Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

 

by ALEXGRIA (THE ONE IN THE NOW)

A Energia do Medo

 

O medo tem um padrão contractivo.

 

Quando alguém te assusta ou é agressivo para contigo, invariavelmente tu contrais-te e recuas.

 

Se uma pessoa tem medo de voar, fica limitada ao número de sítios que pode visitar, se essa mesma pessoa tiver medo de conduzir, o número de sítios a visitar fica ainda mais limitado.

 

Se reparares bem, salvo raras excepções, é a sugestão que cria os medos.

 

Como o padrão medo tem agregado uma energia de baixa frequência é pesado e cola-se facilmente a ti e aos outros. Por outro lado o amor tem harmónicas de frequências altas e é expansivo, não contem contradição é totalmente transparente e sem medo.

 

A realidade manipulada em que vivemos é baseada no medo e na separação, montando assim o palco, onde seres separados ilusoriamente uns dos outros coexistem em temor constante. Medo de não ser aceite, de falhar, de não cumprir as metas que te impões e que te impõem, não ser amado, de não ter (escassez), etc.

 

Somos então dominados por um medo patológico que nos bloqueia a razão e a lógica, as pessoas têm medo de mudar, de ir contra o “mainstream”, de ser ostracizadas, que a sua presença se torne inconveniente, com medo de estarem loucas, sentindo-se sem esperança, vulneráveis e sem capacidade para gerir o que sentem.

Claro está que ninguém gosta de se sentir assim! Então uma estratégia de defesa psicológica é criada.

 

A maneira mais básica de reagir, é com raiva, depois indignação, ficando ofendidos, querendo ridicularizar o portador da mensagem, atribuindo-lhe uma patologia, censurando-o.

 

Então, como podemos nós ultrapassar isto?

 

Há um outro lado da moeda, um que está intimamente ligado ao outro.

 

São os supostos destemidos, que em última instância são os que mais medo têm! O medo disfarça-se então em expressões como: “Eu!? Não tenho medo de nada!” São estes os seres capazes das maiores façanhas e supostos heroísmos.

No lado físico de si mesmos cometem verdadeiras barbaridades, mas por dentro permanecem cobardes e incapazes de se enfrentar a si próprios.

Têm dentro de si o inimigo, projectando-o para o mundo onde vivem. O medo então transforma-se num muro de separação, pois temem enfrentar-se a si próprios.

O ego cria então um vazio moral, criando um vácuo enorme que tem de ser preenchido.

O ser transforma-se então num vampiro dos outros, sugando até ao tutano tudo o que puder, para compensar um sistema “desamoroso” e em desequilíbrio.

 

Se não conseguimos ver o nosso lado negro, tornamo-nos muito perigosos, pois o orgulho è a maior das fraquezas humanas.

Ex: Os povos ocidentais sempre olharam para os outros povos através do que lhes era transmitido pelas figuras de poder, que lhes transmitiam a sua versão de medo em relação aos outros. “Eles estão mal, os seus líderes são tão maus, nós aqui não temos nada disso.” Isto é orgulho! Impede-os de ver a realidade, pois cria muros onde se escondem, tendo medo de se enfrentar e aos seus fantasmas.

Julgam-se excepções dentro do panorama mundial.

Esses líderes e povos continuam a mandar para guerra os seus filhos, combater inimigos imaginários, quando o maior inimigo está dentro de si. Chama-se medo!

Rodeiam-se de muros, guarda-costas, vivem em fortalezas, mas apenas estão borrados de medo, pois temem as consequências dos seus actos.

 

As religiões são o maior dos propagadores do medo! Sempre o foram, foi para isso que foram criadas, controlo e medo!

Se há soluções? Claro que sim! Estão dentro de ti!

 

Em conclusão, devemos nós continuar a ter medo?

 

 A verdade, é que enquanto crianças fomos sujeitos a limitações, se não vejamos:

Quando eras criança, por certo, ao brincares com um brinquedo com amigos, na efusão da brincadeira, o teu brinquedo foi destruído e se um adulto não te ensinar que aquilo é normal e acontece vais tornar-te egoísta e deixas de brincar.

Os pais costumam ser os primeiros a ensinar a separação:

“Com o Zé brinca, com o António não! Pois ele parte, os teus brinquedos!”

“Os pretos são maus, nós bons!”

 Sem nunca nos explicarem que são conceitos baseados no medo.

 

Enquanto as religiões, líderes, povos e tu próprio te mantiveres no padrão do medo a humanidade não progride verdadeiramente.

Enquanto as religiões pregarem o temor (ao divino), e a ideia que o “divino” reside no céu ou num planeta distante separado de ti e das tuas acções quotidianas, que te vigia, julga e pune, estaremos na energia limitadora e falsa do padrão medo.

 

O divino reside dentro do ser! Não fora!

Como pode existir separação na unidade de todas as coisas sem que isso seja apenas uma ilusão criada pelos que sabem e querem aproveitar-se disso?

 

O medo da separação faz com que não tenhas liberdade. “Conhece a verdade e ela te libertará!”

 

Se continuas a alimentar o padrão do medo geração após geração, vives numa mentira perpétua.

Devemos nós continuar a ter medo da verdade?

Esta resistência e negação vão ser o nosso fim!

 

O primeiro passo para começar a mudar o padrão medo é ver as alternativas que te ocultam á séculos, conhecendo através de uma mente aberta e não formatada as opções disponíveis, em vez acreditares no que te dizem e nem sequer comparar para saber se é de facto verdade.

Em seguida, através de um diálogo gentil, questionamento gentil, pôr-te a ti e aos outros a pensar em toda a informação disponível.

 

Pensamos que estamos acima de algo e que esse algo só acontece lá longe. Isso è falta de humildade e excesso de ego. Devemos fugir dos sistemas de controlo do ego, criando uma realidade sem sistemas de controlo. Tornando-nos mais solidários e deixando de ver diferenças, pois na realidade elas não podem existir.

Claro está que os controladores do sistema vão querer que continues a acreditar que és impotente e nada podes fazer.

Que se eles não estiverem no controlo do sistema, das suas instituições, ele colapsa e torna-se um caos!

Nada pode estar mais longe da verdade!

 

A verdade é que o sistema existe porque tu o sustentas medrosamente, com medo de mudar para alternativas que te parecem não existir.

 

A verdade, é que sem modelos de controlo, o sistema se auto regula tornando-se igualitário.

 

A verdade, é que tu é que suportas o sistema, não os controladores.

 

A verdade, é que se o sistema colapsa, biliões de escravos deixam de suportar uns vampiros sem alma que só te amedrontam e matam, física e espiritualmente.

 

A verdade, é que esses vampiros controlam o que comes bebes respiras e pensas!

 

O sistema colapsa e triliões de dólares passam a estar disponíveis para quem os produz e não para a elite. Esses triliões de dólares vão parar, através de um sistema comunitário global, às mãos dos que mais necessitam deles, acabando de vez com o medo básico da escassez.

 

Por ventura a terra alguma vez deixou de nos dar o que necessitamos para prosperar? Não!

 

A terra sempre tomou conta de todos os organismos que aqui se desenvolveram e prosperaram a todos os níveis (físico. energético e espiritual).

 

A verdade tem uma característica intrínseca, é incontestável!

 

Devemos nós continuar a perpetuar o actual estado de limitação por medo?! Ou devemos por fim, tornar-nos cidadãos de pleno direito desta linda orbe planetária, que é de todos nós, assumirmos de vez o bom e mau que existem em todos nós, parando assim com o grau de manipulação a que estamos sujeitos, que nos vai tornando cada vez mais escravos e não livres como gostamos de pensar que somos?

 

Reflecte nisto, e por favor pára de ter medo e ver diferença na soma de todas as coisas! 

Amo-vos, do fundo do meu espírito eterno, sem MEDO!

 

P.S.- Obrigado por me amarem! Todos precisamos de AMOR, não de MEDO! Reflictam e se gostarem partilhem.

Exibições: 50

Responder esta

Respostas a este tópico

Obrigado!

Estas são palavras que libertam e que lavam a alma, pois trazem a chave para a liberdade de pensar e livra-nos de nós mesmo, que deixamo-nos iludir com as informações dos telejornais e etc....

Obrigado pela bela e esclarecedora mensagem.

Obrigado Luciano!sinta-se livre para partilhar o texto!!a humanidade precisa de claridade e não de crendices e supostos salvadores!temos de saber dentro de nós as coisas!já agora como diz o meu mestre...os bons mestres são os que estão vivos!os outros!???deixa para lá!!!looooooool ALEXGRIA

ANIL , AGRADEÇO A INFORMAÇÃO !

GOSTEI IMENSO DO TEXTO .
BEM HAJA .
ABRAÇO .
Flores


RSS

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço