Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Fechar os olhos e os ouvidos é aprender a ver e ouvir o mundo...

Vamos fechar os olhos e os ouvidos só um pouquinho?
É mais ou menos o seguinte: os olhos físicos abertos enxergam todo o tumulto que ocorre à nossa volta, nos distraem e desconcentram de nossos focos. Os ouvidos físicos captam os sons tumultuados do mundo, nos distraem e às vezes assustam.
Fechar os olhos e os ouvidos é aprender a ver e ouvir o mundo com os olhos e ouvidos do coração. É sentir a visão e não ver, é perceber a audição e não ouvir. É estar em tudo, sem limitar-se por um sentido físico.
Quando você fecha os olhos e os ouvidos e abre o coração, começa a enxergar e escutar o que não acessava antes. Os sons e as Presenças de Luz do universo só são verdadeiramente percebidos pelo coração, e por nada mais.
É preciso saber o que está acontecendo no mundo, porque ainda estamos nele. Mas saber o que acontece não é viver, é só saber. Não precisamos deixar que as imagens e o som tumultuado dos problemas do mundo nos distraiam de nosso verdadeiro rumo.
Só por brincadeira, vamos imaginar a seguinte situação: dois caminhantes estão no deserto e sabem que irão encontrar um oásis logo à sua frente. Mas eles também sabem que existe a chance de se perderem no caminho.
O primeiro caminhante, com medo de se perder, decide manter os olhos e os ouvidos bem abertos. Então ele sofre com a intensidade dos raios do sol que lhe ofuscam a visão, sofre com as tempestades de areia que lhe arranham os olhos, e se assusta frequentemente com os muitos sons do deserto.
Apesar de tudo isto, ele decide manter os olhos e os ouvidos abertos, pois acredita que assim estará mais protegido, enxergando os escorpiões, percebendo a altura das dunas e ouvindo o chacoalhar das cascavéis. Mas ele se preocupa tanto com tudo isto, ele acelera tanto o passo sempre que se assusta com alguma coisa, muda de rumo tantas vezes para fugir do vento que joga areia em seus olhos, e se desgasta tanto, que provavelmente não conseguirá ter forças para caminhar até o final.
O outro caminhante também sabe dos escorpiões, das cascavéis, das dunas e de todos os perigos, mas ele decide colocar tampões nos ouvidos para não se assustar com os uivos do vento, e fecha os olhos para não ficar cego pelo sol e a areia. Afinal, ele está no deserto, e manter os olhos e os ouvidos abertos não irá ajudar a encontrar um oásis que ele não faz a menor idéia de onde fica.
Na verdade, este caminhante sabe que tanto ele quanto o amigo que decidiu ficar com os olhos abertos, estão caminhando às cegas. Então ele decide confiar em seu coração e segue caminhando a passos lentos, ritmados e contínuos.
No começo a dificuldade é enorme e ele pensa que não vai conseguir, que talvez o seu amigo tenha feito a escolha certa ao decidir ficar com olhos e ouvidos abertos, mas ele insiste um pouco mais e acaba percebendo que está encontrando um ritmo que é seu, e que neste ritmo e neste silêncio ele começa a ser capaz de ouvir sua própria sabedoria interior. E esta voz, que não é escutada pelos ouvidos físicos, vai aos poucos se tornando mais nítida e lhe orientando o caminho.
Também percebe que, apesar dos olhos fechados, torna-se cada vez mais fácil perceber os obstáculos antes de esbarrar neles, sentir a direção do vento, e perceber quando encontra uma subida ou uma descida mais íngreme. Percebe que trocou o olhar e a audição por percepções que não se limitam mais aos olhos e ouvidos, mas que se fazem sentir em todo o seu corpo. Ele vai tropeçar algumas vezes, mas como decidiu caminhar devagar, não sofrerá nada de muito grave e terá forças para seguir adiante até encontrar o desejado oásis.
Nós podemos seguir com os olhos e os ouvidos abertos, atentos a todos os problemas que acontecem no mundo e nos desgastando com eles, podemos nos importar com tudo o que é externo a nós. Ou podemos seguir confiando em nosso coração e caminhar pausada e lentamente de volta ao nosso próprio interior enquanto aprendemos a perceber o que existe à nossa volta usando muito mais do que nossa visão e nossa audição limitadas.
Quando aceitamos a Luz que Somos, tudo se torna mais fácil.
Quando nos abandonamos à Fonte, descobrimos que o caminho para o mais maravilhoso de todos os oásis, encontra-se em nossos corações.
 Luisa Casimiro / Essância Della Donna.  da minha página 

https://www.facebook.com/EssanciaDellaDonna

Exibições: 16

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço