Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar


Em um país longínquo e montanhoso, um lago e um riacho viviam lado a lado. O lago ficava no pé da montanha e o riacho descia pela mesma montanha, de um ponto um pouco mais alto.
O lago estava muito orgulhoso consigo mesmo.
"Pequeno rio, veja quão bonito, grande e limpo eu sou!, disse o lago.
"Sim," o riacho respondeu, "voce é muito bonito. Voce deve ter muitos amigos. Enfim, voce é tão grande que pode dar suas águas para qualquer um que queira beber. Mas eu sou pequeno e ninguem percebe a minha presença".
"Ha-ha-ha!" riu o lago. "Porque eu daria minhas águas para os outros? Desse jeito eu tambem ficaria pequeno".

Um dia um cabrito montanhês se aproximou do lago. "Ôi lindo lago, eu me perdi e há muito tempo não acho nada para beber. Posso beber das suas águas?"
"Vá procurar água em outro lugar", disse o lago com raiva. "E não encoste suas patas sujas em mim".
O cabrito ficou triste, mas o que ele poderia fazer? Ele já estava partindo quando escutou uma voz baixinha: "Ca-bri-to, venha aqui. Eu sou um pequeno rio que ninguem percebe, mas eu tenho água suficiente para voce. Beba quanto quiser."
"Muito obrigado por ter me socorrido, pequeno rio!," respondeu o cabrito enquanto sorvia a água com muita vontade.

Tempos depois um bando de andorinhas sobrevoava o lago.
"Oh lago, nós estamos muito cansadas e ainda temos um longo caminho pela frente. Por favor, nos deixe beber."
"Tá certo!," o lago respondeu zangado. "Suas asas estão cheias de pó e eu sou alérgico. Voem para longe daqui!"
Mas assim que as andorinhas subiram no ar, ouviram alguem as chamando: Andorinhas, lindas andorinhas, voem sobre mim. Eu sou um pequeno rio que ninguém percebe, mas eu tenho água para todas voces. Bebam quanto quiserem!".
"Muito obrigadas, pequeno rio," as andorinhas disseram enquanto matavam sua sede. Voce é um verdadeiro amigo!".
Muitos animais passaram e muitos pássaros sobrevoaram. Todos pediram ajuda para o lago, mas somente o pequeno rio os ajudou a todos.

Então, num dia quente de verão, algo inesperado aconteceu.
"So-o-corro, ajuda!" gritou um pequeno rato. Foi pulando até o lago, e chegou já sem fôlego. "Lago, por favor ajude o coelho. Ele quebrou a pata e não pode andar. Faz bastante tempo que ele não bebe e ele está realmente precisando de água"."
"o que que eu tenho com isto?", o lago perguntou surpreso.
"Se voce espalhar um pouco de água, ela vai chegar até o coelho e ele poderá beber um pouco", respondeu o pequeno rato.
"Isto é bobagem," disse o lago e despachou o pequeno rato para longe.
"Pequeno rato", gritou o riacho, "talvez eu possa ajudar"."
"Você é muito gentil, mas é muito pequeno. Voce não tem água suficiente para atigir o coelho", respondeu, triste, o pequeno rato.
"Espera, Eu pensei em algo!", o riacho exclamou. "Mãe Montanha! Mãe Montanha!", ele gritou.
Mas a montanha estava em sono profundo sob o sol quente.
"Ajude-me, pequeno rato", pediu o pequeno rio, e ambos chamaram a montanha de novo: Mãe Montanha!!!"
"Por que todo este barulho, pequeninos?" A montanha acordou. "O que aconteceu?"
"O coelho quebrou a pata, explicou o pequeno rio, "Ele precisa de água e eu devo ajudá-lo!"
"Mas como?" perguntou a montanha. "Voce é tão pequeno!"
"Há neve em seu pico. Ela está se derretendo debaixo dos raios do sol, e se transformando em água. Me dê um pouco dessa água e eu serei capaz de ajudar o coelho".

"Embora voce seja pequeno, voce tem um grande desejo de ajudar os outros. Vou fazer como voce está pedindo, respondeu a montanha.
Imediatamente, toda a água que antes corria do pico da montanha para o lago, começou a ir em direção ao riacho.
E antes que o lago pudesse emitir um só ruído, se tornou um pântano seco. Enquanto isso, o pequeno rio se transformou em uma grande e feliz corrente.
Rápidamente atingiu o coelho, saciou sua sede, lavou suas feridas e seguiu correndo majestoso para longe até alcançar o mar, oferecendo de presente para todos água fresca e limpa.

"Voce está vendo essa quantidade de água?", diziam os animais para os outros, "antes era um pequeno riacho mas o desejo de ajudar os outros o transformou neste rio largo e caudaloso"."

Histórias de Cabala para crianças - http://www.kabbalah.info/brazilkab/bibliotecaFrameset.htm

Exibições: 47

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de Dite em 5 outubro 2009 às 11:58
Que alegria quando todos nos, por livre arbítrio, formos a grandeza (desejo genuíno sem conflitos) da vibração amorosa do pequeno rio e conseguirmos suplantar a pequenez esteril do grande lago, que pela nossa condição de experiência humana ainda trazemos em nossas atitudes.
Vibração de amor a você IRMÂ do caminho!
Dite

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço