Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

MENSAGEM DOS ANJOS canalizada por Ann Albers, 25 de Junho de 2022. EU PREFIRO ME SENTIR BEM.

MENSAGEM DOS ANJOS canalizada por Ann Albers

25 de Junho de 2022

EU PREFIRO ME SENTIR BEM

Eu escrevi meu livro: “O Amor é o Rio. Aprendendo a viver no Fluxo da Graça Divina”, há anos. Eu ainda o pego como um lembrete para mim mesma, para permanecer no fluxo de amor como os anjos tão apropriadamente nomeiam este fluxo. Nada importa mais para mim, pessoalmente, do que permanecer em conexão com este Fluxo Divino. Quando eu o faço, tudo na minha vida funciona bem. Quando estou afastada um pouco as coisas começam a oscilar.

Esses dias estou prestando muita atenção a como me sinto. Eu costumava esperar até que as coisas se tornassem intoleráveis, mas agora tento mudar de marcha no minuto em que sinto um pingo de desconforto emocional. Se um pensamento não parece bom – digamos que alguém diga algo desagradável – no minuto em que me pego reagindo com um pensamento de frustração, digo a mim mesma: “Prefiro me sentir bem!” Então eu redireciono minha atenção – seja para as boas qualidades dessa pessoa ou para qualquer outra coisa mais agradável.

No minuto em que um pensamento negativo surge na minha cabeça sobre mim, porque eles ocasionalmente ainda aparecem, eu digo a mim mesma: “Não minta para si mesma!” e então digo a mim mesma algo doce. Qualquer coisa menos que o amor é uma mentira e, como mencionei muitas vezes antes, as pessoas que lhe disseram que você não era digno de amor incondicional nem sabiam que estavam mentindo.

No minuto em que acontece uma circunstância em minha vida que eu preferiria não experimentar, digo a mim mesma novamente: “Prefiro me sentir bem”. Encontro algo bom nisso, ou penso em como será ótimo quando interagir, mesmo que não tenha ideia de como lidar com isso.

Por exemplo, meu pai ficou com covid na semana passada. Ele é ativo, inteligente, está em forma e é jovem para seus mais de 80 anos. Ele está apaixonadamente engajado em pesquisas científicas. Ele está escrevendo um livro, fez vários artigos em revistas, falou com todo o mundo, organizou conferências e contribui para o campo emergente das Reações Nucleares de Baixa Energia (energia limpa). Sendo um cientista, a covid tem sido uma das suas maiores preocupações nos últimos anos. Ele tem sido muito cauteloso e tomou todas as precauções científicas. O vírus não o preocupou. Ele ficou um pouco esgotado em uma viagem recente e veio o Covid.

Não gastei um segundo me preocupando com o resultado. Compartilhei com ele minha confiança de que ele se curaria e que tudo ficaria bem rapidamente, e lhe disse que a equipe de oração estava nisso, fiz algumas recomendações sem pressionar e concentrei todo o meu amor nele. Eu o imaginei confiante, feliz e saudável, brilhando com a luz. Ele fez a sua parte, descansando longas horas e seguindo o roteiro médico que se adequava ao seu paradigma. Para encurtar a história, três dias depois ele está quase melhor, voltando a se exercitar e fazendo o seu trabalho. Não me preocupei porque prefiro me sentir bem e prefiro que meus entes queridos também. Esta é a realidade que eu foco porque ela produz resultados.

O mundo tenta nos dizer como devemos nos sentir. O mundo me diz que devo temer a morte. O mundo me diz que devo me preocupar com o futuro. O mundo me diz que se uma pessoa acima de uma certa idade pegar covid, também posso lhe dar um beijo de despedida. O mundo me diz que eu tenho que merecer amor. O mundo me diz que os mercados irão afundar e que a economia está arruinada. Ignoro tudo isso!

Eu prefiro me sentir bem.

Há quem diga que você não vive na realidade se escolher se sentir bem. Eu não vivo nessa “realidade”. Não vivo em uma realidade de separação, carência e limitação. Eu vivo em uma realidade que está mais próxima do fluxo de amor, mais próxima da realidade Divina, mais próxima da realidade real na qual somos todos incondicionalmente amados, mais do que podemos imaginar e apoiados de maneiras que nem podemos conceber.

Eu vivo em um mundo onde há muitas pessoas maravilhosas fazendo coisas maravilhosas e, às vezes, pessoas boas que estão tão machucadas que fazem coisas ruins. Eu oro por elas e me concentro em sua luz.

Eu vivo em um mundo onde respeito o fato de que o fluxo de amor informa a todos os trilhões de células do meu corpo. Quando inconscientemente bloqueio o fluxo e me desequilibro, sei que minha única tarefa é voltar ao fluxo do amor, concentrando-me em qualquer coisa positiva e deixando minhas células fazerem o seu trabalho.

Vivo em um mundo onde ninguém e nada mais tem permissão para definir minha vibração, por mais que possam me influenciar.

Eu vivo em um mundo onde eu constantemente procuro mergulhar mais fundo no fluxo de amor. Eu procuro conscientemente  coisas para me sentir bem. Eu oro para ver até mesmo as pessoas difíceis através dos olhos de Deus. Quando algo me derruba, eu me dou um abraço e começo de novo no segundo seguinte.

Eu prefiro me sentir bem.

Você nasceu para se sentir bem e sentir Deus. Você nasceu para direcionar este fluxo de amor e fluir com ele para seus desejos. Você nasceu sabendo que em um determinado momento haveria um bufê de pensamentos e coisas competindo por sua atenção e você poderia selecionar os que parecerem bons.

Este mundo está oferecendo um “buffet” muito diversificado de frequências agora. Dê a si mesmo permissão para encontrar aqueles  com que se sinta bem. Diga a si mesmo sempre que puder: “Prefiro me sentir bem”.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a dar permissão para deixar de resistir ao amor…

1. Pergunte por que você sente que deve ficar preso a sentimentos ruins

Raramente paramos para nos perguntar – profundamente – por que nos sentimos mal. Em vez disso, damos uma resposta programada: “Sinto-me mal porque alguém foi rude. Eu me sinto mal porque não sei como pagar uma conta. Eu me sinto mal porque minha barriga dói. Eu me sinto mal porque fulano de tal não fez seu trabalho.” “Eu me sinto mal porque há coisas horríveis acontecendo no mundo…”

Considere isto. Fomos ensinados a nos sentir mal nessas condições. Os inocentes não.

Se alguém é rude com uma criança inocente, ela se afasta e se pergunta o que há de errado com a pessoa rude.

Se uma criança não sabe como administrar algo, ela corre para alguém que ela intuitivamente percebe que sabe.

Se uma criança tem uma dor de barriga e se sente mal, ela pode chorar um pouco e logo buscar conforto, distração ou uma soneca.

Se alguém decepciona uma criança, ela tem uma reação momentânea e muda para algo que sinta ser melhor.

Se uma criança perceber coisas horríveis acontecendo no mundo e ainda não foi ensinada a temer, julgar ou odiar, ela encontrará maneiras doces e inocentes de ajudar.

Foi-nos ensinado que temos que nutrir sentimentos ruins em vez de passar por eles o mais rápido possível. Essa não é a melhor programação.

Então, mesmo que você tenha uma reação humana perfeitamente compreensível a algo que pareça ruim, pergunte: “Por que eu tenho que ficar com esses sentimentos ruins?” Você realmente precisa ficar chateado porque alguém foi rude ou prefere se sentir melhor?

Você realmente precisa se sentir consistentemente mal em seu corpo porque está doente ou pode procurar lentamente conforto e calmante. – cochilando, ouvindo uma boa música, tomando sol, ligando para amigos, etc.

Você realmente tem que ficar com raiva porque seu ex foi um idiota para você há dez anos? Questione isso. Por que dar-lhe esse poder?

Você tem que se sentir menos que digno, menos do que puro, menos do que santo porque alguém fez o impensável com você quando criança? Essa é difícil, mas tive clientes corajosos que decidiram que preferiam se sentir bem agora e seu desejo de se sentir bem era forte o suficiente para levá-los para longe do passado doloroso.

Questione se você realmente precisa ou não ficar preso a sentimentos ruins. Prefira se sentir bem. É preciso coragem para ir contra os mandamentos do mundo para “sentir-se mal” em várias circunstâncias, mas o Divino, que nunca nos julga quando estamos deprimidos, está sempre nos chamando para nos sentirmos melhor à medida que nos aproximamos do fluxo de amor.

2. Recuse-se a deixar o mundo ditar o seu humor

Entregamos o nosso poder mil vezes por dia porque fomos condicionados a fazê-lo. Permitimos os comportamentos, ações, julgamentos, opiniões dos outros e o que você escolher ditar como nos sentimos sobre nós mesmos, nossas escolhas e nossas vidas.

Chega disso.

Você recebeu o direito, por Deus, de ser quem você quisesse ser. Você recebeu o direito de escolher as coisas que lhe agradam. Você recebeu o direito de ter os seus próprios pensamentos, ter os próprios sentimentos e escolher sua própria vibração.

Não deixe o mundo ditar o seu humor. Se alguém lhe cortar no trânsito e você não gostar, tenha um momento de irritação e depois volte a se concentrar. Não deixe que os outros possuam a sua mente.

Certa vez ouvi o Dalai Lama ser entrevistado. A pessoa perguntou por que ele não odiava os exércitos chineses que o expulsaram do Tibete. Sua resposta foi brilhante. “Eu lhes dei a minha terra. Dei-lhes meus homens. Dei-lhes muitas vidas. Por que eu deveria lhes dar a minha mente?” Perfeito. Ele sabia que sua mente lhe pertencia e somente a ele. A sua também lhe pertence Reivindique isto sempre que puder

3. Dê a si mesmo permissão para se sentir bem

Você tem permissão do Criador dos Universos, em todos os momentos, para escolher se sentir bem, ou pelo menos melhor. Você não tem que merecê-lo. Você não tem que acreditar na mentira de merecimento ou indignidade. Você não precisa provar seu valor para o céu.

Aos olhos do Divino, você é perfeito à medida que se expande ainda mais. Você é digno de se sentir bem agora, não importa o que você fez ou não fez, disse ou não disse, pensou ou não pensou. Você é amado agora. Você é guiado agora. Você é querido agora... O Divino já lhe concedeu permissão incessante para se sentir bem... não importa o quê. Enquanto outros possam não ficar entusiasmados se você optar por se sentir bem quando eles não o fazem, você tem a permissão / recomendação / desejo de Deus para se sentir bem.

Eu sei que o condicionamento é um fardo difícil, sempre tentando nos sugar para as vibrações mais baixas. Eu sei que o noticiário relata uma grande quantidade de coisas loucas, odiosas, dolorosas. Eu também sei que os que machucam são muito barulhentos e querem atenção, então eles fazem de tudo para obtê-la.

Também sei que a notícia celestial é que a grande maioria das pessoas neste mundo está silenciosamente fazendo o bem. A grande maioria está tentando ser mais amorosa. Eu sei que nossos trilhões de células estão sempre buscando o equilíbrio para que possamos desfrutar da saúde. Eu sei que o universo quer compartilhar sua abundância conosco. Eu sei que você e eu somos amados, não importa se sentimos que merecemos ou não.

Dê a si mesmo a permissão esta semana para se aproximar cada vez mais do fluxo de amor, de um pensamento melhor e mais amoroso de cada vez



Ann Albers Visions of Heaven

Tradução: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br

***

Gratidão.

Amor e Luz!

Exibições: 336

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de maria cristina garmatter em 27 junho 2022 às 15:10

Sensacional... você é incrível!!!

Sabe tornar as coisas mais leves e mais bonitas !!

Os Anjos sempre se aproximam mais e mais perto daqueles que estão

no fluxo do amor.

Simples assim,

Gratidão Ann. Gratidão aos amorosos Anjos.

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço!

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2022   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço