Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Formas que representam a harmonia do cosmos e a energia divina

MANDALA é uma palavra sânscrita que significa “círculo de cura ou mundo inteiro”. Ela está presente na história, na cultura de povos do mundo inteiro.
A mandala tem capacidade de nos harmonizar internamente, isso foi descoberto por Jung, que percebeu que essas imagens circulares, são movimentos que levam a um crescimento psicológico, e expressam reconciliação interna. E a mandala também tem capacidade de influenciar o meio onde ela é inserida, seja um ambiente, seja como adorno no corpo, etc.
A função de uma mandala é definida principalmente pela aplicação da GEOMETRIA SAGRADA, que é o estudo das ligações entre as proporções e formas no microcosmo e no macrocosmo com a finalidade de compreender a Unidade que permeia toda a Vida. O conhecimento e a aplicação da Geometria Sagrada estão presentes na história do mundo: nas artes, na música, na arquitetura. Famosos de todos esses seguimentos, como Leonardo da Vinci na arte, reconheciam na natureza, formas e proporções especiais, que traduziam uma harmonia e unidade em si.
Quando olhamos para uma mandala o que primeiramente nos chama à atenção?
A impressão causada por uma mandala altera o estado de espírito mobilizando sentimentos e sensações que, por sua vez, despertam emoções e lembranças, podendo ser parecidas ou diferentes das vividas no momento. Isso significa que muito antes que cheguemos à uma avaliação estética da mandala o "conjunto" já produziu o seu efeito.
Partindo deste princípio, cada pessoa terá uma resposta diferente para esta pergunta. Uma poderá dizer que é a cor, outra dirá que são as formas, outra dirá que é a harmonia (ou desarmonia) na disposição dos elementos, outra responderá que é o tamanho, outra dirá que é um detalhe específico da mandala e assim por diante. Mas, na verdade, mesmo que o olho se fixe em algo mais específico como cor, forma ou tamanho, em um primeiro momento captamos o conjunto. A discriminação e seleção daquilo que "chama à atenção" é realizada tendo por base os sentimentos e emoções que cada pessoa está vivendo no momento.
Dessa forma, quando observamos uma mandala automática e obrigatoriamente nos envolvemos com os nossos próprios sentimentos.

Finalidade
Pode-se utilizar mandalas com a intenção de potencializar determinados tipos de energias e mesmo para equilibrar energias que atuam deficientemente em certos momentos na vida (de outras pessoas ou não).
A mandala produz efeitos benéficos quando a utilizamos conscientemente (olhando ou criando) pois, damos andamento a uma série de suaves e sutis transformações interiores.

Mandala e Energia
A mandala é utilizada para "potencializar energias". Se nos observarmos atentamente e pararmos para pensar, constataremos que simples imagens são capazes de despertar os mais variados tipos de sensações e sentimentos. Na grande maioria das vezes o processo ocorre sutil e imperceptivelmente movimentando a energia psíquica e alterando o estado de espírito. Um exemplo disso, que ocorre com frequência, é quando acordamos bem dispostos e vamos levando o dia com um certo otimismo até que, em algum momento, vemos uma imagem desagradável em um livro ou revista. Sem perceber a causa, começamos a mudar de humor e, é claro, acabamos mudando também de atitude. O contrário é verdadeiro (quando vemos uma imagem agradável) e não fazemos idéia de quantas são as imagens com as quais temos contato diariamente e que nos fazem mal ou bem. No caso das mandalas as sensações e sentimentos despertados são evidentemente de natureza superior e o processo ocorre também de forma sutil mas, para uma pessoa atenta, não é imperceptível.


O ponto e o círculo.
O verdadeiro centro de um círculo é um ponto. Um ponto no entanto não tem dimensão nem ligar. O ponto simboliza a unidade, a totalidade, a perfeição, sendo por isso também, em quase todas as culturas e épocas, um símbolo de Deus.
O ponto contém tudo, mas só em potência e não em estado manifestado. Dele nascem o círculo e a esfera, que são as suas formas de manifestação. Aquilo que no ponto ainda é potência meta-física ganha através do círculo e das esferas a sua configuração. O ponto e o círculo – Deus e o mundo – O Uno e o múltiplo – O irrevelável e o revelável – o conteúdo e a forma- o metafísico e o físico – Metaforicamente, poderíamos pensar também na relação entre a semente e a planta adulta e reconheceríamos que no pequeno, na parte, já está contido o todo.

Devemos utilizar o mundo na nossa caminhada em direção ao centro. Utilizar o mundo significa viver nele, defrontar-se conscientemente com ele, trabalhar nele, brincar com ele, dançar com ele, servindo-se dele como um recurso para encontrar o ponto que unifica a multiplicidade.
A lei do mundo é movimento, a lei do centro é quietude. Viver no mundo é movimento, atividade, dança. Nossa vida é um dançar constantemente ao redor do centro, um incessante circundar o Uno invisível ao qual nós – tal como o círculo – devemos nossa existência. Vivemos do ponto central – ainda que não possamos perceber – e temos saudades dele. O círculo não pode esquecer sua origem – também nós sentimos saudades do paraíso. Fazemos o que fazemos porque estamos a procura do centro, do nosso centro, do centro.
Por trás de toda ação há o desejo de mudança, e nisso se revela a nossa insatisfação com determinada situação. Enquanto estiver no mundo, o homem sempre va agir e modificar, pois não pode haver no mundo uma satisfação permanente. Só quando atingirmos o centro, é que nos redimimos e nos livramos da insatisfação. Mas onde encontrar esse ponto? Em parte alguma: pois ele não tem localização precisa; em toda parte, pois ele é a base de todo ser. Precisamos aprender a traçar nossos círculos, a fazer com que eles se tornem cada vez menores até que toda nossa vida gire em torno Dele, do ponto.
Cada mandala é, ao mesmo tempo, um universo – tal como afirma o Verbo: a Unidade e a diversidade.
Ou: Da Unidade nasce a multiplicidade. Por trás de toda multiplicidade está a Unidade.

Trecho extraído do Livro: MANDALA – Formas que representam a harmonia do cosmos e a energia divina









Mandala sob encomenda:
11-7498-3889
Olene Vilela

Exibições: 12

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço