Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Alinhamento de 14 de fevereiro em Aquário: A Era de Aquário que inicia.....

Alinhamento de 14 de fevereiro em Aquário: A Era de Aquário que inicia.....







O advento da Idade do Aquário: Uma Rara Concentração astrologicaJude Currivan, Ph.D.

As mais profundas tradições espirituais dos tempos antigos viam o mundo manifesto, em todas as escalas de existência como sendo gerado e permeado por uma trindade cósmica dos princípios ativo, passivo e neutro - a essência divina do masculino, feminino e infantil.


Os sábios da Índia antiga que seguiam os Vedas, viam que a energia como: o homem / energia ativa da vida – força- , que chamaram de pingala; sexo feminino / energia passiva, que chamaram de ida que se movia através dos nossos chakras; criança / energia neutra que chamaram de shushumna, como canal até eles . (ver texto no final do artigo)


Quando estas energias divinas masculina e feminina são equilibradas e, portanto, plenamente capazes de fazer "nascer" o divino, a energia da criança dentro de nós, os antigos sábios viam a energia da Kundalini mover-se para cima, que de outra reside adormecida na base da coluna, nos permitindo incorporar plenamente a nossa natureza divina.
O objetivo do sagrado matrimônio entre o divino feminino e masculino que os povos antigos, tais como os de Malta, promulgada em seus templos, não só para trazer harmonia cósmica e fertilidade de suas terras, mas dentro de si mesmos. Para tal equilíbrio energético é necessário permitir a ativação ou "nascimento" do filho divino dentro de nós e a realização da iluminação.
Quando essa trindade cósmica da consciência se harmonizar plenamente, de forma totalmente expressa dentro de nós, nos tornamos verdadeiramente "curados" e "integros", e personificados pelo símbolo universal da caduceus como uma representação de cura desde os tempos mais remotos.

Por milénios, só o maior conhecedor dos adeptos podia ter atingido essa plenitude. Mas os anciãos e místicos em todo o mundo estão dizendo que agora é a hora, evoluímos para um ponto em que todos nós somos capazes de despertar a nossa divindade interior.
Este é o nosso destino espiritual no alvorecer da Idade do Aquário.


Em meados de Fevereiro, nós oferecemos apoio cósmico a este reconectar ao que nós realmente somos, por uma rara concentração astrológica que reúne um certo número de planetas em conjunto com o Nódulo Norte - denotando maior objetividade - em Aquário. E que energiza e inspira a possibilidade de avanço transcendental e de cura.
Nós medimos nosso sentimento global de ambos os espaços (longitude) e temporal (tempo universal - UT ou GMT), a partir do meridiano situado em Greenwich, Inglaterra. Podemos perceber a influência colectiva deste momento no evento astrológico olhando para o alinhamento "centrado" na perspectiva deste acontecimento mundial. Quando nós o fazemos, algo de extraordinário e requintado emerge.•Ao amanhecer em 14 de Fevereiro, o dia dedicado a S. Valentim, o santo padroeiro do Amor, a Lua em Libra entra na sétima casa de relacionamentos. E Júpiter e Marte estão alinhados em Aquário na décima segunda casa de transformação espiritual.•Quarenta anos atrás, as intuitivas palavras de uma canção chamada Aquarius, trouxe o advento da nova era na nossa consciência colectiva:

Quando a Lua estiver na sétima casa

Alinhada com Marte e Júpiter.

Então, a paz vai guiar os planetas

E o amor irá orientar as estrelas.•


Ao amanhecer de 14 fev. O Cosmos Encarna encarna efectivamente o perfeito alinhamento para manifestar, com o nosso apoio colectivo, a manifestação do amor e da paz e do alvorecer da Idade do Aquário.
O gráfico Aquariano de 14 fevereiro revela uma incrível concentração de influências cósmicas das energias de Aquário na décima segunda casa. O expansivo Júpiter e o Marte energético estarão alinhados com o propósito maior do Nódulo Norte. A presença de Quiron, o curandeiro ferido, nos oferece a oportunidade de curar aquilo que estava dividido e que nos manteve separado durante tanto tempo. Neptuno enfatiza movimentos coletivos e humanitários de co-criação de justiça social. E a presença de un Sol radiante ilumina todo o alinhamento.
Mercúrio também na décima segunda casa, mas apenas para além da cúspide em Capricórnio, aliados com Plutão transformacional para comunicar e ancorar a mudança global ao longo das nossas estruturas e instituições.
A Lua em Libra no sétima casa enfatiza harmoniosa real-ationships (relacionamentos reais).
Vênus em Áries na primeira casa energiza e dá dinâmica de co-criatividade.
E, embora Saturno, o grande mestre da tarefa, em oposição a Úrano, o inesperado que desperta, está sugerindo um confronto em curso com os resíduos do insustentável velho paradigma, relutantemente, dá lugar à esperança de testar o novo, as suas colocações em Virgem e Peixes trazem altruísmo prático e visionário, inspiração para a transição.
Alinhamento visto do horizonte
Às 7:25 de 14 fevereiro - e para os 18 minutos do alinhamento, convido-vos, no coração universal, para adicionarem a sua própria intenção de amor e paz e para co-criarem o advento da Idade do Aquário ao do Cosmos. De qualquer forma considere adequado para você, você pode optar por alinhar às 7.25am (UT) ou às 7h25 do seu próprio horário local, com energização de uma onda de intenção que irá vagar à volta da Terra.
Após ter procurado mais de mil anos, não posso encontrar nenhum outro alinhamento no passado deste incrível significado. Mas, surpreendentemente, em um momento no tempo quase cinquenta anos atrás, vozes coletivas de nossos antepassados parecem ter percebido essa voz da energia cósmica das sementes na próxima Idade humana e do nascimento da Era de Aquário. Em 1962, ao mesmo tempo e no mesmo dia, como em 2009, Júpiter e Marte estavam em Aquário na décima segunda casa, e a Lua na sétima casa. Mas então a incrível concentração de planetas que deveriam energizar o alinhamento, como em 2009, estava faltando.
E em vez do Nódulo do Norte (maior efeito) estar alinhado com Júpiter e Marte, como o é em 2009, estava na oposição.
O que isto significa é que já em 1962 era o chamado silencioso do nódulo sul para o norte, que agora alinha com Júpiter e Marte.
O nódulo sul representa aquilo que trazemos a partir do passado. Então, em 1962, o potencial para nós era o nascimento da Idade do Aquário que veio através da nossa memória colectiva, mas só agora somos capazes de manifestar plenamente sua finalidade maior. Em 1962 realizou-se essencialmente uma acção coletiva de “inspirar”, de começar a criar a possibilidade, e agora com o apoio do alinhamento cósmico Aquariano de 14 fevereiro 2009, somos capazes de “expirar”, de fazer com que isso aconteça.
O segundo verso da canção de Aquarius é:

Harmonia e compreensão

Simpatia e confiança abundante

Sem mais mentiras ou ridículos

Sonhos dourados e partilha das visões

Revelações em cristais mágicos

E a verdadeira libertação das mentes

Aquarius! Aquarius!




Resumo de uma amiga
Alinhamento Aquariano de 14/fev/2009
por Jude Currivan PhD
Resumo de uma amiga:

Nós medimos nosso sentido global de espaço ( latitude e longitude) e tempo ( tempo universal - UT ou GM ) desde o meridiano localizado em Greenwich, Inglaterra. Nós podemos perceber a influência coletiva do MOMENTUM desde evento astrológico, olhando para este alinhamento desde uma perspectiva global centrada.
Quando fazemos isso, algo extraordinário emerge ...
No alvorecer do dia 14/fevereiro, dia dedicado à São Valentim nos Estados Unidos e Europa( Valentine´s Day ), o patrono e Santo do Amor; a lua em Libra entra na sétima casa dos relacionamentos; e Jupiter e Marte estarão alinhados no signo de Aquarius na décima segunda casa da transformação espiritual.
Quarenta anos atrás, as palavras intuitivas de uma canção chamada Aquarius, trouxe o alvorecer da Nova Era ao Consciente Coletivo :


"When the Moon is in the seventh house

and Jupiter aligns with Mars.

Then peace will guide the planets

and love will steer the stars "



" Quando a Lua estiver na sétima casa

e Jupiter se alinhar com Marte,

Então a PAZ guiará os planetas

e o Amor varrerá as estrelas "

No alvorecer do dia 14/fevereiro, o Cosmos realmente vai personificar este perfeito alinhamento que irá apoiar nossa manifestação coletiva de Amor e PAZ, no alvorecer da Era de Aquarius.

Veja mapa astral do dia 14/fev que revela uma incrível concentração de influências cósmicas combinando com as energias de Aquarius na décima segunda casa.
Júpiter: o planeta da expansão e Marte: planeta da energia estarão alinhados com o objetivo mais elevado .
A presença de Quíron, o curador ferido; nos oferece a oportunidade de curar os fatos que nos separaram durante tanto tempo de nós mesmos e do todo.
Netuno enfatiza os movimentos humanitários coletivos e a co-criação da justiça social.
A presença do SOL ilumina todo este alinhamento especial.
Mercúrio tambem na décima segunda casa apenas um pouco alem de Capricórnio, se alinha com Plutão que significa Transformação para se comunicar e ancorar a MUDANÇA através de nossas estruturas globais e instituições.
A Lua em Libra na sétima casa enfatiza o início de relacionamentos harmoniosos.
Venus em Aries na primeira casa energiza e dá Poder à co-criatividade e ao dinamismo.
Saturno, o grande mestre do trabalho em oposição à Urano, o desperto inesperado; sugere uma série de confrontações dos velhos paradigmas que não são mais sustentados, entregando-se ao novo paradigma com novas esperanças; sua colocação entre Virgem e Peixes traz altruísmo prático e inspiração visionária nesta transição.
Durante os 18 minutos do alinhamento, eu convido você, em seu coração universal, para colocar sua intenção de AMOR e PAZ e juntos CO-CRIARMOS O ALVORECER DA ERA DE AQUARIUS no Cosmos .
Na forma que mais for apropriada para você, energize este momento com suas INTENÇÕES E ORAÇÕES e juntos criaremos uma onda de energia que abraçará a Mãe Terra.
Sinta-se à vontade para circular esta informação, o mapa astral abaixo e nosso convite para este incrível evento Cósmico : O NASCIMENTO DA ERA DE AQUARIUS, conforme cantado há 40 anos na música AQUARIUS ...

Participem deste grande MOMENTUM e CO-CRIE SUA NOVA REALIDADE E SUA NOVA VIDA NA MÃE TERRA, AGORA...



O DESPERTAR DA KUNDALINI E OS CONDUTOS SUSHUMNA, IDA E PINGALADe acordo com os iogues, existem dois condutos nervosos na coluna espinhal chamados IDA e PINGALA, e um canal ôco, ao qual chamam de "Sushumna;" Os gregos o chamavam de SPIEREMA, "correndo através da medula da espinha." No final mais baixo do canal ôco está o que os iogues chamam de "Lótus da Kundalini." Eles o descrevem como uma forma triangular; dentro dele, na linguagem simbólica dos iogues, há o poder espiralado da Kundalini. Quando aquela Kundalini desperta, ela tenta forçar a passagem através desse canal ôco. Conforme ela ascende passo a passo, camada após camada, a mente torna-se aberta, e todas as visões diferentes e poderes maravilhosos despertam para o iogue. Quando ela alcança o cérebro, o iogue torna-se completamente desapegado do corpo e da mente. A alma encontra-se liberta.Nós sabemos que a medula espinhal é composta de uma maneira peculiar. Se tomarmos a figura do oito horizontalmente, existem duas partes que estão conectadas no meio. Supondo que você acrescente oito após, mais oito após oito empilhando-se um sobre o outro; isso representará a medula espinhal. O da esquerda é IDA e o da direita é PINGALA, e o canal oco que corre através do centro do cordão espinhal é o SUSHUMNA. Todos os três se encontram e se unem na parte mais inferior.No lugar onde a medula espinhal termina em algumas das vértebras lombares, uma fibra fina emerge para baixo e o canal continua a percorrer suave para dentro daquela fibra, só que bem mais fino. O canal é fechado na parte mais baixa, a qual está situada no que é chamado o plexo sacral – que, de acordo com a fisiologia moderna, está em forma triangular. Os diferentes plexos que têm seus centros no canal espinhal correspondem aos diferentes lótus ou chacras do iogue.O iogue imagina vários centros sutís (os chacras) começando pelo MULADHARA, ou o centro triangular básico, e terminando com o SAHASRARA, o lótus das mil pétalas no cérebro. Tome nota que diz-se que ele ESTÁ no cérebro. A maioria, senão todos os escritores ocidentais e "autoridades" entendem que isso significa o cérebro. Mas não é bem assim. Diz-se NO cérebro, portanto isso não significa que o lótus das mil pétalas SEJA o cérebro. Logicamente isso não poderia ser tampouco, porquanto o cérebro é um orgão de função sensorial material e o Lótus das mil pétalas é de função psíquica e espiritual. (Pesquisas recentes encontraram uma área no topo do cérebro que é DIFERENTE da "matéria cinzenta." Quando você faz os exercícios prescritos, ou outras práticas hinduistas, budistas, taoistas, sufista etc., abrirá um centro no topo da cabeça através do qual nova energia é contatada, confirmando esse fato para você mesmo.) Portanto, se tomarmos esses diferentes plexos como representando esses lótus, as idéias dos iogues podem ser facilmente compreendidas na linguagem da fisiologia moderna.Sabemos que existem duas fontes de ação nessas correntes nervosas, uma conduzindo para dentro e a outra para fora, uma sensorial e uma motora; uma carrega uma sensação para o cérebro e a outra do cérebro para o corpo exterior. Essas vibrações estão todas conectadas com o cérebro no final das contas. Vários outros fatos terão que ser relembrados para poder clarear o caminho para a explanação que vem a seguir.A medula espinhal termina no cérebro com aquilo que é chamado de PONS, um orgão parecido com uma lâmpada na base da medula, o qual diz-se que não está conectado ao cérebro, mas flutuando dentro de um fluido no cérebro, o que entre outras razões, serve para atuar como uma proteção de choque para esse orgão – um fato importante a ser lembrado. O PONS é o receptáculo dos centros que controlam essas funções vitais do corpo, como a respiração, os batimentos cardíacos, etc.Segundo, de todos os centros você deve lembrar-se particularmente de três: o MULADHARA, que é o centro básico (chacra básico), o MANIPURA, ou o lótus do umbigo (chacra umbilical), e o SAHASRARA no cérebro (chacra da coroa ou chacra coronário). O muladhara é o receptáculo, o gerador da Kundalini. O manipura é o "Portal" ensinado em todas as leituras de ocultismo. Todas as escolas esotéricas fazem uso desse centro de uma maneira dinâmica para aumentar as energias que precisam ser manipuladas. O sahasrara tem sido chamado de "porta" através da qual outra energia é contatada. É o ponto do Samadhi – a fonte da Iluminação Espiritual (expansão da consciência, consciência cósmica)Agora vamos pegar um fato da Física. Ouvimos falar de eletricidade e de várias outras forças conectadas a ela. A eletricidade é associada com movimento. As moléculas que compõem a matéria são acionadas pela eletricidade. Geralmente movem-se em padrões específicos. Se todas as moléculas num quarto, ou num objeto são feitas para se moverem em uma direção, formar-se-á uma imensa bateria. Outro ponto da fisiologia a ser lembrado é que o centro que regula o sistema respiratório, o sistema respiratório, tem uma espécie de ação controladora sobre o sistema das correntes nervosas. Agora vamos ver porque a respiração é praticada.Em primeiro lugar, da respiração ritmada vem a tendência para todas as moléculas do corpo moverem-se em uma direção. Quando a mente transforma em vontade, as correntes nervosas são transformadas em um movimento similar à eletricidade. Os nervos mostram a polaridade sob a ação de correntes elétricas, mostrando por sua vez que quando a vontade é transformada, as correntes nervosas são transformadas em algo parecido com a eletricidade. Portanto, quando todas as moléculas de um corpo se tornaram perfeitamente rítmicas, o corpo tornou-se uma bateria gigantesca de vontade. Essa vontade gigantesca, tremenda é exatamente o que o iogue deseja. Existe, portanto, uma explicação fisiológica dos exercícios de respiração. Eles tendem a trazer uma ação rítmica para dentro do corpo e ajudam o centro respiratório a controlar os outros centros.Na base da coluna, na área Sacral, existe uma área anular parecida com um canal, uma seção de osso que tem na realidade, três e meia espirais. Depois, no sexto VENTICLE tem o espaço vazio que percorre o centro da medula espinhal. Considerando que tudo o mais nos ensinamentos iogues foi confirmado agora pela ciência ocidental, precisamos presumir que da mesma maneira pode ser demonstrado que esse canal é fechado na parte de baixo onde se une ao canal anular. É por essa razão que a energia acumulada, ou gerada ali, não pode ascender até que a clausura seja aberta. Mas, mesmo depois de ter sido aberta, deve-se AUMENTAR O INFLUXO, e é aí que entra a área do Plexo Solar (em realidade a área do umbigo). Por isso ele é chamado de "Portal."É interessante notar-se que os povos pelo mundo todo têm desenhado a serpente como estando em pé, conforme ilustrado adiante, e que a coluna se parece exatamente como a serpente se levantando.É também interessante que a base da coluna é o ÚNICO lugar do corpo todo onde todos os sistemas nervosos se unem num lugar comum de encontro. Os nervos simpático, o vago e cérebro-espinhais, todos se unem por anastomose na base da coluna. A clausura do canal na base da coluna explica porque os estudantes que realizam certas práticas sem a preparação correta, podem sofrer contusões ou então a morte! Se a energia é aumentada, para onde ela deverá ir? Ela tem que ir para algum lugar! Se "para baixo", produz um excesso sexual; se através do nervo vago ou simpático, produz doença; se subir pela coluna para dentro do cérebro, insanidade.O objetivo do pranayama (prática respiratória) aqui é o de ascender o poder espiralado no muladhara chamado Kundalini. Tudo o que vemos ou sonhamos ou imaginamos, temos que perceber no espaço, que é chamado MAHAKASHA. Sempre que um iogue lê os pensamentos de outros homens ou percebe objetos supersensíveis, ele os vê em outro tipo de espaço chamado de CHITAKASHA, o espaço mental. Quando a Kundalini é despertada e entra pela medula espinhal, o SUSHUMNA, todas as percepções estão no espaço mental. Quando atinge o final do canal que de abre para o cérebro, a percepção não-objetiva está no espaço do conhecimento. Pense em "espaço" como relacionado à palavra "Akasha", e você irá compreender melhor esses conceitos.Ida e Pingala são os principais canais através dos quais essas correntes passam. Se você conseguir fazer com que a corrente passe através do sushumna no meio da medula espinhal, você já resolveu o problema. O sushumna nas pessoas comuns, está fechado na extremidade inferior; nenhuma ação se processa através dele. O iogue propõe uma prática pela qual ele pode ser aberto e as correntes nervosas serem levadas a transitar através dele. Quando uma sensação é levada até um centro, o centro reage. Agora o centro no qual todas as sensações residuais ficam acumuladas é o muladhara, o receptáculo da base, e a energia espiralada é a Kundalini, conforme mencionado acima. É muito provável que a energia motora residual também esteja acumulada no mesmo centro, depois de estudo profundo ou meditação sobre o externo, objetiva a parte do corpo onde está situado o muladhara e torna-se quente. Se essa energia espiralada for despertada e ativada e conscientemente levada a viajar até o sushumna, ela atua sobre centro após centro e uma tremenda reação será desencadeada. Quando uma porção minúscula de energia percorre uma fibra nervosa, causa uma reação do centro de percepção e você tem ou um sonho ou imaginação. O poder da meditação longa, interna, atua sobre a imensa massa de energia que está acumulada, e se alguma parte dela percorrer o sushumna e atingir os centros, a reação é tremenda e imensamente superior à reação do sonho ou da imaginação. Uma percepção supersensível ocorre. Quando chega na metrópole de tudo, no cérebro, a área inteira reage, e causa uma enorme labareda de iluminação, a percepção do Ser. Conforme a força da Kundalini percorre desde um centro para o outro, a mente como era, abre-se e o universo é percebido pelo iogue pela forma sutíl causal.Agora para a prática do despertar da Kundalini e da abertura da clausura na base da coluna. É por causa dessa clausura na coluna que essa energia não pode subir pela coluna. Ocasionalmente, sob variadas circunstâncias, um pouquinho atravessa e então uma pessoa tem uma experiência de superconsciência, ou uma pequena iluminação, ou a nível mesmo de um gênio.Agora, para despertar a Kundalini, nós utilizamos a prática do pranayama somente com cada INSPIRAÇÃO pela narina esquerda. Você envia uma corrente mental para baixo através da IDA, pelo lado esquerdo da coluna até o centro sacro básico da Kundalini, o muladhara, atingindo-o violentamente pela sua imaginação. Então, quando você exala a respiração através da outra narina você visualiza ou imagina ir trazendo aquela corrente PARA CIMA através do centro da coluna, através do sushumna, até a cabeça. Quando respira pela narina direita, você envia a corrente para baixo através do lado DIREITO da coluna, pelo PINGALA, atingindo outra vez violentamente o muladhara; mantenha lá a concentração, conforme lhe foi ensinado nessa fase do pranayama, e outra vez conduza a corrente pelo sushumna, o centro da coluna. O esforço mental de mandar uma corrente de poder forte como a eletricidade ao longo de sua coluna com cada uma das respirações – IDA, para baixo pelo lado esquerdo, e PINGALA para baixo pelo direito – e permanecer com o pensamento no muladhara, e depois trazê-lo pelo centro da coluna, juntamente com a respiração, é a maneira de promover o despertar da energia Kundalini.Ao fazer a khumbaka ( depois de inspirar e expirar regular e normalmente através das duas narinas e repentinamente segurando na expiração), segure na expiração e coloque toda a sua atenção sobre o muladhara. Concentre toda a sua mente, seu pensar, seus pensamentos, seus sentimentos sobre o muladhara.Outro exercício que ajuda a despertar a Kundalini é sentar-se e contrair a região retal o mais fortemente possível e segurar a tensão da contração na região retal. Enquanto mantém a concentração e a contração no muladhara na área do reto, tente levantar-se do chão. Isso deve ser feito quando sentado no chão com as pernas cruzadas. Coloque as mãos no chão, e enquanto você se concentra com a contração de seus músculos e nervos na região retal, tente levantar-se do chão e fique de pé contando até dez, depois deixe-se sentar novamente. Relaxe por um minuto e repita. Faça esse exercício de se levantar com a contração dez vezes, duas vezes ao dia. Assim, você descobrirá que a Kundalini um dia despertará. Essas duas práticas – de mandar a corrente para baixo e para cima na coluna, e depois a Khumbaka com a tensão e contração e o exercício de se levantar – todos juntos servem para abrir esse canal e para despertar a Kundalini. É o despertar da Kundalini que faz com que realizações posteriores se tornem possíveis.- Por Dr. Quantz Crawford –Notas: - Em livros de anatomia, menciona-se que uma fibra se extende desde a área por trás e entre os olhos (atrás da base do nariz), na estrutura da hipófise, para baixo até o final da coluna. Também, uma ramificação é encontrada vindo desde a área da orelha, conjugando-se com as fibras na área da hipófise.Narina esquerda conectada com IDA: narina direita conectada com PINGALA.Os nádis são os condutos sutis de transporte de energia pelo sistema. Há milhares deles interligando vibracionalmente vários pontos energéticos no corpo sutil. Estão correlacionados com os mesmos pontos no corpo denso. Contudo, apenas dez deles é que são de grande importância na ativação dos chacras e da kundalini. E desses, são três os principais: Ida, Píngala e Sushumna.Esses nádis são importantes porque correm ao longo do duplo etérico da coluna, onde estão situadas as raízes dos chacras principais.

Sugiro ao leitor interessado no tema que leia o livro “Teoria Dos Chacras”, de Hiroshi Motoyama – Editora Pensamento.(Texto extraído do livro “Methods of Psychih Development”- Ed. Samuel Weiser - EUA)PS: Metódos de Desenvolvimento Psiquico - Dr. Quantz Crawford - Ed. Samuel Weiser - Impresso nos Estados Unidos da América.



Texto original do Inglês



BIRTH OF THE DIVINE CHILD WITHIN US AND THE ATTAINMENT OF ENLIGHTENMENT

The Dawning of the Age of Aquarius: A Rare Astrological ConcentrationJude Currivan, Ph.D.
The most profound spiritual traditions of ancient times perceived the manifest world, at all scales of existence as being generated and pervaded by a cosmic trinity of active, passive and neutral principles – the divine essence of the masculine, feminine and child. The Vedic sages of ancient India saw the male/active life-force energy they called the pingala and the female/passive energy they called the ida weaving around and through our chakras and the child/neutral energy they called the shushumna as channeling up through them.When these divine masculine and feminine energies are balanced and so able to fully ‘birth’ the divine child energies within us, the ancient sages saw the so-called kundalini energy that otherwise lies dormant at the base of the spine, surge through us enabling us to fully embody our divine nature.The purpose of the sacred marriage between the divine feminine and masculine that the ancient peoples, such as those of Malta, enacted in their temples was thus not only to bring cosmic harmony and fertility to their land but within themselves. For such balance enables the energetic activation or ‘birth’ of the divine child within us and the attainment of enlightenment.When this cosmic trinity of consciousness is harmonized and fully expressed within us, we are truly ‘healed’ and ‘whole’ as embodied by the universal symbol of the caduceus as a representation of healing from earliest times.For millennia, only the highest adepts understood and have attained such wholeness. But elders and mystics around the world are saying that now is the time, when we have evolved to a point where we are all able to awaken our inner divinity.This is our spiritual destiny at the dawning of the Age of Aquarius.
End of This Age, courtesy of San Francisco Sentinel
In mid February, we are offered cosmic support to this re-membering of who we really are, by a rare astrological concentration that brings together a number of planets together with the North Node – denoting higher purpose - in Aquarius. And which energizes and inspires the possibility for transcendental breakthrough and healing.We measure our global sense of both space (longitude) and time (universal time - UT or GMT) from the prime meridian located at Greenwich, England. We can perceive the collective influence of this momentous astrological event by looking at the alignment from this globally ‘centered’ perspective. When we do, something extraordinary and exquisite emerges.At dawn on 14th February the day dedicated to St Valentine, the patron saint of Love, the Moon in Libra enters the seventh house of relationships. And Jupiter and Mars are aligned in Aquarius in the twelfth house of spiritual transformation.Forty years ago, the intuitive words of a song called Aquarius, brought the dawning of the new age into our collective awareness:
When the Moon is in the seventh houseAnd Jupiter aligns with Mars.Then peace will guide the planetsAnd love will steer the stars.
At dawn on 14th February the Cosmos actually embodies this perfect alignment to support our collective manifestation of love and peace and the dawning of the Age of Aquarius. The Aquarian chart of 14th February reveals an incredible concentration of cosmic influences blending with the energies of Aquarius in the twelfth house. Expansive Jupiter and energetic Mars are aligned with the higher purpose of the North Node. The presence of Chiron the wounded healer offers us the opportunity to heal the schisms that have separated us for so long. Neptune emphasizes collective humanitarian movements and the co-creation of social justice. And the presence of the radiant Sun enlightens the entire alignment.Mercury also in the twelfth house but just beyond the cusp in Capricorn, allies with transformational Pluto to communicate and anchor the Shift throughout our global structures and institutions. The Moon in Libra in the seventh house emphasizes harmonious real –ationships.Venus in Aries in the first house energizes and empowers dynamic co-creativity.And whilst Saturn the great task master in opposition to Uranus the unexpected awakener is suggesting an ongoing confrontation as the dregs of the unsustainable old paradigm reluctantly give way to the untested hope of the new, their placements in Virgo and Pisces brings practical altruism and visionary inspiration to the transition.
Alignment view from the horizon
At 7.25am on 14th February – and for the 18 minutes of the alignment, I invite you, in the universal heart, to add your own intention for love and peace and to co-create the dawning of the Age of Aquarius to that of the Cosmos. In whatever way feels appropriate for you, you may choose to align with7.25am (UT) or 7.25am your own local time energizing a wave of intention that will surge around the Earth.Having searched for over a thousand years, I can find no other alignments in the past of this incredible significance. But amazingly, at one moment in time nearly fifty years ago, the collective voices of our ancient ancestors seem to have been given such a cosmic voice to energetically seed this coming Age and the birth of the Aquarian human.In 1962 at the same time on the same day, as 2009, Jupiter and Mars were in Aquarius in the twelfth house and the Moon in the seventh house. But then the awesome concentration of planets that energize the 2009 alignment was missing. And instead of the North Node (higher purpose) being aligned with Jupiter and Mars as it is in 2009, it was in opposition.What this means is that back in 1962 it was the so-called south node rather than the north node that was aligned with Jupiter and Mars.The south node represents what we bring in from the past. So in 1962 the potential for us the birth the Age of Aquarius came through from our collective race memory - but only now are we able to fully manifest its higher purpose. In 1962 we essentially took a collective in-breath of possibility and now with the cosmic support of the Aquarian alignment of 14th February 2009 we are able to take the out-breath and make it happen.The second verse of the song Aquarius is;
Harmony and understandingSympathy and trust aboundingNo more falsehoods or derisionsGolden living dreams of visionsMagic crystal revelationAnd the minds true liberation Aquarius!Aquarius!

Exibições: 21

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço