Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar


André Louro - Perguntas (26 Abril 1999)


R.: Todas as forças, todos os esforços, todo o trabalho, todos os movimentos do kundalini da Terra e do kundalini da humanidade, toda esta massa oceânica de uma
intencionalidade divina perfeitamente coordenada, coordenando-se através
de inúmeras vestes, foi o momento em que foi possível alinhar vários corações macro cósmicos entre si. O coração de Sírios, o do Sol, o da
Hierarquia, o Cristo, e este lazer permitiu despertar, produzir o primeiro
estímulo sobre o chacra colectivo.




Antes dessa revelação tinham acontecido inúmeros episódios, isso existe em Bhagavad Gita, mas com Cristo a operação acontece para toda a humanidade sem qualquer pré requisito que exiga que um individuo se qualifique
para se aproximar da aura de um Mestre ou de uma escola esotérica,
simplesmente, é uma expressão da abundância e do timing divinos. Algumas coisas
podem começar a ser percebidas de forma mais profunda em relação a Jesus e à
energia de Cristo, operando através de Jesus.




A centelha divina que regia o desenvolvimento do Mestre Jesus, esteve estimulando esse ser até uma determinada etapa e existindo, convergindo em Jesus até uma certa altura. A partir do episódio no Rio Jordão,
a centelha divina que operava através de Jesus retirou-se ou, simplesmente,
recolheu e uma entidade que já não tem, por si mesmo, átomos semente e
portanto, já não tem a possibilidade de encarnar, passou a utilizar aquele
tripé de altíssima vibração composto pelo físico, pelo emocional e pelo mental de
Jesus.




O Cristo é uma entidade celeste de vibração, no limite da vibração planetária e que passa a utilizar a personalidade de Jesus.




Este é um episódio que poderá tornar-se bastante mais frequente daqui para a frente. A possibilidade de certos indivíduos serem utilizados como expressão próximo ao tridimensional, de entidades que não
operam mais dentro das leis planetárias comuns e que têm dificuldade em
encarnar, essa possibilidade está prevista. Há muitas dezenas de seres que
estão sendo preparados para, enquanto discípulos, virem a ser utilizados como
veículo de expressão de presenças supra planetárias. Jesus não foi o primeiro,
mas a operação de Jesus era muito delicada, porque pretendia-se que durante um
certo período de tempo, os planos ocultos na Terra estivessem expostos a uma
intensidade e a um Raio extremamente potentes.




Durante aqueles três anos podemos falar do seu trabalho exotérico, nós temos alguma consciência do seu trabalho visível exterior, temos os Evangelhos, as Bem Aventuranças, etc., e nada disso é trabalho dele,
naqueles três anos, o trabalho dele não tem nada a ver com o que vem na Bíblia.
O que vem na Bíblia foi o que foi possível compilar duma série de fragmentos um
pouco obscuros e é a informação possível em função de uma série de
contingências e de condicionamentos históricos, com imensos problemas de
tradução, mas independentemente disso, mesmo que fosse uma gravação em vídeo de
três anos de Jesus na Terra, tem muito pouco a ver com a verdadeira tarefa
desse ser durante esse período.




Enquanto a turbina (Cristo) esteve sintonizada com o canal fornecido por Jesus, (durante três anos) deu-se a penetração nos éteres e no causal planetários, de um estímulo idêntico ao que é recebido em planetas
sagrados, e a Terra não era um planeta sagrado.



Hoje, nos planos profundo, ela já é considerada um planeta sagrado, daí nós falarmos com tanta tranquilidade na onda de choque que está emergindo dos níveis profundos do
planeta para a superfície, daí nós estarmos existindo num planeta em revelação,
e as alterações que foram introduzidas em níveis muito profundos da Terra entre
os anos 50 e hoje, as deslocações de força, as alterações na constituição
profunda da matéria, a passagem da aura do 4º plano para o 5º plano como
chamado coletivo, etc., produz um deslocamento de forças involutivas para fora
da aura planetária. Durante a tarefa de Jesus (um grande avatar manifestando-se
constantemente através de um indivíduo) o planeta esteve sujeito constantemente
a uma vibração, a uma intensidade, a uma concentração idênticos aos de um
planeta sagrado e em certos momentos, idênticos ao mistério solar,
especificamente, durante a Santa Ceia.




No momento da Santa Ceia o éter, o campo telepático, o varrimento telepático global e as antenas receptoras encarnadas, receberam o impacto daquilo que é o equivalente à primeira iniciação global da Humanidade.
A Santa Ceia não é mais nem menos do que uma entidade de vibração estrela,
revelando a sua câmara oculta aos homens, isto é, a entidades de vibração planeta.
Durante a Santa Ceia a vibração estrela penetrou na Terra, não nos circuitos
semi ocultos das civilizações internas da Terra, porque aí o mistério solar é
conhecido desde que elas nasceram, mas pelo circuito Humanidade e portanto
activou o coração sol do homem. Esse momento e outros, foram momentos em que o
segredo solar, o poder de gerar a partir daquilo que no espaço tempo é
equivalente a nada, é inteiramente diferente ao nível do Logos solar do que ao
nível do Logos planetário.




A partir desse momento deu-se uma miscenização de auras, a aura da Terra passou a estar tangente à aura do Sol. Antes da vinda de Jesus/Cristo, a Terra e o Sol tinham uma relação de atração (espiritualmente
falando), a partir do momento em que a operação Jesus acontece, a relação entre
a estrela mais próxima e a Terra torna-se tendencial. Depois dos anos 80,
torna-se secante (as auras interpenetram-se) mas o que Jesus fez foi ligar a
aura da Terra ao campo de síntese da estrela mais próxima, isto cria uma
vinculação interna entre a Terra e o Sol. Até então éramos filhos da Terra,
a Santa Ceia foi uma operação de ignição
e a partir desse momento, passamos a ser filhos do Sol. Nós quem? Os iniciados
da época, os Essênios? Não, toda a Humanidade. Na etapa em que nós estamos e no
tipo de proposta que estamos a desenvolver, não é possível uma focalização
microcósmica de Jesus (o que Ele foi, o que Ele fez), nós estamos aqui tentando
situá-lo na engenharia do sistema, Ele foi nessa etapa um alinhador de
corações. Eles tinham o raio de Sírios penetrando com uma voltagem muito alta
no coração do Sol. A única forma de uma mõnada ficar associada a um sistema
solar, é atravessar a frequência da vibração, é o que se chama esotericamente
"o coração do Sol".




O código genético humano, a alma, os átomos semente, estão abaixo do Sol, agora, a mónada é que não é daqui, daí a expressão "nascido do Sol". Qualquer ser é nascido no Céu. Estas globalizações do Divino, não
têm como se identificar com um sistema de espaço/tempo, não podem entrar no contínuo
sem ser através do sistema (ninguém entra aqui através de Júpiter ou da Terra),
nós entramos através do coração do Sol.




Existiu uma tarefa externa e outra interna desse Ser, o que significou um grande avatar funcionando como um diamante encarnado e pela estabilidade do campo de vibração que Ele propicia e pela aguda percepção do
que estava a acontecer, ser feita a ligação entre o coração semi adormecido da
Humanidade e o coração da Hierarquia, de Shambala, o Raio solar e isto estava
tudo dentro dEle.




O "amai-vos uns aos outros" é uma tradução psicológica do trabalho que foi ao nível interno, do casamento oculto da Humanidade, Hierarquia e Sol. Jesus trabalhava com essa energia alfa/omega,
isto é, Ele trabalhava com uma energia
não virtual. Ele poderia ser um grande psicólogo quando estava a sós com
um dos seus discípulos, podia ser um terapeuta, mas nada disso era a tarefa
esotérica dEle. A tarefa interna dEle não passava por processos, mas por
ligação da entidade Humanidade às Hierarquias.




Quando se diz que o Cristo lidava com a energia alfa/omega, significa que Ele lidava com o mistério por detrás da evolução da Terra. Existe uma Terra no tempo, à esquerda e uma Terra fora do tempo, à direita. A Terra
que está no tempo evolui e tenta reproduzir no tempo a vibração, a perfeição, a
perfeita triangulação da Terra que não está no tempo, isto significa que até os
planetas têm Antakarana, em casos extremos passam pelo risco da auto
destruição. A evolução de um sistema está constantemente a ser verificada pela
presença da meta desse sistema e que é o próprio planeta de uma outra dimensão
perfeitamente evoluído.




Um dos circuitos de cura disponíveis para o novo Homem, uma das emanações relacionadas com os novos curadores, implicam tu olhares para o ser que tens à tua frente e por um processo de completa abertura ao mistério do
Universo, fazeres ligação desse ser na tua consciência, com o seu duplo na
eternidade. Não olhar para o outro ser e ficar duma forma dialéctica, lendo
rugas no rosto.




Trata-se de estar frente ao outro ser e espelhar para ele a entidade que o aguarda na Terra de 4ª dimensão, que é ele próprio, perfeitamente descondicionado de qualquer código genético. O que caracteriza um
planeta de 4ª dimensão é que o ambiente à volta é igual ao ambiente dentro. É
como se a alma da Humanidade derramasse para dentro de qualquer estrutura
externa e a transformasse num espelho do inferno.




Um dos circuitos de cura que está disponível (é só começar), é espelhar a realidade supra dimensional no ser que está à tua frente, porque isto vai fornecer um campo vibratório que reorganiza os corpos do outro ser (se
não conseguires fazer isto contigo mesmo, não vais conseguir com o ser que está
à tua frente). Isto está ao alcance de qualquer ser.




Nessa Terra que não evolui, paralela à Terra do tempo, a tua perfeição aguarda-te, tu fazes o caminho longo, e de repente entras no caminho curto e nesse momento a perfeição abate-se sobre ti, o ser cósmico que tu és,
termina o que falta moldar a uma velocidade, com um poder e com uma soberania
sobre o teu ser, que nada num indivíduo pode resistir. O caminho longo é um
caminho moral, de auto análise, de auto revelação. O objecto de análise de um
indivíduo no caminho longo é ele próprio, ele está constantemente tomando consciência
dos seus erros e defeitos, tirando o seu azimute - o problema é que geralmente
a bússola que lhe deram também está um pouco torta -, a partir de um grau de
amadurecimento de um indivíduo, e nós estamos todos sem excepção a chegar a
esse grau. Isto é o estado do planeta, foram dois mil anos de caminho longo e
de muita ignorância sistemática.




Nós estamos começando a aproximar-nos da região incandescente em que se dá a sinapse de passagem do caminho longo para o caminho curto. Isto só é válido para os seres que REALMENTE fizeram o caminho
longo, porque para os seres que não têm uma estrutura moral, que não têm uma
exigência ética e que não têm um método de auto análise e de condicionamento
das suas forças involutivas isto não é válido.
No caminho breve essa entidade que te aguarda na eternidade, vem ao teu
encontro e funde-se em ti. Isto significa que um ser que é alcoólico de 20
anos, abre um livro, lê quinze páginas e deixa de ser alcoólico três dias
depois, se isto é possível - e essa pessoa está aqui presente - 20 anos para 3
dias, isto é um milagre psicológico, não há psicologia que explique isto.




Significa que este ser teve contacto momentâneo com o caminho breve, que é quando a potência do ser interno desce no veículo e desenquista um hábito ancestral. Quando a tua vida deixa de estar sob controle,
tu não sabes o que se passa, se fosse há seis meses atrás estavas em pânico mas
agora tens tudo para estar em pânico e não estás, quando tu estás tranquilo
vendo o controle da tua existência a passar do nível da personalidade para um
outro plano e aprendes a andar solto, aceitando qualquer coisa que possa
acontecer a seguir, tu já estás no ponto, aí começas a sentir o poder tractor
do caminho breve.




Jesus inaugurou a vibração cardíaca para a humanidade inteira. Ele vibrou o mantra do amor. Após esta existência relativamente curta no tempo, a porta da iniciação da Humanidade ficou aberta. Jesus passou pela 4ª
iniciação, o Cristo passou pela 5ª iniciação com grande contacto com as
energias da 6ª iniciação, e a Humanidade toda ficou com a porta da 1ª iniciação
escancarada.




A partir daquele momento, qualquer ser que ao fazer contacto com a mensagem de Jesus parasse e dissesse: "eu já não consigo caminhar mais naquela direção", mudas de direção. A partir do momento que a
mensagem se espalha a partir do Crescente Fértil em várias direções, e cada ser
ao entrar em contacto com aquilo, faz triângulo com a iniciação que Ele deixou
pronta nos planos internos da Terra - a expressão "amai-vos uns aos outros
como a vós mesmos" não era nova, os Essénios, os índios norte americanos,
os Druidas diziam isso -, Ele cria um sistema de definição da "coisa"
cá fora e instala nos planos internos o vórtice, e é justamente esse dínamo de amor-sabedoria
que alimenta o momento em que um ser entra em contacto com aquilo, ele sente
dentro o puxão e fica em alinhamento para a 1ª iniciação.




É por triângulo: é o meu ser interno; a mensagem que vem de fora; e a instalação oculta que o Cristo fez nos planos profundos da Terra - Porta aberta.




A frase: "Eu sou a porta, ninguém chega ao Pai senão através de mim", isto é uma definição das coordenadas e da zona onde o magnetismo solar estava a ser concentrado e, a lente aqui na zona é o Cristo.
Esse focalizador da energia central solar (Cristo) deixa a turbina, deixa a
porta aberta, e define: este é o magnetismo, esta é a corrente, esta é a pista,
o vosso trabalho é alinharem-se com esta pista.




Este ser que nós visualizamos (Jesus) não existe mais. O ser total de Jesus fundiu-se, auto superou-se para dentro de uma piscina elipsóide de consciência galáctica a que alguns ambiente chamam "Samana",
deu-se uma comulação, uma finalização, não há nada que aquele Ser pudesse fazer
mais, individualmente, e a fusão com essa entidade galáctica faz com que,
através do que Jesus representa para a Terra (uma piscina de síntese e de paz
cósmica), estejam a entrar na Terra com uma voltagem como nunca houve paralelo
neste planeta. Samana faz inverter para a Terra uma voltagem de paz, é essa a
vibração.




Paz cósmica, não tem a ver com conforto psicológico (esta música dá-me paz). Algumas pessoas tiveram contacto com a vibração da paz cósmica e recuaram, porque se dá uma anulação de todo o fogo fricativo num
indivíduo, ele fica com a região supra diafragmática preenchida com a mesma
vibração que é destinada ao coração.




Essa conexão Jesus/Samana, está a fazer descer para a Terra, através de circuitos específicos, uma vibração de paz maciça, sólida, não é a paz da Unicef, é uma paz revelatória que vive da perfeita equidistância dos 3
primeiros Raios, formando um triângulo equilátero de cujo centro emana a paz
cósmica.




Cristo é um ser que atualmente se aproxima da evolução ugóica, Ele não é mais apenas um avatar mas está a preparar-se, juntamente com mais 12 avatares, numa situação que está para além da Terra, para se fundir e permitir a precipitação de uma
entidade divina e é isso que forma um Logos, quando 12 avatares se unem e
queimam o "anel não passa" das suas super consciências.




Quando dizemos que estes seres estão a trazer energia do centro galáxico para a Terra, é porque eles têm os seus campos de vibração completamente identificados com as mónadas discípulas. Tu moves-te dentro da aura de Samana e de
Cristo. Quando um indivíduo se dizia cristão significava esotericamente que ele
se movia na aura de Cristo. A aura duma entidade cósmica abrange todo o
planeta, agora, nós podemos estar na aura ou fora da aura.




Quando tu assumes o ponto, imediatamente é gerada uma rede retroactiva que é tractora - 1º Raio - e tu vais e nesse momento, acontecem muitos fenômenos misteriosos. Os seres humanos precisam desta transpiração,
eles estão profundamente sofisticados e cansados. Esta dualidade que é: mentes
altamente complexas, deformadas, com muitos níveis, com múltiplas capacidades
de análise e que já deram cinquenta mil voltas ao problema e não acontece nada,
estes seres precisam de fatos vibratórios, já não chegam nem argumentos, nem intenções.
Isto só se faz porque tu deste o passo, aconteceu o deslocamento de forças, a
tua aura foi ativada, no éter é projetada uma energia e as coisas começam a
amadurecer à tua volta.




Nós vibramos na aura do Cristo porque Ele é o ser responsável por criar a placenta interna de reunião das mónadas. A aura do Cristo fornece o campo da colheita, depois cada um de nós está coligado a um
Mestre devido à especificidade da nossa tarefa, mas a aura do Cristo permanece.



P.: Cristo está ligado a Sírios e os Senhores Kumaras também?




R.: Os senhores Kumaras estão ligados a Venus mas com influência de inspiração de Sírios. Enquanto que os senhores Kumaras são fundadores de civilização e estimuladores da mente e de funções essencialmente da auto consciência, o Cristo é um
estimulador do íman, Ele é o verdadeiro magnetismo de Deus. A função de Cristo
em relação aos senhores kumaras é trabalhar com os raios pares, enquanto que os
senhores kumaras - que os há ligados ao 6º Raio - a sua função é fundar um
veículo ascendente colectivo.



P.: O que significa sonhar com o Divino.




R.: Quando um ser humano começa a ser preparado para deixar de ser um ser humano, há uma série de adormecimentos, torpores, faltas de consistência e de auto confiança que têm de ser eliminadas gradualmente. O
nosso eu superior precisa de se ir anunciando a nós em graus sucessivos de
forma a que a psique, nos seus níveis mais obscuros se vá abrindo gradualmente.
O eu superior à medida que emerge, vai penetrando a nossa psique e secando as
inseguranças, os medos, as obsessões, as fixações.




Ele tem uma eletricidade tão forte, tão límpida, que à medida que ele entra na tua estrutura e tu te vais deixando visitar, apercebes-te de que, coisas que tu estavas a trabalhar há muitos anos,
desaparecem. Zonas que estavam obscuras, que não tinham ângulo para receber a
luz, subitamente, aparecem à luz. Uma das estratégias do eu superior é ir à
base de dados que temos no inconsciente, e escolher, então tu ficas uns tempos
a sonhar com o santo António ou com Jesus, mas na verdade a vibração que está
por detrás destes sonhos é o ser interno que está a fazer uma aproximação
possível e está testando a nossa plasticidade e a nossa capacidade de dizer SIM
incondicionalmente.




A tarefa é dizer: "Espera, eu estou vivo, tenho consciência, tenho informação, agora, eu ponho aqui as minhas mágoas e vamos ver o que é preciso fazer pelos outros". Este movimento na direção dos
outros produz uma cura profunda na estrutura psíquica. Este é o ponto que põe
em movimento a energia, a partir daí acontecem coisas e nós nem sabemos o que é
que vem a seguir. Eu sinto que muitas destas imagens que surgem, figuras
relacionadas com o Divino, têm a ver com a aproximação gradual dos núcleos do
ser à estrutura interna e elas vêm para se anunciar e a partir daí, nasce um
processo com movimento de alargamento, concavidade, receptividade e aceitação.




As nossas orações são tremendamente yang. São orações em que tu dizes a Deus o que é que Ele vai fazer, o que tu queres, orações em que tu falas, falas, falas, mas Deus não
houve! Deus pode produzir dor em ti porque Ele ama-te. Tu podes desconfiar de
tudo menos do Amor Divino por ti e tu tens de começar a amar com a mesma
intensidade dEle, passando de uma oração em que eu digo a Deus o que é que tem
que ser, para uma que eu peça que Deus me segrede, que me comunique o que eu
preciso de saber. Quando são reais estas imagens nos sonhos elas estão-nos
tentando chamar e ao mesmo tempo elas comunicam uma mudança de regime, então, é
um aviso de que nós vamos aumentar a velocidade e agora tu vives uma década em
três meses.




É um aviso de que parte do caminho longo está a terminar e leis do caminho curto vão ser postas em ação, e é uma anunciação porque o ser interno se anuncia. Na verdade, quando digo aviso, corresponde ao 1º Raio,
anunciação ao 3º e abraço ao 2º. Ele deixa a sua impressão ígnea em nós,
sentimos que contatamos um fogo que nós, a nível psicológico, conseguiríamos
alguma vez reproduzir. Geralmente quando o ser interno pertence ao 1º Raio,
aparecem figuras que estão relacionadas - Shiva, Morya.




Quando um ser sonha com Maria, primeiro, ele pode estar a ser coligado com uma escola sacerdotal feminina, porque Maria neste momento é um grande formador de sacerdotes de polaridade feminina, isto não significa
indivíduos que no plano físico são femininos. Maria atualmente, além de ser uma
entidade de iniciação, é uma entidade
que forma sacerdotisas e como existe uma manifestação muito pura, muito límpida
de Maria, isso pode significar que o teu ser está sendo levado à proximidade
dum campo de formação de sacerdotisas ou dos espelhos que são seres que,
estando nesta dimensão, espelham a vibração de
uma outra dimensão.




O "sonhar acordado" põe em movimento o mesmo mecanismo de contato que o melhor dos sonhos produz, mas o indivíduo está perfeitamente acordado, também pode ser chamado "sonho lúcido", é
muito raro especialmente em pessoas impregnadas de energia urbana, porque ela
está cientificamente estudada para não permitir estas coisas.

Exibições: 4

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2019   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço