Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Caminhando com o Mestre

Jesus passou por diversos lugares e em cada um, deixou inúmeros aprendizados.
Não perdeu jamais a sua serenidade, mesmo não tendo um lugar para repousar.
Não julgou, mesmo diante daqueles que escolheram o caminho do mal.

Mesmo com a sua imensa Luz, não deixou que sua humildade fosse perdida.
Levou consolo a quem encontrou no caminho, reacendendo assim, a chama da esperança naqueles que padeciam dores terríveis.
Conviveu com leprosos, bandidos, discípulos e doutores da lei, levando a todos o mesmo amor, o amor que sempre foi sua marca.

Foi energético quando necessário, mas nunca deixou de ser misericordioso.
Foi traído por Judas e em troca lhe concedeu o perdão.
Diante da negação de Simão Pedro, estendeu-lhe a compreensão.
Perdoou os que lhe perseguiam.

Iluminou o caminho de Paulo de Tarso e de tantos outros que se encontravam perdidos na cegueira espiritual.
Não condenou Maria Magdala, mas sim, abriu os caminhos que a conduziriam à renovação.
Ressuscitou Lázaro, dizendo: "Levanta-te" e também levantou muitos outros que encontrou pelo caminho, ensinando que podemos superar qualquer dificuldade que bata a nossa porta.

Diante da mulher adúltera, não atirou nenhuma pedra, não a julgou, mas sim, lhe estendeu a mão, mostrando o caminho do bem e declarando: "Vá e não peques mais", demonstrando que ao invés de nos aliarmos aos julgamentos, busquemos praticar o perdão e com ele também estendamos a mãos aos que estão perdidos no caminho.

Virou-se para a mulher curada ao tocar suas vestes e pronunciou: "A tua fé te salvou", ensinando que com fé, mesmo que ela seja pequenina, mas seja verdadeira, sempre encontraremos a salvação. A fé é a luz que ilumina nossos passos.

Hospedou-se na casa de Zaqueu, o cobrador de impostos, demonstrando que não importam os erros já praticados, mas no momento que do fundo do coração decidirmos trilhar um novo rumo, aí sim, a luz adentrará em nossa vida.

Reconheceu as fragilidades de seus discípulos e ao invés de abandoná-los, envolveu-os com o seu manto de proteção.
Era um Espírito evoluído, mas adentrou a cidade de Jerusalém, montado num jumento.
Deixou gravado "Amai-vos como eu vos amei", proclamando que na verdade somos todos irmãos e devemos semear o amor entre nós, porque só o amor nos une e faz com que possamos prosseguir como companheiros de jornada rumo ao Pai.

Andou pela água e diante do medo e descrença dos seus discípulos disse: "Tende ânimo, Sou Eu, não temais", ensinando que com confiança não nos deixamos afundar nas tormentas, sempre poderemos vencer as dificuldades, basta que tenhamos a confiança sempre acesa, confiança na Providência Divina e em nosso potencial interno.
Abraçou as criancinhas, dizendo: "Deixai as crianças e não as impeçais de virem a mim, porque de tais é o reino dos céus.", nos deixando a lição que para adentrarmos o reino dos céus devemos buscar sermos puros de coração, como uma criança e jamais perdemos a nossa humildade. 

Declarou: "Porque tive fome e destes-me de comer; tive sede e destes-me de beber; era peregrino e me recolhestes; não tinha roupa e me vestistes", e nos explicou a importância da caridade, porque tudo o que fizermos a um semelhante, ao Mestre estaremos fazendo.

Conheceu a indiferença de Pilatos, mas estendeu a Sua Mão, quando este trilhou os caminhos de escuridão.

Foi açoitado a caminho do Calvário, mas permaneceu com seu olhar de ternura.

Humilhado, não pronunciou nenhuma palavra de revolta.
Julgado e condenado, a tudo ouviu, mantendo a sua paz interna.
Crucificado, olhou para o céu e pediu ao Pai "Pai, perdoa-os,eles não sabem o que fazem".
Morto, ressuscitou, e continuou conosco e sempre continuará, nos banhando com o Seu Infinito Amor e sempre estendendo os seus braços.

Pronunciou amorosamente: "Eu vos dou a minha paz" e a cada instante nos banha com o seu amor e a sua paz infinita. 
Compreende que ainda somos aprendizes e jamais nos desampara.
Não olha para os caminhos errôneos que já trilhamos, mas sim para o nosso desejo de renovação.
No sofrimento, seca a nossas lágrimas.

Entre as trevas, permanece ao nosso lado.
Na escuridão, ilumina nossos passos.
No momento de aflição, vem ao nosso encontro, com o bálsamo do alívio.
Que possamos continuar caminhando com o Mestre e assim, sentiremos a renovação adentrar em nossa vida e a tudo transformar.

Caminhemos com o Mestre.
Pois Ele é o Caminho, a Verdade, e a Vida.

Sônia Carvalho
soniacarvalho0707@gmail.com

Cadastre Grátis e receba mais textos como este!

Exibições: 19

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço