Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Você é Filho de Deus ou você é Filho do Homem? (Epílogo)

“Ora, se Deus não poupou anjos quando pecaram, antes, precipitando-os no inferno os entregou a abismos de trevas, reservando-os para juízo; e não poupou o mundo antigo, mas preservou a Noé, pregador da justiça, e mais sete pessoas, quando fez vir o dilúvio sobre o mundo de ímpios; e reduzindo a cinzas as cidades Sodoma e Gomorra, ordenou-as à ruína completa, tendo-as posto como exemplo a quantos venham a viver impiamente; e livrou o justo Ló, afligido pelo procedimento libertino daqueles insubordinados, é porque o Senhor sabe livrar da provação os piedosos e reservar, sob castigo, os injustos para o juízo, especialmente aqueles que, seguindo a carne, andam em imundas paixões e menosprezam qualquer governo. Atrevidos, arrogantes, não temem difamar autoridades superiores, ao passo que anjos, embora maiores em força e poder, (anjos não decaídos, anjos que não abandonaram seu domicílio)  não proferem contra elas juízo infamante na presença do Senhor. Esses, todavia, como brutos irracionais, naturalmente feitos para presa e destruição, falando mal daquilo em que são ignorantes, na sua destruição também hão de ser destruídos, recebendo injustiça por salário da injustiça que praticam. Considerando como prazer a sua luxúria carnal em pleno dia, quais nódoas e deformidades, eles se regalam nas suas próprias mistificações, enquanto banqueteiam junto convosco; tendo os olhos cheios de adultério e insaciáveis no pecado, engodando almas inconstantes, tendo coração exercitado na avareza, filhos malditos; abandonando o reto caminho, se extraviaram, seguindo pelo caminho de Balaão, (Balaão foi o profeta a quem Balaque deu instrução para amaldiçoar o povo de Israel. Contudo por revelação divina, Deus lhe aparecia e determinava que o povo de Israel fosse abençoado por ele, profetizando a grandeza daquele povo, o que irritou Balaque.Balão não amaldiçoou o povo, mas foi seduzido pelas ofertas financeiras do rei a ponto de novamente ir no caminho para por tropeço ao povo de Israel pelos seus serviços sacerdotais. No meio do caminho, pela boca de uma jumenta, Balaão tem mais uma revelação de Deus contra os propósitos de seu coração, obedecer Balaque. Balaão não chegou a amaldiçoar o povo de Israel, pois por divina revelação Deus não o permitiu, contudo Balaão ensinou aos inimigos de Israel como fazê-los cair e perder a proteção do Altíssimo. As mulheres de fora de Israel eram formosas e fariam o povo de Israel cair em prostituição. E por intermédio dessas mesmas mulheres haveria a promiscuidade com ídolos. A citação sobre Balaão no novo testamento é em Apocalipse capítulo 2 no versículo 14:  "entretanto, algumas coisas tenho contra ti; porque tens aí os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, introduzindo-os a comerem das coisas sacrificadas a ídolos e a se prostituírem.")   filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça. Esses tais são como fonte sem água, como névoas impelidas por temporal. Para eles está reservada a negridão das trevas; porquanto, proferindo palavras jactanciosas de vaidade, engodam com paixões carnais, por suas libertinagens, aqueles que estavam prestes a fugir dos que andam no erro, prometendo-lhes liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção, pois aquele que é vencido fica escravo do vencedor. Portanto, se, depois de terem escapado das contaminações do mundo mediante o conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, se deixam enredar de novo e são vencidos, tornou-se o seu último estado pior do que o primeiro. Pois melhor lhes fora nunca tivessem conhecido o caminho da justiça do que, após conhecê-lo, volverem para trás, apartando-se do santo mandamento lhes fora dado. Com eles aconteceu o que diz certo adágio verdadeiro: O cão voltou ao seu próprio vômito; e: A porca lavada voltou a revolver-se no lamaçal. (2 Pedro: 2: 4-22)

Isso nos diz que esses anjos, que cometeram o pecado que precipitou o dilúvio foram lançados ao Tártaro (o Tártaro, descrito por Homero é a prisão subterrânea dos Titãs ou gigantes, que se rebelaram contra Zeus). Antigos textos egípcios falam de “Mundo Inferior”. Por óbvio, entendo que tal lugar é o lugar para onde os Nephilim, anjos caídos malignos, que perpetraram tanta violência e crimes hediondos nos dias de Noé, estão presos.

Epístola de Judas 6:

“Quero, pois, lembrar-vos, embora já estejais cientes de tudo uma vez por todas, que o Senhor, tendo libertado um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu, depois, os que não creram; e a anjos, os que não guardaram o seu estado original, mas abandonaram o seu próprio domicílio, ele tem guardado sob trevas, em algemas eternas, para o juízo do grande Dia.”

Devemos entender aqui que o abandono, significa que tais anjos não vieram do céu divino, mas vieram de uma das muitas moradas do Pai, (“Na casa de Meu Pai há muitas moradas...” Jo 4:2-3 ). No Evangelho de Marcos, cap 5, temos um relato de um encontro de Jesus e um homem que estava possuído por muitos espíritos maus. Era um homem endemoniado; quando o amarravam com correntes ou cordas ele as rompia. Vivia nos túmulos, gritava e feria-se com pedras. Quando se viu frente ao Messias, disse que seu nome “era legião... porque somos muitos”. E suplicaram ao Messias que não os lançasse ao Abismo. (uma legião romana era composta de aproximadamente 6.000 homens)

Vimos, então, que os Nephilim (Anunnaki) e seus descendentes habitaram a Terra antes e depois do dilúvio; foram os homens de renome, os heróis da antiguidade, figuras poderosas que ficaram famosas - os deuses gregos, egípcios e romanos – cujas figuras chegaram até nós através escavações arqueológicas de estátuas, imagens gravadas em paredes de antigos templos, em objetos de cerâmica, et coetera, destruídos no dilúvio, confinados nas regiões trevosas, e que nos bancos acadêmicos aprendemos que faziam parte da mitologia. Em verdade, esses antigos mitos, viveram realmente, constituindo-se em verdades primitivas que se transformaram em lendas, porque não mais existiam entre os homens. Eram conhecidos nos antigos textos hebraicos como “estrelas” e “anjos”, assim também receberam nomes de estrelas e planetas reais, nomes que remontam à antiguidade. Portanto, os Anunnaki e sua descendência ficaram conhecidos por nomes como Apolo, Hércules, Órion, Pégaso, Perseu, bem como por nome de planetas, como: Marte, Júpiter, Saturno, Netuno, Plutão, Urano, et coetera. Atualmente, só conhecemos cerca de 100 desses nomes antigos de estrelas. Mas,me permito adivinhar que todos os chamados deuses da Grécia e de Roma tivessem nomes de estrelas e planetas ignotos.

Devemos observar que essas entidades, que corromperam a humanidade, foram confinadas num lugar chamado Tártaro, e que receberam a profetizada visita de Jesus ressuscitado, quando ELE proclamou seu triunfo sobre elas, conforme tomamos conhecimento através de

 I Pedro 3:18-21 em três versículos na parte final do Novo Testamento, quando falava do Messias ressuscitado: “Morto na carne, sim, mas vivificado no espírito, no qual também foi e pregou aos espíritos em prisão, os quais noutro tempo foram desobedientes quando a longanimidade de Deus aguardava os dias de Noé...”.

Vemos, então, que Jesus ressuscitado foi a essa prisão (Tártaro) onde foram confinados os anjos (deuses) que haviam abandonado seu domicílio e praticado toda sorte de falsificação entre os humanos, e anunciou seu triunfo sobre esses espíritos, cumprindo assim o que Deus dissera a Adão e Eva quando os expulsou do paraíso, ou seja: “Então o Senhor Deus disse à serpente: Visto que isso fizeste, maldita és entre todos os animais domésticos e o és entre todos os animais selváticos; rastejarás sobre o teu ventre e comerás pó todos os dias da tua vida. Porei inimizada entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar”. (Gen.3: 14-15)

Amigos: estamos chegando à resposta da pergunta inicial!

Livro de Enoque VI 1-8 ( O Livro de Enoque não está na Bíblia, sendo considerado apócrifo. Enoque seria uma encarnação do Arcanjo Metatron. É importante ao Amigo, se quiser saber mais sobre esse Livro maravilho, pesquisar na internet. Há tesouros de informações nele e você ficará surpreendido. Certamente, poderá entender porque ele foi considerado apócrifo). No seguinte endereço: http://mortesubita.org/demonologia/anjos/godsarmy/a-queda-dos-anjos/, você ficará impressionado, certamente, e, se alguma dúvida ainda lhe resta quanto a esses anjos caídos, certamente será sanada.

“E sucedeu que naquela época, quando os filhos dos homens tinham se multiplicado, nasceram-lhe filhas belas e graciosas. E os Anjos, filhos do céu, as viram e as desejaram, e disseram uns aos outros: “Vamos, escolhamos esposas dentre as filhas dos homens e geremos filhos.”  E Semjaza, que era o líder deles, disse-lhe: Temo que na verdade não concordareis em praticar esse ato, e eu serei o único a ter de pagar a penalidade de um grande pecado. E todos lhe responderam e assim disseram: “ Pronunciemos um juramento e comprometamo-nos todos por imprecações mútuas a não abandonar este plano mas levá-lo a cabo.” E todos pronunciaram o juramento e comprometeram-se por imprecações mútuas a realizar o planejado. E eram duzentos ao todo; que nos dias de Jared desceram no cume do monte Hermom, e o chamaram de monte Hermom, porque assim tinham jurado e se comprometido por imprecações mútuas. São estes os nomes de seus líderes: Semiazaz, seu líder, Arakiba, Rameel, Kokabiel, Tamiel, Ramiel, Danel, Ezeqeel, Baraqial, Asael, Armaros, Bartarel, Ananel, Zeqiel, Samsapeel, Satarel, Turel, Jomjael, Sariel. Cada um deles chefiava um grupo de dez.”

Jared, que nasceu em 3544 a.C, foi o pai de Enoque e tinha 162 anos quando seu filho nasceu, (Enoque foi o pai de Matusalém [viveu 969 anos], quando tinha 187 anos teve um filho chamado Lameque, o qual, aos 182 anos teve um filho que chamou Noé). Enoque nasceu na época em que os “deuses” chegaram à Terra. Época em que muitos especialistas acreditam que a Grande Pirâmide foi construída. Portanto, em torno de 1000 anos, antes do dilúvio (2348 a.C.), determinado por Deus em razão da falsificação ocorrida, o que havia tornado a população da Terra conspurcada e depravada; logicamente, conforme vimos, pela ação desses anjos decaídos

E, continuamos a ler no Livro de Enoque (VII 1-6): “ E todos os outros juntos tomaram esposas, e cada um escolheu uma para si, e eles começaram a ter relações com elas e a se macularem com elas, e lhes ensinaram sortilégios e encantamentos, e a colher raízes, e as fizeram conhecedoras de plantas. E elas ficaram grávidas e deram à luz gigantes, cujo tamanho atingia grande altura: e consumiam todos os recursos humano. E quando os humanos não mais os podiam sustentar, os gigantes viraram-se contra eles e os devoraram. E eles começaram a pecar contra aves e animais, e répteis e peixes, e a devorar a carne uns dos outros e a beber o sangue. E a terra fez acusações contra os indisciplinados.”

Fica muito claro para mim que aqueles réprobos estavam praticando engenharia genética, pois qual outro pecado poderiam ter praticado contra aves, animais, répteis e peixes? Fica claro, também, que Enoque estava se referindo aos monstrengos que a mitologia nos relata, metade humanas, metade animais, que aparecem em numerosas imagens em muitos países durante aquela mesma era. Também fica claro que esses decaídos (Anunnaki), ensinaram aos humanos “sortilégios e encantamento e a colherem raízes”, ou seja, feitiçaria, magia negra. Ficando claro, também, que drogas como o ópio e a heroína tiveram sua origem naqueles tempos. (“E os fez conhecedores de plantas”).

Se você já leu o Livro e Enoque, ficou sabendo que ele chamava os “anjos caídos” de “Guardiões, cujas atividades começaram em determinada época durante os 596 anos entre Jared e Noé; e ainda, a ocorrência do dilúvio quando Noé tinha 600 anos. Tempo mais do que suficiente para que os deuses “pintassem e bordassem”, como diríamos hoje. Fazendo todo tipo de falsificação, as quais corromperam toda a terra, os homens, os animais, as aves e as plantas.

No Novo Testamento, lemos que Eva foi enganada pela serpente. (2 Coríntios 11:3).

“Como caíste do Céu, ó Estrela da Manhã (hebraico Lúcifer), filho da alva! Como foste lançado por Terra, tu que debilitavas as nações! Tu dizias no teu coração: “Eu subirei ao Céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do Norte; subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo.” (Isaías 14: 12-14)

A maior façanha que Satanás já aprontou foi convencer o mundo de que ele não existe! Foi o que disse Kaiser Solsa no grande filme Os Suspeitos. Patrick Heron, autor do livro Os Nephilim e a Pirâmide do Apocalipse diz: “No processo de assimilar informações relativamente ao líder dos caídos “filhos de Deus”, nós o encontramos (Lúcifer) mencionado pela primeira vez com alguns pormenores já no terceiro capítulo do Livro de Gênesis. Em nenhum outro lugar, tanto quanto ocorre aqui, esse esquivo homem-espírito encobriu seus vestígios e camuflou sua existência num labirinto de fábulas e conto de fadas”.

No encontro entre Lúcifer e Eva, vemos no versículo seguinte, depois que o casal partilhou o fruto proibido, que os olhos de Adão e Eva se abriram e perceberam que estavam nus. Quando foram surpreendidos por Deus, ocultaram-se e é nesse momento que Deus profere a primeira profecia sobre o Messias e a futura sina de Lúcifer; e que vai, definitivamente, responder a nossa pergunta inicial.

Porei inimizada entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar”. (Gen.3: 14-15)

As palavras que grifei me dizem que: o seu descendente (genealogia de Eva: Jesus Cristo), te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar. Isto é, todos conhecemos a genealogia de Jesus Cristo, por isso pouparei o Amigo de aqui reproduzi-la.

“...E tu lhe ferirás o calcanhar...” (crucificação de Jesus). Mas, ao fim e ao cabo, o Messias “esmagaria a cabeça desse ser infame”. E, realmente, vimos que após ter ressuscitado, Jesus desceu ao Inferno “ e pregou aos espíritos em prisão; os quais noutro tempo foram rebeldes...” (I Pedro 3: 17-20).

Muitas e muitas outras considerações fervilham em minha mente, porém, já me estendi demais. Assim, posso dizer que, entendi, que, esses seres dos quais temos falado até agora, vieram à Terra, uniram-se com seres humanos e produziram seres híbridos, os quais provocaram toda sorte de falsificações, das quais temos sido informados por Nossos Mestres Assensos. Esses híbridos eram de grande tamanho. Imiscuiram-se entre os humanos, a descendência de Eva. No decurso de vários séculos em nosso Planeta, espalharam sua corrupção e contaminaram toda a humanidade. Temos informações Evangélicas de que Nossos Queridos Arcanjos estiveram em prontidão o tempo todo, acudindo aqui e ali os descendentes de Eva.

Quando as coisas ficaram muito difíceis, as aberrações e tudo o que lhes dizi respeito foram destruídos. Espíritos maléficos foram presos no Hades, ou seja, no Inferno, lugar de choro e de ranger de dentes. A saga da serpente (falaremos sobre esse personagem em outro blog), sempre foi: destruir a humanidade, de maneira que a linhagem do Messis fosse rompida e seu nascimento impossibilitado, anulando assim a primeira profecia dada aos homens, “...Porei inimizada entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar”. (Gen.3: 14-15)

Então, medida drástica foi determinada pelas Hierarquias Espirituais, veio o dilúvio, Noé, descendente de Eva, garantiu a continuidade humana conforme ela havia sido criada.

Depois desse patriarca, quando a humanidade começou a crescer novamente, ocorreu uma nova investida desses anjos caídos, aqueles que “...não guardaram o seu estado original, mas abandonaram o seu próprio domicílio...”; “...que havendo se entregado à fornicação, seguindo após, outra carne...”; ou seja, os Anunnaki, que haviam gerado os Nephilim.

Posteriormente, esses invasores, sempre na tentativa de frustrar a vinda do “Salvador do Mundo”, haviam infestado toda a região de Canaã, tendo Moisés passado 40 anos no deserto, tentando chegar à Terra Prometida, sempre lutando e guerreando com reinos e mais reinos, cujos reis eram seres teratológicos, conforme podemos ver no Êxodo.

Mas essa investida também fracassou, quando Josué e seus exércitos derrotaram essas criaturas e destruíram as 60 “cidades de gigantes de Basã”, e o rei delas, Og.

Vimos que a primeira infestação de Nephilim, responsáveis por todas as falsificações e corrupção em nosso Planeta, foram encarcerados em lugar chamado Tártaro (da mitologia grega = Inferno), onde aguardam o julgamento final, nos dias do Apocalipse.

Vimos que Jesus foi a esse local e anunciou a essas criaturas que ELE havia cumprido a primeira profecia. Havia nascido entre os homens!

Me permito pensar que, os remanescentes desses seres, ainda continuam pululando pela Terra, ora encarnados, ora desencarnados. Razão pela qual, os Espíritos nos falam, em todas as obras psicografadas, obsessores, vampirizadores, sofredores, et coetera, que, após a morte física, atormentam os encarnados. São seres que vivem na 4ª dimensão, em regiões trevosas, nos umbrais ou em meio aos encarnados. Enquanto nós, os cristãos, somos aqueles que escolheram viver as experiências na dualidade e, para que pudéssemos aprender o que queríamos aprender, escolhemos viver com nossa consciência dissociada, usando o livre-arbítrio e o escudo de nossa FÉ.

Mas, nunca estivemos sozinhos...

A vinda de Jesus Cristo nos mostrou o caminho. Na parábola do joio, em Mateus 13: 24-30, fica muito clara a falsificação da qual fomos vítimas, como esses malsinados Espíritos estão entre nós e quem os colocou entre nós.

É claro, Amigo, que somos “Filhos do Homem”.

Nossa ascendência é divina.

Somos filhos da FONTE. 

EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA!

Exibições: 73

Respostas a este tópico

Excelente,

Obrigado minha irmã.

Adilson.

RSS

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço