Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

No dia 21 de setembro comemoramos o Dia da Árvore, momento para refletir sobre a conservação da natureza e preservação das nossas matas. Momento para plantar mais uma árvore que um dia irá nos dar sombra e alimento, limpará nosso ar e preservará o solo do planeta.

 

Nem todos sabem entender o significado que existe numa árvore. Ela é um ser vivo como nós, e portanto nasce, cresce e morre, luta para sobreviver, pois tem apego à vida. Não nos prejudica, o que seria suficiente para respeitá-la. Mas tem outros valores. Protege a terra com sua sombra e suas raízes; evapora água, participando do ciclo hidrológico e mantendo o ar úmido; produz oxigênio, necessário a todos os seres vivos animais. Há as que fornecem frutos valiosos para a nossa alimentação, além de produtos medicinais ou industriais.

 

Devemos respeitar a árvore, não só pelo que é em si mesma, mas por ser necessária à nossa própria vida. Quando alguém destrói uma árvore, está destruindo uma fonte de vida no planeta.

 

Fatima dos Anjos

A massa principal da vegetação terrestre é constituída por árvores, agrupadas em sua maioria em florestas. Toda e qualquer planta viva, lenhosa e ramificada que ultrapasse os sete metros de altura pode ser considerada uma árvore. Sendo menor é um arbusto ou, caso se ramifique desde a base, um subarbusto.

As maiores árvores chegam a 165 metros de altura (eucaliptos da Austrália). Já o diâmetro da base do tronco mede até 13 metros entre as seqüóias da Califórnia, cuja longevidade ultrapassa os 2.000 anos.

 

Protegendo as árvores

A manutenção da vida na terra depende da consciência de se proteger as árvores e, conseqüentemente, a natureza num todo. É uma atitude inteligente, que há tempos é assumida por pessoas engajadas nesse sentido. Para se ter uma idéia, desde o século V, iniciativas desse tipo são tomadas, quando, na Suíça, era reservado um dia do ano para o plantio de árvores.

Também no século passado, instituiu-se a "Festa das Árvores", pela dedicação de um francês chamado Fourrier, cuja idéia foi largamente imitada por outras nações européias. Coincidentemente, nesse mesmo período, era comemorado, no estado de Nebraska, Estados Unidos, o "Dia da Árvore" - The Arbor Day -, em 10 de abril de 1872, dia instituído por J. Sterling Morton.

Aqui no Brasil, os responsáveis pela primeira comemoração da "Festa das Árvores" foram João Pedro Cardoso e Alberto Leofgren. O evento se deu na cidade de Araras, em São Paulo, no dia 7 de junho de 1902, com o respaldo das Leis Municipais números 18 e 19 de 1 e 2 de fevereiro de 1902 respectivamente. O objetivo ao se promover a festa era incentivar a plantação e a conservação do meio-ambiente.

No ano seguinte ao evento, 3 de maio de 1903 exatamente, a mesma festa foi lembrada em Itabira, São Paulo, com o desfile de crianças a conduzir flores, mudas de plantas e instrumentos agrícolas. Na ocasião, dois andores iam devidamente enfeitados, contendo uma muda de magnólia e outra de pau-brasil, ambas plantadas por Coelho Neto.

Talvez por conta desse histórico, um decreto presidencial de número 55.795, datado a 24 de fevereiro de 1965, instituiu a Festa Anual das Árvores em todo o território nacional. Em razão das diferenças fisiográfico-climáticas brasileiras, o evento é festejado tanto na última semana do mês de março, no Norte e Nordeste, quanto na semana iniciada em 21 de setembro, nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

De acordo com o artigo segundo do decreto, a finalidade da festa é "difundir ensinamentos sobre a conservação das florestas e estimular a prática de tais ensinamentos, bem como divulgar a importância das árvores no progresso da pátria e no bem-estar dos cidadãos".

Importância e qualidade

Os benefícios que a árvore nos traz são inúmeros e variados. Sua importância é o de estar associada à vida, ao ar que respiramos. E daí a necessidade de mantermos o equilíbrio das florestas, preservando as matas nativas e mantendo protegidos os mananciais, onde fauna e flora encontram ambientes diferenciados.

A qualidade da sua existência tem a ver com os materiais que nos fornecem, como a madeira para as construções e mobiliário, celulose para o papel, carvão para as caldeiras, substâncias medicinais, além de óleos, resinas, gomas, essências, mel, frutos, flores, entre outros.

Sua contribuição para o planeta em geral não tem preço. Já que obtemos, através dela, a proteção dos solos, rios, nascentes, a preservação da vida silvestre e a manutenção de um bom nível de vida (ar, água) do ambiente em que vivemos.

De qualquer forma, mais importante do que saber a importância de uma árvore, é saber a importância de nos comprometermos, cada vez mais, com a manutenção de ao menos uma espécie, plantando e cuidando para que se desenvolva.

Uma árvore é assim

Árvore

Como produtoras de oxigênio, podemos afirmar que as árvores diretamente atingidas pelo sol desprendem grande quantidade de oxigênio (de um a três gramas por hora e por metro quadrado de superfície foliar).

Absorvem pelas raízes uma porção notável de água, cerca de 100 litros por dia, no caso do plátano, da qual só um pequeno percentual é incorporado aos tecidos vivos, evaporando-se o resto.

As árvores têm influência sobre a fauna, o clima que as envolve e o restante da flora; as próprias florestas fabricam literalmente seu solo a partir das camadas de folhas secas que se transformam em húmus.

Protetoras da atmosfera, do sol e das águas, abrigo das aves, cortinas contra o vento e a poeira, as árvores continuarão indispensáveis à vida humana.

No site Árvores do Brasil você conhece algumas das espécies mais comuns e importantes. Já no site Árvore, você tem acesso a um manual de arborização, dicas de ecoturismo, além de consultar as espécies ameaçadas de extinção.

Uma espécie brasileira

Angico

Árvore

O angico é um nome comum às árvores do gênero das Piptadenia da família leguminosa-mimosoidea. Trata-se de uma árvore que pode atingir até 20 metros de altura, com um tronco livre de galhos que pode alcançar seis a sete metros. Tem um crescimento rápido e a sua copa é espalhada. É encontrada em quase todo o Brasil.

É uma árvore que prefere solos profundos, não gostando de solos rasos, muito úmidos ou inundados.

Sua madeira é dura e pesada, sendo utilizada para marcenaria, vigas, tacos, dormentes, rodas de engenhos, lenha, carvão etc.

O angico também é utilizado nos curtumes, pois a casca tem uma substância chamada tanino, que é muito boa para curtir couro. Da sua goma podemos Ter remédios para bronquites, infecções do pulmão e vias respiratórias, servindo ainda para depurar ou "afinar" o sangue.

As abelhas fazem um excelente mel da flor do angico. Suas folhas murchas podem se tornar nocivas para o gado. Todavia, bem secas, são uma excelente forragem para vacas, cabras e ovelhas.

No interior do Brasil, o angico é utilizado para matar formiga. Após deixar a casca ou as folhas de molho em água, durante 24 horas, coar e aplicar direto no olheiro do formigueiro.

Árvores do Brasil

Ipê Amarelo

Seu nome comum é ipê amarelo do cerrado ou ipê do morro, ou ainda, cascudo. O nome científico é tabebuia chrysotricha. Da família das bignoniaceae, o ipê amarelo mede, em média, de 4 a 10 metros de altura. Suas flores são amarelas, em cacho, e seus frutos são vagens de 20 cm, geralmente ásperas.

Muito usado em paisagismo e arborização, o ipê floresce rápido, não sendo considerada uma árvore de grande porte.

Jacarandá

Conhecida como Jacarandá da Bahia, esta árvore tem como nome científico dalbergia nigra, sendo da família das leguminosae-papilionoideae. Também pode ser encontrada com o nome de jacarandá preto ou jacarandá craviúna.

Mede entre 15 e 25 metros, sendo considerada uma árvore de médio a grande porte. Suas folhas são pequenas, em cacho, e na cor clara. Dá vagens marrom com 1 ou 2 sementes como fruto.

O jacarandá é uma árvore muito procurada por causa da boa qualidade de sua madeira. Por ser muito explorada, dificilmente se vê hoje em dia um jacarandá de grande porte nas matas.

Jequitibá

Da família das lecythidaceae, o jequitibá é conhecido como jequitibá branco. Mede entre 35 e 45 metros de altura, sendo considerada uma árvore de grande porte. É também uma das espécies mais presentes na região da mata atlântica. A boa qualidade de sua madeira faz com que seja muito procurada.

Suas folhas apresentam um tom avermelhado na primavera e suas flores são claras. Seu fruto já foi muito utilizado para fazer cachimbo.

Peroba do campo

Seu nome científico é paratecoma peroba, da família das bignoniaceae. Muito conhecida como ipê peroba, peroba amarela e ipê baiano.

Sua altura média é de 20 a 40 metros, sendo considerada de grande porte. No passado, foi muito explorada pela boa qualidade de sua madeira.

Árvores em risco de extinção

Pau-brasil, ibirapitanga, orabutã, muirapiranga, pau rosado
(Caesalpina echinata Lam.)

Pau-brasil

Durante muito tempo o seu principal valor residia na produção de um corante denominado "brasileina" que era utilizado no tingimento de tecidos e na fabricação de tintas para máquina de escrever. A sua exploração intensa gerou muita riqueza no período colonial e estimulou a adoção do nome "Brasil" ao nosso país. É encontrada desde o Ceará até o Rio de Janeiro e apresenta o tronco e os frutos cobertos por espinhos. Floresce a partir do final de setembro se estendendo até meados de outubro. A frutificação ocorre nos meses de novembro a janeiro.

Palmito, palmito-doce, içara, ensorova (SC), juçara (SP)
(Euterpe edulis Mart.)

Palmito

Esta árvore tem como principal produto econômico o "palmito". Sua exploração comercial, se não for acompanhada de um replantio sistemático, pode causar a sua extinção. O palmito é uma parte do caule que, ao ser retirado para consumo, causa a morte da planta. Exclusiva da Mata Atlântica, essa árvore é encontrada desde o sul da Bahia até Rio Grande do Sul. Sua floração ocorre de setembro a dezembro e a frutificação nos meses de abril a agosto.

Jacarandá, caroba, carobão
(Jacaranda macratha Cham.)

Jacarandá

Árvore de madeira pesada, largamente utilizada na estrutura de móveis, instrumentos musicais, obras internas na construção civil, marcenaria e carpintaria. Ocorre nos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, florescendo nos meses de novembro a janeiro, quando está quase totalmente sem folhas. A frutificação ocorre nos meses de setembro e outubro.

Fonte: www.ibge.gov.br

Para celebrar o dia da árvore, nada melhor do que estar em contato com a natureza e adotar atitudes para colaborar com um ambiente mais saudável.

 

por Equipe Personare

Confira maneiras de colaborar com o meio ambiente e curtir a natureza

 

Para a naturóloga Kátia Leite, a relação com o verde pode ajudar a melhorar a saúde, recuperar a energia do corpo e trazer harmonia para a vida.

 

 

No entanto, para aproveitar todos os benefícios que a natureza tem para oferecer, é preciso cuidar do meio ambiente. "Ninguém precisa ir à uma reserva ecológica para descobrir o amor pela natureza, pelo planeta ou por outras formas de vida. Basta abrir os olhos para todas as opções que estão pertinho de nós. Afinal, é nossa responsabilidade cuidar e aproveitar os recursos ao nosso redor", lembra a especialista.

 

 

Pensando nisso, reunimos 10 dicas simples para você aplicar no seu dia-a-dia. Confira:

 

 

 

1. Andar descalço na grama ou na areia da praia faz bem. De acordo com a reflexologia podal, os órgãos do corpo humano estão refletidos nas solas dos pés. Da mesma forma que uma massagem nessa região provoca um profundo relaxamento, andar descalço atinge o mesmo objetivo", explica a naturóloga. Mas antes de tirar os sapatos, é preciso tomar cuidado ao escolher os parques e as praias nos quais você pretende caminhar. Alguns lugares podem estar contaminados com urina de animais ou conter bichos como carrapatos e pulgas, por exemplo. Caso você não se sinta seguro para andar nesses espaços, uma boa opção é usar um chinelo bem macio ou até mesmo estender um tecido sobre o chão e caminhar sobre ele.

 

2. Abraçar uma árvore pode trazer sensação de paz e tranquilidade. De acordo com Kátia Leite, as plantas possuem um campo energético semelhante ao dos animais. "A energia da árvore se mantém intacta mesmo quando cortamos um pedaço dela. Estar em contato com essa poderosa vibração é uma ótima forma de sentir-se bem, além de ter a natureza bem pertinho de você", ensina a especialista.

 

3. Não imprima a segunda via dos recibos do cartão. Esse simples ato consegue diminuir significativamente a quantidade de papel jogado fora. No escritório, opte pelo uso de papel reciclado e imprima somente o necessário. Pesquisas apontam que ao conseguir reutilizar 100 kg de papel, sete árvores são salvas.

 

4. Combinar um piquenique num parque de sua cidade é uma boa ideia de programa para fazer com a família ou amigos. A maior parte dos parques tem área para esse tipo de refeição e dá para passar horas deliciosas brincando e observando a natureza. "Comer e passear ao ar livre ajuda a respirar melhor e dá ao corpo informações que perdemos se estamos o tempo todo em casa, no trabalho, na escola ou no shopping", lembra a especialista. Temperatura, umidade, luminosidade, cor e odores são percepções que tendem a se perder quando não estimuladas.

 

5. Com a chegada da primavera, conte ou observe as árvores que estão florescendo. "Ao prestar atenção nas flores, acabamos nos dando conta da beleza dessa estação, além de aprender mais sobre a natureza", informa a naturóloga. Além disso, é uma ótima maneira de manter as crianças entretidas e em contato com o verde.

 

6. Economize água. Atitudes simples podem combater o desperdício desse recurso natural tão importante, como fechar o chuveiro enquanto se ensaboa. Vale lembrar que a ducha economiza cerca de 7 mil litros a mais do que o banho de banheira. Ao escovar os dentes ou limpar os alimentos, manter a torneira fechada também pode ajudar na economia.

 

7. Separe sementes da fruta que mais gosta e coloque em um vasinho com terra. "Já fiz a experiência com sementes de melão, melancia, mexerica, carambola, tomate, caqui e todas brotaram!", comemora Kátia. Depois disso, transfira a planta para algum lugar onde ela poderá crescer sadia. Pode ser no quintal de casa ou na área verde do prédio, na calçada ou na residência de algum conhecido.

 

8. Árvore e passarinho combinam perfeitamente. Descubra uma área com árvores perto de sua casa ou trabalho, ou no caminho por onde passa diariamente, e tire um tempinho para observar. Mesmo em cidades grandes e agitadas você poderá ver uma quantidade grande de pássaros. "É maravilhoso ouvir o canto dos bem-te-vis ou assistir a um beija-flor se alimentar nas flores", lembra a naturóloga.

 

9. Evite usar copos descartáveis e garrafinhas d?água. Um copinho descartável leva cerca de 50 anos para se decompor, enquanto uma garrafa de plástico pode demorar mais de 100 anos. A solução pode ser optar pelo uso de canecas ou copos de vidro, já que não são materiais descartáveis. Os resíduos plásticos contribuem significamente com a poluição dos oceanos.

 

10. Reaproveite o lixo. Para diminuir a quantidade do que é jogado fora em casa, coloque a imaginação para funcionar. Garrafas pet podem dar vida a brinquedos para crianças, enquanto as latas de alumínio podem virar vasos de flores para decorar seu lar. As cascas de frutas também são ricas em nutrientes e funcionam como adubo para as plantas.

 

fonte: esta publicação é uma composição feita por Fatima dos Anjos com diversos artigos pesquisados.

Exibições: 7

Responder esta

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço