Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Queridos amigos,

é com imensa alegria que apresento a vocês o trabalho de amor e luz que estou fazendo junto com mais duas amigas, estudantes do Um Curso em Milagres!

O curso baseado no UCEM já é ministrado há mais de 6 anos, na cidade de São José do Rio Preto, pela amiga Maria Amélia. Ele foi sendo ampliado e reformulado como uma extensão natural das traduções sobre o UCEM que tenho feito já há bastante tempo, e agora, está sendo disponibilizado através da internet com o intuito de atingir pessoas que residam em lugares mais distantes. 

As aulas via skype já estão disponíveis para as pessoas que se interessarem. 

Por favor, confiram o site, naveguem. Estou à disposição para qualquer esclarecimento que for necessário.

www.grupomera.com.br

Participem também do nosso site no ning, onde poderemos trocar idéias, textos, vídeos, músicas, etc. Cadastrem-se! Ficaremos muito felizes em tê-los lá conosco!

http://ucemgrupomera.ning.com/

Facebook:


Twitter:

http://twitter.com/UCEMgrupomera

Paz e Luz!

Abraço carinhoso,

Eliane

Exibições: 52

Respostas a este tópico

===

"Embora só possas amar a Filiação como um só, podes percebê-la fragmentada. É impossível, porém, ver alguma coisa em uma parte dela que não atribuas ao todo. É por isso que o ataque nunca é restrito e é por isso que se tem que abandoná-lo inteiramente. se não o abandonas inteiramente, não o abandonas em absoluto. Medo e amor fazem ou criam, dependendo de quem os procria ou inspira, o ego ou o Espírito Santo, mas irão voltar à mente daquele que pensa e afetarão sua percepção total. Isso inclui o seu conceito de Deus, das criações divinas e das suas próprias. Não apreciará nenhum deles se os considerar com medo. Apreciará a todos se os considerar com amor".


(UCEM-T-7.VI.1)


===
===

"Ilusões sempre são ilusões de diferenças. Como poderia ser de outra forma? Por definição, uma ilusão é uma tentativa de fazer com que alguma coisa considerada da maior importância seja real, mas se reconhhece que ela não é verdadeira. A mente então busca fazer com que seja verdadeira em função da intensidade do desejo de tê-la para si. Ilusões são travestis da criação, tentativas de trazer verdade à mentiras. Achando a verdade inaceitável, a mente se revolta contra a verdade e dá a si mesma uma ilusão de vitória. Achando a saúde uma carga, retira-se para sonhos febris. E nesses sonhos, a mente está separada, diferente de outras mentes, com interesses próprios diferentes e é capaz de gratificar as suas necessidades às custas dos outros".


(UCEM-MP-8.2)


===
===

"O Cristo em ti é muito sereno. Ele sabe aonde estás indo e te conduz até lá com gentileza e muitas bênçãos por todo o caminho. O Seu Amor por Deus substitui todo o medo que pensaste ter visto dentro de ti mesmo. A Sua santidade te mostra o próprio Cristo naquele cuja mão seguras e a quem conduzes até Ele. E o que vês é como tu mesmo. Pois o que, senão Cristo, está presente para ver, ouvir, amar e seguir ao lar?... Apesar disso, Ele está em quietude, pois sabe que o amor está em ti agora e é mantido em ti com segurança pela mesma mão que segura a mão do teu irmão na tua. A mão de Cristo mantém todos os seus irmãos Nele Mesmo... A mão de Cristo é tudo o que há para se segurar. Não há jornadfa que não seja caminhar com Ele".


(UCEM-T-24.V)


===
===

"Cada problema que vemos em outra pessoa que queremos excluir das nossas vidas é realmente o desejo secreto de excluirmos uma parte da nossa culpa de nós mesmos de modo a não termos que soltá-la. Essa é a atração que o ego tem pela culpa. A melhor forma de conservarmos a culpa é agredindo um outro. Sempre que formos tentados a fazer isso, o Curso nos diz que há Alguém conosco que nos baterá levemente no ombro, lembrando-nos: "Meu irmão, escolhe outra vez". E a escolha é sempre entre perdoarmos ou não perdoarmos. A escolha que fazemos ao perdoar outra pessoa é a mesma escolha que fazemos para perdoar a nós mesmos. Não há nenhuma diferença entre o que está fora ou o que está dentro; tudo é uma projçeão do que sentimos dentro de nós. Se sentimos culpa dentro de nós, nesse caso é isso que vamos projetar lá fora. Se sentimos o Amor de Deus dentro de nós, então é isso que estenderemos ao que está fora. Todas as pessoas e todas as circunstâncias nas nossas vidas nos oferecem a oportunidade de ver o que está dentro do projetor das nossas mentes: elas nos oferecem a oportunidade de fazer outra escolha".

Kenneth Wapnick - "Um introdução básica ao UCEM"

===
===

"Quando nós invocamos o Amor de Deus, voltando-nos para Ele como nosso Ser, com efeito, somos capazes de transcender nossa identificação egóica, mesmo que apenas por um instante. Nesse instante santo que transcende o tempo e todo o sistema de pensamento do ego, nós nos lembramos da nossa realidade e Identidade como o Filho de Deus. Portanto, nos tornamos essa Identidade, abstrata e sem forma, como nosso Criador. O amor reuniu-se a si mesmo, e esse Amor é um. Mais uma vez, estou usando a água como um símbolo para essa unidade do ser e do Ser, amor e Amor.

Essa parte das nossas mentes que escolhe retornar ao lugar que nunca realmente deixou é “onde” Deus “fala” conosco. No entanto, quando nossas mentes voltam à sua crença na separação, e nós mais uma vez experimentamos a nós mesmos como um ser pessoal em relação ao nosso Criador – em oposição a ser um com Ele -, a “fala” é mediada através das nossas mentes separadas e se torna palavras, que nossas mentes podem entender. Portanto, são nossas mentes separadas que estruturam o que não tem estrutura, moldam o que não tem molde, e dão formato ao que não tem forma. Não é Deus Que faz isso, porque Ele não sabe nada sobre molde e forma. Seu Amor, que simplesmente é, supre o conteúdo; nossas mentes suprem o molde ou palavras. Retornando à nossa imagem da água e do copo, nós entendemos que o Amor de Deus é a água, e a mente separada é o copo que molda a água, limitando sua acessibilidade ao que o copo pode conter, ou ao que o medo em nossas mentes pode tolerar.

Para reafirmar isso, no instante santo, nossas mentes escolheram se tornar uma com o Amor de Deus, que não é um estado no qual o ego nos permite continuar, uma vez que isso significa seu próprio fim. Como o Curso explica:

Às vezes, um professor de Deus tem uma breve experiência de união direta com Deus. Nesse mundo, é quase impossível que isso dure... Todos os estados desse mundo não podem deixar de ser ilusórios. Se Deus fosse alcançado de forma direta em conscientização prolongada, o corpo não mais se manteria por muito tempo (MP-26.3.3:1-2,7-8).

E então, a mente escolhe voltar à identificação com o ego, embora traga o Amor de Deus com ela. Na extensão na qual o medo permanecer na mente, entretanto, as palavras do corpo vão obscurecer e distorcer a pureza do amor; quanto menor o medo, mais transparentes são as palavras, que então servem apenas para expressar o amor em uma forma que possa ser aceita sem medo. Usando a analogia de um retrato de luz e sua moldura, o Curso fala do propósito do Espírito Santo (conteúdo) para os relacionamentos (a forma) no mundo:

[O retrato de luz do Espírito Santo] está emoldurado para transparecer perfeita clareza... [Ele está] levemente emoldurado, pois o tempo não pode conter a eternidade... O retrato da luz, em contraste claro e inequívoco [em relação ao retrato escuro do ego], é transformado no que está além dele. À medida em que olhas para ele, reconheces que não é um retrato, mas uma realidade. Ele não é uma representação figurada de um sistema de pensamento, mas o Pensamento em si mesmo. O que representa está lá. A moldura se desvanece gentilmente e Deus surge na tua lembrança, oferecendo-te a totalidade da criação em troca do teu pequeno retrato, totalmente sem valor e inteiramente privado de significado (T-17.IV.13:3; 14:1; 15).

Assim, não é a moldura que é importante, mas o retrato de luz que ela contém; da mesma forma, não são nossas palavras que são importantes, mas o conteúdo de amor que elas expressam. E então não é realmente a pessoa de Jesus que buscamos e pela qual ansiamos, mas o amor que ele expressa, e até mais direto ao ponto, o amor em nós como Cristo, que ele reflete de volta para nós.

Para nós no mundo ocidental, no entanto, e certamente para Helen, Jesus é o maior símbolo do Amor de Deus:

O nome de Jesus Cristo como tal é apenas um símbolo. Mas representa um amor que não é desse mundo... Vem a ser o símbolo brilhante do Verbo de Deus, tão próximo daquilo que representa, que o pequeno espaço entre os dois se perde no momento em que o Nome vem à mente (MP-23.4:1-2,4).

Jesus, então - e as formas específicas em que o experienciamos para nós mesmos -, é o copo que nos permite experimentar o Amor de Deus em uma forma que podemos aceitar cada vez mais. A forma não é o Amor de Deus, no entanto, em última instância, vai se dissolver naquele Amor, assim como nós também".


Kenneth Wapnick - "Absence from Felicity - the story of Helen Schucman and her scribing of A Course in Miracles"


===

RSS

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2019   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço