Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

In Lak’ech Ala K’in – O Código Vivo do Coração - por Aluna Joy Yaxk’in

– In Lak’ech Ala K’in –

O Código Vivo do Coração

Uma mensagem de Aluna Joy Yaxk’in,

2 de Dezembro de 2007 

 

 

Na tradição dos Maias, há um cumprimento que muitas pessoas que trabalham com a

sabedoria Maia conhecem. É a lei In Lak’ech Ala K’in, que significa eu sou outro você (uma

interpretação moderna). Também significa eu sou você, e você é eu (uma interpretação

tradicional Maia). Temos vindo a entender que esta saudação Maia é uma honra para o

outro. É uma afirmação de união e de unidade. In Lak’ech Ala K’in espelha o mesmo

sedimento de outras lindas saudações como Namasté para a Índia Oriental, Wiracocha para

os Incas e Mitakuye Oyasin para os Lakota. Não importa de que cultura vindes. Mas quando

uma destas saudações sagradas é dada, há sempre um movimento de colocar as mãos

sobre o coração.

 

Quanto mais ando no caminho dos Maias, mais compreendo a profundidade que In Lak’ech Ala

K’in ensina. O cumprimento tornou-se mais do que um simples, honorável

cumprimento. Ele evoluiu para um código moral, e para uma forma de criar uma realidade

positiva para toda a vida. Como nos aproximamos de 2012 com todas as suas

destruições e profecias sombrias, temos uma obrigação moral para com o Espírito de viver no

código de In Lak’ech Ala K’in.

 

É do conhecimento comum de hoje em dia que cada acção que tomamos nas nossas vidas

afecta todas as coisas vivas. Entendemos que, se agirmos negativamente, as nossas

acções terão um impacto negativo em toda a vida. Quando agimos de maneira positiva,

afectamos toda a vida de uma maneira positiva. Quando vivemos no código Maia do In

Lak’eck Aka K’in, sabemos que cada acção que empreendemos é por respeito para com toda a

vida, e estamos a viver e a dar dos nossos corações.

 

Podemos dar os nossos corações de uma maneira positiva todos os dias dizendo In Lak’ech

Ala K’in uns aos outros, às árvores, ao céu, aos pássaros e às estrelas. Podeis saudar

cada nascer do sol dizendo In Lak’ech Ala K’in. Cada e todos os dias que temos juntos são

sagrados, então reconhecei este dia dando o vosso coração. Lembrai-vos que, quando

dais desta maneira, estais também a dar-vos a vós próprios! Não estais a dar a vossa energia

para algo separado de vós. Estais a dá-la a outra parte de vós mesmos!

 

Eu compreendo o desafio de permanecerdes positivos nestes dias em que a energia está tão

comprimida que nós mal podemos respirar, mas há um simples exercício que pode

mudar tudo isso à volta para vós. A cada dia, caminhai na gratidão simplesmente. Podemos

dizer In Lak’ech Ala K’in ao que nos dá a vida todos os dias, e esse é o coração do

Grandioso Espírito. Em vez de somente aproveitardes o Grandioso Espírito quando pedis por

conhecimento e orientação, dai de volta o vosso coração, amor e apreciação. Ficareis

surpreendidos com os resultados. Se nós abrirmos os nossos corações e enviarmos gratidão,

isso abre todas as portas que estavam anteriormente fechadas para nós. Lembrai-

vos que sois uma parte do Grandioso Espírito! Quando dais ao Grandioso Espírito estais a dar-

vos a vós próprios.

 

Podemos praticar o In Lak’ech Ala K’in incansavelmente porque quando e o que damos aos

outros é darmos energia a nós próprios. Quando damos, recebemos. Então, como

sabemos se estamos a dar correctamente? É realmente simples. Quando somos energizados

pela nossa dádiva, sabemos que estamos a dar do nosso coração e do código do In

Lak’ech Ala K’in. Se nos sentimos esgotados ou exaustos, é possível que tenhamos dado por

medo, falta, obrigação, ego ou uma necessidade de ser aceite ou gostado. Quanto

mais se pratica o In Lak’ech Ala K’in, mais claras se tornam as nossas motivações em relação

às nossas acções, e mais vamos receber. Lembrai… o que vai vem exactamente do

mesmo modo que foi enviado. Se não gostais do que a vida vos está a enviar, olhai para o que

estais a enviar à vida.

 

Quando começamos a praticar o In Lak’ech Ala K’in, mais dos vossos antigos modos de dar

não vos servirão mais. Por exemplo, não podemos mais agir como vítimas e não

podemos viver com medo também. Descobrimo-nos a não nos preparamos mais para o

desastre; em vez disso, antecipamos um futuro glorioso. É tempo de reescrevermos as

profecias. Elas ficaram obsoletas. O passado irá tornar-se apenas um sonho mau e o futuro

irá tornar-se uma maravilhosa visão do que nós vamos criar neste momento.

 

Quando praticamos In Lak’ech Ala K’in, deixamos de ser neutros no nosso mundo porque

compreendemos que o Espírito trabalha com os que tomam medidas. Começamos a tomar

medidas ao acrescentarmos à experiência positiva desta dimensão. Então, que tipo de

trabalho quereis? Não fiqueis sentados apenas à espera que o mundo apareça na vossa

frente. O Espírito ajuda aqueles que se ajudam a si mesmos. É connosco.

 

Quando praticamos o código moral do In Lak’ech Ala K’in, estamos a produzir e a enviar a

energia positiva e vital que pode, literalmente, transformar o nosso conturbado mundo

num Paraíso. Quando vivemos do In Lak’ech Ala K’in, estamos a colocar em prática a nossa

capacidade natural de criar a nossa realidade. Estamos a afectar a consciência colectiva

da humanidade de uma maneira positiva. Os Maias Cósmicos, também conhecidos como as

“Estrelas Anciãs” ou “Conselho Invisível”, compreenderam este poder natural para

criar a sua realidade. Os seus calendários sagrados mapearam as leis naturais do universo.

Agora, é a nossa vez de chegar a este entendimento. Chegou a hora de nós mudarmos

o mundo.

 

Quanto mais a humanidade começar a viver no In Lak’ech Ala K’in, menos vamos pensar em

termos da nossa separação. Não pode haver competição, ciúmes ou inveja entre nós,

porque somos pedaços uns dos outros. Podemos partilhar e ajudar-nos uns aos outros com as

nossas conexões, ideias e recursos sem medo que não haja o suficiente para

andarmos por aí. Quando vivemos na realidade da unidade, abundância e inteireza, haverá

unidade, abundância e inteireza! Quanto mais de nós participarmos na criação de um

mundo melhor, mais depressa ele chegará. Teremos paz, amor, harmonia e unidade e

teremos, finalmente, chegado a casa.

 

Direitos de Autor 2010 – É concedida permissão para copiar e distribuir este artigo na

condição de que o seu conteúdo seja mantido completo e os créditos sejam atribuídos

plenamente ao(s) autor(s), e que seja distribuído livremente. CENTRO DO SOL – Aluna Joy

Yaxk’in, PO Box 1988 Sedona, AZ 86339 USA Ph: 982-282-6292 Ph/Fax: 928-282-4622 –

Email: alunajoy@1spirit.com   Website: www.AlunaJoy.com  

 

Fonte: http://spiritlibrary.com/ 

Tradução: Ana Tavares Belo – anatbelo@hotmail.com

 
Gratidão, Luz de Gaia 
 

Exibições: 48

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço