meu coração o PODER EU SOU...EU SUPERIOR do Ser, minha luz que provém da FONTE QUE TUDO É - DEUS Infinito em Bondade, Luz, Amor, Compaixão, Sabedoria, Unidade, Eternidade, Fraternidade, Igualdade, Evolução...

Assim Somos...Divinos Criadores...
Fonte de todos os Louvores...
Eternos em saber...
Eternos em amar...
Eternos em criar...
Eternos em compartilhar...
Somos puros e sábios...
Dignos de muita luz e criatividade...
De muita paz e bondade...

Transformações acontecem quando queremos...
Mutações sofremos quando nossa vontade se estende...
Podemos mover montanhas...
Caminhar sobre as águas...
Mudar o clima da terra...
Ver o que ninguém sente...
Sentir o que ninguém entende...
Saber o que muitos pedem...
Plantar e semear as sementes...
Fazer acontecer...essa é a chave da porta do Palácio de Cristal...das Portas do Céu...
Por onde passo sinto os córregos e rios chorarem por todo sofrimento que passamos....
Eles olham e choram e ao mesmo tempo derramam lágrimas de amor e compreensão...
Suas lágrimas nos protegem...
Lavam nossas almas...
Enxugam cada lágrima...
Expurgam cada carma...
Faz-me ver todas minhas vidas passadas...

As árvores e folhas...
Balançam num ritmo alucinante...
Num ritmo dançante...
Vejo em toda parte fragmentos de arte que nos trazem mundos a parte...
De Andrômeda a Marte...
E faço luz em compasso...
Me protejo como aço...
Somente a semente do cosmos...plantará a flor de cada átomo...
Éons, prótons e elétrons me torno passageiro no tempo e no espaço!!!!

OBRIGADA PELA VISITA!
MUITA LUZ, VIDA E AMOR EM TEU CAMINHAR!
Repassando da minha amiga Luz,achei com imensa vibração mesmo, sublíme mensagem 


http://www.youtube.com/watch?v=dhXnfUCkB2A&feature=player_embedded

 

 Incrível meu irmão, mas parece que na vida real em nossa espiritualidade isso pode realmente acontecer!!!O que você diria a alguém que viveu isso e não teve malicia suficiente para perceber e nem maldade para reagir??? 

RSS

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2019   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço