Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar


BHAGAVAD-GITA

CAPÍTULO IX: O Conhecimento Mais Confidencial

Pérola 47. O MAIS SECRETO DE TODOS OS SEGREDOS ((versos 1 a 3)

1. A Suprema Personalidade de Deus disse: Meu querido Arjuna, porque nunca Me invejas, transmitirei a ti este ensinamento e compreensão muito confidenciais. Passando a conhecê-los, ficarás livre das misérias encontradas na existência material.

2. Este conhecimento é o rei da educação, o mais secreto de todos os segredos. É o conhecimento mais puro, e por conceder a percepção direta do eu, é a perfeição da religião. Ele é eterno e é agradável praticá-lo.

3. Aqueles que não são fiéis neste serviço devocional não podem Me alcançar, ó subjugador dos inimigos. Por isso, eles voltam a trilhar o caminho de nascimentos e mortes neste mundo material.

O serviço devocional puro consiste em nove diferentes atividades: ouvir, cantar, lembrar, servir, adorar, orar, obedecer, manter amizade e entregar-se completamente ao Senhor. Praticando constantemente estes nove itens do serviço devocional, elevamo-nos à consciência espiritual e toda a contaminação material é eliminada do coração. Aqui no começo deste capítulo, vemos que Arjuna teve a oportunidade de receber o conhecimento diretamente do Senhor. Tanto a oportunidade de ouvir diretamente do Senhor, quanto a oportunidade de ouvir dos devotos puros do Senhor, fará com que uma pessoa sincera obtenha iluminação espiritual. Isto acontece porque não há diferença entre o Senhor Supremo e os tópicos relacionados com Ele. Portanto, quando um devoto puro transmite as mensagens imaculadas sobre a consciência de Krishna, ele tem a potência espiritual de estabelecer o Senhor no coração do ouvinte, especialmente se o ouvinte estiver livre de inveja do Senhor e tiver o desejo autêntico de assimilar o conhecimento e fortalecer sua vida espiritual. Estando dentro do coração de tal ouvinte, o Senhor dará inteligência para que tal pessoa compreenda a ciência da consciência de Krishna e, ao mesmo tempo, inspirará a pessoa a buscar pela associação dos devotos. Por outro lado, mesmo ouvindo da boca de lótus de um devoto puro, se a pessoa for invejosa do Senhor Krishna e não puder aceitá-lO como a fonte de tudo que é material e espiritual e Senhor de todas as entidades vivas, tal pessoa permanecerá em ignorância. Portanto, mesmo que tais pessoas ignorantes decidam comentar sobre o Bhagavad-gita, elas o farão de maneira desautorizada. Mas, para aquele que aceita o Senhor Krishna como a Suprema Personalidade de Deus, certamente este capítulo, onde o Senhor revela o conhecimento a respeito de Sua Personalidade Suprema, será bastante benéfico. Por isso, o Senhor afirma aqui que este Nono Capítulo é o rei de todo esse conhecimento.

Quando falamos de conhecimento confidencial, estamos falando sobre o serviço devocional, pois nada pode ser mais confidencial do que o relacionamento amoroso que existe entre o Senhor e Seus devotos. Portanto, a essência de todas as diferentes espécies de filosofias encontradas nos Vedas é a compreensão do serviço devocional puro. A primeira parte deste conhecimento confidencial trata da ciência da alma espiritual. Como estudamos anteriormente, sem a presença da alma, o corpo não tem valor algum. Este é apenas o começo do conhecimento confidencial. Além disso, temos de prosseguir e chegar a compreender as atividades da alma que está em liberdade total. Em outras palavras, aprender diretamente do Senhor ou de Seu devoto como a alma liberada atua no reino espiritual significa entrar na parte mais confidencial do conhecimento espiritual.

Mesmo neste mundo, quando uma pessoa adota o serviço devocional executando-o com pureza, ela será capaz de perceber diretamente os resultados. Por ouvir sobre as atividades do Senhor e cantar o maha-mantra Hare Krishna com sinceridade, qualquer pessoa sentirá algum prazer transcendental e se purificará de toda a contaminação material. À medida que suas atividades devocionais se intensificam, ela pouco a pouco vai experimentando progresso espiritual, o que a faz sentir cada vez mais prazer. Este aperfeiçoamento na vida espiritual não depende de nenhum tipo de instrução ou qualificação anterior. O próprio método é tão puro que qualquer pessoa irá se purificar pelo simples fato de se ocupar nele. No entanto, pessoas que são desprovidas de bom senso espiritual não irão depositar sua fé nas palavras proferidas pelo Senhor e não poderão adotar este processo de serviço devocional. Para tais pessoas desafortunadas, o progresso em consciência de Krishna é praticamente impossível. Ainda assim, través da associação com os devotos, mesmo uma pessoa incrédula poderá mudar seu coração e desenvolver gradualmente a convicção de que, pelo simples fato de servir sinceramente ao Supremo Senhor, pode-se alcançar a máxima perfeição. Enquanto isto não acontecer, não haverá esperança de livrar-se do ciclo de repetidos nascimentos e mortes.

 

Pérola 48. OS TRÊS ASPECTOS DO ABSOLUTO (versos 4 a 6)

4. Sob Minha forma imanifesta, Eu penetro este Universo inteiro. Todos os seres estão em Mim, mas Eu não estou neles.

5. E mesmo assim, os elementos criados não repousam em Mim. Observa Minha opulência mística! Embora Eu seja o mantenedor de todas as entidades vivas e embora esteja em toda parte, não faço parte desta manifestação cósmica, pois Meu Eu é a própria fonte da criação.

6. Compreende que, assim como o vento poderoso, que sopra em toda parte, sempre permanece no céu, todos os seres criados repousam em Mim.

Os Vedas afirmam que o Senhor pode ser percebido em três aspectos: o aspecto impessoal (a energia cósmica), o aspecto localizado (a Superalma) e o aspecto pessoal (a Suprema Personalidade de Deus). Para entendermos isto, podemos fazer uma analogia entre o Senhor e o Sol. O semideus Surya reside no Sol, o qual permanece em seu local no espaço, mas espalha seu brilho por todo o Universo. De forma similar, o Senhor permanece em Sua morada, onde manifesta Sua personalidade transcendental, mas espalha Sua energia por toda a criação, e tudo repousa nessa energia. Podemos observar que, mesmo espalhando seus raios, o semideus Surya não perde sua personalidade e, ao mesmo tempo, o planeta Sol mantém sua existência no espaço. Do mesmo modo, o Senhor Se espalha por toda parte e não perde Sua existência pessoal. Como a Suprema Personalidade de Deus, Ele permanece a distância, enquanto todas as Suas manifestações, tanto neste mundo material quanto no mundo espiritual, repousam em Sua energia impessoal. A Suprema Personalidade de Deus, portanto, difunde Suas diferentes energias, e Se mantém presente em toda parte por meio de Sua representação pessoal. Além disso, o Senhor diz que tudo repousa nEle, mas isto não significa que Ele está diretamente envolvido com a manutenção e sustentação desta manifestação material. Os diferentes planetas flutuam no espaço, e este espaço é a energia do Senhor Supremo. Mas Ele é diferente do espaço. Esta é a incomparável opulência do Senhor. Devemos compreender que a Personalidade de Deus tem poderes infinitos. Portanto, quando quer fazer algo, não pode existir o menor obstáculo. Pelo Seu simples desejo, tudo é executado perfeitamente. Ainda assim, Ele pessoalmente não precisa Se envolver com nada. Embora seja o mantenedor e o sustentador da manifestação material inteira, Ele não toca esta manifestação material. Apenas por Sua vontade suprema, tudo é criado, tudo é sustentado, tudo é mantido e tudo é aniquilado. O Senhor mantém Sua forma original como a Suprema Personalidade de Deus e, simultaneamente, permanece presente em tudo como o mantenedor supremo e, ao mesmo tempo, reside nos corações de todas as entidades vivas como a Superalma localizada. Todas as maravilhosas manifestações cósmicas existem pela suprema vontade de Deus, e todas elas estão subordinadas a essa vontade suprema.

 

Pérola 49. A NATUREZA FUNCIONA SOB A DIREÇÃO DO SENHOR (versos 7 a 10)

7. Ó filho de Kunti, no final do milênio todas as manifestações materiais entram em Minha natureza, e no começo de outro milênio, por Minha potência, Eu volto a criá-las.

8. Toda a ordem cósmica está sujeita a Mim. Sob Minha vontade, ela repetidas vezes manifesta-se automaticamente, e no final ela é aniquilada sob Minha vontade.

9. Ó Dhanañjaya, nenhum desses trabalhos pode atar-Me. Eu estou sempre desapegado de todas essas atividades materiais como se estivesse neutro.

10. Esta natureza material, que é uma de Minhas energias, funciona sob Minha direção, ó filho de Kunti, produzindo todos os seres móveis e inertes. Obedecendo-lhe ao comando, esta manifestação é criada e aniquilada repetidas vezes.

Aqui se descreve outro aspecto do poder do Senhor. Embora esta manifestação cósmica seja criada, mantida e aniquilada por Ele, ainda assim, Ele permanece completamente neutro e desapegado, pois tudo ocorre através de Suas potências, as quais agem maravilhosamente pela Sua ordem divina.

Este mundo material é a manifestação da energia inferior da Suprema Personalidade de Deus. É aqui que as entidades vivas, como resultado de suas atividades passadas, são fecundadas e assumem diferentes corpos e condições de existência. Uma vez que a criação e aniquilação ocorrem periodicamente, os desejos que as entidades vivas acalentam no momento da aniquilação são levados para a próxima criação. Isto significa que, quando o Universo é criado, as diferentes espécies de vida surgem ao mesmo tempo – quer sejam seres humanos, feras, vegetais, etc. Tais atividades materiais de criação e aniquilação ocorrem unicamente pela potência inconcebível de Deus, o qual permanece imutável, embora tudo esteja sob Seu completo controle. O Senhor não está diretamente vinculado a este mundo material porque as entidades vivas recebem seus corpos de acordo com seus atos e desejos passados. Depois da aniquilação, as entidades vivas são lançadas no corpo da primeira encarnação purusha do Senhor, chamada Mahavishnu, onde permanecem imanifestas por um período. Depois disso, quando chega o momento da nova criação, Ele simplesmente lança Seu olhar para a natureza material e injeta as entidades vivas novamente no ventre da natureza material. A conclusão é que o Senhor Supremo é o sustentáculo de toda a criação e o diretor supremo, embora a administração esteja sendo conduzida pela própria natureza material. É Ele quem dita as ordens aos semideuses, Seus agentes executivos.

 

Pérola 50. O VERDADEIRO E O FALSO REFÚGIO (versos 11 a 22)

11. Os tolos zombam de Mim quando desço sob forma humana. Eles não conhecem Minha natureza transcendental como o Supremo Senhor de tudo o que existe.

12. Aqueles que estão assim perplexos deixam-se atrair por opiniões demoníacas e ateístas. Estando mergulhados nessa ilusão, suas esperanças de liberação, suas atividades fruitivas e seu cultivo de conhecimento são todos destroçados.

13. Ó filho de Pritha, aqueles que não se iludem, as grandes almas, estão sob a proteção da natureza divina. Eles se ocupam completamente em serviço devocional porque sabem que Eu sou a original e inexaurível Suprema Personalidade de Deus.

14. Sempre cantando Minhas glórias, esforçando-se com muita determinação, prostrando-se diante de Mim, estas grandes almas adoram-Me perpetuamente com devoção.

15. Outros, que se ocupam em sacrifício por meio do cultivo do conhecimento, adoram o Senhor Supremo como o único e inigualável, como aquele que Se dividiu em muitos, e na forma universal.

16. Mas Eu é que sou o ritual, sou o sacrifício, a oferenda aos ancestrais, a erva medicinal, o canto transcendental. Sou a manteiga, o fogo e a oferenda.

17. Eu sou o pai deste Universo, a mãe, o sustentáculo e o avô. Sou o objeto do conhecimento, o purificador e a sílaba om. Também sou o Rig, o Sama e o Yajur Vedas.

18. Eu sou a meta, o sustentador, o senhor, a testemunha, a morada, o refúgio e o amigo mais querido. Sou a criação e a aniquilação, a base de tudo, o lugar onde se descansa e a semente eterna.

19. Ó Arjuna, Eu forneço calor e retenho e envio a chuva. Eu sou a imortalidade e sou também a morte personificada. Tanto o espírito quanto a matéria estão em Mim.

20. Aqueles que, buscando os planetas celestiais, estudam os Vedas e bebem suco de soma, adoram-Me indiretamente. Purificados de reações pecaminosas, eles nascem no piedoso planeta celestial de Indra, onde gozam de prazeres divinos.

21. Após desfrutarem desse imenso prazer celestial dos sentidos e tendo esgotado os resultados de suas atividades piedosas, eles regressam a este planeta mortal. Logo, aqueles que buscam o prazer dos sentidos sujeitando-se aos princípios dos três Vedas conseguem apenas repetidos nascimentos e mortes.

22. Mas aqueles que sempre Me adoram com devoção exclusiva, meditando em Minha forma transcendental – a eles Eu trago o que lhes falta e preservo o que têm.

Como aprendemos do Bhagavad-gita, a Suprema Personalidade de Deus, Sri Krishna, é o responsável pela criação, manutenção e aniquilação da manifestação cósmica. Como, então, Ele poderia enquadrar-Se na categoria de um ser humano comum? No entanto, existem muitas pessoas tolas que insistem em afirmar que o Senhor Krishna é simplesmente um ser humano poderoso e nada mais. Mas, como seres humanos comuns poderiam executar atividades maravilhosas como as descritas nos versos anteriores? Na realidade, Krishna é o Senhor Supremo, cuja forma eterna é plena de conhecimento e bem-aventurança. Por Sua misericórdia, Ele vem a este mundo material e age aparentemente como um ser humano comum, envolvendo-Se em assuntos aparentemente mundanos, como a Batalha de Kurukshetra. Desse modo, pessoas com pouco conhecimento ficam perplexas ao estudarem o Bhagavad-gita e acabam por se deixar atrair pelas opiniões de pessoas ateístas e inescrupulosas. Em certos caso, tais pessoas passam a se interessar pelo Bhagavad-gita unicamente por uma questão econômica e compõem seus próprios comentários, os quais estão repletos de especulações filosóficas inúteis. Refugiando-se nas suas próprias conclusões filosóficas distorcidas, tais pessoas permanecem eternamente presas no ciclo de repetidos nascimentos e mortes. No entanto, diferentemente destas pessoas desafortunadas, existem os mahatmas, as grandes almas que não se interessam pela especulação filosófica árida. Eles aceitam o Bhagavad-gita como foi falado pelo próprio Sri Krishna e, consequentemente, recebem a proteção da energia divina do Senhor. Eles se ocupam unicamente no serviço devocional ao Senhor e, por isso, se livram da influência da energia ilusória. Estas grandes almas não se interessam em criar seus próprios métodos imperfeitos de auto-realização espiritual. Eles seguem à risca as regras e regulações das escrituras védicas e economizam seu tempo valioso (o qual é ocupado na glorificação do Senhor) simplesmente seguindo os passos dos acharyas anteriores. Guiadas por um mestre espiritual experiente, tais grandes almas se submetem a um treinamento espiritual científico, ocupando seu corpo, mente e palavras a serviço do Senhor. Eles não conseguem ficar um momento sequer sem consciência de Krishna. Por isso, ficam a pensar em Krishna vinte e quatro horas por dia, pois perderam completamente o interesse por qualquer tópico ou afazeres mundanos. Eles se absorvem em atividades auspiciosas e estão sempre ouvindo, cantando, lembrando, oferecendo orações, adorando, servindo os pés de lótus do Senhor, prestando diferentes tipos de serviços, cultivando amizade e rendendo-se completamente ao Senhor. Por estarem sempre ocupadas em atividades cheias de potência espiritual, as grandes almas recebem do Senhor a garantia que nunca irão retornar a uma condição de vida miserável. Uma vez que o único desejo destas grandes almas é alcançar a associação direta do Senhor, o Senhor Se compromete a ajudá-las e protegê-las.

 

Pérola 51. O SUPREMO DESFRUTADOR (versos 23 a 28)

23. Aqueles que são devotos de outros deuses e que os adoram com fé na verdade adoram apenas a Mim, ó filho de Kunti, mas não Me prestam a adoração correta.

24. Eu sou o único desfrutador e Senhor de todos os sacrifícios. Portanto, aqueles que não reconhecem Minha verdadeira natureza transcendental acabam caindo.

25. Aqueles que adoram os semideuses nascerão entre os semideuses; aqueles que adoram os ancestrais irão ter com os ancestrais; aqueles que adoram fantasmas e espíritos nascerão entre tais seres; e aqueles que Me adoram viverão comigo.

26. Se alguém Me oferecer, com amor e devoção, folhas, flores, frutas ou água, Eu as aceitarei.

27. Tudo o que fizeres, tudo o que comeres, tudo o que ofereceres ou deres, e quaisquer austeridades que executares – faze isto, ó filho de Kunti, como uma oferenda a Mim.

28. Desse modo, ficarás livre do cativeiro do trabalho e de seus resultados auspiciosos e inauspiciosos. Com a mente fixa em Mim neste princípio de renúncia, libertar-te-ás e virás a Mim.

Como foi discutido anteriormente, todos os sacrifícios devem-se destinar a satisfazer diretamente Vishnu e mesmo que uma pessoa tenha desejos materiais a serem satisfeitos, será melhor fazer sacrifício diretamente para o Senhor – embora isto esteja fora da categoria de devoção pura.

Aqui fica claro por que o Senhor Krishna não aprova a adoração aos semideuses: eles são simplesmente diferentes funcionários e diretores do governo do Senhor, os quais ficam naturalmente satisfeitos caso todas as leis feitas pelo governo sejam obedecidas. Adorar os semideuses é considerado uma atividade ilegal e pode ser comparado a uma tentativa de subornar os funcionários e diretores. Certamente, dependendo do grau de suborno, a pessoa poderá ser transferida aos planetas dos semideuses. Tal elevação aos planetas celestiais é, na verdade, mera perda de tempo, pois, quando o bom resultado das atividades piedosas de se adorar os semideuses se esgotarem, tais pessoas terão de descer novamente a este planeta. Da mesma forma, por se envolver em atividades materialistas que consistem em adorar os ancestrais e os fantasmas, as pessoas irão alcançar os planetas de tais seres, onde, segundo informações das escrituras védicas, a condição é bastante miserável. A perfeição das atividades é, portanto, o serviço devocional amoroso ao Senhor, pois, executando-o, o devoto será transferido para a morada do Senhor e viverá eternamente na companhia do Senhor, numa vida plena de conhecimento e bem-aventurança. Tal processo de serviço devocional é extremamente fácil de ser praticado por qualquer um. Qualquer pessoa poderá conseguir diariamente algumas frutas, flores e água e oferecer ao Senhor com amor e devoção. O Senhor aqui promete que, se houver pureza nesta oferenda, se ela for feita com amor, Ele terá prazer em aceitá-la. Evidentemente, o Senhor é auto-suficiente e não precisa absolutamente de nada, porém, através dessa oferenda devocional, Ele está permitindo que haja uma troca afetiva amorosa entre Ele e Seus devotos. Ele deseja que Seu devoto organize sua vida de tal modo que ele nunca se esqueça dEle. Uma vez que todos acabam se ocupando em algum tipo de atividade, por que não oferecê-la ao Senhor? Para manter sua sobrevivência, todos precisam comer. Por que, antes disso, não oferecer o alimento ao Senhor e comer unicamente os restos do alimento oferecido ao Senhor? Uma vez que prestar serviço é uma condição natural de todo ser vivo, por que não prestar serviço direto ao Senhor, ajudando nas atividades missionárias da consciência de Krishna?

 

Pérola 52. O DEVOTO ALCANÇA O DESTINO SUPREMO (versos 29 a 34)

29. Não invejo ninguém, tampouco sou parcial com alguém. Sou igual com todos. Porém, todo aquele que Me preste serviço com devoção é um amigo, está em Mim, e Eu também sou seu amigo.

30. Mesmo que alguém cometa ações das mais abomináveis, se estiver ocupado em serviço devocional deve ser considerado santo porque está devidamente situado em sua determinação.

31. Ele logo se torna virtuoso e alcança paz duradoura. Ó filho de Kunti, declara ousadamente que Meu devoto jamais perece.

32. Ó filho de Pritha, mesmo as mulheres que sejam de nascimento inferior, os vaishyas (comerciantes), bem como os sudras (trabalhadores braçais), todos os que se refugiam em Mim podem alcançar o destino supremo.

33 Então, isto tem muito maior validade para os brahmanas virtuosos, os devotos e os reis santos. Portanto, como vieste a este miserável mundo temporário, ocupa-te em Me prestar serviço amoroso.

34. Ocupa tua mente em pensar sempre em Mim, torna-te Meu devoto, oferece-Me reverências e Me adora. Estando absorto por completo em Mim, com certeza virás a Mim.

Aqui, se declara que o Senhor é inclinado a Seus devotos. Embora cada entidade viva seja Seu filho e o Senhor esteja provendo as necessidades de todos, ainda assim, Ele revela que tem um interesse especial por aqueles que estão ocupados em servi-lO com um sentimento devocional. Isto é o resultado natural de uma reciprocidade amorosa. Portanto, assim como os devotos estão sempre absortos em prestar serviço ao Senhor, por Sua vez, o Senhor deseja servir o devoto. Na verdade, o Senhor Se torna devoto dos devotos. Em outras palavras, Ele dedica atenção especial àqueles que, mesmo estando neste mundo material ilusório, atuam como devotos puros e só se dedicam a satisfazer os desejos do Senhor. É importante compreender que isto nada tem a ver com a lei do karma. Tanto o Senhor quanto Seus devotos agem na plataforma transcendental, onde as leis materiais não podem influir. O Senhor está sempre situado numa existência espiritual e, por ocupar-se no serviço devocional a essa Pessoa Transcendental, os devotos deixam de ter algo a ver com este mundo material. Evidentemente, existe o estágio em que se executa serviço devocional enquanto não se atingiu a plataforma de vida liberada. Neste estado de vida condicionada, o serviço devocional e a identificação corpórea existem lado a lado e o devoto nesta situação deve ser muito cauteloso para não agir de uma maneira que seu serviço devocional seja prejudicado. Ainda assim, é provável que um devoto nesta categoria cometa uma atividade que seja considerada abominável, mas isto não poderá desqualificá-lo em absoluto. Embora as influências da energia ilusória sejam bastante fortes, a consciência de Krishna, quando executada com sinceridade, é ainda mais forte e irá certamente corrigir as falhas daqueles que a praticam. Um devoto sincero nunca comete tolices conscientemente, mas, devido às suas ligações mundanas anteriores e seu nascimento inferior, ele pode experimentar acidentes no seu caminho espiritual. Contudo, ele não precisa abandonar sua posição devocional e, com o propósito de expiar seus pecados, procurar algum outro processo purificador diferente do serviço devocional. Ele deve simplesmente intensificar suas práticas devocionais e, sem interrupção, enfatizar o cantar do maha-mantra Hare Krishna. A conclusão é que devemos adotar a consciência de Krishna e nos absorver completamente nas atividades devocionais. Isto certamente tornará nossa vida perfeito.

transcrito de www.encontroespiritual.org

por ismael de almeida

Exibições: 52

Responder esta

Respostas a este tópico

Puxa Ismael li apenas seus comentários sobre o cap. IX do Baghavad gita "conhecimento confidencial". Achei excelente. Muito bom mesmo. Não tenho conhecimento do teor do Bagahvad Gita, sabendo apenas ser uma obra clássica da literatura indiana sobre sabedoria espiritual, simplesmente fundamental, mas te digo teus comentários estão ajudando muito na divulgação dessa obra, pelo menos entre os trabalhadores da luz. Continue com seu trabalho, pois ele tem muita utilidade. Parábens, obrigado por nos proporcionar seu conhecimento e continue o trabalho. Paz e luz

RSS

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2019   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço