Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

      

 

CENTRO ESPÍRITA JOÃO VICENTE

TERREIRO DE UMBANDA FUNDADO EM

23 DE ABRIL DE 1975

www.cejv.com.br

 

Mensagem do Caboclo Sete Montanhas em sessão  do dia 14 de Abril de 2018.

 

Graças a Deus.

Bendito e louvado seja o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Graças te damos Senhor criador do universo pelo momento que ora vivemos.

Graças te damos Senhor criador do Universo pelo dia do ontem e por todos os dias anteriores a ele.Graças te damos pelo nosso passado e por todo o caminho percorrido até o momento presente. Seja toda a nossa trajetória bendita, porque cada passo que demos a cada dia vivido nos trouxe até o momento do agora; momento de encontro com a espiritualidade sadia que nos orienta; bendita seja toda nossa trajetória.

Graças te damos Senhor pelo que ainda não recebemos; graças te damos pelo dia de amanhã. Antecipadamente agradecemos por todas as vitórias que precisamos fazer chegarem até nós.Tenhamos hoje a consciência do que somos, de quem somos, para onde vamos e o que queremos, para que o dia de amanha seja mais um passo na direção daquilo que queremos nos transformar e encontrar nessa construção.

Certa feita, um homem cansado de tanto perguntar quem era; de onde viera; para onde iria, rogou ao Pai o entendimento de si e das coisas escondidas para que pudesse ter diretrizes em sua vida. Passou o dia, veio a noite e a resposta veio no sonho que se permitiu ter.

Sonhou que era um pedreiro que trabalhava na reforma de uma casa onde habitava uma família. O casal dono da casa habitava o andar térreo, o casal de avós habitava o porão e o casal de filhos habitava o andar superior. A casa se fundamentava em um terreno úmido que fazia gotejar onde habitavam os velhos, que trazia mofo para onde habitava o casal, que ameaçava subir para onde habitavam as crianças. E o pedreiro buscava selar de todas as maneiras e materiais de forma que a umidade não colocasse em risco a integridade da construção e da família que ali vivia. Quando consertava uma parte a outra já apresentava deterioração, quando conseguia alcançar o seu objetivo da reforma, pouco tempo depois era chamado para novamente consertar porque a umidade era insistente a ameaçava o porão, a base e o sótão. Ele trabalhava incessantemente mais não conhecia os habitantes daquela casa.

Percebeu que drenando o terreno, aproveitava a umidade e conseguia abrir poços e desviar a água para fazer plantações, dando assim utilidade à água que insistentemente umedecia as paredes da residência. Certo dia foi perguntar ao dono da casa porque insistiam em ali viver; porque não se mudavam? Tanto gasto de energia e material na reforma de uma casa que poderia simplesmente ser deixada pra traz e buscarem outra mais saudável, mais aconchegante.  Bateu à porta, bateu à porta e sentiu que o tocar dos nós de seu dedos na madeira da porta ecoava dentro de si.  Sentiu o coração acelerar na expectativa de que a porta se abrisse. Os gonzos gemeram abrindo a porta de madeira e olhou espantado que a casa era sua própria casa; notou que o dono da casa era ele mesmo que abria a porta para si e notou que ele era também a dona da casa, que era também o filho, a filha e os avós. Entendeu porque não podia mudar-se poisa própria casa era ele mesmo, sua mente, seu ser, seu corpo, sua totalidade.

A casa em eterna reforma era ele mesmo, tendo no porão as recordações do passado, no pavimento superior os sonhos e planos, a esperança, o futuro, e tendo no andar térreo o seu momento presente. Entendeu porque a família não podia se mudar nem física e nem mentalmente, porque ninguém jamais consegue sair de si.

Entendeu que a umidade que colocava em risco a integridade da construção eram as inseguranças, os medos, os vícios, a vaidade, as dificuldades que ele mesmo criava. E percebeu o quanto assim vinha agindo e começou a entender todas as pessoas com quem conviveu ao longo da vida e percebeu que o desviar da umidade permitiu abrir um poço, criar uma horta, aproveitar o que de bom o terreno tinha percebeu que o excesso daquilo que entulha o crescer espiritual do ser humano pode ser escoado através do trabalho e da dedicação, transformando-se no que for útil. Tudo o que acumulamos em nós, tudo o que somos, o que temos pode e dever ser aproveitado para a melhora do ambiente onde estamos. Entendeu o quanto o ser humano é multifacetado, como atua diferentemente nos vários ambientes em que transita; o chefe algoz exigente da disciplina e intransigente, ao mesmo tempo em que é um feitor no ambiente de trabalho, no templo domestico é pai amoroso, paciente e dedicado. Opai, ausente e inseguro é no ambiente do trabalho e na vida fora do lar pode ser impertinente e maldoso.Faz o ser humano com que a sua energia flua de maneiras diferentes e se comporta de acordo com o que o ambiente lhe propicia e de acordo com a proteção que quer criar para si.

Somente conhecendo-se somente percebendo o que guardamos nos porões da memória e higienizando e valorizando o que temos ali, podemos fazer com que o nosso andar térreo seja mais arejado para que o mofo do porão não polua o ambiente do presente e tão pouco obscureça os andares de cima onde habitam as crianças que precisam de esperança e de higiene para crescerem sadias.

Despertou, agradeceu a oportunidade e buscou ser uma pessoa melhor fazendo a tão necessária limpeza e equilíbrio interiores, tendo agradecimento pelo passado, tendo a esperança no futuro e tendo foco, a sua presença onde está no presente para que possa a casa dia estar em sintonia com as três instâncias do seu ser.

Somos a casa que criamos para nós mesmos, somos aquilo que construímos. Ninguém destrói aquilo que nós mesmos optamos por ser. Se a umidade traz insatisfação na casa mental onde habitamos, façamos por onde controlá-la e melhor utilizá-la de forma a ser produtiva transformando medo em trabalho, insegurança em força, vaidade em auto-estima com equilíbrio em amor próprio com equilíbrio.  Saibamos dosar as nossas emoções mergulhando dentro de nós, porque ninguém mais pode conhecer melhor a nós do que nós mesmos. Saiamos da sombra, do uso da bengala, da deficiência que nos torna dependentes das orientações de quem quer que seja e assumamos o controle de nossas vidas, de nossas opções.

Graças a Deus.

Exibições: 54

Respostas a este tópico

Boa noite! Estaremos nós preparados para buscar nossas próprias respostas dentro de nós mesmos?

Estamos preparados para o que vamos encontrar?

RSS

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2019   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço