Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

POR QUE TANTAS PESSOAS AMAM COISAS EM VEZ DE PESSOAS? QUEM SERÁ O SENHOR E QUEM SERÁ O ESCRAVO?

Por que tantas pessoas amam coi­sas em vez de pessoas?

Quem será o senhor e quem será o escravo?

Osho
10 Aug 2013

Ouvi contar...

O dr. Ahrams foi chamado à loja de Mulla Nasruddin, onde Nasruddin jazia inconsciente.
 
 Dr. Abrams cuidou dele por um longo tempo e, finalmente, conseguiu revivê-lo.
 
“Como você conseguiu beber aquilo, Nasruddin? 
Você não viu o rótulo na garrafa?
 Estava escrito ‘veneno’!”
 
“Vi, doutor”, respondeu Nasruddin, “mas eu não acre­ditei.”
 
“Por que não?”, perguntou o dr. Abrams.
 
Nasruddin respondeu: “Porque sempre que acredito em alguém sou enganado”.
Pouco a pouco, as pessoas aprendem a não acreditar, a não confiar, a permanecerem cronicamente em dúvida.
 
 E isso ocorre tão vagarosamente, em doses tão pequenas, que você nunca está alerta para o que está acontecendo com você. 
Quando vê, é tarde demais.
É isso o que as pessoas chamam de experiência.
 
 Diz-se que uma pessoa é experiente quando ela perdeu contato com o coração.
 
 Dizem então:
 “Esse é um homem muito experiente, muito esperto, muito astuto; ninguém pode enganá-lo”
Talvez ninguém possa enganá-lo, mas ele enganou a si mesmo. 
 
Ele perdeu tudo aquilo que era valioso; ele perdeu tudo.
Então, um fenômeno muito peculiar acontece:
 não se pode amar pessoas, porque pessoas podem enganar. 
 
Começa-se a amar coisas, então.
 
 Como há uma grande necessidade de amar, as pessoas vão buscando substitutos: alguém ama a sua casa, alguém ama o seu carro, alguém ama as suas roupas, alguém ama o seu dinheiro...
É claro, a casa não pode enganá-lo, o amor não corre risco.
 
 Você pode amar o carro - um carro é mais confiável do que uma pessoa real. 
 
Você pode amar o dinheiro - o dinheiro é uma coisa morta, está sempre sob seu controle. 
 
Por que tantas pessoas amam coisas em vez de pessoas?
 
E até mesmo quando, às vezes, amam uma pessoa, elas tentamreduzir a pessoa a uma coisa.
 
Se você ama uma mulher, você está, de imediato, pronto parareduzi-la tornando-a sua esposa. 
 
Você está pronto para reduzi-la a determinado papel: o papel de esposa, mais previsível do que a realidade de uma amada.
Se você ama um homem, você está pronta para possuí-lo comouma coi­sa. 
 
Você quer que ele seja seu marido, porque um amante é mais líquido, nunca se sabe...
 
 Um marido parece algo mais sólido. 
 
Pelo menos, existe a lei, existe o tribunal, existe a polícia, existe o Estado, que dão certa solidez ao marido.
 
Um amante parece ser como um sonho: não tão substancial.
Assim que as pessoas se apaixonam, elas estão prontas para ocasamento - tal é o medo do amor. 
 
E seja quem for que amemos, começamos a tentar controlar. 
 
Esse é o conflito que permanece entre esposas e maridos, mães e filhos, irmãos e irmãs, amigos - quem vai possuir quem?
 
Isso significa:
 quem vai definir quem, quem vai reduzir quem a uma coisa?
 
Quem será o senhor e quem será o escravo?
 
Mulla Nasruddin sentou-se, resmungando, para beber; e um amigo lhe disse: 
“Você parece mal hoje, Mulla.
O que houve?”
 
Nasruddin disse: 
“Meu psicanalista disse que estou amando o meu guarda-chuva e que essa é a fonte dos meus problemas”.
 
“Amando seu guarda-chuva?!”
 
“É. Isso não é ridículo? 
 
Ora, eu gosto dele, eu respeito o meu guarda-chuva, gosto dacompanhia dele.
 
Mas... amor?”
Mas o que mais é amor?
 
 Se você aprecia a companhia do seu guarda-chuva, se você o respeita, se você gosta do seu guarda-chuva, o que mais é amor?
Amor é respeito, um tremendo respeito; amor é um gostar profundo; e amor é pura alegria com a presença daquele que você ama.
 
 O que mais é amor?
 
Mas as pessoas amam coisas - uma necessidade profunda é, de alguma forma, preenchida por substitutos.
Lembre-se: a primeira calamidade é a pessoa tornar-se orientada-pela-cabeça. 
 
A segunda calamidade é a pessoa começar a substituir a necessidade de amor por coisas.
 
Então, você está perdido, perdido na terra desértica. 
 
Então, você nunca alcançará o oceano. 
 
Então, você simplesmente se dissipará e evaporará. 
 
Então, sua vida toda será um puro desperdício.
No momento em que você toma conhecimento de que é isso o que está acontecendo, mude o fluxo: faça todos os esforços para contatar novamente o coração.
 
 É isso o que os bauls chamam de amor - refazer o contato com o coração para desfazer o que foi feito a você pela sociedade.
 
Osho
 
 
 
Post. e Formatação
Semeador de Estelas

Osho, em "Vida, Amor e Riso"
Fonte: Blog Palavras de Osho

Exibições: 18

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço