Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

XAMÃ ESQUIMO FALA SOBRE O DERRETIMENTO ACELERADO DO GELO E OS FATOS QUE ESTÃO ACONTECENDO NO PÓLO-* VALE A PENA LER*




XAMÃ ESQUIMO FALA SOBRE O DERRETIMENTO DO GELO


Xamã esquimó fala sobre o derretimento do gelo


Em visita ao Brasil, Angaangaq Lyberth, líder espiritual da Groenlândia, conta sobre as dificuldades que o Pólo Norte tem enfrentado devido ao aquecimento global e ao estilo de vida consumista dos humanos e afirma: “o gelo mais difícil de derreter é o do coração dos homens”

Por Thays Prado
Planeta Sustentável - 20/08/2008

Ele vem da Groenlândia, viaja pelo mundo desde 1978 e já visitou mais de 50 países, preocupado com a grave situação do planeta e, especialmente, do Pólo Norte. Na tentativa de alertar as pessoas sobre isso, o líder espiritual dos esquimós Kalaallit, Angaangaq Lyberth mais conhecido como Uncle , olha nos olhos e fala de suas verdades enquanto se movimenta em meio a uma platéia de acadêmicos, que saem entre emocionados e pensativos, depois de ouvirem sua palestra na Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo, no dia 13 de agosto.

Herdeiro de uma enorme sabedoria sobre a natureza e de um poder de cura que, segundo suas crenças, atinge corpos e almas, Uncle diz que só pode haver mudanças reais de atitude quando os seres humanos reconectarem suas mentes a seus corações. Do contrário, por mais informações que obtenham, elas se perderão sem serem colocadas em prática.

MUDANÇAS CLIMÁTICAS: UMA REALIDADE
O xamã conta que as mudanças climáticas já estão acontecendo e os impactos sobre o Ártico são notáveis: quando ele nasceu, olhava para uma paisagem que continha uma montanha de gelo de cinco quilômetros de altura, sessenta anos depois, ela está pela metade.

Uncle disse que, em 1963, os esquimós perceberam pela primeira vez que o gelo da região começava a derreter. Era janeiro, fazia 37 graus negativos por três meses. Em ciência, a zero grau, a água se solidifica, mas a menos 30 ela estava saindo da parede de gelo. Segundo ele, já nessa época os nativos entenderam que o modo como as pessoas vivem em seus países não era sustentável.

Em 2007, de acordo com Uncle, o nível dos oceanos se elevou em 4 cm. Pode não parecer muito, mas levando-se em conta a dimensão do planeta, isso significa que muito gelo derreteu e que o equilíbrio da Terra já foi alterado. Até o final de 2008, os esquimós imaginam que os oceanos devam ganhar mais 3 ou 4 cm.

A temperatura dos pólos também tem aumentado. Este ano, quando Angaangaq estava trabalhando no campo, em sua região, se deparou com uma variação entre 18ºC e 35ºC positivos! Ele conta que, antigamente, quando fazia 4 graus, os esquimós já consideravam o clima quente demais.

Agora o gelo está se derretendo com tanta rapidez, que sua parte inferior fica escorregadia e as pessoas caem e são levadas pelas águas. Muitos têm falecido todos os anos assim, diz Uncle.

O sistema de moradia dos esquimós também está comprometido por conta do aquecimento global. Sem condições de fazer seus iglus, eles morrem de frio. Cada vez que alguém derruba uma árvore do Brasil, mais esquimós não conseguem construir iglus, porque a neve fica molhada demais, conta o xamã.

Para piorar, esse fato gera uma série de novos impactos sobre o ambiente. Se antes os esquimós podiam sair para caçar, durante três semanas, com um trenó e alguns cachorros e construir suas casas temporárias na neve, agora eles precisam levar barracas. Uma barraca pesa cerca de cem quilos, o que significa que, para carregar cada barraca, são necessários mais dez cães. Para alimentar essa dezena de cães, é preciso caçar quinze focas a mais, gastar mais balas para abatê-las e mais equipamentos para transportá-las, tornando o seu sistema de caça insustentável.

A RESPONSABILIDADE É NOSSA
A maneira como fazemos as coisas simplesmente não tem funcionado. Eu me pergunto como nos afastamos tanto da realidade da vida. O que fizemos de errado? Como a gente conseguiu esse desequilíbrio com a Mãe Terra de uma maneira tão severa?, questiona o xamã.

Uncle chamou atenção para a quantidade de alimentos que precisamos importar nas grandes cidades: mesmo o Brasil sendo umas das terras mais férteis do mundo, vocês não podem fazer crescer alimentos aqui [na cidade de São Paulo]. Isso não assusta vocês? Me assusta… Seus avós cultivavam tudo, mas seus netos não terão a menor idéia de onde vem a comida que consomem.

Para o xamã, um dos piores males que os homens têm causado ao planeta e que desencadeia as mudanças climáticas é o uso excessivo de veículos. Ele explica que a borracha dos pneus, gasta durante a rotação do carro, produz resíduos que ficam suspensos no ar e são levados para as regiões mais frias da Terra pelo vento. Na época dos solstícios, quando o sol ilumina mais as áreas polares, essas partículas são aquecidas e aceleram o processo de derretimento do gelo.

Não temos mais ozônio sobre a Groenlândia nem sobre a Antártida, então o sol já brilha com mais intensidade e ainda tem os pneus para piorar. Essas regiões estão cheias de lagos no gelo por causa disso, conta.

VISÃO GLOBAL
Muitas vezes, em defesa do meio ambiente, nos esquecemos de olhar para o sistema como um todo e podemos cometer equívocos. Pelo menos é isso que pensa Angaangaq ao falar sobre a posição do Greenpeace que é contra a caça a focas, baleias e golfinhos. Eles não querem que eu cace, mas que compre o porco que eles produzem, pagando cinqüenta euros por quilo.

Para ele, a ONG precisa ter uma visão mais holística e entender que o organismo dos esquimós está acostumado a ingerir esse tipo de proteína e não a de vacas e porcos, como os europeus.

Para os defensores dos animais marinhos, Uncle explica que a diferença está na maneira como eles são caçados. Todas as vezes que mato um animal, retiro o seu coração, que é a essência do ser, o seguro nas mãos e agradeço ao Criador por Ele me permitir viver.

O xamã também explica que é preciso preservar o equilíbrio da cadeia alimentar: se as focas não são mais caçadas, vão se reproduzir em maior quantidade e não haverá peixes suficientes para alimentá-las.

Uncle acha absurda a diferença entre as leis dos países no que se refere à proteção e à caça dos animais e ironiza, nós falhamos ao não educarmos os animais para se adaptarem às diferentes regras quando eles migram de um país para o outro. Falando sério, ele comenta que as leis impostas por muitos órgãos ambientais não fazem o menor sentido para o mundo animal.

O GELO DO CORAÇÃO DOS HOMENS
Ansiosos por uma resposta prática do xamã sobre o que fazer, diversas pessoas da platéia lhe perguntaram que tipo de medidas poderiam ser tomadas para salvarmos o planeta. Uncle repondeu: Rezo para que vocês saibam o que fazer e encontrem uma maneira mais sustentável, economicamente factível e, o mais importante, que faça valer a pena viver e conviver. Nós, anciãos, estamos velhos, mas vocês têm chance de fazer algo diferente do que conseguimos.

Não seria tarde demais? todos se perguntavam ao final da palestra. O xamã contou que, na época da produção do filme de Al Gore Uma verdade inconveniente , os esquimós foram convidados a apoiar a obra, mas eles se recusaram. O filme diz que se juntarmos nossas mentes, podemos parar o derretimento gelo. Ninguém na Terra pode fazer isso. Como sabemos disso? Todos os dias, seis milhões de carros, em São Paulo, têm seus pneus comidos pelas estradas e todos os dias a poeira sobe e acelera o derretimento do gelo. Nós temos pneus suficientes e teríamos que ficar sem dirigir por muito tempo para que as coisas melhorassem. Ainda assim, isso levaria centenas de anos e nós não conseguimos mais ficar sem carros atualmente.

Os anciãos esquimós sabem que basta colocar a mão sobre o gelo por alguns minutos que ele se liquefaz. No entanto, para eles, o gelo dos corações dos humanos é o mais difícil de ser derretido. Se conseguirmos descongelá-los, teremos a oportunidade de mudar o mundo e usar o conhecimento que possuímos de maneira sábia.

Este tem sido o grande desafio para Uncle nos últimos trinta anos: atingir o coração das pessoas que o escutam. O resto não funcionou: a Eco 92 não resolveu, o Protocolo de Kyoto também não. A gente acha que as guerras vão conseguir organizar o mundo, mas guerrear também não funciona, e dinheiro não resolve o problema, gera um abismo entre as pessoas um é rico demais e o outro, pobre demais.

Uncle pegou seu tambor e começou a tocar uma música xamânica, que, segundo sua tradição, proporciona o acordar espiritual não religioso das pessoas e ajuda a mudar sua consciência. Independente da crença de cada um, a platéia presente neste dia não ficou indiferente às batidas que chegavam direto ao coração.

Uncle passou uma semana no Brasil de 8 a 19 de agosto ministrou palestras, workshops, círculos de cura e fez alguns atendimentos individuais. Veja como foi a programação completa dele por aqui, no site Xamã Urbano. Para acompanhar os próximos passos de Uncle, visite seu site oficial(*).

Planeta Sustentável:
http://planetasustentavel.abril.uol.com.br/

Exibições: 5

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço