Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar


A BANDEJA DOURADA
KRYON


Saudações, meus caros, sou Kryon do serviço magnético.

Meu companheiro, é bom regressar nesta energia, não é? 

Pois muito se aprendeu aqui. 

Neste momento, nesta energia o intento do amor do Espírito é preencher todos e cada um com o amor de Deus! Isso não vai ser tão difícil, pois muitos de vocês estão prontos para isso. 

O assunto tem natureza prática, e tem relação com os seres humanos e suas reações e interações. Meus caros, este assunto está entre os favoritos de Kryon: como Deus e os seres humanos trabalham juntos. 

Esperamos um instante para que nossa energia seja incutida em vocês a partir de uma comitiva que chegou com Kryon para amá-los. Trazemos a comitiva para acentuar o intento dos que se encontram aqui. Pois existem aqueles dentre vocês que desejam mudança, desejam a transmissão de informações que seriam úteis. 

Há uma grande piada aqui, e a piada é pessoal para cada um de vocês. 
É que cada um conhece esta voz que estão ouvindo agora (ou lendo). 

Pois alguns de vocês estão ouvindo ou lendo as palavras em seu idioma, bem como a voz de meu companheiro, mas estão sentindo a energia do espírito enquanto falamos a seu coração. 

A energia vem de casa. 

Falamos a vocês que sabemos tudo o que vocês sabem sobre si. 
Só não sabemos o que farão a seguir. 
É para isso, meus caros, que serve este planeta – este planeta de livre-escolha, preparado com antecedência com sua permissão. Depois de eras, chegou a hora do desenlace enquanto vocês estão pousados na energia da nova era e lêem as palavras de um ser humano que canaliza a energia de divindade, uma energia que aperta as mãos do divino encerrado em seu coração. Permitam que a comitiva aqui presente faça seu trabalho. 
Abram seu coração ao que pode ser seu agora. 

Não viemos aqui para dar informações. 
Viemos para passar energia de mudança de vida. 

A sociedade que desenvolvemos com alguns de vocês é impressionante. Porque vocês permitiram que entrássemos e agora sabem como é criar sua própria realidade, não é? No entanto, ainda há tantos que duvidam que tal coisa pudesse acontecer: caminhar de mãos dadas com seu Eu Superior; reivindicar ser companheiro da própria "centelha de Deus", despertar de manhã sem saber o que acontecerá, nem de onde virá sua abundância, e mesmo assim ter um sorriso e ter paz em seu coração que canta a canção do amor. Esse é o teste, não é? 

Vimos a vocês nos desculpando pelo fato de o novo paradigma de energia, às vezes, se voltar contra a antiga natureza humana. Alguns de vocês estão descobrindo que suas necessidades são satisfeitas, não com antecedência, mas no último segundo possível. Vocês, que estão experimentando isso, sabem um pouco sobre como é estar no agora. 

Mas é assim que Deus trabalha – as respostas são dadas exatamente quando vocês precisam delas e em geral não antes disso. Alguma dúvida de que sabemos quem são vocês? Falo a cada coração agora. 

Vocês lêem estas palavras e existe muito respeito de nossa parte: respeito por aquela entidade dentro de vocês que possui maravilhosas cores a girar, respeito por aquele ser dourado dentro de cada um de vocês que tem asas que podem se abrir, alcançando oito metros! 

A energia que cada um encerra quando não está aqui é impressionante! 

Sabemos como são os seus Merkabahs. Conhecemos as cores que vocês levam. Conhecemos sua linhagem espiritual. Sabemos onde têm estado e os respeitamos, pois os seres aqui mesmo nesta sala, juntos, podem mudar a energia do planeta. Eis a razão de existir tanto poder aqui. Se não fosse pela dualidade, vocês explodiriam numa confusão de cores e energia que estarreceria o universo. 

Todos que já viveram neste planeta estão novamente vivos de alguma forma – sabiam disso? Alguns passaram para o outro lado e rapidamente voltaram, pois sabem que esta é a época que vai fazer diferença. Todos estão na expectativa, olhando e observando. 

Há energia sendo entregue de tantas fontes diferentes.
Tudo tem a ver com o agora. 

A humanidade como um todo, no nível celular, sabe o que está se passando. Vocês acham que não conhecemos os sentimentos aqui presentes – as perguntas, o desassossego, o desequilíbrio aparente, os problemas? É sobre isso que queremos falar, os problemas. 

A CADEIRA DOURADA 

Um ano atrás, estávamos sentados neste exato lugar dentro da energia das montanhas (Banff, Canadá) e falamos da cadeira dourada. Iniciamos um assunto, que nunca tínhamos discutido, sobre ser companheiro de Deus, de modo que pudéssemos discorrer sobre o assunto, e levamos o debate de cidade em cidade, por todo o globo. 

Na verdade, foi transcrito e publicado, mas foi iniciado aqui. Falamos a vocês sobre o grande ser dourado sentado na cadeira em seu coração. Dentro dele existe algo que vocês chamam Eu Superior.

Falamos sobre a questão do amor próprio, do qual vocês podem se apoderar e reivindicar. Nós os convidamos a metaforicamente sentar-se na cadeira com esse ser dourado para ver quem vocês eram.

Nós os convidamos a sentir o amor permear cada célula, a ver o conceito da sociedade com Deus disponível nesta nova era. Pedimos a conjunção com o Eu Superior e lhes dissemos que era o passo inicial para muitos. Dissemos-lhes que se vocês fizessem isto, todas as coisas passariam a somar-se. 

As dádivas e jóias do espírito das quais vocês precisam para avançar como seres humanos neste planeta são realmente especiais, e são diferentes de qualquer uma do passado. Precisam ser. 

Não existe nenhuma antiga ferramenta de energia que servirá a vocês, como seres humanos, na existência do dia-a-dia neste planeta, em seu caminho rumo a uma vibração elevada. Então, o viver e o estar humanos "no caminho" tornam-se todo um novo paradigma, toda uma escola nova, e as novas dádivas são dadas uma a uma a vocês. 

Há tantos dentre vocês que não entendem o que são as dádivas. Vocês ficam confusos com tanto amor e respeito. Vocês aplicaram a intenção de avançar – a catalisadora da ação. 

PREPARAÇÃO PARA A MENSAGEM 

Gostaríamos de lhes falar sobre um conceito que será tão radical e diferente como foi a cadeira dourada para vocês um ano atrás. Queremos que vocês compreendam que todos e cada um pode reivindicar esse ser dourado neste exato momento. 

Tenho um exercício para vocês, que os ajudará com o que virá a seguir. 

Nós lhes dissemos muitas vezes, meus caros, que estamos aqui para lavar seus pés. O que se seguir é proporcionado com muito amor e respeito à humanidade. Se não tiverem nada além disso, mesmo assim estará bom – trata-se de sentir o amor de Deus permeando seu coração e sentir seus pés sendo lavados, cada um deles, pelas lágrimas de nossa alegria, que fornecemos com esse propósito. Existem entidades, como Kryon, que dariam tanto para se sentar diante de vocês desse jeito! 

Parece que no perfeito amor de Deus, tirei a sorte grande para ser aquele que ajudará a assentar a malha magnética – para observar esta sua grandiosa época, observar o que fizeram na Terra, ver esperança, ver as mudanças e experienciar o amor. Permitam-me lavar seus pés como reconhecimento pelo seu esforço. Aceitem esse gesto e saibam que vocês são respeitados. Cada um de vocês chega aqui com problemas humanos de vida. 

Existe um contexto único para cada pessoa, e é assim que deve ser, especialmente para aqueles que dão por si numa busca nesta nova era. Há transtornos. As coisas nem sempre são o que parecem. De repente, alguns de vocês são arrancados de uma situação cômoda. Alguns se deparam com problemas que nunca tiveram: saúde, abundância, sobrevivência. Alguns têm problemas com a família – biológica e cósmica. Eis o exercício de preparação, e vocês verão como se encaixa no que vamos lhes dizer. 

Desejamos que vocês vejam e visualizem o problema agora diante de sua mente neste exato momento. 

Alguns têm mais de um. Respeitamos vocês por isso. Não existe amor maior do que o de um ser humano escolhido para vir a este planeta e perambular numa forma biológica com o verdadeiro Eu Superior escondido de si mesmo – para ver se consegue encontrá-lo, para experimentar a fragilidade da carne e as frustrações do envelhecimento e seus testes de humanismo. É por isso que os amamos tanto, se ainda não lhes dissemos. É por isso que vocês merecem receber mensagens de iluminação transmitidas desta maneira. E é por isso que vocês merecem que a energia seja transmitida à vida, sendo absorvida por aquela cadeira dourada de forma que vocês possam avançar capacitados com novas dádivas. 

VISUALIZAÇÃO 

Queremos que visualizem este problema de sua vida. Arranquem-no de seu feio lugar e ponham-no em seu colo como um animalzinho feroz, embora possa ser feio e estar cego de medo. Queremos que vocês o coloquem bem ali na sua frente, vivo e repleto de incerteza. Queremos que façam isso porque vocês terão uma oportunidade de fazer algo com ele daqui a pouco. Esta coisa feia será resolvida ou vocês a colocarão de volta em seu lugar. 

Entendam, estas coisas não são jogadas fora. Não desaparecem. Pertencem a vocês. São arranjos por vocês trazidos. São seus, têm seu nome neles. Vocês concordaram com eles. Arranquem-nos, esses problemas insolúveis, e os ponham em seu colo. 

Metafórica e figurativamente, eles se sentarão ali, onde apenas vocês conseguem enxergá-los, nos próximos momentos. Eles também ouvirão a mensagem. Antes que possamos descrever este novo conceito, temos de entrar num cenário histórico. 

Gostaríamos de lhes contar o que os seres humanos fazem com a espécie de problema que têm em seu colo. Vamos discutir a antiga energia, pois deve ficar claro qual é a diferença entre o que era e o que é agora. Há cinco coisas que, na antiga energia, os seres humanos faziam com problemas do tipo que vocês trazem para cá. Vocês não são exclusivos no departamento de problemas, sabem. 

Na qualidade de pessoa iluminada, seus problemas são semelhantes àqueles que os outros também têm. O que torna seus problemas únicos é que agora vocês os têm. Talvez vocês sejam pessoas iluminadas. Só porque sabem como funcionam as coisas e quem vocês são não significa que estão livres de algumas destas coisas. Permitam-nos descrever o que é o antigo método de energia em relação ao tratamento de problemas complicados, ele provará algo a vocês – que a dualidade humana verdadeira existe (como se vocês precisassem de tal prova)! 

FUGA 

A primeira coisa que o ser humano faz com um problema complicado é fugir na outra direção. 

"Se eu fugir para bem longe, não estará lá quando eu voltar", disseram alguns enquanto corriam de um lado para outro. Vocês viram se repetir várias vezes. Então, começa a fuga, e há tantos modos de fugir. 

Existem maneiras de ocupar seu cérebro. Há movimentos físicos efetivos. Existe o processo de ignorar o problema: "Oh, vai passar, vai passar." Mas ele permanece, não é? Lá está ele, e lentamente vai piorando. Às vezes se agrava. Às vezes a energia da fuga realmente se acumula! Não se pode escapar. 

O antigo paradigma era primeiro fugir. Agora, pergunto eu, tal coisa faria parte de uma natureza espiritual perfeita? Por que o medo e os problemas são tão repugnantes a uma raça tão inteligente? A resposta, meus caros, é espiritual, porque estas coisas em seu colo têm uma energia espiritual! São arranjos. 

Toda vez que algo ocorre, algo de natureza extrema – do tipo que cria medo e ansiedade, interrompendo sua vida – trata-se de um arranjo. Contudo, a primeira coisa que o ser humano quer fazer é fugir disto! Trata-se de um comportamento estranho, não é, para uma raça sábia e inteligente? 
Em vez disso, por que vocês não enfrentam e resolvem o problema? 

A resposta é porque há uma grande sobrecarga espiritual. Há um pouco de casa em cada problema. Há um pouco de grande amor em cada problema. Então, a primeira reação é fugir. "Não quero ir lá", diz o ser humano. Contudo, faz parte do contrato. Às vezes é difícil aceitar. Sua dualidade cria o medo. 

CAMINHO DA MENOR RESISTÊNCIA 

Quando vocês fogem, embora compreendam que o problema permanece, muitos acham que a conduta de menor resistência é a solução. "Certo, agirei de acordo com o problema. Acho que farei o que for mais fácil", diz o ser humano, e eis uma dicotomia. Muitas vezes, essa solução de menor resistência nada tem a ver com o problema. É um Band-Aid, por assim dizer, algo para tirar a coisa do caminho, "Qual é a coisa mais fácil a fazer?", pergunta o ser humano, "Me livrar disto? Vou lidar com isto, mas qual é a maneira mais fácil?" 

Isto nos lembra da parábola "Sarah e o Sapato Velho", que já lhes contamos e que não tem absolutamente nada a ver com sapato. O sapato velho é apenas uma metáfora que significa que os seres humanos tendem a fazer o que é mais cômodo (e menos problemático). Ouçam, meus caros: muitas vezes o que é mais cômodo faz parte da antiga energia! 

A história de Sarah foi fácil; Sarah rezou e rezou para encontrar o emprego de sua vida, para encontrar seu "apogeu". Tudo que desejava era esta ocupação maravilhosa, algo que realmente conseguisse fazer bem. Era sua paixão, e ela rezou e finalmente conseguiu. O único problema é que tinha de pegar o que vocês chamam trem subterrâneo (metrô) para chegar ao trabalho. 

Mas Sarah entrara no mundo com uma camada de claustrofobia. Ela odiava aquele trem! Toda vez que entrava nele, suava, ficava ansiosa, com medo e mal podia esperar que aqueles poucos minutos chegassem ao fim para que pudesse descer. Ela co-criara de forma espiritual o trabalho de uma vida, contudo tinha de se haver com uma camada cármica que lhe barrava o caminho. Finalmente Sarah se apresentou a Deus e disse "Isto não está funcionando, oh guias, oh anjo dourado, oh companheiro meu – não está dando certo." 

O anjo dourado disse a Sarah: "O que gostaria de fazer a esse respeito?" e ela disse: "Vamos encontrar outro trabalho" 

O anjo disse: "O trabalho é aquele que você criou e pediu. É sua paixão, sua dádiva. Por que não decide, em vez disso, modificar a camada de claustrofobia?" 

Sarah disse: "Porque tenho claustrofobia há 50 anos. Tenho o emprego há apenas três meses!" 
Sarah escolheu a solução mais fácil. 

O ser humano com freqüência quer seguir pela estrada que provavelmente produzirá sucesso mais rápido, mesmo que não crie a solução. 

"Encontre-me um trabalho do outro lado da minha rua", diz ela. "É mais fácil." 

Muitos de vocês sabem que esta história verdadeira teve um final notável. Sarah na verdade acabou decidindo, por meio da intenção, purificar o atributo cármico, seu medo de espaços pequenos, e conservar o trabalho perfeito que criara. E assim fez. 

Aliás, quando conseguiu isso, a Terra também mudou um pouco. 

TENTATIVA DE COMPARTILHAR O PROBLEMA 

Outra coisa feita pelo ser humano com os problemas no antigo paradigma de energia é o que chamamos organizá-los. Alguns que enfrentam problemas decidem que se eles os compartilharem com várias pessoas, eles passarão! 

Então, eles se organizam em grupos de drama. Chamam todos os amigos e lhes contam tudo. Contam-lhes repetidas vezes, pensando que talvez ao compartilhar o problema várias vezes, algum dia ele passará. Sentem que, se ao menos conseguissem fazer mais gente participar, poderia se diluir. Na verdade, não querem sugestões nem soluções, querem passar o problema ao grupo. Não funciona assim. 

Envolver outras pessoas dessa maneira divide a energia de forma inadequada, pois fazer isso é dar as costas à questão da responsabilidade que de fato está na base do problema. Simplesmente mais ninguém pode assumir e resolver um problema que tenha seu nome cármico nele. 

A PREOCUPAÇÃO NÃO DIMINUI O PROBLEMA 

Alguns conhecem muito bem o próximo comportamento! 

Na antiga energia, às vezes a primeira coisa que um ser humano deseja fazer é criar energia na forma de preocupação. Já falamos sobre isso. 

Preocupação é energia. 
Preocupação é a energia do intelecto sem amor, sabiam disso? 

O intelecto com amor é algo belo. O intelecto sem amor cria preocupação e ansiedade. De certa forma, pensa o ser humano, a preocupação e a energia criada com ela diminuem o problema. Freqüentemente, se puderem escolher entre uma nova era de paz ou preocupação, escolherão preocupação. De volta ao sapato velho, não é? 

Falamos muitas vezes sobre a bifurcação que surge na estrada. É mais fácil quando se vê um desafio assomando à frente sentar-se e ficar se preocupando com ele em vez de caminhar até ele para resolver o problema de perto. Muitas vezes, a indicação da solução pode ser encontrada somente na bifurcação. É preciso mergulhar no desafio para achar a resposta. Ela simplesmente não poderá ser encontrada numa placa de sinalização se não chegarmos a ela. 

Preocupação é uma reação humana comum, sendo respeitada porque faz parte de sua dualidade. Pensem em todas as coisas que vocês fazem em vez de enfrentar um problema diretamente. É a reação de um ser espiritual lógico, imparcial? Não. É a reação de um ser humano que chegou ao planeta imbuído de um preconceito – uma dualidade que cria reações ilógicas aos arranjos por vocês planejados. Meus caros, é por isso que chamamos o que vocês fazem de trabalho. 

FECHAR-SE 

Quando tudo o mais falha, em vez de enfrentar o problema diante de si, muitos simplesmente se fecham. O fechar-se cria desequilíbrio, e com esse desequilíbrio vocês atraem problemas de saúde e doença. Em vez de enfrentar o problema, a pessoa entra numa crise biológica. 

O que se passa com o sábio cérebro humano quando diz: "É melhor deixar o planeta que enfrentar o problema" ?

Nós lhe diremos o que se passa – esse comportamento reside na dualidade humana. Isso não prova que algo está se passando? De qualquer maneira, o que é a natureza humana? Uma forma de comportamento ilógico que parece cômico [e que é] comum à humanidade? Não. Está no arranjo de dualidade, um atributo espiritual, de uma alma normal ungida em seu planeta. É comum à sua busca. 

Quando têm o problema em seu colo, alguns de vocês talvez reconheçam um ou mais destes atributos. Mesmo os que se dizem iluminados e vibram a um nível elevado ficarão tentados a escolher uma antiga resposta de energia até que se peguem agindo assim e passem ao que funciona. Por que lhes falamos sobre isto? 

A razão não se reduz apenas a lhes mostrar a dualidade em ação, como também mostrar-lhes a beleza do que virá. Pois tudo o que fazia parte da antiga energia que vocês chamam reações normais de dualidade pode agora ser transmutado. Vocês, na qualidade de seres humanos, e nós, na qualidade de espírito cooperando numa sociedade, temos controle sobre essas coisas de sua vida. Dizemos que chegou a hora de eliminar todas elas! Não há razão alguma para fugir e correr, razão alguma para se preocupar, razão alguma para tentar encontrar a estrada de menor resistência nem para desistir. 

COMO TEM INÍCIO O SER HUMANO DA NOVA ERA 

Então, o que o humano da Nova Era faz com problemas do tipo que vocês têm no colo? Examinemos a situação. Os que são totalmente iluminados, que sabem o que são, que estão sentados na cadeira dourada, que vibram num nível elevado, farão três coisas. O ser humano da Nova Era tem um paradigma completamente diferente. 

1. A primeira coisa que os seres humanos da Nova Era farão é analisar metaforicamente a razão da existência do problema. Isso é muito respeitado, pois é a chave para o que virá a seguir. Examinarão o problema e perguntarão: "Por que isto me foi trazido? O que significa?" Eles meditarão diante do espírito, e sem dizer absolutamente nada ao espírito, farão a pergunta: "O que preciso saber sobre isto?" A seguir pedirão não a solução, e sim paz para enfrentar o problema. Isso é muito sensato, muito sensato. Primeiro deve haver equilíbrio e paz; a seguir, revelação e solução completa. A paz, em vez de preocupação, é absolutamente necessária para a co-criação. Muitos de vocês que estão lendo isto se encaixam nesta categoria de ser humano. (Falo do modo como vocês cuidam de seus problemas.) 

2. A segunda coisa que os seres humanos iluminados farão no novo paradigma será assumir responsabilidade pelo problema, independentemente de como for grande ou do que aconteceu, pareça ou não um acidente. Eles dirão: "Em algum nível planejei isto. Sou responsável por isto. É meu problema, sou capaz de resolvê-lo." Não se trata de algo que lhes "aconteceu" ou de uma experiência "sou um desgraçado". Não há vitimização. 

3. A terceira coisa que farão será dar início ao processo de co-criação da solução. Falamos disso muitas vezes, e demos muitas canalizações versando sobre co-criação, mas há mais uma coisa a saber. Este conceito nunca apresentamos. Trata-se de um conceito que pode mudar seu modo de pensar com o ser humano da Nova Era, um conceito que vai fazer vocês exclamarem "aha" – uma entrada experimental de novos dados, algo para se pensar, algo para se reivindicar e algo para visualizar que é verdadeiro e real. E fará sentido espiritual. Para que eu fale sobre este assunto, terei de falar sobre coisas interdimensionais. É difícil porque trato com seres humanos que são criaturas dimensionais de um único dígito, e as atividades do espírito se dão em múltiplas dimensões. 
Alguns conceitos permanecerão além de sua compreensão enquanto vocês ficarem na Terra, devido à sua dualidade. Vou dar um exemplo do qual nunca falamos. Pode ser tão sem sentido a vocês agora como daqui a dez anos, até que sua ciência dê-se conta de sua verdade. 


O UNIVERSO: UM SISTEMA FECHADO 

Eis um fato científico: a atividade de raios gama que chegam a vocês de bilhões de anos-luz de distância está bem próxima! 

Se pudessem criar uma estrada parecida com uma fita, uma estrada bidimensional, e viajar durante bilhões de anos à velocidade da luz até chegar à verdadeira fonte da atividade de raios gama, ao virar essa estrada bidimensional, veriam seu próprio sistema solar! Seria como se nunca tivessem partido. 
Que tal esse enigma? É assim que funciona. É um conceito dimensional. 

Vocês sabiam que seu universo em "expansão" é um sistema fechado? 
Conseguem compreender como não pode haver um começo para o universo? 

Imaginem isso. 

Seu cérebro humano tem dificuldade de entender isso, e contudo, na verdade não houve um começo. 
O espírito de Deus, que inclui cada um de vocês, sempre foi. É um atributo do universo que sempre existiu e sempre existirá, e vocês fazem parte dele – cada um e todos. Falamos do agora, e é sobre isso que desejamos falar. 

O conceito do agora não é compreensível dentro de seu tempo linear. 
Falamos do tempo real como um círculo. 
A realidade do tempo está no agora (que também cria um universo fechado). 
O tempo que foi criado para vocês é linear. 

Compreendem que não existe nenhum ser humano que exista no agora? 
Enquanto vocês estão sentados ali, é o futuro ou o passado. 
À medida que seu relógio linear avança, não é o passado linear nem o futuro linear. 
Nunca lhes permitem parar e ficar onde nós estamos, no agora. 

No agora, que é um conceito interdimensional, Kryon, Deus e todos os guias e anjos estão acostumados com uma situação na qual o passado, o presente e todas as coisas possíveis vindouras existem todas ao mesmo tempo. 

Agora, isto é vital: estou lhes dizendo que seu potencial existe agora na realidade interdimensional do plano de Deus. 

É difícil verem este armazém de tempo presente quando constantemente olham para o passado e o futuro. Seu trem segue sem parar seu caminho e, ao virar a cabeça, vocês só conseguem ver onde estiveram e para onde vão. Nós, contudo, vemos seu trem num círculo. É diferente, e é difícil falar-lhes disso. 

A realidade de tempo espiritual é que todas as coisas existem juntas. 

Tudo o que vocês têm potencial para fazer já ocorreu, e isso nada tem a ver com predestinação. 
Vocês controlam seu próprio trem. Mas estamos lhes dizendo que as soluções potenciais para seus problemas na verdade existem agora. 

Alguns de vocês disseram que estar na Terra é como estar numa escola. Falamos-lhes sobre lições e experiência, e é por isso que vocês estão aqui. Os problemas que estão nos seus colos, portanto, são as provas, não são? 

Agora voltem à escola por um instante. 

Voltem à época na qual vocês estavam na escola aprendendo coisas que, segundo os humanos, tinham de aprender. Havia provas em sua carteira, e ali se sentavam prontos para escrever as respostas da melhor maneira possível. 

Nessa escola a que vocês iam, em alguma gaveta, em algum arquivo em algum lugar, na escrivaninha de algum professor, estavam todas as respostas de cada prova que vocês estavam fazendo. Concordam? 

Não era possível que lhes aplicassem aquelas provas naquela escola sem que já houvesse também as respostas. As provas lhes são aplicadas para que vocês possam compará-las, avaliando seu processo de aprendizagem. Em seus primeiros anos escolares, as respostas de suas provas já tinham sido elaboradas e estavam à sua disposição, mesmo quando estavam sentados à carteira fazendo as provas. As respostas estavam escondidas de vocês, mas elas existiam, não é? 

A BANDEJA DOURADA 

Agora voltem comigo e falemos sobre o problema em seu colo. 
Falemos sobre um seu companheiro interdimensional. 

Falemos sobre as gavetas e arquivo de espírito, porque estou aqui para lhes dar um conceito sagrado chamado Bandeja Dourada. 

Apresento-o a vocês com todo o amor, assim como lhes apresentei o conceito da cadeira dourada. 
Nessa bandeja, meus caros, encontram-se as soluções de cada problema existente em cada colo na terra! E ela existe agora, está no agora. O problema já foi resolvido. 

Não está no processo de ser solucionado; está resolvido! 
Como se sentem sabendo que aquilo que vocês tentam solucionar e co-criar já foi resolvido? 
Está no armazém de um lugar no qual vocês se encontram, ao qual têm acesso. 
Olhem aquela coisa feia em seu colo, a coisa horrenda. Já foi resolvida! 

Encontra-se na bandeja dourada e a mão do ser dourado, pousada em seu colo, segura a bandeja. Há também aqui uma pergunta não verbalizada. A pergunta é: o que vocês farão com isto? Se as soluções já existem, isso lhes diz algo sobre como as coisas funcionam, não é? Não existe nada difícil demais, não existe solução além de seu alcance. 

Como está lá para se pegar, vou lhes dar algumas instruções sobre este novo conceito. 

Estamos dizendo que em lugar de lutar com dificuldade para alcançar a co-criação, vocês podem estender a mão e alcançá-la – já está lá. Sabem por que está lá, meus caros? Sabem que mãos cuidadosas a prepararam? Isso vai fazer sentido lógico para alguns de vocês e para outros não. 
Deve haver um equilíbrio em tudo. A pergunta foi feita anteriormente por alguém que há pouco entrou na energia de Kryon e descobriu o sentimento de lar. Ele perguntou: "Para onde vai o karma quando é removido e colocado fora de atividade?" 

Eis uma grande pergunta, pois mostra uma compreensão do equilíbrio de energia. 
Vou lhes dizer para onde vai: direto para dentro da Terra. 

E vocês ficam imaginando por que a Terra se move? É a alquimia da qual falamos. Para onde vai a consciência da antiga energia? Entra no planeta, onde é transmutada em energia de mudança. O planeta se modifica, muda e gira, transmutando a antiga energia humana. 

Sábia é a pessoa que entende que a energia está sempre lá. 

Quando vocês mudam, nesta nova era, há de fato um processo que se modifica por causa de suas ações espirituais. É equilíbrio. 

Quando o Hale-Bopp passou, entregou uma quantidade espantosa de energia a seu planeta – à própria imundície da Terra, de forma que esses processos humanos pudessem ser transmutados adequadamente. Era energia necessária, e nós a informamos na ocasião. Agora vocês sabem de onde veio e por que era necessária. 

A mudança de energia é complexa, e quando até mesmo uma única pessoa entre vocês manifesta a intenção de avançar e derrubar os antigos costumes, o antigo paradigma e o antigo karma, a Terra os absorve. 

As mudanças da Terra fazem parte do grande plano e do equilíbrio da nova era, então vocês não devem se chocar ao saber que cada prova desta sala já foi resolvida. O resultado das provas são as soluções na bandeja. Elas estão no agora, assim como seus problemas. Estão em seu agora potencial, prontinhas para vocês. Mas existem alguns atributos sobre os quais vocês devem saber, porque isto não é simples. 

1. A solução já existe. Quando vocês virem e reconhecerem o fato de que a solução já existe, embora não consigam enxergá-la, visualizem a solução. Vejam a bandeja e visualizem a solução. Agora, isto é importante: não visualizem o que acham que precisam para criar a solução. Deixem isso com o seu companheiro (espírito). Deixem isso conosco. Se um ser humano vai fazer uma corrida de manhã e quiser ser um dos poucos a completá-la, mas não sabe como vai vencer aquela colina cansativa ou aquela curva fechada, ele talvez rezasse a Deus pedindo ajuda na curva fechada e na colina cansativa. Estamos aqui para dizer que, em vez disso, ele deveria estar visualizando apenas o ato de transpor com facilidade a linha de chegada. Deixem que nós resolvamos a colina cansativa e a curva fechada. É nosso trabalho. Vamos recordar por um momento a parábola "Henry e a Ponte Inexistente". Alguns de vocês se recordam de que Henry estava correndo na direção de uma ponte que ele sabia não estava lá. O espírito só lhe dizia: "Continue, Henry. As coisas nem sempre são o que parecem. Vão cuidar de você, Henry." A ponte inexistente é uma metáfora das coisas que os seres humanos não conseguem penetrar ou ver no futuro e das quais Deus já cuidou. Essa parábola, meus caros, na verdade versa sobre a bandeja dourada. A solução do problema de Henry da ponte inexistente já fora resolvido. Se vocês lerem essa parábola novamente (foi publicada), perceberão algo dentro desse novo conceito da bandeja dourada. Ao se aproximar da área onde supostamente ficava a ponte, Henry abriu os olhos e percebeu que ela ainda não estava lá! Seu medo aumentou – era o instante final! Foi necessário tudo o que ele tinha em si para não parar imediatamente, ainda assim o espírito disse: "Continue, Henry, continue." Então Henry, com toda sua fé, continuou ainda mais rápido que antes, confiando em Deus e no companheiro interior. Bem quando ele pensou que seu veículo estivesse a ponto de precipitar-se no penhasco, levando-o a uma morte certa no vale lá embaixo, ele viu trabalhadores da estrada guiando-o para uma área que ele nunca vira, uma área completamente fora da visão que ele jamais observara – escondida. E em toda sua glória lá estava uma linda ponte nova! Era uma ponte tão grande e impressionante que Henry compreendeu que estivera em obras muito antes de precisar dela. Atravessou-a em alegria extática, compreendendo o poder de sua sociedade com Deus. Essa é a chave da parábola. Nessa bandeja existem soluções para problemas que vocês nem tiveram ainda! Quando vocês afinal pedem as soluções ao espírito, elas já foram concebidas, sabem. Faz parte do equilíbrio. Têm de haver soluções para as provas que vocês concordaram fazer, e elas existem. Henry não visualizou como seu dilema da ponte seria resolvido. A noção de uma ponte milagrosa surgindo diante dele era tola. Estava além de sua realidade humana. Então, em vez disso, ele simplesmente se visualizou atravessando para o outro lado – o resultado final. O corredor se visualiza rompendo a fita. Com relação a seu problema: visualizem-no tendo sido resolvido e então deixem os detalhes conosco. Mas vocês realizam a visualização de energia – freqüentemente! 

2. As coisas nem sempre são o que parecem. As respostas talvez venham de formas muito chocantes e incomuns. Às vezes, a energia milagrosa os deixará assombrados. Às vezes, as respostas parecem complexas. Fazendo um retrospecto, vocês talvez dissessem: "Há muito tempo, se a pessoa A não tivesse feito isto e a pessoa B não tivesse feito aquilo, então minha solução nunca teria sido possível." Existe algo em vocês que compreende que a pessoa A sempre agiu antes que vocês precisassem. Como isso era complexo, talvez dissessem, como é elegante e perfeito! Não apenas isso, mas em sua solução, por mais complexa que seja a interação com os outros, de alguma maneira todos parecem ganhar. Meus caros, essa é a marca de uma solução espiritual. Portanto, visualizem a solução como tendo sido concebida. Ela está na bandeja. 

3. Não limitem Deus. Vocês não sabem o que há nessa bandeja, mas nós sabemos. Há tantos de vocês postados aqui pedindo um arbusto, enquanto o espírito oferece uma bandeja que contém uma floresta inteira! Vocês não esperam isso, pois não sentem o valor que isso encerra. A solução de seu probleminha pode conter a dádiva de uma floresta inteira a vocês! Coisas que vocês nem mesmo sabem ainda serão resolvidas no âmbito da solução do problema no seu colo – perfeito na simplicidade da física, do amor do espírito e nas complexidades de seu humanismo. Então deixem conosco o trabalho. A supervisão cabe a seu companheiro (espírito), aquele com quem estão de mãos dadas. Trata-se do ser dourado na cadeira dourada, aquele que sabe tudo sobre seus potenciais, sobre seu contrato, chamado anjo dourado, ou eu superior. Tem a energia do espírito, contudo também tem seu nome. Não limitem o espírito. 

4. Esperem sincronicidade. Agora, isto é crucial, e já o mencionamos várias vezes: segundo o antigo paradigma, mesmo na nova era, Deus faria as coisas para vocês. De acordo com o conceito, se vocês confiassem em Deus e se dessem, de alguma maneira tudo terminaria bem. Agora estamos lhes dizendo que a sociedade que temos para vocês envolve uma situação por nós discutida na última vez em que estivemos nas alturas nas montanhas. Ao tomar a mão do ser dourado, vocês se levantarão e avançarão com Deus. Foram-se os dias em que as coisas lhes eram dadas e feitas em seu lugar, em que vocês só ficavam sentados e agradeciam. Vocês não poderão ficar sentados em casa, com as coisas boas caindo do céu. É a responsabilidade do Eu Superior dentro de vocês que lhes propicia a capacidade e a dádiva de se levantar e fazer as coisas acontecerem. Isso é co-criação. Nada acontecerá, meus caros, se vocês não se erguerem e forçarem as portas da vida. Façam as chamadas que aparentemente nunca levaram a nada, então observem os resultados. Reúnam-se com outros humanos e descubram que sincronias acontecem para permitir que sua vida progrida. Existem aqueles que encontrarão os outros pela primeira vez, e há muita sincronicidade aqui. É a razão da mistura de humanos aqui, pois cada um terá algo para vocês e vocês talvez tenham algo para eles. Há potenciais para relações que duram toda a vida aqui, como uma bandeja com respostas diante de vocês – mas eles nunca teriam ocorrido desta maneira, a menos que vocês tivessem a intenção de estar aqui neste momento. Há coisas que só a família pode lhes dar. Há tantas formas de isto ocorrer, meus caros. Sincronicidade, definida por seres humanos, é "coisas que acontecem inesperadamente". Aparentes acidentes ou coincidências que acontecem inesperadamente e que causam grandes mudanças em sua vida. Sincronicidade, meus caros, na definição do espírito, é "elementos preparados na bandeja dourada". Fazem parte da solução, sabem. Estão ali com todo amor para lhes dar, mas vocês têm de se erguer e aceitá-los. Vocês têm de empurrar as portas, fazer as ligações, mostrar intenção. Curandeiros, era disso que meu companheiro estava falando quando disse que a pessoa menos provável de realizar a mudança ou ser curada com freqüência será quem fará a diferença para o planeta! E vocês trazem na mão o catalisador disso. O paciente que vocês quiseram dispensar de sua vida – o irritante, aquele que vocês desejam que nunca voltasse, o que mais reclama – é aquele que pode receber o amor de Deus, o que realizará a mudança, que terá a determinação de escrever os livros, de ter o filho não-nascido, que espera. Está tudo nessa bandeja dourada, sabem. Mas a questão é que vocês não conseguem enxergar isto agora. É aí que entra a fé. 

5. Possuam o conceito. Para todo problema, por maior que seja, já foi criada uma solução, que está disponível e é mais grandiosa do que vocês podem imaginar. Ela existe com seu nome marcado nela, e não é tarefa sua entender os detalhes. O conceito da bandeja será dado no próximo ano e publicado a seguir. Alguns entre vocês terão compreensão plena e reivindicarão as soluções aos problemas em seu colo. Alguns não. Então eis a pergunta: o que vocês vão fazer com essa coisa em seu colo? Primeiro, queremos que vocês tenham paz por toda parte. Por mais feia que pareça, tenham paz em relação a ela e sintam o amor de Deus percorrendo seu coração, ele diz: "Sabemos o que você tem passado. Conhecemos o problema. Também sabemos a solução, lembra? Esteja em paz. Ame-nos bastante para ter paz." É o primeiro passo. O segundo passo é difícil. Pedimos-lhes que olhem aquela coisa feia – a coisa que é seu problema e sua lição, a coisa com a qual vocês não sabem o que fazer – e a amem! É uma parte do contrato de sua vinda, e está acontecendo no devido tempo. É parte do amor que lhes damos com o qual vocês concordaram. É por essa razão, em parte, que lavamos seus pés, porque vocês concordaram que esse problema estivesse em seu colo. Nós lhes perguntamos um momento atrás: "Quem criou a bandeja cheia de soluções?" A resposta é: vocês criaram. Assim como vocês concordaram em ter os problemas, e os planejaram, também no nível celular concordaram e criaram a solução. Portanto, as soluções apresentam a mesma energia que seus problemas – um contrato de descoberta, de como encontrar pérolas por vocês escondidas na infância numa caixa mágica fora de sua casa. Todas essas coisas lhes pertencem. 

A PERGUNTA 

Cada um de vocês se erguerá num instante. Quando o fizerem, seu colo se desmanchará. O problema que lá está deverá, portanto, ir para algum lugar. Vocês têm a liberdade, como seres humanos, de colocá-lo exatamente onde estava. Vocês têm toda a escolha e permissão de fugir dele, encontrar solução menos enérgica para ele, preocupar-se com ele, criar drama – até mesmo de se fechar. Todas essas coisas são suas para fazer. 

Vocês também têm permissão de olhar o problema e vê-lo em suas devidas proporções – algo muito pequeno em relação ao tema cósmico das coisas, algo que tem uma solução numa familiar travessa de ouro que vocês prepararam há muito tempo. Com freqüência vem metaforicamente coberto com lágrimas de entidades como eu, guias e anjos e aqueles seres da Terra que amam vocês tanto que somos capazes de dar um grito de vitória quando vocês descobrirem o equilíbrio. Se vocês acham que este conceito é poderoso, esperem só até descobrirem quanto tempo podem viver! 

Vocês talvez olhem em torno, contemplando as montanhas majestosas a imaginar quanto tempo lhe permitirão viver para ver essas belezas. Uma pergunta e tanto! Nossa resposta é que vocês podem ficar pelo tempo que quiserem! São esses os tipos de dádivas presenteados a vocês. Fiquem atentos a elas, pois sua ciência logo as trará.

Vocês se encontram às portas de uma troca vibracional que permitirá permanecerem aqui durante muito tempo, e respeitamos vocês, cada um, por sua participação nesta época Grandiosa. Meu companheiro está transbordando por causa do amor transmitido nesta sala. Está boquiaberto, pois alguns de vocês estão recebendo este conceito pela primeira vez. Vai fazer uma diferença pelo resto de sua vida. Nada tem a ver com o canal ou com Kryon. Tem a ver com quem vocês são. 

Obrigado, meus caros, por permitir a existência deste tipo de energia. 

Obrigado por ser parte da família, uma família da qual temos muito orgulho, uma família eterna que fez uma diferença no universo. 

E assim é.
Kryon
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2009/07/kryon-bandeja-dourada.html

Exibições: 63

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de Euripedes Alan Barbosa em 25 março 2018 às 12:37

Gratidão pela mensagem Kryon, pela mensagem!!!!

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2019   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço