Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

VIVENDO COMO SE FOSSE UM MESTRE ASCENSIONADO AGORA

 


VIVENDO COMO SE FOSSE UM MESTRE ASCENSIONADO AGORA
por Amorah Quan Yin

(http://www.amorahquanyin.com/articles/a_ascended.html



Há muita discussão no movimento espiritual da Nova Era sobre a ascensão individual e planetária, movendo-se em nossos corpos de quinta dimensão, e sobre as cidades de ancoragem da Luz na Terra. Especulações e canalizações proliferam sobre: como, quando e em que direção estamos nos movendo. Y2K, o problema do bug do milênio, que causou medo do ano de 1999, não causou nenhum problema e dissipou muitas formas-pensamento  de apocalipse e aqui estamos, perguntando: "E agora?" Acredito que AGORA é a palavra-chave. De modo que, na esperança de nos tornarmos Mestres Ascensionados completamente iluminados e trazermos a ascensão planetária, devemos viver como se fôssemos o que aspiramos ser. Para se tornar um Mestre da vida, devemos agir como se fôssemos um, AGORA, a fim de elevar a nossa frequência da consciência e do corpo para acomodar este resultado divino. E como vamos agir como um Mestre Ascensionado ?

 

Em cada situação em nossas vidas, os pensamentos, as atitudes que adotamos e as nossas ações determinam o nível de frequência que somos capazes de ancorar em nossos corpos. Se ficarmos no julgamento e na culpa, por exemplo, o nosso Eu Superior não pode habitar em nosso corpo, porque a nossa frequência será muito baixa. Se nos identificamos como vítimas, como sendo espiritualmente superiores, com a sexualidade baseada em luxúria, com a desconfiança ou em qualquer outro estado de baixa frequência, nossa frequência não é propícia para ancorar a Luz em nossos corpos. E para ser um Mestre Ascensionado vivo, é necessário incorporar o nosso Eu Superior, a Presença Eu Sou, os corpos de Luz Divina (conhecidos como Ka), o nosso “Eu” Deus/Deusa ou qualquer outra coisa que você possa escolher para chamá-lo. O processo de encarnar a divindade é conseguido através da purificação e elevação da frequência, em nível celular, em cada chakra e em nossos corpos emocional, mental, físico, espiritual, etérico e astral. Isso é conseguido vivendo-se de forma saudável em todos os níveis e mudando a nossa identidade, do pequeno ego para o Ser Divino. Mas, para que isso ocorra, primeiro temos de aprender a reconhecer a diferença.

A transcendência do ego é conseguida primeiramente pela compreensão dos sintomas da identidade do ego e depois pelo desenvolvimento da vontade de se adaptar a sua identidade espiritual, uma vez que ela é descoberta. Gostaria de compartilhar com vocês alguns dos ensinamentos da Escola de Mistérios Dolphin Star Temple,
que podem ajudá-los neste objetivo.

O Mestre Ascensionado Jesus Cristo descreveu em uma canalização que, para "andar o caminho reto e estreito" quando surgem as energias errôneas e negativas, temos que:

1) reconhecer a existência das energias dolorosas ou negativas, dentro de nossos corpos físico e emocional;

2) escolher experimentá-las plenamente, sem prejudicar a nós mesmos ou aos outros;

3) sustentar continuamente, no fundo de nossa consciência, o conhecimento de que essas energias não são a nossa Verdade Divina. Elas são simplesmente karmas antigos, produtos de experiências anteriores ou energias errôneas do ego, que estamos escolhendo experimentar totalmente, a fim de permitir a sua limpeza. Ao fazer isso, vamos transcender nossa identidade com elas como a nossa verdade.

 

Portanto, quando vocês sentirem a resistência do ego, a culpa, a desconfiança, o julgamento ou qualquer estado que é menor do que sua Divina Verdade, você podem escolher ser responsáveis por sentir plenamente esses estados, sem negação ou repressão, e não projetá-los para os outros ao seu redor. Em certo sentido, uma grande parte do caminho espiritual é recuperar a identidade equivocada e regressar à Verdade Divina, sabendo que você é uma parte de Deus/Deusa. Com isso em mente, vamos examinar algumas das identidades comuns do ego e as atitudes que precisam ser transcendidas.

O primeiro passo para a maestria é transcender a necessidade de julgar e proferir maledicência sobre outras pessoas. A maledicência é uma forma comum de julgamento, utilizada pelo ego para competir e criar uma falsa sensação de poder. Quase sempre, o julgamento, em geral, é um ego inseguro tentando encontrar defeitos nos outros para encobrir as suas próprias inseguranças. Se vocês julgam outra pessoa, isso faz com que a opinião da pessoa sobre vocês seja menos importante. Se vocês já desfizeram o valor dos outros através do seu julgamento, então por que se preocupar com o que os outros pensam? No entanto, os seres maduros com autoestima saudável percebem que "as opiniões das outras pessoas sobre mim  não é da minha conta, é um problema delas."

 

A seguir, um trecho do meu livro, The Pleiadian Workbook: Awakening Your Divine Ka, editado por Bear and Company:

O julgamento é uma projeção de pensamento em ou sobre outra pessoa, ou sobre si mesmo, que nega o valor da essência da pessoa. Ele identifica a outra pessoa, ou a si mesmo, como sendo aquilo que você não gosta e considera como não tendo nenhum valor. Por exemplo, quando você diz: "Ele é só um idiota, teimoso, cabeça-dura", você identifica a pessoa como o que você a chamou; outro modo de dizer seria: "Sinto-me muito frustrado e irritado quando ele está agindo com tanta teimosia, e isso eu não gosto. " O primeiro exemplo descarta o valor da pessoa e a rotula como um todo, enquanto o segundo expressa seus sentimentos e sua opinião sobre o que você percebe no comportamento da pessoa.

 

Somos espiritualmente responsáveis por não julgarmos a nós mesmos nem aos outros, sob todos os aspectos. Cada espírito animado ou ser com alma está no seu próprio caminho evolutivo, e não temos direito de condenar, julgar e, portanto, negar o seu valor inerente.

Certa vez, enquanto eu meditava em uma piscina de águas termais, na Califórnia, um homem bastante ruidoso e ríspido entrou na piscina grande. Mantendo os olhos fechados, comecei a murmurar em silêncio sobre o porquê de eles permitirem essas desagradáveis pessoas não espiritualizadas nas piscinas. Por que não se limitarem a aceitar pessoas sensíveis e espiritualmente apropriada como eu? Quanto mais ruidoso e detestável se tornava o seu comportamento, mais judiciosa e arrogantemente eu reagia. Então, clariaudientemente eu ouvi uma voz masculina energicamente me dizer: "Se você o julga, você se torna igual a ele!" É desnecessário dizer que isto monopolizou a minha atenção e me humilhou muito rapidamente. Silenciosamente, eu respondi: "Ajude-me a vê-lo de forma diferente. O que devo fazer?"

Saint Germain explicou: "Imagine um círculo com 360 graus. Cada aspecto de seu caráter, a identificação da personalidade e do comportamento passa por um processo evolutivo que começa em 0 grau e, eventualmente, termina em 360 graus. Digamos, por exemplo, que, na área da sensibilidade aos outros e ao seu redor, você está atualmente em cerca de 280 graus. O homem que você está julgando tão duramente está em cerca de 40 graus. E, no entanto, a única coisa que cria a ilusão da diferença entre os dois é que você está em uma realidade de consciência baseada em tempo e espaço. A partir de uma perspectiva espiritual, fora do tempo e espaço, ambos são idênticos e ocupam todos os 360 graus, simultaneamente, que os faz iguais. Você provavelmente não estará inclinado a criar uma amizade com essa pessoa aqui na Terra, porque nesta vida seus níveis evolutivos são incompatíveis. No entanto, você deve vê-la como um igual na Verdade e reconhecer o seu valor espiritual, mesmo ao fazer uma escolha criteriosa para não gastar tempo com essa pessoa."

Para transcender o impulso negativo do ego, devemos aprender a ver a Verdade Divina e a santidade em todas as coisas e pessoas. Quando nos lembramos de que é impossível esperar que alguém se comporte além do seu atual nível de evolução e compreensão, fica mais fácil suspender o julgamento.

Quando você focaliza numa pessoa de um modo crítico, ou profere maledicência sobre ela, seus pensamentos e palavras viajam na forma de ondas de energia para essa pessoa. Você literalmente prejudica o indivíduo, e cria um vínculo astral com essa pessoa. Pensamentos e palavras são energia em movimento. Portanto, é importante que nos desidentifiquemos com isso, e suspendamos o julgamento sobre qualquer pessoa, independentemente da quantidade de justificativas que possamos julgar que temos. Todo mundo merece respeito humano básico. O princípio da não fuga é também importante para a Maestria. Se você se encontra evitando emoções, situações desconfortáveis, comunicação honesta, ou o sentimento pleno de qualquer parte da sua consciência, é impossível trazer o espírito plenamente para o seu corpo e escolher lidar com essas energias diretamente. Se você está num caminho de trazer seu Eu Superior plenamente para cada célula e cada chakra do seu corpo, a fim de se tornar um Mestre Ascensionado vivo, seu corpo e seus chakras devem estar livres da contração causada pela fuga do ego.

Se você ainda está na fuga da vida, das emoções, dos relacionamentos, da comunicação, ou de qualquer outro nível de experiência, olhe longa e profundamente para dentro de si mesmo e faça estas perguntas: “a) Estou pronto para estar plenamente vivo?

b) Estou pronto para sentir cada sensação e cada emoção no meu corpo sem fuga, a fim de trazer a Luz da minha própria Verdade Divina e do Espírito Santo para o meu corpo?

c) Estou pronto para sentir e, portanto, purificar minhas emoções, de modo que meu corpo emocional possa irradiar com amor, alegria e paz?"

Seja honesto e compassivo com você mesmo, enquanto se autoavalia em relação à disposição para a próxima etapa de crescimento espiritual e de cura. Não se pressione por não ter dominado a fuga em cada situação. Simplesmente peça a si mesmo para estar disposto a fazer a escolha de cessar a fuga, quando se deparar com situações em que você tende a evitar e se fechar. Respire profundamente em situações de resistência e fuga. Adote plenamente a sua força vital e enfrente e transcenda a negação, conforme for descobrindo-a.

Em seguida, vamos observar a liberação da culpa. Em suas amizades e relacionamentos prolongados, você pode, às vezes, achar que está tendo pensamentos paranóicos ou negativos sobre um indivíduo. É fácil culpar essa pessoa por "fazer você sentir" esses sentimentos. No entanto, como uma pessoa espiritualmente responsável que está transcendendo a identidade do ego, você tem a responsabilidade de olhar para dentro de si mesmo e observar o que está causando essa reação. Você está projetando e culpando algo ou alguém por causa de uma situação passada - uma tendência mental -, ou por uma atitude que o ego usa para permanecer na separação e na ilusão? Você está supondo que a pessoa tem prejudicado você sem verificar todos os fatos? Às vezes a superação disso pode ser muito simples, se você perguntar ao indivíduo o que ele/ela está enfrentando, ou o que tenha dito ou feito na situação que lhe causou angústia.

Se o problema persistir com uma pessoa com a qual você está escolhendo para ter uma conexão permanente, então você tem a responsabilidade de falar com essa pessoa de modo direto, honesto e sem culpa. Aborde a questão sob o ponto de vista de expressar qual é a sua experiência, e o que você está sentindo, não a partir de uma postura de culpar e assumir que a pessoa está errada. Se você não gosta de algo que outra pessoa tenha dito ou feito, e sentir que isto foi inapropriado de alguma forma, diga a essa pessoa: "Eu sinto _______  sobre __________. Quero saber o que você sente sobre isso." (Em suas próprias palavras, é claro). Certamente, você pode sempre pedir o que quer e que necessita, em todos os seus relacionamentos. Você tem a responsabilidade de fazê-lo sem projetar suas expectativas para o outro, e sem projetar que sua experiência é o resultado do que o outro fez de errado com você (a menos que, de alguma forma, a pessoa tenha sido flagrantemente abusiva). Mesmo que haja um abuso flagrante como a desonestidade, o não cumprimento de acordos ou qualquer outro, você ainda é responsável pela não realização das expectativas e por pôr a culpa no outro, quando tudo o que a pessoa está fazendo é a representação de seu atual nível de consciência evolutiva.

A personalização do comportamento dos outros é um dos truques do ego para fazê-lo sentir-se separado. Se você puder se lembrar que cada pessoa que encontra é a pessoa simplesmente sendo ela própria, comportando-se como se comporta normalmente, fazendo o que faz normalmente, então você pode simplesmente dizer: "Estou interagindo com esta pessoa que está sendo ela mesma, e isso é tudo o que está acontecendo. O fato de eu estar tendo uma reação forte é problema meu, não dessa pessoa." Ao adaptar esta atitude de despersonalização da agenda de separatividade do ego, todos ganham, e a culpa desaparece.

Para transcender o ego, é importante que você faça um compromisso na sua vida de viver em impecabilidade. O que isto significa é que, quando você sabe que algo é certo, é isso você escolhe fazer. Quando você age de modo inferior ao impecável, as frequências inferiores que se mantêm dentro de seu corpo, bem como os padrões que se fixam em seu sistema nervoso, inibem o espírito e o Eu Superior de viver nessa parte do seu holograma. Nesse caso, a iluminação e a ascensão são impossíveis. Portanto, quando você sabe que alguma coisa pode prejudicar a si mesmo ou o outro, opte por não fazer isso. Se você souber, por exemplo, que tem uma tendência a ser muito defensivo quando tem seus problemas apontados para você, e tende a atacar a pessoa que o está ajudando a vê-los, então você tem  a responsabilidade de deixar de atacar, e praticar a aprendizagem da humildade e da receptividade a críticas construtivas. Se você sabe que tem uma tendência, quando a raiva vem à tona, de despejá-la na primeira pessoa que vê, então você é responsável por escolher um caminho que liberte a sua raiva sem despejá-la nos outros. Se você sabe que a ação correta é abordar alguém sobre um problema, mas teme fazê-lo por causa de sua reação potencial, na impecabilidade você deve falar com essa pessoa. A impecabilidade exige que nos rendamos à vontade Divina e que deixemos de dar poder ao medo, ao controle, à vingança, à desconfiança e a todas as emoções e atitudes de baixa frequência.

Liberar a desconfiança e aprender a confiar com discernimento é outra chave para a transcendência do ego. Se você desconfia de alguém, essa desconfiança cria uma qualidade contraída e defensiva no seu corpo e na sua psique, que o mantém no medo e na separação. O Mestre Ascensionado Jesus Cristo me explicou uma vez, durante uma canalização, que os buscadores espirituais devem aprender a confiar, de uma forma ampla e geral, que o Plano Divino está trabalhando, e que cada ser irá eventualmente transcender todos os padrões kármicos negativos. Todo ser humano é um Divino Ser de Luz no processo de remover os véus da ilusão e da falsa identidade, a fim de se lembrar e voltar a ser quem realmente é. Com esse entendimento, se um indivíduo é desonesto com você, se o rouba ou o prejudica, você não precisa pactuar e ficar na defensiva e na desconfiança, se você pode confiar em si mesmo para usar o discernimento em suas interações com essa pessoa. Isso significa que você não compartilha a sua vulnerabilidade com uma pessoa que não evoluiu o suficiente para ser responsável para não usar isso contra você. Você não confia a um ladrão a chave de sua casa. Você não leva em conta o que uma pessoa lhe diz, se a sua experiência com essa pessoa lhe mostrou que ela mente ou não cumpre as promessas. No entanto, ao mesmo tempo, você não julga, não culpa e não se distancia daquela pessoa. Por entender que a pessoa um dia vai despertar e transcender os comportamentos negativos do ego, você também sabe que ninguém pode se comportar de uma maneira que está além do seu atual estágio de evolução e crescimento. Portanto, você simplesmente permite que sua energia continue fluindo na presença do indivíduo, enquanto faz escolhas perspicazes, baseadas em comportamento observado.

O ego negativo pode fazer você se ver como um fracasso, se você está ligado ao resultado como uma prova de que está tudo bem. Em alguns grupos espirituais, o foco em "criar sua própria realidade" foi usurpado. Nós existimos em um planeta de co-criação. Todo ser humano tem livre arbítrio para criar o que quiser. E ainda, em co-criação, quando duas pessoas estão criando agendas incompatíveis simultaneamente, os resultados ficam comprometidos. Por exemplo, se você acredita ter falhado porque a outra pessoa não responde a você da maneira que você deseja, então você não está permitindo o seu livre arbítrio, como parte da equação de co-criadora, e está apegado a que as coisas sejam do modo que você quer. Saint Germain disse que em qualquer processo de manifestação criativa, jamais devemos zombar de uma realidade que inclua um indivíduo ou grupo específico. Esta é uma manipulação que invade o livre arbítrio dos outros. Em vez disso, somos convidados a deixar nomes e rostos em branco em nossos processos de manifestação, a fim de honrar o livre arbítrio. Ele também pediu para que qualificássemos cada processo de manifestação, pedindo que: a) "esteja em alinhamento com a Lei das Harmônicas de Co-criação", na qual o livre-arbítrio de todos é respeitado, b) todos os resultados estejam em alinhamento com o Plano Divino, e c) o princípio do Ganha/Ganha seja homenageado, no qual ninguém é obrigado a perder para que alguém ganhe.

Outro aspecto da transcendência da identidade com o fracasso envolve aprender a reconhecer as aparentes pequenas vitórias da vida. Numa recente canalização, Ra, um Arcanjo Pleiadiano, ressaltou o fato de que cada um de nós escolhe estar em um caminho espiritual neste dia e que a idade é uma "vitória contra todas as probabilidades." As vitórias da vida real não têm nada a ver com um relacionamento que durou para sempre ou não. Tem a ver, sim, com o fato de permanecer ou não em relacionamentos de amor incondicional e desapegado, ou encerrá-los espiritualmente em forma impecável: sem culpa, ressentimento, julgamento, etc. Em Verdade Divina, a única questão que sempre faz com que um relacionamento deixe de funcionar, é a incompatibilidade de objetivos ou níveis de crescimento espiritual. Com esta atitude espiritualmente madura, você pode aprender a sentir as emoções sem se prender em quem está certo ou errado. Apenas senti-los, movê-los e ultrapassá-los à aceitação amorosa. Como você participa na co-criação e do nascimento da Idade do Ouro, através de suas escolhas a cada momento, essas atitudes tornarão a sua vida muito mais graciosa e propícia a que incorporem a sua divindade: reconhecer as vitórias de cada momento que você, ou os outros, optam por viver na Divina Verdade e Amor - ao contrário de resultados a longo prazo -, e viver cada momento como se fosse o último, escolhendo a impecabilidade e criando algo de que não se lamente mais tarde.

Agora é o tempo do próximo nível de maturidade em todos os nossos caminhos, tempo de refinamento espiritual e de profunda humildade. E você não se sente maravilhado e com mais autorrespeito e autoconfiança, quando vai além de evolução anterior, a um nível ainda mais semelhante a Cristo? Viver como se você fosse um Cristianizado, ou um Mestre Ascensionado, AGORA, é a maneira mais rápida de se tornar isso! Quando na confusão, na tentação, ou na dúvida, basta parar e se perguntar: "O que Buda, Jesus, Quan Yin ou Mãe Maria fariam agora?" Depois, basta escolher essa como sua próxima etapa. Eu oro por todos nós, Terra, e por todas as pessoas, para que a recuperação do Divino Alinhamento e da Consciência de Ascensão possa ser graciosa, fácil e indolor tanto quanto possível. Nós somos a Vitória!


Amorah é a fundadora da Escola de Mistérios Star Dolphin Temple, uma contemporização da Escola de Mistérios do antigo Egito. Ela é autora dos livros Pleidian Workbook: Awakening Your Divine Ka, The Pleiadian Tantric Workbook: Awakening Your Divine Ba, Pleiadian Perspectives on Human Evolution. Ela também oferece sessões privadas por telefone ou pessoalmente. Contato: P.O. Box 1581, Mt. Shasta, Ca. 96067.

Site web: http://www.amorahquanyin.com

e-mail: pleiades@snowcrest.net

 

Tradução para o Português: Bené Lins

http://anjodeluz.net/AmorahQuanYin/vivendo_como.htm

Exibições: 40

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de Celia em 25 março 2011 às 9:29

Muito bom. Obrigada.

Amor e Luz, sempre!

Comentário de Rosangela Mascarenhas em 22 março 2011 às 21:53

  achei maravilhoso ;-)

   OBRIGADA.

Comentário de Maria das Graças da Silva em 22 março 2011 às 16:05
REalmente muito esclarecedor!!!! PAZ no coração.
Comentário de fabio luiz em 22 março 2011 às 15:22
indescutível...!
Comentário de Roselyn em 22 março 2011 às 9:10

Nossa que texto profundo, precioso!

Vou usá-lo como um dos meus guias de aperfeiçoamento,

lendo-o constantemente para colocá-lo em prática.

Uma imagem de alegria para a Fada San e para todos nós também, amigos de jornada!

Gratidão

luz paz e amor, sempre...

Comentário de Mahacath em 21 março 2011 às 21:29

Grata!!!

Paz e Luz

Comentário de Karen Branchi Vidal em 21 março 2011 às 16:19

Eu Sou grata!!!! Luz e a paz do eu, sempre.

Comentário de Rose Dhias em 21 março 2011 às 12:54
Adorei o texto!  Luz e Paz a todos. Roseli
Comentário de Crimene Aparecida Claudino Morae em 21 março 2011 às 11:13
Obrigado por compartilhar. Namastê.
Comentário de marlene bonotto em 21 março 2011 às 9:36

quntos ensinamentos,quanta ajuda espiritual,

obrigada....

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2019   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço