Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

OS SOFRIMENTOS DOS HOMENS - PARA O ESPIRITISMO SÃO PROVAS E EXPIAÇÕES

      Amigos,

      Os amigos espíritas falam, sempre, de provas e expiações. E confesso q, mesmo com muitos anos de estudo da doutrina espírita, ainda não entendi qual é a diferença entre uma e outra. Por isso, para tentar entender vou, novamente,  procurar raciocinar sobre o assunto; espero q os amigos contribuam com seus comentários.
............................
      Um amigo escreveu: Definições: 
      - provar: dar provas de...; solicitar passar por provas; padecer provas; mostrar que pode alguma coisa.... 
      - expiar: remir, resgatar, sofrer as conseqüências de culpas ou delitos; cumprimento de pena, purificação através de castigos e penitências... 
      
      Cel: raciocinando: qto à ‘expiação’, é evidente q nenhuma das definições acima se relaciona com ‘a’ ou ‘as’ primeiras encarnações conscientes pois, nestas, nós ainda nada temos de ‘remir’, nem de ‘sofrer conseqüências de erros cometidos’ e, portanto, nenhuma ‘pena a cumprir’ e nenhuma necessidade de nos ‘purificar’, pois q, ainda, não nos tornamos impuros, certo?

      Mas, novamente raciocinando: se, pela doutrina espírita, não existe retrocesso moral, como compreender q nós, q não éramos ainda impuros, nos tornamos impuros? 

      Amigo escreveu: uma alma, ou espírito, querendo avançar mais, solicita uma prova pela qual será tanto mais recompensando, se sair vitorioso...

      Cel: raciocinando: como o amigo disse, uns desejam ‘dar provas de q estão em condições de avançar mais” (pois, para isso, pedem passar por provas). Mas, qual é a causa de uns desejarem avançar mais, eqto outros nada fazem para isso? Ou todos fazem a mesma coisa, pedem provas e sofrem igualmente com as provas q pedem? Isto é: sofrimento para todos!

       Amigo: Pode-se considerar como expiação as aflições que provocam reclamações e levam o homem à revolta contra Deus. 

      Cel: aqui, vamos raciocinar, de acordo com a intenção de entender o q é q diferencia a prova da expiação, pois as provas, como o amigo disse, podem ser pedidas por nós para avançarmos mais rápido, certo? Mas, e as expiações, qual é a causa de nós as sofrermos? Sofremos as provas porq as pedimos; e as expiações, porq as sofremos?

      Amigo: O sofrimento que não provoca murmurações pode ser, sem dúvida, uma expiação, mas indica que foi antes escolhido voluntariamente do que imposto; é a prova de uma firme resolução, o que constitui sinal de progresso. (OESE, capV, item 9).

      Cel: isso significa q somos nós, por nossa livre e espontânea vontade, q escolhemos ter cânceres, membros amputados, loucura, cegueira, lepra, enfim, nascer com deformações físicas ou mentais, ou ter doenças asquerosas, sofrer dores, frio e fome, na miséria, arrastando-nos pelo chão, vivendo dos lixões e, também, assistir a nossos queridos sofrerem todas essas coisas e outras talvez mais desesperadoras?! 

      Somos nós, isto é, eu mesmo, você mesmo, quem pede a Deus, ou a espíritos mais elevados, para passar por todos esses terríveis, torturantes, insuportáveis sofrimentos? Vc pediria a expiação de passar pelo sofrimento de ver sua pequena filhinha, sua alegria e razão de viver, ser, na sua frente, violentamente estuprada e assassinada por homens cheios de drogas; seus filhos terem os pés amputados a machadadas, ou ossos e órgãos esmigalhados em acidentes, ou ser tornarem aidéticos, ou escravos das drogas, praticantes de crimes hediondos etc etc?!

 

      Vc pediria a expiação de passar pelo sofrimento de ver sua filha, sua esposa ou sua mãe enlouquecida, ou se transformar numa reles prostituta, mergulhada em vícios degradantes, ou assassina de crianças para vender seus órgãos? E, se vc pedir essas expiações, o fato de sofrê-las fará q vc evolua mais?!Ou fará, como acontece com muitos, q vc se revolte contra o Criador, deixe de crer em tudo em q antes cria, não ver mais sentido na a vida e vituperar contra Deus? Pois é exatamente isto q ocorre com muitos q se desiludem ou se revoltam com a vida e com o Criador!

      Amigo: Quando reencarnamos, escolhemos provas e expiações para cumprir durante a nossa vida. E os escolhemos unicamente para nossa evolução. Um Espírito perfeito não precisa der submetido a nenhuma prova, no entanto, a fim da busca de um grau mais elevado, solicita uma missão, uma tarefa, uma prova. Se falhar não regredirá, pois na Doutrina Espírita não há regresso de evolução do Espírito.

      Cel: raciocinando: pois é, meu amigo, espíritos elevados não precisam passar por provas, ou passam a pedido; e não precisam passar por expiações, é evidente, concorda? Mas, será esse o plano de Deus para a nossa existência, para nossa evolução? Fazer sofrer, sofrer, sofrer, porq só debaixo das chicotadas dos sofrimentos conseguimos evoluir?! Terá Deus, com toda sua infinita misericórdia, criado um processo para avançar mais, cujo método mais eficiente é nos fazer sofrer?!! Qdo leio isso me vem sempre a pergunta: onde estará a Sabedoria Infinita, q não soube (e ainda não sabe, pois ainda continua mantendo), como as doutrinas crêem, criar um processo para evoluir senão esse recheado de dores e lágrimas? Onde estará o Amor Infinito q faz ou q permite q Suas criaturas sofram de modo tão torturante? 

      Amigo escreveu: Nem as provas, nem as expiações são impostas. São escolhas nossas. Nós escolhemos as expiações para nosso melhoramento, para nossa evolução. E uma coisa é certa, sempre que o sofrimento provoca reclamações e nos leva a revoltarmos contra Deus, trata-se de uma expiação. Pois é a dor máxima de nossa alma.

      Cel: essas palavras e o q a doutrina ensina fazem crer q a Infinita Sabedoria só nos cria a todos dotados de mentes tão estúpidas e vazias, já q só entendemos a linguagem dos sofrimentos, pois que só sofrendo aprendemos q temos de abandonar o caminho do mal para evoluir. Será isso uma verdade?

      Amigo: Um dos admiráveis personagens da história que estão na doutrina espírita, Paulo de Tarso, é um forte exemplo de prova e expiação. 

      Cel: raciocinando: como devemos entender essa afirmação se a doutrina deixa de lado não concordando com tantos profundos e importantes ensinamentos de Paulo, como estão no Novo Testamento? E ele foi o porta-voz do cristianismo sem o qual, com suas viagens e epístolas, talvez, a Boa Nova ficasse restrita por muito tempo, aos povos próximos à Judéia.

      Amigo: Todavia, sabemos que Deus não castiga ninguém e o sofrimento pelo qual estamos sendo infligidos é fruto dos nossos próprios erros. 

      Cel: discordo do amigo; não é isso q a doutrina diz; conforme a doutrina faz ver, Deus castiga sim, e com sofrimentos atrozes, pois nos criou a todos de modo q, sabia (se Ele sabia e sabe mesmo o q está criando), q seríamos monstros de perversidade e de perversão; q praticaríamos coisas hediondas, abomináveis; que teríamos de passar por castigos terríveis para remissão desses desmandos, tanto q, antecipadamente, criou leis punitivas e mundos ("presídios", como diz o amigo) destinados a neles sofrermos a aplicação das expiações através de doenças as mais dolorosas, misérias, violência, crimes hediondos, abomináveis, vícios os mais degradantes e ações as mais baixas, porq merecemos tudo isso, como também afirma o amigo.
  
      Amigo:... tais sofrimentos, quando suportados com resignação, paciência e entendimento, apagam erros passados e purificam a alma que assim vai, encarnação após encarnação, libertando-se das imperfeições da matéria.

      Cel: aqui é novamente necessário raciocinar: nós somos criados "sem" imperfeições; conforme a doutrina "não" existe retrocesso moral; contudo, tornamo-nos possuidores das mais abjetas imperfeições; como entender isso? Não éramos imperfeitos e nos tornamos profundamente imperfeitos, mas na há retrocesso moral! E dotados de imperfeições tão monstruosas q, para delas nos livrar, temos de, inexoravelmente, sofrer sofrimentos desesperadores e insuportáveis. Como devemos entender isso?

      Amigo: Obviamente, as almas possuem a faculdade de se melhorarem sem as dores e dificuldades infligidas na encarnação, isto quando despertam para uma nova consciência de trabalho em prol da reforma íntima e amor ao próximo.

      Cel: aqui é preciso perguntar: se as almas possuem essa faculdade, porq não as usam? Então, se há almas que se melhoram intimamente sem ter de passar pelos sofrimentos infligidos na reencarnação, porq é q muitos outros têm de passar por tais sofrimentos? Porq é q uns despertam para uma nova consciência de trabalho em prol da sua reforma íntima, e outros não? De onde vem essa tão grande desigualdade?

      Amigo: Entretanto, é sabido que muitos desses espíritos ainda relutam em se despojar dos vícios e das más inclinações. Endurecidos e cegos pelo egoísmo e pela vaidade, não conseguem se libertar dos sentimentos que aviltam o homem e, por isso, carecem da expiação terrena para compreenderem melhor os desígnios de Deus.

      Cel: tenho de fazer novas perguntas: muitos relutam; e os demais, porq não relutam? Porq uns são endurecidos e cegos pelo egoismo e vaidade, e outros não? Porq uns conseguem se libertar de seus vícios e sentimentos aviltantes e outros, não? Tem de haver uma explicação para isso, para essa enorme desigualdade q leva, os primeiros, ao caminho do bem e, em consequência, à felicidade, e os outros, ao caminho do mal e, em consequência, à extremas infelicidades. Quem sabe explicar qual é a causa dessa desigualdade? Se todos somos iguais, no princípio, porq nos tornamos tão profundamente desiguais?  E, se observarem com atenção, verão q a causa dessa desigualdade não está mau uso do livre-arbítrio, como muitos afirmam q está!  

      Amigo: A expiação é, assim, a alavanca que move o espírito estacionário ao caminho da perfeição.

      Cel: novamente aqui se afirma q o plano criado por Deus, para a evolução dos espíritos, tem como método mais eficiente o fazer sofrer! È isso mesmo, o Infinito Amor nos faz, obrigatoriamente, sofrer?!

      Amigo: afirma Joana de Ângelis, q são expiações: a loucura, idiotice, aleijões com falta de membros, e outros defeitos físicos e morais; q essas coisas são as lições q Deus nos dá para q deixemos o caminho do mal, e que Ele faz q reencarnemos pela necessidade de passar por todo esse sofrimento para aprender! 

      Cel: novamente, aí está a afirmação de q o processo divino para a evolução é fazer sofrer! Será mesmo?! Esse é o Deus de Infinito Amor? O Infinito Amor faz seus filhos sofrerem, sendo q Ele mesmo os criou de modo que precisassem sofrer?!

      Amigo: Todos os nossos sofrimentos, por mais cruéis q sejam, resultam de imperfeições que adquirimos nas reencarnações.

      Cel: raciocinando: se não éramos imperfeitos, o q é q faz q nos tornemos tão imperfeitos?! E isso não significa retrocesso moral? E como é q adquirimos imperfeições nas reencarnações se a finalidade das reencarnações é fazer q nos libertemos das imperfeições? E, sem dúvida, é na própria escola para onde viemos aprender a nos livrar das imperfeições, q aprendemos a nos prender a elas!!

      Amigo: A dor é necessária pois é uma alavanca para que possamos evoluir. Ela acaba por ser o nosso alarme. Se estamos sofrendo, temos que mudar, não é? Acabamos por reflectir, por parar e pensar... algo que muitos se recusam a fazer, não saindo do mesmo lugar, cometendo sucessivamente os mesmos erros. Um espírito irmão disse: "Os sofrimentos são dados por Deus para aquele q tem um passado delituoso para que, por elas, receba o merecido castigo..."

      Cel: qto à primeira parte do comentário acima, concordo com o amigo; a dor pode nos fazer parar e refletir; mas porq essa reflexão fará alguém concluir, ou mesmo só pensar, q está sofrendo porq fez outros sofrerem? Não entendo! E, novamente acima o amigo se refere à enorme desigualdade entre os homens: uns, se estão sofrendo, param e refletem sobre o porq de estarem sofrendo; outros, mesmo estando sofrendo, se recusam a parar e não refletem! De onde surgiram pensamentos e decisões tão diferentes se todos éramos iguais?
......................................      


 

Exibições: 17

Responder esta

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço