Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Mensagens dos Anjos

“Esta secção recolhe as Mensagens doadas pelos Anjos, através dos channeling canalizados de Satya, para acompanhar-nos num Caminho de consciência, de crescimento e de evolução.

O objetivo destas Mensagens é o de nos ajudar a viver felizes cá e agora, na paz, totalmente livres e em harmonia connosco, com os outros, com tudo o que nos envolve.

Estas Mensagens foram recolhidas nos livros de Satya, divulgadas da Associação Cultural Suoni di Luce”.

http://www.suonidiluce.com/pt

A via da cura - primeira parte

 

Comentário

 

Amada Alma Luminosa,

                                          não é fácil falar disto de modo simples e breve, porque a cura envolve todas as partes da nossa Essência, reconhecidas e manifestadas, ou ainda por descobrir ou por iluminar.

Requer trazer o olhar sobre o quanto estamos vivendo, sobre o que já vivemos, sobre a imensidade do mundo interior, sobre tudo que nos circunda, seja perto ou longe de nós.   

É conhecido o quanto a doença física ou mental é a materialização de uma desarmonia já manifesta na aura.

Decorre da cristalização de ‘elementos invisíveis’ como as intenções, os pensamentos e expressões negativas, do que é reprimido, de não viver totalmente a própria Essência, ou dos traumas vividos. 

Por isso a atenção tem que ser trazida também aos ‘corpos subtis’, ao mundo real invisível e ao Antigo  (vidas passadas).

Portanto, escolhi limitar-me a flash, seja com comentários que seja como channeling, com o propósito de permitir a todos de levar Luz para dentro de si, e de ampliar os próprios conhecimentos, nos tempos e nos modos desejados.  

Mais do que conhecer, é sempre necessário experimentar pessoalmente, dia após dia, com os próprios tempos, a liberdade absoluta.

Como cada conquista, também a cura e ainda mais a prevenção, requerem uma profunda integridade em fazer as escolhas, no aceitar das consciências que chegam até nós e que descobrimos, na realização dos passos e das ações requeridas, no deixar ir seguranças, vantagens, ilusões e muitas partes da personalidade.

As mensagens dos Anjos são dirigidas principalmente ao crescimento pessoal, ao alcançar da serenidade e da paz do coração, da realização do desígnio da Alma. 

Isto porque, como tudo, as raízes da desarmonia estão na história da Alma, a cura faz parte do desígnio da Alma.

Antes de entrar nesta visão global, distanciamos a mente para compreender, descobrir, escolher e viver, somente através o coração.

Acompanhamos a nossa Criança interior ‘No Caminho da cura’, assegurando-lhe com essas palavras dos Anjos.

 

 

 

“… E como uma criança, sobe no baloiço, será assim mais fácil alegrar como as crianças, cantar como as crianças, sentir a emoção de ser embalado, o entusiasmo em ser atirado muito ao alto.   

Sobre os Nossos baloices, não se pode cair... a partir desses pode-se descer para os Nossos braços.

Não temer nunca os Nossos baloices, mesmo se no início possa ser a perturbação que nasce do não sentir os pés na terra, ou se teme de cair.

Temores e perturbações desaparecem quando sobre o baloiço Comigo terás brincado.

Permanecerá somente a alegria por ter brincado, cantado, sorrido, e a certeza que os Meus braços te ampararão sempre.

 

Conhecerás a leveza de voar, terás prova de que:

 

quando é necessário caminhar, caminharei perto de ti;

quando é necessário correr, amorosamente estimular-te-ei a

fazê-lo;

quando é necessário brincar, sobre o baloiço te levarei;

quando é necessário descansar, entre os Meus braços te prenderei, te envolverei com ternura, te nutrirei com o Meu Amor. 

 

Sentirás tudo isso, descobrirás somente subindo sobre o baloiço.

 

As palavras podem levar a acreditar, mas não a sentir e a exprimir.

E se não se exprimir não se pode compreender realmente e totalmente.

Com alegria suba sobre o baloiço como uma criança e tornar-te-ás mais do que nunca, uma criança feliz e despreocupada. 

Sai sem pensar em nada, com o entusiasmo que nasce do saber o que pode cantar, alegrar, sorrir, provar a emoção da liberdade, o êxtase do voar.

Vivendo isso não sentirás o vazio porque os teus pés estão firmes na terra, nem sentirás falta de qualquer coisa do mundo. 

De cima do baloiço terás a visão total de tudo: do que poderá levar-te ou distanciar-te do contentamento e da felicidade, do que é real ou é ilusão.

E quando como criança goza-se a brincar no baloiço, chamam-se outras crianças que a podem jogar muito em alto… depois essas crianças subirão felizes sobre o baloiço para serem empurradas por ti muito em alto…

Sobre Nosso baloiço pode-se chegar a alturas inimagináveis, porque Nós estamos ali perto, para empurrá-los muito alto com Amor, para protegê-los com alegria.

Com entusiasmo sobe sobre o baloiço para alegrar, para receber as doações que continuamente levarei a ti, para aproximar-te do Amor novo.

O verdadeiro Amor tem necessidade da Luz que tudo ilumina, da liberdade total que lhe permite crescer e voar.”

 

 

Significado das desarmonias e do sofrimento 

 

 

Comentário

 

Para alcançar a cura, para viver tudo o que pode ser prevenção, para aceitar amorosamente as desarmonias e então poder depois transformar tudo isso, é necessário compreender o significado e o propósito do sofrimento.

 

 

 

“… O sofrimento é uma de muitas experiências que a Alma escolheu viver para conhecer, crescer, evoluir.

O sofrimento pode ser um meio para curar o Antigo e descobrir o Mundo Novo.”

 

 

◊  Meio de cura

 

 

Pergunta:

 

Porque algumas pessoas sofrem muito?

 

Resposta:

 

“Não apenas algumas pessoas mas muitas pessoas têm grande sofrimento. Muitos deles são dilacerantes, e estão ocultos nos corações que buscam expressar algo mais: esses são os sofrimentos mais intensos, mais profundos.

E não é possível classificar o sofrimento: contudo é sofrimento.

Uma desarmonia física pode ser vivida serenamente e não criar grande sofrimento, se a pessoa a vive com consciência, a aceita, há já descoberto em si a força que permitirá a cura. 

Se isso não é, ou se aquela desarmonia tocar na ferida que há no coração, será um sofrimento maior e mais profundo.”

 

 

◊  Chamamento da Alma e do coração

 

“… O corpo chama por qualquer coisa que o coração necessita, ou para aquilo que nele viu iluminar, para curar, para dissolver, para transformar, para deixar ir.

O corpo chama a tua atenção a fim que tu possas escutar a Alma e aquilo que ela está a dizer-te.

A Alma, com desarmonia que há no corpo, pode indicar os passos e as ações a fazer, que naquele momento é-te difícil de compreender.

Pode doar a consciência necessária para realizar o desígnio escolhido. 

Pode advertir-te de experiências que podes evitar porque não escolhes e não são necessárias, e que te provocaria mais sofrimento.  

Pode ajudar-te a tornar-te consciente de que saíste do teu Caminho e, assim, reconduzir-te de volta a ele.

O corpo reflete sempre a situação do coração e da Alma.

Cada desarmonia, física, psíquica, emotiva, pode ser um convite, uma possibilidade, um meio de crescimento.

Pode ser um sinal de prevenção, um indicador que evidencia em qual ponto do momento da tua vida, do teu Caminho, encontras-te.

Ajuda-te a compreender qual parte de ti está a precisar de atenção, a coisa com a qual é necessária confrontar-se ou reconciliar-se.

Uma desarmonia pode doar-te uma consciência que tornará mais leve o quotidiano e alegria à vida. Pode fazer-te compreender uma lição útil a ti e ao teu Caminho.”

 

 

◊  Chamamento da Alma para concluir dissolver ou curar os ‘Antigos’

 

 

“… Um sofrimento pode levar-te a chegar a um ponto onde, numa outra viagem, paraste porque sofreste muito por causa de alguém, ou porque fizeste alguém sofrer: em ambos os casos, o sofrimento é igual.

Um sofrimento pode fazer-te compreender onde ficaste por causa dos temores, ou para manter algumas seguranças, ou para ter as vantagens, enquanto o desígnio daquela viagem era de prosseguir até à meta escolhida pela Alma.

E quando chegas àquele ponto, tens a mesma possibilidade daquele tempo e o mesmo risco, mesmo agora estás em um lugar diferente, com roupas diferentes.

Se estás consciente, não só pode ser o fim daquele Antigo, mas também uma grande ascensão. 

Seja serena: para que isso aconteça, não é necessário conhecer a história antiga, mas para compreendê-la através do coração, porque nela tu a sentirás.

E a Alma te indicará o passo a tomar, a ação a cumprir, a expressão de viver.”

 

 

◊  Não expressão da própria Essência 

 

Pergunta:

 

Não tenho uma dor precisa ou um sintoma evidente, mas não me sinto bem: sinto que me falta algo...

 

Resposta:

 

“É uma sensação natural quando não se expressa si mesma e a própria Essência, quando no coração existe alguma coisa que não permite a total liberdade.  

Essa sensação de falta, de insatisfação, pode existir quando não se vive o desígnio da Alma e, portanto, não se expressa todas as potencialidades, as belezas, as capacidades que escolheu expressar nessa viagem.

Se não houver essa consciência, muitas vezes procuram-se satisfações fora, mas isso aumenta a sensação de vazio e falta.

Se perseguem a ilusão do que o mundo propõe, mas estas tiram ainda mais, aumentando assim o vazio.

Enquanto vive a própria Essência, satisfaz o coração e o corpo.

Só se cumprir os desejos da Alma não se sente mais falta e se preenchem todos os vazios.

Permanecerá somente uma falta: aquela de não estar no ‘Mundo Luminoso’ que te pertence…

Mas mesmo essa pode dissolver tranquilizando o teu coração que voltarás lá, que o que estás a viver é apenas uma viagem que te levará de volta para ‘Casa’ ainda mais rico e luminoso.” 

 

 

◊  Presença de pensamentos e sentimentos não  luminosos

 

 

“... Mesmo se souberes esconder completamente as intenções, os pensamentos não luminosos, que em ti existe, chegará o momento no qual o teu corpo se manifestará.

Esses entram nas células do corpo e criam desarmonias.

E mais se procura esconder, mais aumentam as desarmonias.

Se é escondido por muito tempo coisas muito fortes, pode existir também a necessidade de curar as desarmonias com as expressões intensas, porque essas libertam o coração e as células do corpo. 

Se compreenderes que essas são necessárias para a tua cura, nada temerás, porque te ajudarei em tudo. 

Conduz o olhar para a luz que depois no coração existirá, ao espaço que assim criarás para receber o Amor.  

Alegre-se, saboreando a liberdade que assim conquistarás.

Sorri, sentindo que depois saberás amar e doar em um novo modo.”

 

 

 

“… Recorda que na realidade nada se pode esconder.

Terás muitas provações disto observando o que acontece em ti e nas Almas que encontras.

A confirmação que o camponês colhe somente o que semeia; que o universo retorna o que é enviado com intenções, pensamentos, palavras, ações, vibrações.

E assim em ti será selada a consciência de que cada um é arquiteto da própria felicidade. 

Isso leva-te a ter responsabilidade em tudo.

Far-te-á livre para escolher como viver a tua vida, e saber assim deixar todos livres.”

 

 

Comentário

 

Descobrir pessoalmente quanto o corpo físico está relacionado com os corpos subtis, e como eles interagem, dá a consciência que permite a cura e facilita a prevenção.

Saber que uma desarmonia aparece no corpo como manifestações de uma desarmonia do coração, da Alma, leva a ampliar o olhar, a compreender onde e como é necessário agir e, então, a não arriscar perder tempo, ou a fazer coisas inúteis.

Muitas vezes pode-se sentir o desconforto, perceber as dificuldades, por uma desarmonia que está presente apenas no nível da aura.

Um stress físico ou um trauma que o corpo sofre, podem criar buracos na aura dos quais florescem a energia, ou ‘mudar’ a aura, e criar uma falta de equilíbrio, quer ao nível físico quer ao psicológico e emocional.

Para transformar isso, é necessário ter a capacidade para ver e ler a aura.

Com serenidade aceitamos a desarmonia, pedimos ao nosso Anjo para ajudar-nos a compreender o significado, abrimos completamente o coração e permanecemos em silêncio: escutando o coração podemos reconhecer, compreender, e sentir tudo, mesmo aquilo que o nosso Anjo no sussurra…

Através do coração, a Alma nos indicará o caminho a percorrer e as ações a serem realizadas.

O importante é não recusar a desarmonia, não reprimi-la, não ter pressa em dissolvê-la, e ser grato por tudo que nos está a indicar, ensinando e permitindo. 

Como sempre, a gratidão abrirá a porta certa e atrairá o que for necessário. Expresse gratidão quando desarmonia aparece ou é sentida, deixe a cura 

Expressar a gratidão no momento em que a desarmonia aparece ou é sentida, permitirá a cura. 

É bom não querer compreender as causas de todas as coisas, não julgar, e colocar-se com amabilidade.

Pode acontecer a cura, a dissolução, sem que haja a compreensão da raiz, e muitas vezes, a consciência virá depois.

É indispensável não criar resistência e não sufocar nada, porque a supressão cria separação, enquanto a vida requer unir tudo.

É correto ter muita atenção com a desarmonia, mas não lhe dar muita importância, ampliará mesmo a desarmonia. 

Mantenhamos o olhar no Céu, peçamos ajuda ao nosso Anjo, façamos tudo o que nos compete, e depois abandonamo-nos serenos, certos que assim acontecerá o que for bom para nós.

 

 

O que a cura permite 

 

Comentário

 

Se dissolvermos ou transformarmos a desarmonia, podemos viver tudo o que ela impedia, podemos exprimir o quanto ela sufocava, alegrar com os dons que ela impedia de chegar até nós.  

Escutando o chamamento da Alma, vivendo o que ela nos indica, será muito mais simples o caminho no Trilho luminoso escolhido, e realizaremos com mais facilidade o desígnio da Alma.  

Isto pode dar-nos a motivação para fazer todo o possível para a cura, para transformar a desarmonia.

Descobriremos que o que antes considerávamos ‘azar’, se transformará em ‘sorte’.

Para além disso, a cura cria e permite outras possibilidades.

Vejamos algumas.

 

 

◊  Maior serenidade e fluidez nas relações interpessoais

 

Pergunta:

 

Como posso agir com a pessoa que está criar-me dificuldades?

 

Resposta:

 

“… Antes de mais é necessário escolher como agir contigo para curar o que te cria tanta perturbação. 

Quando sentes isso com quem encontras, poder avisar-te que isso não deveria ter acontecido, ou que aquela pessoa tem um significado particular no desígnio da Alma. As relações são um ginásio, uma escola, uma possibilidade de purificação, de cura, de crescimento.

Se o teu coração está totalmente curado, se o Antigo está completamente concluído e curado, ninguém te pode perturbar ou criar dificuldades dentro de ti.

Vês essa pessoa como uma flor que pode ser um meio para cura, para treinar-te, ou para compreender qualquer coisa.

E quando acontece alguma outra ‘rosa’ picar-te com os seus espinhos, diz:

– Também essa rosa é um meio para aprender a viver entre as rosas sem me fazer tocar em algum espinho, andar no meio dos arbustos espinhosos sem mais medo de algum espinho –.

E verás o quão simples será tudo, como rápido poderás curar a parte de ti que cria essas perturbações e dificuldades, parte da qual talvez trouxeste do Antigo, ou escolheste iluminar nessa viagem.  

Vais te tornar tão forte que andarás descalço no meio dos arbustos espinhosos, ou com os ventos frios, sorrindo e alegrando-se.

Se trouxeres cura ao coração, ao Antigo, a todo o Ser, com a Minha ajuda e Amor, vives conscientemente tudo perto de Mim, nenhum espinho te irá picar, nenhum vento gelado criará frio dentro de ti. 

É assim que irás te lembrar de uma outra parte do Grande Livro da Alma que está dentro de ti, escreverás uma outra página do livro desta vida.”

 

 

Pergunta:

 

Como posso superar as perturbações que a afetuosidade me cria?

 

Resposta:

 

“Curando o teu coração e doando o Amor em todas as suas expressões.

Doa um abraço e peça-o. Doa um carinho e peça-o.

Sentes as perturbações quando o Amor entra em ti, ou toca uma ferida no coração. Isso não acontece se tu doas unicamente o Amor e não o recebes em troca, mas assim tudo permanece no coração e não haverá a cura. 

Seja consciente que recebendo um abraço, um carinho, o teu coração pode ainda ser incomodado. Naquele momento observa o que sentes: descobrirás partes a iluminar, ou feridas a curar, tornar-te-ás consciente das necessidades e desejos que procuram sufocar.

Se um ‘Coração’ é incomodado ao receber o Amor, tem medo de receber as gentilezas, as afetuosidades, pode sempre correr o risco de ser ferido ainda mais.

O Amor e as suas expressões tocarão o coração até não ficar pleno do Amor Novo que satisfaz todo o Ser e enche cada vazio.

Seja consciente desta realidade, mas a perturbação é uma outra coisa: esta é dissolvida, curando ou transformando aquilo que a cria.”

 

 

 

“… Esteja atento à expressão: – Tenho necessidade de Amor –.

Isso aumenta o risco de entrar em histórias do passado, em feridas, vazios, necessidades, que foram esquecidas.

Seja consciente que no teu coração não entrou ainda completamente o Amor Novo, e que então nos permaneceu a necessidade de Amor, de ternura, de afeto.

Juntos transformaremos essa necessidade em desejo, porque as necessidades criam dificuldades, enquanto os desejos alegres atraem as doações.

Sorri sabendo que o teu coração estará satisfeito e no Amor Novo viverás quando, com o Meu Amor e ajuda, tudo será curado, transformado, dissolvido, deixado andar.”

 

 

Comentário

 

A cura cria serenidade e fluidez não somente nas relações interpessoais, como também nas relações com os animais, com cada Criatura visível e invisível, com tudo o que nos circunda.

Isto porque detrás de cada dificuldade que existe em qualquer tipo de relacionamento, com qualquer pessoa, Criatura, coisa, etc., há sempre uma parte para iluminar, ou qualquer coisa para deixar ir, para dissolver, para transformar, para curar. 

 

 

◊  Tornar-se novos – viver o novo – caminhar na Via do coração

 

“… Quando o coração estiver completamente curado, tudo viverás em uma nova forma.

Verás o que está à tua volta de uma maneira nova, saberás apreciá-lo, desfrutar e viver com intensidade e alegria.

Sentirás o que acontece dentro e à volta de ti em uma maneira nova, e nada te tocará.

Saberás receber e doar o Amor em modo totalmente diferente de antes.

Não reagirás mais a nada, mas agirás em tudo. Então o teu agir será novo em cada situação, com cada coisa, em cada relacionamento.

Vivendo tudo em modo novo, vendo e sentindo tudo em modo novo, sentir-te-ás uma pessoa diferente, nova: na realidade serás nova. No teu coração florescem as sementes espalhadas no jardim onde antes havia feridas. 

Se na cura te puseres com entusiasmo para conseguir tudo isso, para permitir tudo isso, vais experimentar a cura com leveza, na alegria, impulsionado pelo desejo de se tornar novo, de viver o Novo.

Com o coração curado construirás as tuas vibrações e irás trazer ar fresco à tua volta, expandirás perfumes por onde passas, a tua alegria será sentida no ar, o Amor vibrará como um doce vento: é assim que caminharás na direção do coração, no caminho do Amor.”

 

 

◊  Possibilidade de doar a verdadeira ajuda

 

 

“… Quando o teu coração estiver totalmente curado, saberás expressar facilmente uma infinita doçura e uma profunda ternura com uma intensidade nova, a intensidade que nasce da força luminosa que cada cura cria e permite.  

Somente quando houver a cura total, no teu coração haverá espaço necessário para o Amor Novo, e saberás expressá-lo com intensidade.

Quando do teu coração sair o Amor Novo, cada viajante que encontrares, ou que se juntar a ti, ou que simplesmente passar por perto de ti, verá, sentirá, perceberá esse Amor.

Ele se irá manifestar em todo o seu Ser: o teu corpo terá uma Luz nova, os teus olhos serão luminosos, as tuas vibrações serão intensas.

Aqui não servirão ações nem palavras: será o teu ser que ali tudo criará, que tudo permitirá.”

 

 

 

“… No coração curado espontaneamente o desejo de sorrir para tudo, para todos nasce a vontade de cantar, de dançar, de alegrar.

O sorriso sobre o teu rosto convidará que encontrares a sorrir; a tua música será o bálsamo para os ‘corações’ que a ouvem; a tua dança convidará a dançar; os teus jogos chamarão novamente outras crianças para brincar contigo.

O Amor que expandir à tua volta com alegria, tornar-se-á orvalho que sacia a sede, bálsamo que curará cada ferida.”

 

 

“O Amor é a cura maior, doar a felicidade é a

  única verdadeira e grande missão de cada um”

 

 

 

◊  Possibilidade de entrar no silêncio total, na meditação profunda. 

 

 

“… A cura requer esvaziar totalmente o coração de tudo o que não é Amor e Luz, de libertar o corpo, de exprimir sempre os pensamentos, as emoções, os sentimentos.

Isso prepara o espaço para o silêncio, e permite-te entrar em meditação profunda.

E ali encontrarás a nutrição para a tua Alma, a força para o teu corpo, a paz para o teu coração.

No silêncio ouvirás as linguagens novas com as quais se exprime o Universo, com as quais te irão falar todas as Criaturas que no Universo vivem e vibram.

Com a meditação entrarás no profundo que envolve a imensidão criada a partir do teu Antigo, e ali podes intuir e perceber o Novo.

Naquela profundidade podes descobrir também as raízes das tuas dificuldades, raízes muito longas que partiram de longe. 

Disso podem nascer compreensões novas para outras coisas que requerem ser transformadas, curadas, ou deixadas andar.

Mas lembra que de cada raiz nasce depois um broto, uma flor.”

 

 

 

“… O coração curado cria o espaço para Tudo e permite então a união com o Todo. 

É assim que entrarás em conexão com a tua parte Divina, com a Luz e o Amor que o Divino manifesta e doa.

Eis que emanarás Luz e doarás Amor ininterruptamente, simplesmente, espontaneamente.”

 

 

◊  Compreender a vida

 

 

“… Quando o teu coração estiver curado não temerás mais observar tudo o que dentro dele existe ou entra. Portanto, não temerás mais observar toda a tua vida. 

Com o Meu Amor te acompanharei a vê-lo, ajudando-te a aprender como isso pode ser feito na alegria, com o Amor. 

Mas escolhe fazer o que somente é necessário para se aprender, para se curar, para colher a Essência de uma experiência vivida.

E com alegria depois, deixa ir o passado, grato por aquilo que te deu, por aquilo te permitiu. Então desvia para sempre o teu olhar dele para levá-lo à tua frente e ao Céu. 

Compreendendo a vida, não temerás deixar ir tudo o que te impede de vivê-la plenamente e na total liberdade.

Saberás transformar ou deixar ir toda a tua personalidade e criarás assim a ‘morte do ego’.

Quando conheceres a ‘morte’ do que está dentro de ti, não poderás mais temer a morte, porque terás certeza que na realidade não existe.”

 

 

◊  Possibilidade de criar

 

 

“… O coração curado cria espaço à Luz e ao Amor, permite a conexão completa com a Grande Luz, leva a expressar naturalmente a Essência de Cintila Divina, a manifestar o Poder da Alma. 

Tudo isto te dá a possibilidade de criar, de realizar os milagres, e te trata sempre tudo o que é necessário para ti.

Crê nisso, porque tu és um raio daquele ‘Sol’ que tudo cria e realiza milagres.”

 

 

Baseado no livro:  Curar-se e ajudar a curar

 

http://www.suonidiluce.com/pt/livros/livros/os-livros-de-satya/

 

 

Exibições: 566

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de maria cristina garmatter em 4 janeiro 2021 às 21:21

Gratidão pelos profundos ensinamentos.

Paz e muita Luz para todos!!

Comentário de Dulce Varela em 4 janeiro 2021 às 18:28

Saúde, Paz e Muita Luz.

Comentário de Ebe Fernandes em 2 janeiro 2021 às 19:21
Muito agradecida pela mensagem. Paz e luz para todos sempre
Comentário de Alodir de Oliveira em 30 dezembro 2020 às 19:36

Muita  gratidão   com  LUZ,PAZ e AMOR para todos  ..  obrigado  pela partilha...

Comentário de Maria de Fátima Almeida em 30 dezembro 2020 às 19:33
Gratidão por esta mensagem.
Comentário de Celia em 30 dezembro 2020 às 12:03

Grata pela partilha!

Paz e Luz!

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço