Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Sobre o nosso passado galáctico - via http://diariogalactico.com


 

Nossa, este post demorou para ficar pronto… ainda acho que pode ser melhorado, mas mal podia esperar para colocá-lo no ar. Segundo os ensinamentos que me foram dados durante os meus 7-15 anos e, mas tarde, confirmado por relatos de outros contatos da Federação Galáctica (como Sheldan Nidle e Yshtar) e (parcialmente) de relatos da Jelaila Starr do Conselho Nibiruano, a Terra é o terceiro planeta em que Humanos habitaram. Desde já, peço desculpas pela minha noção imprecisa de tempo ao relatar a história do nosso passado galáctico. Tempo é algo praticamente inexistente para aqueles que me contaram essa história e foi com muita dificuldade que consegui (será que consegui mesmo?) juntar as peças que me foram dadas de uma maneira mais ou menos linear.

A nossa história começou na constelação de Lira – num planeta localizado no sistema estelar Vega – quando um grupo de 12 espíritos (mestres em ascensão) que já haviam atingido um nível elevado de desenvolvimento espiritual decidiram criar um universo próprio. O propósito deste universo era abrigar novos espíritos (pedacinhos de luz que se desprenderam do criador). Para ajudar no seu desenvolvimento espiritual desses novos espíritos, uma espécie de jogo universal foi criado chamado de ‘Integração Polarial’. O jogo da Integração Polarial é um dos jogos desenvolvidos pelo Criador que tem por objetivo oferecer experiências em que se integra as grandes dicotomias do universo: a luz e a escuridão. Ao alcançar a integração polarial, os espíritos finalmente aprenderam a lição que se proporiam a aprender e retornam (se reintegram) ao Criador.

Para dar assistência àqueles que participariam do jogo de Integração Polarial, os criadores convidaram espiritos que já haviam participado de pelo menos um jogo de criado. Quarenta e cinco Carianos (raça que se assemelham a pássaros) e quarenta e cinco Felinos se propuseram a ajudar no desenvolvimento do jogo. Eles vieram à nossa galáxia e o jogo começou. Aos Carianos foi dado um planeta na constelação de Orion e aos Felinos um planeta na constelação de Lira. Neste jogo, os Carianos representaram a escuridão e os Felinos a luz. Com o tempo, embora estas duas raças tenham mantido um linhagem pura, também se misturaram e formaram outras duas raças (Reptilianos e Humanos), sendo os Reptilianos parte do grupo da escuridão junto com os Carianos e os Humanos da luz, junto com os Felinos.

Morando em planetas vizinhos na constelação de Lira, começou o grande experimento de Integração Polarial (luz e da escuridão) na nossa galáxia. Este grande experimento ocorreu na terceira dimensão. Com o avanço tecnológico, logo os habitantes dos dois planetas já viajavam o espaço, se visitavam, e passaram a se misturar geneticamente. Com isso, as linhagens das raças puras se aliaram, assim como diferenças sociais começaram a aparecer: as raças mistas eram como uma sub-raça fadadas ao trabalho pesado. Neste tempo, por alguma discordância ou desavença, as raças da luz e da escuridão passaram a se atacar, e instalou-se a primeira grande guerra galáctica na Via Láctea. Esta guerra causou a destruição da ‘primeira Terra’- Avyon (em Lira). Os poucos sobreviventes Felinos e Humanos (luz) desta guerra fugiram à procura de um outro planeta. O encontraram num sistema estelar binário na constelação de Pleiades e lá estabeleceram colônias.

Com o passar do tempo, a população deste planeta aumentou. Eles evoluíram ao ponto de (novamente) fazerem viagens espaciais, erradicar diferenças sociais, conviver pacificamente, etc. Suas ações e estilo de vida refletiam apenas a luz e não expressavam o lado ‘negro’ de sua natureza. Mas por que sua evolução espiritual implicava integrar a luz e a escuridão, ao reprimir seu lado obscuro estes seres não progrediam e se estagnaram espiritualmente. De tanto reprimir seu lado obscuro, eles acabaram atraindo para o seu planeta em Pleiades uma raça de seres da escuridão. A presença destes acabou desestruturando a sociedade existente e, depois de alguns milhares de anos de tentativa de convívio, os Humanos finalmente atacaram os visitantes com o intuito de expulsá-los de seu planeta. Inúmeras batalhas destruíram o planeta e, novamente, os sobreviventes fugiram em busca de novas moradias.

Com isso, um grupo de sobreviventes (Humanos vieram parar no nosso atual planeta, Terra. Durante séculos se desenvolveram tecnologicamente e espiritualmente, viveram em harmonia com raças (hominoides, etc…) que já habitava o planeta e aqui se desenvolviam. Este grupo de Humanos viviam predominantemente na Lemúria, um grande continente localizado no oceano pacífico. Séculos depois, outras raças vieram a terra, habitando Atlantis (um grande continente que existia no oceano Atlântico) e por outras partes do planeta como a Suméria parte da Europa.

Depois de muitos anos de convívio, um grupo híbrido rebelde foi formado. Estes desafiavam as leis do universo (que impedem a interferência na evolução espiritual de outras raças) realizando experimentos genéticos em raças primitivas que aqui já existiam, criando outras raças hibridas e escravizando algumas delas. A história dessas raças modificadas geneticamente ficaram guardadas na nossa história no que hoje chamamos de figuras mitológicas – criaturas que eram misturas de ‘deuses’ (metade bicho metade gente) que vieram dos céus e de seres terrenos – e no que chamamos de povos escravos (que mais se assemelham à gente), como os do Egito e Israel, descritos em textos históricos antigos (como a bíblia).

Por causa do abuso infligido por este grupo rebelde sobre a população local, conflitos entre Lemúria e Atlântis eram constantes. Como consequência, alguns dos povos que habitavam a Lemúria se refugiaram ao centro de Gaia (Terra) onde fundaram Agartha (que significa, interior da Terra). Outros, foram para as Américas (possivelmente os Zapotecas e Olmecas, precedentes dos Maias). Como consequência desses combates, o continente Lemúria afundou, deixando à mostra o que hoje são pequenas ilhas (por exemplo, o Havaí e as ilhas da Polinésia Francesa).

Tempos depois, os constantes abusos deste grupo rebelde sobre o planeta Terra e às raças aqui existentes acabou desestabilizando energeticamente o Planeta. Para não correr o risco de perder mais um planeta e criar mais cicatrizes carmicas naqueles que aqui viviam (que atrasariam muito a evolução espiritual dos habitantes da Terra), a Federação Galáctica pensou numa alternativa: baixar a frequência vibratória e a densidade energética do planeta e de seus habitantes da quinta para a terceira densidade (ou dimensão). Desta maneira, o planeta ganharia tempo para se reestruturar (energeticamente) até o próximo alinhamento do nosso sistema solar com o centro da Via Láctea – 13 mil anos depois, em 21 de Dezembro de 2012 – quando teríamos a chance de voltar à quinta dimensão (retornar à consciência!) e continuar a nossa evolução espiritual.

Depois de 13 mil anos desconectados da nossa história galáctica, a nossa perda de consciência é clara. Vivemos aqui na total escuridão… nos esquecemos de quem somos, para que viemos… vivemos em total ‘stand-by’. Se aprendermos a integrar a luz e a escuridão, conseguiremos manifestar as vibrações mais altas da quinta dimensão e teremos a chance de – junto com Gaia (Terra) – voltar à consciência da quinta dimensão em 2012. Mal posso esperar ;)

Com amor e luz,
Bia R.

via: http://diariogalactico.com

Exibições: 27

Responder esta

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço