Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Informação

MANIA DE ESCREVER

Este espaço é dedicado a você, esperando que encontre por aqui, alguma coisa que o ajude a viver melhor a cada dia.

Membros: 684
Última atividade: ontem

"Se você realmente ama aqueles que lhe compartilham a estrada, auxilie-os a ser livres para encontrarem a si mesmos, tal qual deseja você a independência própria para ser você, em qualquer lugar." (André Luiz)

 

 

Imagine - John Lennon (legendado)

Fórum de discussão

PARA O QUE VOCÊ ESTÁ DANDO SUA ATENÇÃO? - ABRAHAM-HICKS

Iniciado por Verdade. Última resposta de João 9 Abr, 2019. 1 Resposta

Para Refletir:Cada pensamento vibra, cada pensamento irradia um sinal, e cada pensamento atrai um sinal de volta que combine com ele.Abraham-HicksExtraído de: …Continuar

SEJA A *MUDANÇA* QUE VOCÊ QUER VER NO *MUNDO* - MAHATMA GANDHI

Iniciado por Verdade. Última resposta de João 11 Fev, 2019. 3 Respostas

"É muito melhor perceber um defeito em si mesmo, do que dezenas no outro, pois o seu defeito você pode mudar."Antes de sair apontando o dedo para os defeitos alheios, saiba reconhecer as suas…Continuar

PARA MELHORAR

Iniciado por Verdade. Última resposta de João 26 Nov, 2018. 2 Respostas

Conserva a fé em Deus e em ti mesmo.Age servindo.Constrói…Continuar

A CRISE ACONTECE

Iniciado por Verdade. Última resposta de Maria José Martins Vieira 26 Nov, 2018. 4 Respostas

É um momento infalível na existência de cada um.A pessoa,…Continuar

VAMOS REFLETIR?

Iniciado por Verdade. Última resposta de Maria de Lourdes Hayden 10 Jul, 2017. 8 Respostas

Um ancião índio norte-americano, certa vez, descreveu seus conflitos internos da seguinte…Continuar

Ninguém se cruza por acaso...

Iniciado por Verdade. Última resposta de Maria de Lourdes Hayden 1 Jun, 2017. 16 Respostas

Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de MANIA DE ESCREVER para adicionar comentários!

Comentário de NelmaDuarte Rodrigues em 25 outubro 2010 às 10:52
por Nelma Duarte Rodrigues, domingo, 25 de outubro de 2010

NAO VOU VIVER
COMO ALGUÉM QUE SÓ ESPERA UM NOVO AMOR
HÁ OUTRAS COISAS NO CAMINHO ONDE EU VOU
'AS VEZES ANDO SÓ TROCANDO PASSOS COM A SOLIDÃO
MOMENTOS QUE SÃO MEUS E QUE NÃO ABRO MÃO

JÁ SEI OLHAR O RIOPOR ONDE A VIDA PASSA
SEM ME PRECIPITAR E NEM PERDER A HORA
ESCUTO NO SILÊNCIO QUE HÁ EM MIM E BASTA
OUTRO TEMPO COMEÇOU PRA MIM AGORA

VOU DEIXAR A RUA ME LEVAR
VER A CIDADE SE ACENDER
A LUA VAI BANHAR ESSE LUGAR
E EU VOU LEMBRAR VOCÊ

É, MAS TENHO MUITA COISA PRA ARRUMAR
PROMESSAS QUE ME FIZ E QUE AINDA NÃO CUMPRI
PALAVRAS ME AGUARDAM O TEMPO EXATO PRA FALAR
COISAS MINHAS TALVEZ VOCÊ NÃO QUEIRA OUVIR
Comentário de NelmaDuarte Rodrigues em 25 outubro 2010 às 10:49
Soltando.... Desapegando....Libertando !!!
por Nelma Duarte Rodrigues, terça, 25 de outubro de 2010

"Não vivo a perda e nem a falta porque tudo me acrescenta em conhecimento e nada falta, apenas... preciso aprender a desenvolver para poder adquirir."
Eu sou a liberdade de me apegar e desapegar quando nescessário .... Eu me apego sem me sentir preso e desapego sem remorso ...
Eu permito que tudo fique livre na minha vida .... Aprendo e deixo o outro livre para aprender......
Eu sou a libertação de tudo que aprisione a minha evolução .... E Eu liberto a todos para que evoluam com e sem a minha presença.... Eu sou a libertação da necessidade de dominar para me sentir seguro... de ser amado para me amar......
Eu sou o reconhecimento e a aceitação de mim mesmo..... A coragem que liberta todas as sombras de dúvida de que sou merecedor de receber.... "Aceito tudo de bom que a vida tem para me oferecer porque "Eu Sou" uma criação perfeita do Universo.... " "EU SOU A FORÇA DO UNIVERSO EM MIM"...........

"ME VEJO COMO UMA LUZ DE CONSCIÊNCIA EM EXPANSÃO EM MINHA VIDA"
Comentário de NelmaDuarte Rodrigues em 25 outubro 2010 às 10:39
Já perdoei erros quase imperdoáveis
Tentei substituir pessoas insubstituíveis
E esquecer pessoas inesquecíveis

Já fiz coisas por impulso
Já me desiludi com pessoas
Que nunca imaginei que me desiludiriam
Mas também desiludi alguém

Já abracei para proteger
Já ri quando não devia
Fiz amigos eternos
E amigos que nunca mais vi

Amei e fui amado
Mas também fui rejeitado
Fui amado e não amei

Já gritei e saltei de tanta felicidade
Já vivi de amor e fiz promessas eternas
Mas também me magoei muitas vezes

Já telefonei só para ouvir uma voz
E apaixonei-me por um sorriso
Já pensei que fosse morrer de tanta saudade
Tive medo de perder alguém especial (e acabei por perder)

Mas vivi!
E ainda vivo!
Não passo pela vida
E também tu não deverias passar!

Bom é lutar com determinação
Abraçar a vida com paixão
Perder com classe
E vencer com ousadia

Porque o mundo pertence a quem se atreve
E a vida é muito para ser insignificante.

Vive!

Autor: Augusto Branco (versão em português europeu)
Publicado em livro (c) 2010 Augusto Branco/BOOKSMILE
Comentário de Marga Maia em 27 setembro 2010 às 15:38
Estou chegando aqui agora. Eu, sou uma contadora de histórias, venho com a minha caixinha e venho pedir aos anjos inspiração. Aqui estamos, eu, o cantador que toca violão chamado de "O homem bom" e minha caixinha de surpresa de onde saem as mais belas histórias. Queria contar a história de alguma menina das estrelas, alguem tem sugestao?
Bjinhos de estrelas!!! Para inspirar as crianças a olhar para o céu, sobretudo para o ceu que mora dentro do nosso coração.
Comentário de Irene Ibelli em 7 setembro 2010 às 23:57
BRASIL, PÁTRIA DO EVANGELHO



Esta é a Pátria da Eterna Primavera,

Áureo florão da América, celeiro

De abastança sublime ao mundo inteiro,

Nação, de que as nações vivem à espera.



Enquanto o antigo monstro dilacera

O Velho Mundo em novo cativeiro*,

Brilha o pálio celeste do Cruzeiro

Na vanguarda de luz da Nova Era!



Brasileiros, vivamos a aliança

Do trabalho, do bem e da esperança,

No País da Bondade, almo e fecundo!...



Exultai! Que o Brasil, desde o passado,

É a Pátria do Evangelho Restaurado

E o Coração de Paz do Novo Mundo.



Pedro D’Alcântara



Psicografia em reunião pública

4 de maio de 1945

Centro Espírita Uberabense, na cidade de Uberaba (MG)



Livro: Através do Tempo

Francisco Cândido Xavier, por Espíritos Diversos

LAKE – Livraria Allan Kardec Editora



(*) – Nota de Fernando Peron (julho de 2010):

Refere-se ao monstro da Guerra: especificamente, a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), ainda em curso quando o soneto foi psicografado.
Comentário de Maria Luísa Tavares de Bastos em 6 setembro 2010 às 5:48
Grata por estar aqui.
Já escrevi muito, muito do que está nos cadernos, neste momento, está fechado porque me sinto bloqueada tanto para ler, como para escrever. As fases da vida pela qual tenho passado levam-me a sentir que algo que desconheço se passa agora. Cultivo a humildade, a paciência, a espera, na esperança de que chegue depressa uma nova vida à minha vida.
"aproveito cada oportunidade para" pensar e agir de forma serena e elevando meus pensamentos a DEUS, pedindo-lhe AJUDA para enterder e entender-me.
amo-vos,
maria luísa
Comentário de Nadeje Carvalho Neves em 27 agosto 2010 às 11:30
Grata pelo convite de estar aqui com todas(os) vocês. Estou amando este Grupo e todas suas importantes mensagens. Abs. Namastê! Nadéje
Comentário de Irene Ibelli em 16 agosto 2010 às 23:56
Universidade I Am - Brasil

(conhecida antigamente como Melchizedek Synthesis Light Academy)

A Universidade I am é um grande projeto inovador que está sendo introduzido no planeta Terra, é uma expansão da grande Universidade de Sirius que está sendo trazida ao nosso planeta por Dr Joshua David Stone.

Dr Joshua David Stone é atualmente o mais alto mestre ascenso encarnado na Terra e novo Instrutor do Mundo.

Além da Universidade Eu Sou, Dr Stone é o responsavél pelo plano interno do Asharam da Síntese.

O asharam da síntese, assim como a Universidade Eu Sou, é ashram integrado dos planos interno, externo e superior que busca representar todos os caminhos de Deus e expandir o movimento de ascensão planetário.

Atualmete a Universidade I am tem cerca de 30 representações ao redor do mundo.

O ADONAI – I AM, é o representante da Universidade Eu Sou no Brasil.

O nosso objetivo é expandir os ensinamentos passados por Dr Stone e os mestres ascensos e buscar auxilia-lo a expandir sua missão pelo mundo.

Os focos da nossa representação da Universidade Eu Sou aqui Brasil são: as aulas de ascensão, conscientização do processo de ascensão planetária, realizar os 3 grandes festivais de luz no Brasil, e passar ao nossos alunos trabalhos e conhecimentos passados por Dr Stone e amados mestres Djwal Khull, Kuthumi, Maria, Lady Nada, Lady Gaya, Isis, Lord Sananda, entre outros.

Uma das grandes missões do ADONAi – I AM é ser o um foco para expansão do Movimento de Ascensão Planetário, ensinando e auxiliando que todos os interessados alcancem sua ascensão ainda nessa encarnação.

Atualmente, a mestra ascensa Joanita Molina, uma das lideres do ADONAI – I AM funciona como um ponto de comunicação entre os Mestres Ascensos e os trabalhadores da luz no planeta e foi guiada por lord Buddha e Kuthumi para trazer o Wesak para o Brasil, para despertar as almas de luz que tem um grande trabalho a realizar no planeta e a viabilizar a ascensão ao que estão ao seu redor.

O enfoque na “síntese” da Universidade I am e do é sintetizar e integrar os conhecimentos de todas as religiões e mestres do mundo. Essa síntese fica bastante clara na cerimônias de ascensão e nos 3 festivais realizadas todos os anos.

Para realizar sua missão e seu comprometimento com os trabalhadores da luz de todo o mundo, o ADONAI – I AM está colocando informações e ensinamentso disponíveis de várias formas através de livros, fitas de video, tapes, web site com inúmeras informações como canalizações, realização os festivais de luz e workshops de acensão todos os anos, treinamento de novos líderes para expandir este conhecimento.

Nós estamos disponíveis para auxiliar os que estiverem interessados no caminho da ascensão.
Através de várias técnicas e sistemas introduzimos os ensinamentos da hierarquia de luz tornando-as viáveis a todos os seres.

Para maiores informações, sobre o ADONAI – I AM, entrar em contato adonai@adonaimsla.com.br
Comentário de Irene Ibelli em 16 agosto 2010 às 0:47


Assunção de Nossa Senhora aos Céus .

Amigos boa noite,

15 de Agosto de 2006 foi um dia muito marcante em minha vida, foi quando meu filho de 26 anos partiu para a espiritualidade. Ainda é muito difícil viver sem ele, mas fico muito emocionada e feliz por saber que ele partiu no dia da ASSUNÇÃO DE MARIA!!!

«Feliz daquela que acreditou que teriam cumprimento as coisas que lhe foram ditas da parte do Senhor» (Lc 1, 45).

Com estas palavras, Isabel recebe Maria, que a fora visitar. Esta mesma bem-aventurança ecoa no Céu e na terra, de geração em geração (cf. Lc 1, 48) e de maneira particular na solene celebração de hoje. Maria é bem-aventurada porque acreditou imediatamente na Palavra do Senhor, porque sem hesitar aceitou a vontade do Altíssimo, que lhe fora manifestada pelo Anjo na Anunciação.

Poderíamos ver na viagem que Maria fizera de Nazaré até Ain-Karin, da qual o Evangelho nos fala hoje, como que uma prefiguração da sua particular viagem espiritual que, tendo iniciado com o «sim» no dia da Anunciação, culmina precisamente com a Assunção ao céu em corpo e alma. Um itinerário rumo a Deus, sempre iluminado e apoiado pela fé.

O Concílio Vaticano II afirma que Maria «avançou no caminho da fé, e conservou fielmente a união com seu Filho até à cruz» (Lumen gentium, 58). Por este motivo, ela, na sua incomparável beleza, agradou de tal maneira ao Rei do universo, que agora, plenamente associada a Ele em corpo e alma, resplandece como Rainha à sua Direita (Sal. resp.).

Na solenidade de hoje, a liturgia convida todos nós a contemplar Maria como a «mulher revestida de Sol, tendo a Lua debaixo dos seus pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça» (Ap 12, 1). Nela resplandece a vitória de Cristo sobre o maligno, representado na linguagem apocalíptica como um «grande dragão vermelho» (Ap 12, 3).

Esta visão gloriosa, e ao mesmo tempo dramática, recorda à Igreja de todos os tempos o seu destino de luz no Reino dos céus e conforta-a nas provações que deve suportar ao longo da peregrinação terrena. Enquanto este mundo durar, a história será sempre teatro do conflito entre Deus e satanás, entre o bem e o mal, entre a graça e o pecado, entre a vida e a morte.

Também as vicissitudes deste século que se aproxima do seu fim, testemunham com extraordinária eloquência a profundidade desta luta, que assinala a história dos povos, mas também o coração de cada homem e mulher. Contudo, o anúncio pascal, que ecoou há pouco nas palavras do apóstolo Paulo (cf. 1 Cor 15, 20), é fundamento de esperança certa para todos. Nossa Senhora da Assunção é ícone luminoso deste mistério e desta esperança.

Maria, glorificada no corpo, mostra-se hoje como estrela de esperança para a Igreja e para a humanidade, a caminho rumo ao Terceiro Milénio cristão. A sua altura sublime não a afasta do seu Povo nem dos problemas do mundo, pelo contrário, permite-lhe vigiar de maneira eficaz sobre as vicissitudes humanas com a mesma solicitude atenciosa com que obteve de Jesus o primeiro milagre, durante as Bodas de Caná.

O Apocalipse afirma que a mulher revestida de sol «estava grávida, com dores de parto e gritava com ânsias de dar à luz» (12, 2). Isto leva a pensar numa página muito importante para a teologia cristã da esperança, escrita pelo apóstolo Paulo: «Sabemos, com efeito, que toda a criação tem gemido e sofrido as dores de parto, até ao presente. E não só ela, mas também nós próprios, que possuímos as primícias do Espírito, gememos igualmente em nós mesmos, aguardando a filiação adoptiva, a libertação do nosso corpo. Porque na esperança é que fomos salvos» (8, 22-24).

Ao celebrar a sua Assunção ao Céu em corpo e alma, oramos a Maria para que ajude os homens e as mulheres do nosso tempo a viverem com fé e esperança neste mundo, procurando o Reino de Deus em todas as coisas; oxalá ela ajude os crentes a abrirem-se à presença e à acção do Espírito Santo, Espírito Criador e Renovador, capaz de transformar os corações; ilumine as mentes acerca do destino que nos espera, da dignidade de cada pessoa e da nobreza do corpo humano.

Maria, elevada ao Céu, mostra-te a todos como Mãe de esperança! Mostra-te a todos como Rainha da Civilização do amor!

Papa João Paulo II, 15 de agosto de 1998.
Comentário de Irene Ibelli em 3 agosto 2010 às 1:16

APOMETRIA - Artigos e Material para Download
Apometria - técnica de cura espiritual
Conheça o CD Apometria
Conheça esta técnica valiosa de tratamento que pode auxiliar a Medicina do futuro na cura holística

A medida em que a humanidade evolui, os véus do desconhecido vão se descortinando e o conhecimento das leis espirituais, que antes era privilégio de poucos, vai sendo revelado abertamente aos pesquisadores isentos de preconceitos.

A utilização da apometria pode ser considerada como parte da evolução no tratamento espiritual, embora muitos espíritas e espiritualistas ainda não a aceitem ou a utilizem, talvez por falta de uma divulgação adequada e uma maior interação com o assunto.

A apometria é uma técnica que consiste no desdobramento espiritual (emancipação da alma, viagem astral ou projeção da consciência) por intermédio do comando da mente. "Representa o clássico desdobramento entre os componentes materiais somáticos do homem e sua constituição espiritual", de acordo com a definição do livro Apometria- Novos Horizontes da Medicina Espiritual, escrito pelo médico Vitor Ronaldo Costa e publicado pela Casa Editora O Clarim, em 1997.

Esse estado de emancipação da alma dá maior possibilidade ao médium de executar as tarefas assistenciais no plano espiritual, por poder expandir, dessa maneira, sua capacidade sensitiva, além de permitir que esteja no mesmo plano de atuação do desencarnado. Ao mesmo tempo, o paciente, que também fica em estado de emancipação, facilita seu atendimento. Isso ocorre porque no plano astral o campo energético, assim como os desequilíbrios, podem ser observados de uma forma mais ampla pela equipe tanto de trabalhadores encarnados como pelos espíritos benfeitores.

Porém, os estudiosos sérios alertam que não se trata de mediunismo e que deve ser utilizada por pessoas habilitadas, capazes e envolvidas em bons propósitos. "Tenhamos sempre em mente que a apometria é apenas um instrumento auxiliar de manuseio anímico-mediúnico, aplicado com a finalidade de facilitar o acesso do médium à intimidade energética do indivíduo enfermo", relata o médico e autor Vitor Ronaldo. Ele complementa dizendo que a técnica da apometria, quando bem aplicada e sob a cobertura dos bons espíritos, realmente se destaca no diagnóstico de certeza e na condução da terapêutica mais indicada.

A descoberta
Implantada pelo farmacêutico-bioquímico porto-riquenho dr. Luiz Rodrigues, recebeu primeiramente o nome de hipnometria, mas foi fundamentada e desenvolvida cientificamente pelo médico gaúcho dr.José Lacerda de Azevedo.

Dr. Lacerda nasceu em 12 de junho de 1919, em Porto Alegre. Cursou o Instituto de Belas Artes e depois se formou em medicina pela Universidade do Rio Grande de Sul, em 1950. Antes mesmo de tornar-se doutor, em 1947, casou-se com Yolanda da Cunha Lacerda, uma prima que só veio a conhecer na idade adulta e que se tornou mais tarde sua grande companheira de ideais.

Cientista e pesquisador nato, dr. Lacerda sempre buscou respostas para o desconhecido e foi esse desafio que o impulsionou a fundamentar cientificamente a apometria.

Tudo começou no ano de 1965, quando o pesquisador dr. Luiz Rodrigues visitou o Hospital Espírita de Porto Alegre, local onde o dr. Lacerda participava de trabalhos de atendimento socorrista. O médico assistiu duas dessas sessões e ficou impressionado com as demonstrações de hipnometria apresentadas pelo farmacêutico, que não se considerava espírita. Desde então, iniciou sérias investigações sobre o assunto. Resolveu fazer experiências e escolheu sua esposa, Yolanda, para dar início às investigações. Para tanto, cumpriu a metodologia preconizada pelo pesquisador porto-riquenho. Logo constatou a eficiência da técnica, embora tenha preferido adotar a expressão grega Apometria. "APÓ" significa "além de" e "METRON" se refere à "medida" por julgar mais apropriado ao invés de Hipnometria, já que não havia a presença de sono durante a aplicação da técnica.

Esse foi o ponto de partida para que o médico passasse a pesquisar o assunto cada vez mais, com o objetivo de socorrer os enfermos e implantar a terapêutica espiritual. Mas os estudos cresceram mesmo quando o dr. Lacerda recebeu um convite do então presidente do Hospital Espírita de Porto Alegre, Conrado Ferrari, para assumir a Divisão de Pesquisas e levar em frente os experimentos apométricos. Para que o grupo pudesse intensificar os experimentos o trabalho foi implantado em uma casa, que inicialmente era designada para abrigar os próprios funcionários do hospital. Pelo fato da casa ser rodeada de flores e vegetação exuberante ficou conhecida como a Casa do Jardim

Por muitos anos as pesquisas foram crescendo e se aprimorando, mas foi na década de 80 que os trabalhos de apometria se expandiram, principalmente na região sul do país. Em 1990 surgiu a idéia de um encontro de grupos de apometria e, em 1992, o projeto se concretizou. Criou-se a Sociedade Brasileira de Apometria, com o objetivo de promover o intercâmbio entre os grupos e difundir o conhecimento sobre a técnica de Apometria, com o objetivo de promover o intercâmbio entre os grupos e difundir o conhecimento sobre a técnica.

Em decorrência do empenho em expandir o assunto, o médico gaúcho publicou dois livros: Espírito/Matéria - Novos Horizontes para a Medicina e Energia e Espírito. O primeiro está com a edição esgotada.

Dr. Lacerda desencarnou em 1997, porém o resultado de seu trabalho permanece.

A utilização

Por intermédio da projeção do perispírito, o médium pode ver e ouvir os espíritos, até mesmo trabalhar no resgate de espíritos sofredores. De acordo com dr. Lacerda, no atendimento aos enfermos, por meio da projeção, coloca-se o médium em contato com as entidades médicas do plano espiritual. Simultaneamente, o mesmo procedimento é feito com o doente, o que possibilita o atendimento do corpo espiritual do enfermo pelos médicos desencarnados, assistidos pelos médiuns em projeção que relatam os fatos que estão ocorrendo durante o tratamento.

Também pode ser utilizada como técnica eficaz no tratamento das obsessões. Essa eficácia acontece em virtude dos espíritos protetores se encontrarem no mesmo plano dos assistidos, podendo agir com maior profundidade e mais rapidez.

Vale lembrar que a projeção do perispírito, tanto do médium quanto do enfermo é obtida por intermédio do emprego de um determinado número de impulsos magnéticos, semelhantes aos passes. Embora a apometria seja uma técnica bastante simples, sua aplicação exige cuidados especiais, como uma cobertura espiritual de nível elevado. Deve ser realizada por grupos de trabalho constituídos para essa finalidade, com atividades regulares como qualquer outro grupo dedicado aos trabalhos de caridade, além da harmonia entre os componentes da equipe.

A apometria tem sido utilizada por muitos grupos como técnica eficiente em auxiliar nos processos obsessivos, já que em geral, as perturbações espirituais decorrem da ação de obsessores. Os espíritos obsessores – na verdade, espíritos infelizes – são afastados, recolhidos e conduzidos para hospitais espirituais, de acordo com seu padrão vibratório. O estado de emancipação da alma possibilita que os médiuns possam observar melhor as ligações obsessivas, as áreas do organismo perispiritual atingidas, entre outros fatores.

Isso torna o tratamento muito mais completo por possibilitar o atendimento tanto do paciente quanto dos espíritos perturbadores que o acompanham. Na maioria das vezes, o enfermo nada registra, a não ser em casos de pessoas com maior sensibilidade.

Tratamento integral

Chegará um tempo em que a medicina tratará o Homem de forma integral, unindo os tratamentos físico e espiritual realizados por médicos encarnados e desencarnados. Mesmo porque, a maioria das doenças se inicia no perispírito e depois se manifesta no corpo físico.

Segundo relatos de pesquisadores e de grupos que utilizam a metodologia, independente de religião ou credo, sua aplicação adequada poderá cada vez mais ajudar a expandir o campo da medicina integral. E quanto mais conhecida essa técnica, mais auxiliará os espíritas nos trabalhos de desobsessão e atendimentos espirituais. Paralelamente, novos horizontes se abrirão quando a medicina reconhecer a existência do espírito e que uma infinidade de enfermidades que se manifestam na atualidade podem ter sido causadas no corpo perispiritual em existência passada.
Publicado na Revista Cristã de Espiritismo - ed. 30 - Ao usar o texto, por favor, citar o nome do autor e a fonte

Voltar

________________________________________
Apometria: o que é e como funciona

Dalton Campos Roque e Amigos de Ramatís

http://www.consciencial.org - http://www.ramatis.org


Parte I

A Apometria jamais será entendida do ponto de vista espacial: ela deve ser analisada do ponto de vista consciencial. Na ótica das EFCs (experiências fora do corpo), compreende-se com facilidade a idéia de “estar fora” e de “estar dentro” do corpo físico. Na ótica da mediunidade, uma consciência extrafísica (espírito desencarnado) ou um encarnado projetado (posto para fora do corpo físico) se manifestam por intermédio de seu perispírito (psicossoma) e podem se acoplar a um médium para interagir de alguma forma.

Não existe entrada ou interpenetração do corpo espiritual sutil ao corpo físico do médium, mas tão-somente uma interfusão intensa de suas auras, com intimidade (sintonia) em seus chacras.
Do ponto de vista do Budismo e da Teosofia, os veículos de manifestação da consciência (holossoma) são divididos em sete. Já na ótica do espiritualismo, do espiritismo heterodoxo e da Conscienciologia (entre outras linhas de pensamento mais novas), há apenas três veículos (os corpos fisico, astral e mental), sendo o energético (duplo etérico ou energossoma) apenas um invólucro que não (com)porta a consciência.

Em verdade, não existe um número determinado de veículos de manifestação da consciência. É como contar o número de cores de um gradiente linear que tende ao infinito. Os veículos do holossoma recebem rótulos unicamente para fins didáticos. Em planos (também denominados “dimensões” ou “densidades”) mais sutis as leis da Física são diferentes. À exceção do corpo físico, os veículos de manifestação da consciência não são deixados em “cemitérios” astrais: ao contrário do que apregoa por aí, eles vão apenas se sutilizando, sem descarte ou “morte”.
A Física Quântica comprova o paradoxo de que a matéria não existe. Existe tão-só o campo. Toda “realidade” é um campo de informação ou de consciência. Por conseqüência, a Física Quântica desconstrói o tradicional conceito espacial de tempo-espaço, “dentro” e “fora”, “cima” e “baixo”.

Expostas, em poucas palavras, noções básicas de projeção da consciência, de mediunidade, de holossoma e do conceito de “dentro” e “fora”, prossigamos com o estudo da Apometria.

Parte II

A Apometria trabalha com sintonia. Não incorpora egos. Não incorpora veículos de manifestação da consciência. Poucas vezes retira alguém do corpo físico (projeção da consciência; viagem astral). Ao contrário do que se pensa, raramente médiuns saem do corpo físico para atenderem no umbral ou na casa do paciente.

A mediunidade não possui características estanques. Não se pode defini-las com a segurança com que se definem, na Biologia, as células e os tecidos dos organismos vivos. Daí a dificuldade das pessoas compreenderem o mecanismo da Apometria – dificuldade extensiva a muitos médiuns e dirigentes apômetras.

Após encerrado o atendimento na Casa Apométrica, a seção apométrica pode continuar no astral, a exemplo do que ocorre com sessões espíritas convencionais. Contudo, neste breve trabalho, estamos enfocando a seção apométrica em sua faceta consciente, intrafísica, ao vivo e a cores.

Quando sintoniza o corpo mental concreto (ou inferior) ou o corpo mental abstrato (ou o superior) do paciente, o médium de incorporação (também chamado de “médium de passagem”) não incorpora o corpo mental do paciente – diferente do que aconteceria se “recebesse” um espírito desencarnado.

Com a ajuda dos amparadores extrafísicos (mentores) da seção apométrica, a sensibilidade espiritual do médium permite que sintonize com determinada faixa consciencial do paciente e faça varredura bioenergética e psicométrica em seus chacras, nádis, parachacras e paranádis.

Como tudo no universo é campo (mesmo a matéria mais bruta), nossos veículos de manifestação da consciência constituem campos e emanam energias, tais quais rádios-transmissores conscienciais potentes, como livros abertos à leitura de sensitivos lúcidos e de médiuns receptivos, operando em seção apométrica organizada.

Todos somos transmissores conscienciais. Os sensitivos captam nossas faixas de freqüência consciencial, as quais, por sintonia objetiva, podem ser “lidas” na seção apométrica.
As pessoas se espantam ao ver o transcorrer de uma seção apométrica eficiente, realizando com sucesso seus trabalhos de assistência e cura. Às vezes, os termos utilizados pelos apômetras impressionam. Exemplos: salto quântico, spin, despolarização de memória, campos magnéticos, chips astrais, contagem em português ou grego e pulsos energéticos.

O que prejudica o entendimento do processo é o condicionamento intrafisico, visão espacial, de “dentro” e “fora”, falta de conhecimento da espiritualidade e de seus mecanismos em geral, assim como escassez de um pouco de cultura científica, mesmo que leiga.

“Dentro” e “fora” é uma ótica espacial que não se aplica à Apometria, que deve ser estudada do ponto de vista consciencial. O termo “salto quântico” é estudado em Química Básica, em relação à órbita do elétron em volta do núcleo. Quando o elétron ganha energia, dá um salto quântico para uma órbita mais externa. Quando perde energia, dá um salto quântico para uma órbita mais interna.
A Física Quântica descobriu que o elétron não salta nem pula: simplesmente desaparece, deixa de existir e reaparece na órbita de destino. Descobriu também que a energia física possui medidas exatas – quantidades exatas e inteiras chamadas de quantum, quanta ou quantidade.

Talvez aí esteja o porquê da eficiência das contagens que sugerem “pulsos energéticos”, presentes desde a clássica hipnose até a contemporânea Apometria.

Em vez de fluxo linear contínuo e constante, os pulsos energéticos (por meio das contagens) acumulam mais energia e disparam com mais eficiência (hipótese de trabalho).

Serve de analogia o velho pilão de água que existia na roça. Colocava-se o milho no pilão, que possuía uma alavanca. Em um extremo, o martelo socava o milho. Em outro extremo, o recipiente recebia a água da bica. Ao descer a cuia do pilão, a água escorria, ficava leve, a cuia vazia subia e o pilão descia com seu peso natural, socando o milho e o transformando em fubá.

Quanto ao termo spin, a rotação do elétron pode ser +1 ou -1, conforme o sentido de giro. Os chacras podem ser acelerados (aumento do spin) ou desacelerados (diminuição do spin ou da velocidade de rotação). Toda força de espíritos recalcitrantes (inclusive a de magos negros) é retirada por meio da desaceleração (diminuição do spin) dos chacras coronário ou frontal, a depender do caso concreto. O frontal é o centro da vontade.
Considero o termo “magnético” equivocado. O correto é bioenergético (ou energético). Magnetismo se refere a ímã, a um campo físico mensurável por equipamentos conhecidos, de acordo com o contexto eletromagnético. Embora com raridade o corpo humano o manifeste em processos paranormais, mais raro ainda refleti-lo em processos normais (cotidianos).

Tanto faz as contagens serem em grego ou em português ou de 1 a 3 ou de 1 a 7. É apenas método pessoal do dirigente, talvez reflexo de sua bagagem acadêmica.

A formação de campo bioenergéticos de proteção em forma de volumes geométricos corresponde à plasmagem de uma forma-pensamento (ou morfopensene) – quanto mais utilizada, mais eficiente se torna (evidentemente, a proteção maior vem dos amparadores extrafísicos do trabalho).

As formas pensamento de estrelas de seis ou cinco pontas e os campos em forma de pirâmide agregam valor de proteção, em função da egrégora que evocam como senhas energéticas de conexão, ou seja, funcionam como yantras mentais para os encarnados e yantras reais para os desencarnados, pois estão, de fato, plasmados em três dimensões (3D) no astral imediato aos trabalhos de Apometria. Esses campos atuam como transformadores de energia natural. Veja, nesse sentido, estudos sobre as pirâmides físicas. Outros campos e luzes ficam a gosto de cada um – terão efeito potencializado por simpatia e afinidade pessoais, influência psicológica sadia a dinamizar as bioenergias dos afinados.

Noventa por cento (empirismo meu) das percepções espirituais das seções de Apometria dos médiuns de suporte se dão por clarividência objetiva, intuitiva ou mental. Apenas um ou dois médiuns incorporam os níveis, obsessores e amparadores dos pacientes e do trabalho em geral.

O sentido de clarividência na Parapsicologia (ciência convencional) difere da acepção utilizada no espiritualismo. A Parapsicologia emprega esse vocábulo no sentido de “visão à distância” (remota).

Há quem confunda clarividência com outras percepções sensoriais. Vidente é quem vê. Só não é vidente quem é cego. Se você está lendo estas linhas, é vidente. Vidência não se confunde com clarividência (esta permite, inclusive, enxergar o extrafísico de olhos físicos fechados).

Para uma seção de Apometria, recomendável, no mínimo, três pessoas (um dirigente com razoável parapercepção e dois médiuns de incorporação, também chamados de “passagem”). Ideal, entretanto, a presença de vários médiuns de suporte e de um auxiliar que anote e organize os papéis de atendimento e fichas de pacientes.

Constatei no grupo que freqüentei que o campo bioenergético nos trabalhos de Apometria estimula a clarividência de todos os colaboradores, tamanha a importância, na Apometria, de se desenvolver a parapercepção do dirigente e dos médiuns de incorporação e suporte.


Parte III

Os que preferem o método clássico de doutrinação religiosa entronizado ao longo do século XX nos centros espíritas e espiritualistas brasileiros, criticam a Apometria porque esta não “evangeliza” o espírito obsessor. Todavia, em complexas obsessões espirituais a tentativa de “evangelizar”, “sensibilizar” ou “conscientizar” o espírito obsessor não surte efeito. Evangelizar magos negros é tão eficaz quanto ensinar lições de fraternidade a um psicopata.

Seria “mais fraterno” deixar os pacientes com os chips trevosos e os magos negros e seus asseclas soltos, fazendo o que fazem? Analogamente, seria mais fraterno nossos policiais não portarem armas de fogo, pois podem ferir os bandidos que nos assaltam e nos matam? A correlação é a mesma.

Talvez fosse mais fraterno abandonar a ortodoxia da pureza doutrinária, intransigente e radical. Talvez fosse mais fraterno não discriminar a Umbanda e suas entidades como “inferiores” ou “primitivas”. Talvez fosse mais fraterno abandonar o sentimento de superioridade teórica baseado nos conhecimentos espíritas e espiritualistas. Talvez fosse mais fraterno democratizar o acesso ao conhecimento espiritual além de distribuir comida. Talvez fosse mais fraterno menos proselitismo religioso e mais esclarecimento espiritual. Melhor ensinar a pescar a dar peixe a vida inteira.

A Apometria é mais fraterna por ser mais eficaz. Atua no cerne da obsessão, com visão de conjunto. Sim, toda cura é uma autocura e depende da reforma íntima do paciente – mas isso é válido em qualquer situação. Não podemos ignorar técnicas avançadas em prol da “pureza doutrinária”. Associemos as boas técnicas à elevada ética e cosmoética, considerando as peculiaridades de cada contexto.

Acostumados ao método da doutrinação evangélica, teme-se a mudança. Porém, servir significa pensar em como melhor amparar a humanidade, ainda que tenhamos de sacrificar nossos condicionamentos e preconceitos.


Parte IV

O misterioso não está na Apometria, mas na falta de entendimento desse processo. O ser humano teme e repele o que não entende.

A principal característica da Apometria radica na abrangência de sua assistência espiritual. A Apometria investiga o corpo astral do paciente, seu habitat (ambiente doméstico e/ou profissional), obsessores locais e não-locais (baseados em outros níveis do umbral). É muito mais poderosa que o passe e a doutrinação convencionais. Detecta e retira equipamentos extrafísicos mecânicos e eletrônicos (paratecnologia) do psicossoma (corpo astral) dos pacientes. Só não dá suporte psicológico, o qual nem o passe e nem o auxílio fraterno dão. Muitos casos só são resolvidos por meio de boa terapia e leituras que ensejem maior autoconhecimento e auto-enfrentamento.

Os passes não são meios suficientes nem instrumentos exclusivos para a retirada de chips extrafísicos dos pacientes.

Na retirada dos chips extrafísicos a Apometria é bastante eficaz, secundada por outros métodos, a depender do caso concreto, inclusive do paciente. Exemplo: em determinadas circunstâncias, remédios homeopáticos de alta potência destroem ou descolam equipamentos extrafísicos aderidos à aura ou ao psicossoma do paciente.

As práticas bioenergéticas (exercícios efetuados com os chacras e potencializados com mantras), se efetuados com regularidade e disciplina, podem ser eficazes na retirada desses equipamentos extrafísicos.

Quem já efetua essas práticas, dificulta a inserção de quaisquer equipamentos astrais negativos em suas auras e psicossomas.

Há uma prática bioenergética chamada “MBE” (mobilização básica energética –http://www.consciencial.org/autodefesa.html), bastante eficiente na destruição de implantes de paratecnologia negativa. Mas para nenhum caso existe regra, “receita de bolo”. Depende de suas brechas cármicas, de seus pensenes (pensamentos, sentimentos e energias), de suas intenções e da disciplina espiritual. A maioria da humanidade é imatura consciencialmente (crianças espirituais): não lê, não estuda, não faz práticas bioenergéticas, não investe na reforma íntima, ora com a boca e só pede sem agradecer. Se faz um, não faz o outro e vai vivendo. Há os que acreditam em tudo que vem da New Age e há os que duvidam de tudo. “Os extremos se tocam.” (Hermes Trimegisto)

Embora a maioria se regozije da inércia e da ignorância conscienciais, nada pára nem desacelera uma minoria de seres lúcidos e operosos, que, contra a maré das futilidades sociais, do ceticismo dogmático, da fé irracional, da ciência sem consciência e dos interesses econômicos dos impérios teológicos, faz o seu trabalho com dignidade, mantendo elevada a sintonia espiritual, ombro a ombro com seus mentores extrafísicos e espíritos de luz.

É mais cômodo negar do que entender. A Apometria veio para ficar.

Dalton - www.consciencial.org

Voltar

________________________________________
Aos Irmãos Umbandistas e Apômetras

por Dalton Campos Roque http://www.consciencial.org de Ramatís

Aos irmãos umbandistas

Os rituais da Umbanda são muito bonitos e sedutores, as giras são envolventes e atraem cada vez mais pessoas neste país de gente de bom coração. É indispensável, entretanto, levar exercício mental aos “terreiros” dessa religião tão bonita. Os “chefes” de “terreiro” devem inserir palestras com técnicas, ensinamentos e teor moral.
As incorporações e a ritualística são fáceis e gostosas, mas o exercício mental demanda estudo e esforço – dois atributos imprescindíveis à dinamização da evolução consciencial (espiritual) de cada um, fruto de esforço pessoal e intransferível.

Aos irmãos apômetras

As técnicas da Apometria ainda não são bem-entendidas, pois são sofisticadas. São técnicas de culturas antigas, cujas civilizações há milênios foram extintas por cataclismos. Aguardamos a oportunidade mediúnica para futuramente elucidar melhor essa questão, o que não importa no momento.
É fundamental a sinergia do grupo de apômetras. Em diapasão mental adequado, atinge potência quadrática (elevada ao quadrado), em que dez trabalhadores afinados e em alta sinergia valem por cem pessoas (o que também se aplica a outros grupos). Daí a importância do grupo apômetra desenvolver aguçado nível técnico, mediúnico e sinérgico.

Os apômetras devem estudar bem os mantras e agregá-los a suas técnicas, a fim de dinamizarem ainda mais os trabalhos de assistência espiritual. Aos adeptos da Umbanda e das demais linhas que prestam amparo extrafísico recomendamos que estudem e utilizem a Apometria como ferramenta assistencial de seus trabalhos.
O brasileiro é naturalmente eclético para muitas coisas, mas no campo técnico ainda é ortodoxo. Precisa de mais ecletismo, universalismo técnico que reúna, além dos conhecidos valores morais, uma síntese técnico-consciencial a aperfeiçoar a Apometria no Planeta.

Por enquanto, a Apometria ainda está engatinhando, embora já demonstre resultados eficazes. Ela é uma das características da futura Era de Regeneração da Terra e irá crescer muito, mas, para dinamizar esse crescimento, é oportuno fazer chegar em suas mãos este comunicado.
Estamos com vocês.

Fiquem na Luz!

Ramatís, por meio da mediunidade de Dalton Campos Roque.
Curitiba, PR, 22 de fevereiro de 2007.

Esclarecimentos do Sensitivo

Acabo de voltar de um trabalho de Apometria de uma casa em Curitiba. Os amigos de lá me permitiram entrar, observar os trabalhos e, quando possível, colaborar.
Hoje Ramatís apareceu para resgatar um antigo iniciado do Egito, em franco desvio, que estava interferindo na vida de alguém, também iniciado de outrora e seu colega daquela época, de tempos já remotos na mente de um reencarnado. Nesse ínterim, tornou-se um obsessor por questão de competição pessoal e desvio de dharma (missão de vida).

Aproveitando sua visita e minha presença coincidente, Ramatís me pediu para dar um recado aos trabalhadores daquela Casa Apométrica, um convite para que desenvolvam profundo estudo sobre, principalmente, mantras, mas também relacionado a chacras e parachacras. Assim o fiz.

Retornei para casa perto das 23:00 horas. Durante o banho, percebi as inspirações de Ramatís, o qual, em seguida, aproveitou minha susceptibilidade mental e mediúnica para escrever uma mensagem, concebida para ser disponibilizada a todos via internet. Assim o faço.
Obrigado pela oportunidade de servir.

(Mensagem originalmente divulgada na Internet, por meio da lista de discussão Amigos de Ramatís – http://amigosderamatis.consciencial.org ).
Fonte: http://www.consciencial.org
 

Membros (681)

 
 
 

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço