Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Oferendas e comidas dos Orixás






 
OFERENDAS E COMIDAS AOS ORIXÁS
     As comidas ofertadas aos Orixás, também representam uma outra característica marcante dentro dos rituais afro-brasileiros. São pratos feitos pelas cozinheiras do santo e vão desde a Cangica dedicada à Oxalá, passando pelo Acarajê de Inhasã até chegar ao pirão com peixe dedicado as Almas (Pretos-Velhos). Os Orixás recebem suas oferendas/comidas no próprio terreiro, comidas essas que são entregues em ritual próprio realizado na sexta-feira a noite em Lua Nova ou Crescente.
Vejamos as Comidas correspondentes a cada Orixá
Orixá Comida Correspondente
Oxalá Canjica coberta com algodão.
Nanã Cangica coberta com folha de bananeira.
Xangô Rabada com polenta(feito no Dendê.
Yemanjá Canjica enfeitada com nove camarões cozidos.
Ogum Costela ou bagre assado enfeitado com rodelas de batata de farofa(feito no dendê).
Oxum Creme feito com feijão fradinho amassado, coberto com ovos cozidos e enfeitados com folhas de alface.
Oxosse / Caboclo Milho verde e amendoim regados com mel e cobertos com cocô ralado e enfeitado com morango.
Inhasã Acarajê coberto com molho de camarão.
Obaluaê / Omulú Arroz branco coberto com pipoca e enfeitado com fatias de Pão de trigo regadas de dendê.
Ibeji Mingau enfeitado com cocadas e balas coloridas.
Preto-Velhos Pirão de peixe coberto com postas de curvina frita.
Exú / Pomba Gira Farofa de dendê coberta com um bife acebolado (cebola roxa) e enfeitado com rodelas de limão e lima.
     A comida de Exú é entregue na Segunda-feira na cangira. A comida das Almas é  entregue na Sexta-feira  no altar, porém em alguns terreiros a mesma é entregue na própria Casa das Almas.  
     Acompanhando a Comida do Orixá, são também entregues a bebida corresponde, além de uma vela de cêra grande. No caso de beijada são entregues três guaranás e três velas de cêra grandes.  
 

Vejamos as Bebidas correspondentes a cada Orixá 
Orixá Bebida Correspondente
Oxalá Champanhe com rôtulo branco.
Nanã Soda Limonada
Xangô Cerveja Preta
Ogum Cerveja Branca
Yemanjá Água Mineral sem gás
Oxum Água Mineral sem gás
Oxosse / Caboclo Vinho Branco de Mesa
Inhasã Vinho Rosé
Obaluaê / Omulú Suco de Laranja Lima
Ibeji Guaraná
Preto-Velhos   Vinho Tinto
Exú Cachaça
Ingredientes e Preparo dos Pratos
Oxalá
Ingredientes:
½ kg de canjica
3 claras
1 pedaço de algodão fino cortado na forma de prato
½ colher de mel
Modo de Preparo: Cozinhe a canjica. Após cozida deixe esfriar e escorra. Bata as claras em neve, que fique bem firme. Coloque a canjica já fria em uma tigela branca cruzada com pemba branca e banha de ori. Cubra a canjica com a clara batida em neve e coloque o algodão para cobrir. Acompanha a bebida correspondente e uma vela branca.
Nanã
Ingredientes:
Canjica cozida
Folha de bananeira
13 camarões pequenos (pré-cozidos)
Modo de Preparo: Cozinhar a canjica e esperar esfriar para depois escorrer. Depois de fria colocar em uma tigela branca cruzada com pemba branca e banha de ori. Após colocar a canjica no prato cobre-se com a folha de bananeira. Por último colocam-se sobre a folha de bananeira os 13 camarões enfeitando em formato de coração. Acompanha a bebida correspondente e uma vela branca.
Xangô
Ingredientes:
12 pedaços de peito de boi sem gordura
7 pimentas da costa moída
1 pitada de sal
2 cebolas de cabeça picada
3 kg de quiabo
2 pedaços pequenos de gengibre socado no pilão
200 gramas de amendoim torrado sem casca moído no pilão
100 gramas de camarão seco inteiro
100 gramas de castanha
Azeite de dendê
Modo de Preparo: Tempere o peito com sal, a pimenta da costa e a cebola de cabeça. Aqueça o azeite de dendê e ponha os pedaços de peito para dourar. Quando estiver assado, reserve. Lave os quiabos, um por um e seque em pano branco. Corte as pontas do quiabo (inclusive e parte de cima) e pique em pedaços bem pequenos. Reserve 12 quiabos inteiros para enfeitar o prato. Coloque o quiabo picado em um alguidar e ponha um pouco de azeite, depois bata bem para tirar a “baba”. Leve a panela com a carne ao fogo e acrescente o amendoim, a gengibre, a castanha, o camarão seco e o quiabo picado e refogue mais um pouco e estará pronto. Cruze com pemba branca e banha de ori e coloque em uma gamela de madeira o refogado. Os pedaços de carne devem ser colocados por cima. Enfeite o prato com os quiabos inteiros. Acompanha a bebida correspondente e uma vela branca.
Obs: Outro prato muito comum para Xangô é a rabada com polenta.
Iemanjá
Ingredientes:
Canjica cozida
9 camarões grandes cozidos
Salsinha a gosto para enfeitar
Modo de Preparo: Coloque a canjica cozida, depois de escorrida em uma tigela branca previamente cruzada com pemba branca e banha de ori. Reserve um pouco dessa canjica para preparar um creme que deverá ser colocado por cima da canjica cobrindo todo o prato. Para enfeitar são colocados 9 camarões grandes cozidos e algumas folhas de salsinhas. Acompanha a bebida correspondente e uma vela branca.
Oxossi
Ingredientes:
6 espigas de milho grandes
½ kg de amendoim descascado
Mel
1 coco cortado em fatias
Morangos para enfeitar
Modo de Preparo: Cozinhar as espigas de milho ou cortar os grãos antes de cozinhar. Dar uma rápida fervura no amendoim. Depois de frios, colocar em uma tigela em camadas. Primeiro o milho, em segundo o amendoim e por último o mel. Depois das camadas, cobre-se todo o prato com coco ralado. Por último colocam-se seis fatias de coco e alguns morangos para enfeitar. Acompanha a bebida correspondente e uma vela branca.
Oxum
Ingredientes:
Feijão fradinho
5 ovos brancos
Camarão pequeno cozido ou camarão seco
1Cebola de cabeça
Modo de Preparo:
Cozinha o feijão fradinho com casca. Depois de cozido o feijão, mistura-se o camarão com uma cebola ralada e coloca-se tudo em uma tigela branca. Sobre o feijão colocam-se cinco ovos cozidos e descascados. Acompanha a bebida correspondente e uma vela branca.
Obs: Em outro prato de Oxum o feijão é descascado e amassado, sendo acompanhado também por cinco ovos e folhas de alface para enfeitar.  
Ogum
Ingredientes:
1 Bagre grande ou Costela com 7 ossos
1 kg de batata inglesa
1 kg de cebola
1 kg de farinha de mandioca
3 pimentas da costa
Azeite de dendê
1 pitada de Sal
Modo de Preparo: Se limpa o bagre sem cortar as barbatanas e sem cortar. Retiram-se as “tripas” pela cabeça, utilizando as mãos e sem cortar. Depois de limpo tempera-se com um pouquinho de sal e as três pimentas da costa moídas. Unta-se ele todo com azeite de dendê e leva-se ao forno para dourar.  Enquanto assa, cortam-se as batatas e as cebolas em rodelas e se frita no azeite de dendê, deixa-se esfriar, aproveitando o azeite de dendê para fazer uma farofa. Em uma travessa grande de porcelana, cruzada com pemba branca e banha de ori, põe-se a farofa e por cima o bagre. Em volta são colocadas às batatas e as cebolas todas untadas no aceite de dendê. Acompanha a bebida correspondente e uma vela branca.
Obs: O mesmo procedimento é realizado com a costela.
Inhasã
Ingredientes:
Feijão Fradinho descascado e cru
Camarão miúdo seco e moído
Camarão fresco miúdo e camarão pré-cozido
11 ou 21 folhas de louro
Cebolinha verde, salsinha, tomate e cebola (todos picados)
Azeite de Dendê
Modo de Preparo: Deixar de molho em água comum o feijão fradinho para retirada da casca, depois triturar ou amassar o feijão fradinho. Amassado coloca-se sobre um pano branco e aperta-se para escorrer bem a água. Se necessário, pode-se bater bem o pano para retirar bem a água. Essa massa é colocada em alguidar e misturando-se o camarão seco moído e a salsinha e a cebolinha picadas. Misturam-se bem os ingredientes fazendo bolinhos - acarajés, que depois de prontos, serão fritos no azeite de dendê. Refogam-se os temperos: cebolinha, tomate, cebola, salsa e o camarão miúdo picados. Quando os ingredientes estiverem bem refogados junta-se uma colher de maisena para engrossar o molho. A montagem do prato segue a seguinte seqüência: Em uma travessa branca cruzada com pemba e penha de ori, coloca-se o molho. Por cima são colocados os acarajés, as folhas de louro e salpicados por cima são colocados camarões picados. Acompanha a bebida correspondente e uma vela branca.
Obaluaê
Ingredientes:
Feijão preto (300 a 400 gramas)
Bistecas de porco em sete pedaços
½ cebola picada
Azeite de dendê
Sal
Modo de Preparo: Cozinhar um pouquinho de feijão com pouca água, para quando estiver cozido não sobrar água. Antes de cozido tempere o feijão com a cebola picada e uma pitada de sal. Reserve, esperando esfriar. Tempere as bistecas com pouco sal e frite no azeite de dendê, também esperando esfriar. Cruza-se uma tigela com pemba e banha de ori e coloca-se o feijão. As bistecas devem ser colocadas por cima para enfeitar o prato. Acompanha a bebida correspondente e uma vela branca.
Obs: Outra comida para Obaluaê é a pipoca com arroz branco ao fundo e um pão de trigo regado com azeite de dendê.
Beijada
Ingredientes:
Leite
Creme de arroz
1 colher de açúcar
21 cocadas brancas
1 pacote de bala de goma
Morangos frescos
Modo de Preparo: Faça um pudim ou mingau com o leite e o creme de arroz e açúcar. Despeje em uma travessa cruzada com pemba branca e banha de ori. Espere esfriar para depois colocar todas as cocadas por cima. Por último, são colocadas: às balas e o morango para enfeitar. Acompanha as bebidas correspondentes (três garrafas de guaraná) e três velas brancas.
Preto-Velho
Ingredientes:
1 corvina grande
3 pimentas da costa
1 pitada de sal
1 limão
1 cebola de cabeça
1 tomate
Cebolinha verde e salsinha
300 gramas de farinha de mandioca
Azeite de dendê
Modo de Preparo: Limpe a corvina, tirando só as escamas e as tripas. Tire-as pela cabeça sem cortar. Quando estiver limpa, corte em sete pedaços e tempere em um alguidar com as pimentas, sal e limão. Frite no azeite de dendê. Nesse mesmo azeite refogue a cebola de cabeça, o tomate, a cebolinha verde e a salsinha. Quando estiver bem refogado colocam-se os sete pedaços de corvina para refogar, acrescentando um pouco de água para ficar com caldo para o preparo do pirão. Feito o pirão esse deve ser colocado em uma tigela cruzada com pemba branca e banha de ori. Por cima do pirão são colocados os sete pedaços da corvina. Acompanha a bebida correspondente, uma vela branca, um cachimbo de barro, fumo e uma caixa de fósforos.
Exu /Pomba-Gira
Ingredientes:
Carne bovina (um bife bem grande)
Cebola roxa
Limão
Lima
Azeite de dendê
Farinha de mandioca
Modo de Preparo: Prepara-se uma farofa com farinha de mandioca e azeite de dendê e deixe reservado. Frita-se o bife no azeite de dendê e no mesmo azeite refoga-se levemente a cebola roxa. Em um prato de barro é colocada a farofa e por cima o bife coberto também com a cebola refogada, rodelas de limão e lima. Acompanha a bebida correspondente, uma vela, charuto (Exu) e/ou cigarro (Pomba-Gira) com uma caixa de fósforos.
 As comidas de santo são em sua maioria entregues na sexta-feira, quando da realização de camarinha. Em todos os casos com a lua em fase nova ou crescente, período em que os Orixás estão em plena sintonia com os filhos de santo. Ao entregar a comida no altar o médium deve bater cabeça ao Orixá e pedir que o axé seja derramado sobre todos os presentes, principalmente sobre aquele que está oferecendo a comida. Antes de colocar no altar, o médium que está levando a comida na cabeça, cruza todo o Terreiro e, dançando para o santo, faz seus pedidos e invocações.
               Vejamos as frutas correspondentes a cada Orixá 
ORIXÁ
TIPO(S) DE FRUTA(S)

Oxalá

Uva Itália

Nanã

Melão
Xangô
Maçã Verde
Yemanjá
Pêra D’água
Ogum
Coco
Oxum
Banana D’água ou Caturra
Oxossi / Caboclo
Milho Verde ou Frutas Variadas
Inhasã
Manga
Obaluaê / Omulu
Laranja Lima ou Abacaxi
Ibeji
Morango
Preto – Velho
Fruto do Café
Exu / Pomba-Gira
Cana de Açúcar, Lima e Limão
               Fonte: Tenda Espírita Caboclo Cobra Verde, 2001.
Introduzido no Ritual de Almas e Angola e complementando o ofertório às Entidades espirituais e aos Orixás, é entregue também no altar um prato contendo 16 acaçás.  Esse complemento faz parte da atual fase de Almas e Angola e foi acrescentado por Mãe Ida na camarinha de Vinte e Um Anos de Pai Evaldo.



Que a Divina Luz esteja entre nós 
Emidio de Ogum 
http://espadadeogum.blogspot.com 

Exibições: 14

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço