Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

AULA Nº 07:

ASSISTA ONLINE ABAIXO A GRAVAÇÃO EM VIDEO DESTA AULA

Clique no PLAY para assistir:

OU CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O AUDIO DESTA AULA EM MP3

   

CAPÍTULO III

Quem são os vossos Deuses?

(2ª parte)

 

 Os deuses criadores são seres espaciais que possuem sua casa no espaço [e também em bases subterrâneas na Terra]. Eles também estão evoluindo. Alguns gosta­riam de chutá-los para fora do "clube dos deuses criadores" por acharem que eles não valem a vida que criam. Antes do saque, há cerca de 300.000 anos, vários componentes do time original [os nossos deuses originais] trabalhavam aqui para trazer informação e criar o enorme centro de informação que deveria ter sido usado para conectar vários sistemas galácticos. Houve, então, uma violen­ta guerra entre os deuses criadores, e estes seres espaciais, cujas histórias se encontram nos antigos manuscritos deste plane­ta, ganharam a luta. Eles tinham interesses particulares neste local. Aqui, neste universo do Criador Primordial, todas as coisas são permitidas. E como tal, muitas lições são aprendidas. [os deuses criadores espaciais são os draconianos, reptilianos arianis, brancos com asas do sistema de Dracon, quadrante de Satânia, comandados pelo anjo caído citado na Biblia. Eles tambem são conhecidos como "gárgulas"  e seu DNA estava entre os DNAs de mais de 300 raças diferentes de 22 galáxias, que foram utilizados pelos nossos Deuses Criadores Originais para a criação da humanidade. Alem deles tem tambem os insectóides, seres alados com duas antenas compridas, que são associados a eles e originários da mesma região.]

Alguns destes deuses criadores casaram-se e uniram suas linhagens, da mesma forma que no continente europeu diferentes monarcas e famílias reais se casaram e uniram seus reinos. Os deuses criadores misturavam-se entre si para ver o que con­seguiam criar. Não se esqueçam que eles entendiam de gené­tica e que todas as coisas eram criadas através da manifestação, manipulação e uso da força vital e da compreensão do seu funcionamento. Neste momento, está além da vossa compreensão perceber a extensão desse projeto. [todas as famílias reais da Europa e em particular a da Inglaterra são descendentes destes “deuses” criadores, os draconianos, que estão presentes entre nós nos controlando e nos manipulando através de várias linhagens, sendo que as tres principais são os reptilianos de Órion (reptilianos negros intraterrenos, tambem chamados de Aghartianos), os reptilianos de Nibiru (reptilianos gigantes tambem conhecidos como nibiruanos ou annunakis) e os reptilianos de Sírius B (reptilianos brancos, ou arianis, que são os lìderes), ambos formam a Federação dos Planetas livres ou a Confederação Galática da Luz ou ainda a Federação de Órion. Não confundir com a Confederação Intergalatica dos Planetas que são os seres de luz que estão lutando pela libertação da humanidade e a ascensão do planeta Terra. Os reptilianos arianis (brancos) de Sírius B, descendentes dos Draconianos, que compunham as familias reais da Europa se diziam filhos dos deuses, só se casavam entre eles, pois proclamavam pertencerem a uma casta de sangue azul, que não podia se casar com plebeus para não perder a linhagem divina. Mais recentemente deram origem aos nazistas, que queriam implantar a Nova Ordem Mundial, através da qual queriam dominar e governar o mundo, através de um regime tirânico e promover uma limpeza ética, eliminando todos os povos que não eram de origem ariana. Atualmente estão tentando reeditar este plano a partir dos Estados Unidos através da criação do Governo Secreto Mundial, em conjunto com os Illuminatis]

Quem eram estes seres que vieram e destruíram os pla­nos originais para a Terra? Quem eram estes seres espaciais a quem às vezes nos referimos como os “Camisetas Negras”? Sejam bondosos quando se referirem às forças das trevas. Não falem deles como se fossem maus. Simplesmente entendam que eles são desinformados, e criam sistemas desinformados, porque é assim que sabem operar. Eles lutaram uma vez e separaram-se do conhecimento [da informação, que é LUZ], por isso agarram-se desesperadamente ao conhecimento que lhes restou [o tecnológico] e à vida que conseguiram de­senvolver. Mas esta é uma vida baseada no medo que não só não respeita outras vidas como as usa. Quem são estes seres? São os répteis.

Estes seres espaciais são parte humanos, parte répteis. Nós costumamos chamá-los Lizzies. Não estamos aqui para amedrontá-los - mas para informá-los. Isto tudo está dentro de vocês, e à medida em que a história de quem são vocês começar a se revelar, alguns de vocês poderão inclusive acessar memórias reptilianas. É uma ilusão imaginarem que sempre encar­naram como seres humanos. Vocês encarnaram para vivenciar a criação, para reunir informação sobre a criação e para com­preender este processo coletivamente. Com certeza não tiveram uma única ­experiência. Seria como jantar a vida inteira no mesmo restaurante e dizer "conheço tudo sobre culinária”.

Comecem a expandir as vossas fronteiras e percebam que ainda necessitam experimentar muitas coisas. Existe brilho em toda a espécie de vida.

Os deuses criadores assumiam diversas formas, não eram todos Lizzies. Havia deuses criadores semelhantes a insetos [os insectóides, dos quais descendem os grays ou cinzentos, que são aliados dos reptilianos, e dos quais acredita-se que descenderiam também os povos asiaticos da Terra ]. Nós, Pleiadianos, somos associados aos deuses criado­res semelhantes a pássaros e répteis. Sempre houve seres que vinham do espaço e trabalhavam com a energia dos pássaros em diversas culturas. Se repararem nos desenhos do antigo Egito, Amé­rica do Sul e América do Norte, irão ver sinais de pássaros e répteis. Houve uma época em que pássaros e répteis trabalha­ram juntos, em outra, lutaram. A história se ampliará na pro­porção da vossa compreensão. Vocês vão começar a se lembrar da vossa história.

Os deuses criadores originais são muito ligados a vocês. Quando uma pessoa decide ter filhos, compromete-se a aprender com eles, a ser responsável pelo seu bem-estar e a ensinar eles a serem responsáveis por si mesmos. O mesmo acontece com os deuses criadores originais. Observando o vosso crescimento eles aprendem­ sobre a vida; estão aprendendo com o que criaram; es­tão aprendendo a ser bons pais, digamos assim.

Alguns deuses criadores, contudo, criaram vidas apenas para que estas cuidassem deles, atendessem às suas necessidades [criaram escravos, que é o caso dos que nos controlam]. Eles alimentam-se de suas emoções. Um dos grandes segredos que não vos foi revelado como espécie, é a riqueza e o poder que acompanham as emoções. Vocês foram orientados para não explorar as vossas emoções, porque através delas podem compreender as coisas. Através das emoções vocês conectam o vosso corpo espiritual [conectam o seu Eu Maior ou a sua consciência ou porção divina]. O corpo espiritual é o corpo não ­físico, existente na esfera multidimensional.

Está ocorrendo, neste momento, uma transferência na ordem da modulação de freqüência no planeta e energias ex­ternas [a espiritualidade] estão trabalhando nesta mudança. Estas energias preci­sam de vocês. Elas não podem alterar o planeta de fora - o planeta precisa ser alterado de dentro. As energias simples­mente trazem os raios cósmicos criativos que penetram em vossos corpos criando o salto evolucionário dentro de vocês. Uma vez que compreendam o uso adequado da emoção e co­mecem a adquirir controle sobre a vossa própria freqüência, serão capazes de irradiar estes raios. E então a freqüência do medo neste plano de existência não mais será alimentada.

A diminuição da freqüência do medo neste planeta pro­vocará, em contrapartida, uma disseminação de atividades destinadas a novamente aumentá-­lo para alimentar os seres que se nutrem desta freqüência. Eles tentarão restabelecer a freqüência do medo antes de mudar sua nutrição para a freqüência do amor. Os Lizzies instalaram na Terra dispositivos que podem difundir e amplificar o desequilíbrio emocional no planeta. Este desequilíbrio é enviado a eles e os sustenta de alguma forma. [um deles é o Projeto HAARP, outro é a Malha Diamantina, composto por milhares de satélites americanos, que funcionam interligados cobrindo todo o planeta, todos para nos controlar, nos vigiar e manipular a nossa mente através da irradiação de ondas de radio, ondas curtas de baixa freqüência, ou seja de 345 hz, que é a freqüência da energia em que trabalha nosso cérebro]

Para se chegar a um planeta é necessário um portal, ou um caminho de acesso. Vocês podem voar pelo espaço, para Júpiter, por exemplo, mas se não encontrarem o portal que permita a vossa entrada na “estrutura temporal de existência” deste planeta, vão pousar num lugar que parecerá desolado, sem vida. Os portais permitem a entrada na dimensão [tempo/espaço] do planeta onde existe vida. Eles abrem-se para corredores de tempo [conhecidos como buracos de minhocas, que são as vias ou estradas interdimensionais] e servem como zonas de experiências multidimensionais [e também através do tempo ou multitemporais].

Existem vários portais na Terra que permitiram a intro­dução de espécies diferentes, de deuses criadores espaciais. Um dos portais mais gigantescos, muito cobiçado atualmente, é o portal do Oriente Médio. Se vocês voltarem na história da Terra, irão perceber quantos incidentes religiosos e quantas civilizações foram introduzidas por esse portal. É um portal enorme - com um raio de milhares de quilômetros. É por isso que existe tanta atividade no Oriente Médio. Este é o portal que os Lizzies usam.

De certa forma, os Lizzies vêm controlando este portal. Eles têm usado esta área para criar suas bases em cavernas subter­râneas de onde operam. A antiga civilização da Mesopotâmia, entre os rios Tigre e Eufrates, foi uma colônia espacial [dos annunakis, de Nibiru] onde uma certa civilização foi introduzida pelos nossos deuses criadores espaciais. [Esta civilização que foi ali introduzida foi a dos Hebreus (o povo eleito de deus(?)), que em 2.000 A.C., conduzidos por Abraão, migraram da cidade de Ur na Mespotânia para as terras da Palestina (a Canaã, a Terra Prometida).] O Kwait situa-se na boca deste território. Este portal envolve a manipulação de populações humanas para servir às necessidades de outros seres.

Entre os Lizzies há um grupo benéfico e outro maléfico. Por que estamos lhes contando isso? Por que vocês precisam saber disso? Porque a realidade dos Lizzies está voltando e fundindo-se com a vossa dimensão. Parte do vosso salto evolu­tivo consciente não consiste simplesmente em mergulhar no amor e na luz. É necessário que compreendam quão complexa é a realidade, quantas formas diferentes de realidade existem e como todas elas são vocês. Precisam estar em paz com todas e fundir-se com elas para criar uma implosão nas facetas da vossa alma. Só assim podem voltar ao Criador Primordial. [Sim, antes de chegarmos à luz teremos que purgar nossos demônios interiores, nossos espectros da alma, temos que assumir facetas do nosso eu que sempre fizemos questão de ignorar, aspectos desagradáveis do que somos que sempre fizemos questão de esquecer, de trancar no sótão do inconsciente ou no porão do nosso subconsciente. Estes fantasmas, que sempre escondemos de todos e acima de tudo de nós mesmos por medo ou vergonha, serão automaticamente libertados pela energia da transição, que estamos vivenciando e vamos ter que encará-los, que compreende-los e incorporá-los ao nosso eu, com auto-compaixão e auto-perdão, sem julgamentos ou rótulos, pois só podemos ascensionar por inteiro e não apenas com uma parcela de nosso eu, ou seja, apenas aquela da qual gostamos e do qual o nosso ego se compraz. E quando estamos assim falando, não estamos nos referindo apenas a esta vida presente, que é apenas uma faceta que estamos vivendo do nosso eu maior, mas sim ao somatório de todas as nossas outras vidas anteriores vividas neste e em outros planetas, nesta 3ª dimensão ou em outras dimensões, incluídas aí as nossas origens e vínculos com todas as energias, entidades ou raças estelares ao longo do tempo.]

Surgirão inúmeras oportunidades de julgar diversas coi­sas e de rotulá-las. Contudo, quando você julga e rotula não experimenta nem sente as novas realidades. Nunca se esque­çam de que esta é uma zona de livre-arbítrio e que há um Pla­no Divino, que será o plano final, a última carta a ser jogada. Todos devem lembrar-se de que esta carta será um Az.

A natureza das relações neste planeta é deveras inte­ressante. Sempre que ocorre uma modulação de freqüência num sistema existente, existe um certo magnetismo que con­verge para fora deste sistema. Este magnetismo atrai de vol­ta para o sistema toda a energia que alguma vez esteve envolvida com ele, para que ela possa fazer parte da evolução ou do processo. Vocês estão magnetizando para si tudo o que já experimentaram, para que possam sentir tudo o que for necessário à sensação da experiência. [Este é o processo de integralização de todas as nossas experiências anteriores, individuais e coletivas, ou seja, como indivíduos e como raça.]

Os deuses criadores da antiguidade estão sendo atraí­dos para cá agora por causa do Plano Divino. Eles precisam participar e compreender que suas freqüências serão altera­das. Eles estão resistindo, da mesma forma que muitos huma­nos estão resistindo. E, contudo, eles criam suas próprias realidades. Estes deuses criadores dos últimos 300.000 anos esqueceram-se de quem os criou! Esqueceram-se dos seus deuses. [E eles agora vão ter que encarar isto e vão ter que encarar também os seus fantasmas e as conseqüências de suas atitudes e condutas, tal qual cada um de nós humanos, para que também possam ascender e por isto eles estão muito apavorados. Este processo não será restrito ao planeta Terra, como bem dizem os Pleiadianos, este processo que aqui se inicia se estenderá a toda a nossa galáxia e depois a todo o nosso universo, pois ele começa conosco, mas puxa todos aqueles que estão ou um dia já estiveram relacionados conosco, seja de que raça for ou de que planeta ou sistema for. Estes por sua vez puxarão para este processo todos os outros que estão ou estiveram relacionados com eles e assim em cadeia o processo vai se expandir para todo o universo. Por isto temos tantas civilizações extraterrestres aqui agora nos assistindo e acompanhando este processo, por que eles também serão atingidos. A grosso modo estamos todos vivenciando o que se convencionou chamar de JUÍZO FINAL, embora ele não seja final e nem tampouco seja da forma como sempre foi apresentado por nossas religiões.]

Como membros da Família da Luz vocês não esquece­ram. A vossa tarefa é compreensão: trazer compreensão e enten­dimento para o planeta que irá estabilizar a energia e gerar o poder de criação. A luz é subestimada neste planeta, e estes deuses criadores os subestimam. Mesmo em seu resplendor, eles possuem pontos cegos, eles são tão apaixonados pelo poder que lutam entre si.

Os deuses criadores originais renunciaram a uma porção de si mesmos e voltaram-se enamorados para o seu próprio projeto. Vocês estão ligados a estes seres porque são extensões deles, suas forças operáveis. Vocês estão aqui para afetar a realidade não apenas de fora, mas de dentro. É isso que vocês estão pres­tes a lembrar.

Os deuses criadores espaciais estão voltando para um novo sa­que porque não querem morrer de fome. Eles sabem que esta havendo uma "falência do sistema" causada por vocês, e por isso estão voltando para criar medo e devastação, para tentar novamente dominar este território. A fonte de alimento é importan­te para eles. Eles estão perdendo o controle do planeta e, por ­isso, voltam para o seu portal principal no Oriente Médio, onde estão localizados seus covis embaixo da terra, para criar medo e caos.

Os Planejadores Originais desejam trazer a liberdade de escolha, com respeito à freqüência, de volta para este pla­neta. Os deuses responsáveis pelo último período evolutivo da Terra usavam a modulação de freqüência e não permitia a liberdade de escolha. Eles roubam a vossa energia psíquica mostrando-lhes um falso retrato da realidade. Esta informa­ção está sendo passada a vocês para que se apercebam de como têm sido manipulados.

Nós jogamos o mesmo jogo. Não preparamos, nós tam­bém, um plano de modulação de freqüência para vocês? Não os atraímos, induzimos, e os convencemos do vosso livre arbí­trio para que escolham vibrar numa determinada freqüência? Nós agimos da mesma forma que os construtores.

Assim como vocês descobriram a verdade sobre o Coelhinho da Páscoa, Papai Noel e a Fadinha do Dente de Lei­te vão descobrir que existe um cenário, uma história, uma versão idealizada em torno de muitas destas “energias” que vocês têm vindo a cultuar como deuses. [será a desconstrução da MATRIX terrena]

A “energia” predominante neste planeta forma os vossos sistemas religiosos segundo a própria vontade dela. Através destes sistemas ela extrai fluxos de energia incríveis, e esta energia está viva. Foi dito a vocês que todos os vossos pensamentos criam mundos: eles são reais e eles vão para algum lugar. Existem cinco bilhões e meio de pessoas pensando neste instante. Toda esta energia está viva na Terra. Qual é o sentimento predominante dentro dessa “energia” e o que pode convencer ou coagir a sua exibição?

Não estamos aqui para dizer quem está certo ou erra­do, ou quem é quem dentro da hierarquia. Queremos sim­plesmente desfazer as vossas ilusões, alertá-los para aquilo que foram induzidos a acreditar. A nossa intenção é sugerir que pensem maior.

Sintam a importância da perda que ocorrerá dentro desta “energia” predominante, quando um número cada vez maior de vocês deixar de vibrar de acordo com este plano. Pensem o que podem fazer quando vencerem esta modulação de freqüência, ou a insistência da vossa mente lógica e, impe­cavelmente, permanecerem límpidos como Portadores de Freqüência. Lembrem-se que identidade como freqüência é a soma total das pulsações eletromagnéticas, que irradiam dos vossos corpos físico, mental, emocional e espiritual. Todas as vezes que possuírem o que alguém estava modulando e tomando e culti­varem isso de acordo com a vossa vontade própria, vocês mudam a vibração do planeta.

Como destruidores de sistemas, esta é uma das tarefas que desempenham com mais habilidade. Nós não queremos depreciar ou desprezar o que usaram até agora como instru­mentos, queremos apenas que se desfaçam de seus velhos ins­trumentos. Vocês estão dedicando reverência e lealdade a sistemas de crenças que já não lhes servem mais, da mesma forma que vai chegar o dia em que cada um de vocês terá ultrapassado os ensinamentos que estamos ministrando ago­ra. Outra energia será capaz de dizer: "Bem, quando os Pleiadianos estavam lhes mostrando isto, era muito bom”. Eles dirigiram vocês até aqui. Deixem-nos levá-los adiante. A evo­lução não pára, nem há nada que tenha sido ensinado neste planeta que represente a verdade suprema.

Na medida em que forem recuperando a história de vos­so passado reptiliano, perceberão que muitas características que influenciaram o “sistema patriarcal” da vossa história faziam, na verdade, parte da família dos répteis. Assim, como os humanos não são maus, o mesmo ocorre com os répteis. Eles não contêm menos parte do Criador Primordial que vocês, nem sua aparência ou fisiologia são inferiores. Os mestres geneticistas são capazes de ocupar muitas formas diferentes.

É compreensível que parte da dificuldade de se trabalhar com uma espécie isolada [como é o nosso caso] seja o choque que pode ocorrer com a revelação completa da verdade.

Existiram e existem muitos outros deuses criadores, mas apenas alguns possuem a forma humana. Atualmente, a inquie­tação e o desconforto que vocês sentem em relação à aparência dos répteis advém de sua forma, que lhes é muito estranha. Os deuses criadores estão voltando para a Terra, é por isso que o planeta está passando por perturbações tão gran­des. Conforme forem aprendendo a sustentar as freqüências vindas dos raios cósmicos criativos, vocês estarão, cada vez mais, preparados para encontrar estes deuses. Como já disse­mos, alguns deles já estão aqui. Andam pelas ruas, vão a suas academias, participam do vosso governo e dos vossos locais de trabalho. Estão aqui para observar e para dirigir energia. Alguns deles vieram para os ajudar, outros estão aqui para aprender e evoluir. Existem ainda outros que não possuem intenções tão elevadas. [como é o caso dos Lizzies]

Precisam aprender como discernir entre as energias ex­traterrestres. Este é um universo de livre-arbítrio, portanto todas as formas de vida são permitidas aqui. Se uma “energia” procura amedrontá-los, manipulá-los, controlá-los, não é uma “energia” interessante para se trabalhar com ela. Vocês esco­lhem com quem trabalhar. O fato de uma entidade ter desen­volvido capacidades fantásticas e aparentemente mágicas, não significa necessariamente que ela seja desenvolvida espiri­tualmente. Aprendam a discernir.

Vocês estão vivendo uma época importantíssima em que a energia está chegando viva. Tudo o que estão sentindo é o resultado de estarem despertando os vossos potenciais ador­mecidos. Um vendaval está soprando, mostrando-lhes que há muita agitação rolando no ar. Os deuses estão aqui. Vocês são estes deuses.

À medida que forem despertando para a vossa história, os vossos olhos da antiguidade abrir-se-ão. São os olhos de Hórus, que enxergam através dos olhos do ser humano, mas da perspectiva de um deus. Eles vêem a conexão e o pro­pósito de todas as coisas, pois são capazes de enxergar diver­sas realidades e unificá-las num quadro global revelando a história inteira. Quando forem abertos dentro de vocês os olhos da antiguidade, serão capazes de conectar-se com a história pessoal de cada um, com a história planetária, a história galáctica e a história universal. Aí, então, vocês vão descobrir quem são os vossos deuses.

 

 

NOTA: Todas as informações que se encontram entre colchetes [ ] e inclinadas são comentários inseridos pelo Coordenador de Estudos do Grupo no texto original , visando facilitar a sua compreensão.

 

 

RESUMO:

Os deuses criadores são seres espaciais que possuem sua casa no espaço [e também em bases subterrâneas na Terra]. Eles também estão evoluindo. Antes do saque, há cerca de 300.000 anos, vários componentes do time original [os nossos deuses originais] trabalhavam aqui para trazer informação e criar o enorme centro de informação que deveria ter sido usado para conectar vários sistemas galácticos. Houve, então, uma violen­ta guerra entre os deuses criadores, e estes seres espaciais, cujas histórias se encontram nos antigos manuscritos deste plane­ta, ganharam a luta. Eles tinham interesses particulares neste local. [os deuses criadores espaciais são os draconianos, reptilianos arianis, brancos com asas do sistema de Dracon, quadrante de Satânia, comandados pelo anjo caído citado na Biblia. Eles tambem são conhecidos como "gárgulas"  e seu DNA estava entre os DNAs de mais de 300 raças diferentes de 22 galáxias, que foram utilizados pelos nossos Deuses Criadores Originais para a criação da humanidade. Alem deles tem tambem os insectóides, seres alados com duas antenas compridas, que são associados a eles e originários da mesma região.]

Alguns destes deuses criadores casaram-se e uniram suas linhagens, da mesma forma que no continente europeu diferentes monarcas e famílias reais se casaram e uniram seus reinos. Não se esqueçam que eles entendiam de gené­tica e que todas as coisas eram criadas através da manifestação, manipulação e uso da força vital e da compreensão do seu funcionamento. [todas as famílias reais da Europa e em particular a da Inglaterra são descendentes destes “deuses” criadores, os draconianos, que estão presentes entre nós nos controlando e nos manipulando através de várias linhagens, sendo que as tres principais são os reptilianos de Órion (reptilianos negros intraterrenos, tambem chamados de Aghartianos), os reptilianos de Nibiru (reptilianos gigantes tambem conhecidos como nibiruanos ou annunakis) e os reptilianos de Sírius B (reptilianos brancos, ou arianis, que são os lìderes), ambos formam a Federação dos Planetas livres ou a Confederação Galática da Luz ou ainda a Federação de Órion. Não confundir com a Confederação Intergalatica dos Planetas que são os seres de luz que estão lutando pela libertação da humanidade e a ascensão do planeta Terra. Os reptilianos arianis (brancos) de Sírius B, descendentes dos Draconianos, que compunham as familias reais da Europa se diziam filhos dos deuses e só se casavam entre eles, pois proclamavam pertencerem a uma casta de sangue azul, que não podia se casar com plebeus para não perder a linhagem divina. Mais recentemente deram origem aos nazistas, que queriam implantar a Nova Ordem Mundial, através da qual queriam dominar e governar o mundo, através de um regime tirânico e promover uma limpeza ética, eliminando todos os povos que não eram de origem ariana. Atualmente estão tentando reeditar este plano a partir dos Estados Unidos através da criação do Governo Secreto Mundial, em conjunto com os Illuminatis]

Quem eram estes seres que vieram e destruíram os pla­nos originais para a Terra? Quem eram estes seres espaciais a quem às vezes nos referimos como os “Camisetas Negras”? Sejam bondosos quando se referirem às forças das trevas. Não falem deles como se fossem maus. Simplesmente entendam que eles são desinformados, e criam sistemas desinformados, porque é assim que sabem operar. Eles lutaram uma vez e separaram-se do conhecimento [da informação, que é LUZ], por isso agarram-se desesperadamente ao conhecimento que lhes restou [o tecnológico] e à vida que conseguiram de­senvolver. Mas esta é uma vida baseada no medo que não só não respeita outras vidas como as usa. Quem são estes seres? São os répteis.

Estes seres espaciais são parte humanos, parte répteis. Nós costumamos chamá-los Lizzies. É uma ilusão imaginarem que vocês sempre encar­naram como seres humanos. Vocês encarnaram para vivenciar a criação, para reunir informação sobre a criação e para com­preender este processo coletivamente. Com certeza não tiveram uma única ­experiência.

Os deuses criadores assumiam diversas formas, não eram todos Lizzies. Havia deuses criadores semelhantes a insetos [os insectóides, dos quais descendem os grays ou cinzentos, que são aliados dos reptilianos, e dos quais acredita-se que descenderiam também os povos asiaticos da Terra]. Nós, Pleiadianos, somos associados aos deuses criado­res semelhantes a pássaros e répteis. Sempre houve seres que vinham do espaço e trabalhavam com a energia dos pássaros em diversas culturas. Se repararem nos desenhos do antigo Egito, Amé­rica do Sul e América do Norte, irão ver sinais de pássaros e répteis. Houve uma época em que pássaros e répteis trabalha­ram juntos, em outra, lutaram.

Os deuses criadores originais são muito ligados a vocês. Quando uma pessoa decide ter filhos, compromete-se a aprender com eles, a ser responsável pelo seu bem-estar e a ensinar eles a serem responsáveis por si mesmos. O mesmo acontece com os deuses criadores originais. Observando o vosso crescimento eles aprendem­ sobre a vida; estão aprendendo com o que criaram; es­tão aprendendo a ser bons pais, digamos assim.

Alguns deuses criadores, contudo, criaram vidas apenas para que estas cuidassem deles, atendessem às suas necessidades [criaram escravos, que é o caso dos que nos controlam]. Eles alimentam-se de suas emoções. Um dos grandes segredos que não vos foi revelado como espécie, é a riqueza e o poder que acompanham as emoções. Através das emoções vocês conectam o vosso corpo espiritual [conectam o seu Eu Maior ou a sua consciência ou porção divina]. O corpo espiritual é o corpo não ­físico, existente na esfera multidimensional.

Está ocorrendo, neste momento, uma transferência na ordem da modulação de freqüência no planeta e energias ex­ternas [a espiritualidade] estão trabalhando nesta mudança. Estas energias preci­sam de vocês. Elas não podem alterar o planeta de fora - o planeta precisa ser alterado de dentro. As energias simples­mente trazem os raios cósmicos criativos que penetram em vossos corpos criando o salto evolucionário dentro de vocês. Uma vez que compreendam o uso adequado da emoção e co­mecem a adquirir controle sobre a vossa própria freqüência, serão capazes de irradiar estes raios. E então a freqüência do medo neste plano de existência não mais será alimentada.

A diminuição da freqüência do medo neste planeta pro­vocará, em contrapartida, uma disseminação de atividades destinadas a novamente aumentá-­lo para alimentar os seres que se nutrem desta freqüência. Eles tentarão restabelecer a freqüência do medo antes de mudar sua nutrição para a freqüência do amor. Os Lizzies instalaram na Terra dispositivos que podem difundir e amplificar o desequilíbrio emocional no planeta. Este desequilíbrio é enviado a eles e os sustenta de alguma forma. [um destes dispositivos é o Projeto HAARP, outro é a Malha Diamantina, composto por milhares de satélites americanos, que funcionam interligados cobrindo todo o planeta, todos para nos controlar, nos vigiar e manipular a nossa mente através da irradiação de ondas de radio, ondas curtas de baixa freqüência, ou seja de 345 hz, que é a freqüência da energia em que trabalha nosso cérebro]

Para se chegar a um planeta é necessário um portal, ou um caminho de acesso. Vocês podem voar pelo espaço, para Júpiter, por exemplo, mas se não encontrarem o portal que permita a vossa entrada na “estrutura temporal de existência” deste planeta, vão pousar num lugar que parecerá desolado, sem vida. Os portais permitem a entrada na dimensão [tempo/espaço] do planeta onde existe vida. Eles abrem-se para corredores de tempo [conhecidos como buracos de minhocas, que são as vias ou estradas interdimensionais] e servem como zonas de experiências multidimensionais [e também através do tempo ou multitemporais].

Existem vários portais na Terra que permitiram a intro­dução de espécies diferentes, de deuses criadores espaciais. Um dos portais mais gigantescos, muito cobiçado atualmente, é o portal do Oriente Médio. Este é o portal que os Lizzies usam.

De certa forma, os Lizzies vêm controlando este portal. Eles têm usado esta área para criar suas bases em cavernas subter­râneas de onde operam. A antiga civilização da Mesopotâmia, entre os rios Tigre e Eufrates, foi uma colônia espacial [dos annunakis, de Nibiru] onde uma certa civilização foi introduzida pelos nossos deuses criadores espaciais. [Esta civilização que foi ali introduzida foi a dos Hebreus (o povo eleito de deus(?)), que em 2.000 A.C., conduzidos por Abraão, migraram da cidade de Ur na Mespotânia para as terras da Palestina (Canaã, a Terra Prometida).] Este portal envolve a manipulação de populações humanas para servir às necessidades de outros seres.

Entre os Lizzies há um grupo benéfico e outro maléfico. Por que estamos lhes contando isso? Porque a realidade dos Lizzies está voltando e fundindo-se com a vossa dimensão. Parte do vosso salto evolu­tivo consciente não consiste simplesmente em mergulhar no amor e na luz. É necessário que compreendam quão complexa é a realidade, quantas formas diferentes de realidade existem e como todas elas são vocês. Precisam estar em paz com todas e fundir-se com elas para criar uma implosão nas facetas da vossa alma. Só assim podem voltar ao Criador Primordial. [Sim, antes de chegarmos à luz teremos que purgar nossos demônios interiores, nossos espectros da alma, temos que assumir facetas do nosso eu que sempre fizemos questão de ignorar, aspectos desagradáveis do que somos que sempre fizemos questão de esquecer, de trancar no sótão do inconsciente ou no porão do nosso subconsciente. Estes fantasmas, que sempre escondemos de todos e acima de tudo de nós mesmos por medo ou vergonha, serão automaticamente libertados pela energia da transição, que estamos vivenciando e vamos ter que encará-los, que compreende-los e incorporá-los ao nosso eu, com auto-compaixão e auto-perdão, sem julgamentos ou rótulos, pois só podemos ascensionar por inteiro e não apenas com uma parcela de nosso eu, ou seja, apenas aquela da qual gostamos e do qual o nosso ego se compraz. E quando estamos assim falando, não estamos nos referindo apenas a esta vida presente, que é apenas uma faceta que estamos vivendo do nosso eu maior, mas sim ao somatório de todas as nossas outras vidas anteriores vividas neste e em outros planetas, nesta 3ª dimensão ou em outras dimensões, incluídas aí as nossas origens e vínculos com todas as energias, entidades ou raças estelares ao longo do tempo.]

Surgirão inúmeras oportunidades de julgar diversas coi­sas e de rotulá-las. Contudo, quando você julga e rotula não experimenta nem sente as novas realidades.

A natureza das relações neste planeta é deveras inte­ressante. Sempre que ocorre uma modulação de freqüência num sistema existente, existe um certo magnetismo que con­verge para fora deste sistema. Este magnetismo atrai de vol­ta para o sistema toda a energia que alguma vez esteve envolvida com ele, para que ela possa fazer parte da evolução ou do processo. [Este é o processo de integralização de todas as nossas experiências anteriores, individuais e coletivas, ou seja, como indivíduos e como raça.]

Os deuses criadores da antiguidade estão sendo atraí­dos para cá agora por causa do Plano Divino. Eles precisam participar e compreender que suas freqüências serão altera­das. Eles estão resistindo, da mesma forma que muitos huma­nos estão resistindo. E, contudo, eles criam suas próprias realidades. Estes deuses criadores dos últimos 300.000 anos esqueceram-se de quem os criou! Esqueceram-se dos seus deuses. [E eles agora vão ter que encarar isto e vão ter que encarar também os seus fantasmas e as conseqüências de suas atitudes e condutas, tal qual cada um de nós humanos, para que também possam ascender e por isto eles estão muito apavorados. Este processo não será restrito ao planeta Terra, como bem dizem os Pleiadianos, este processo que aqui se inicia se estenderá a toda a nossa galáxia e depois a todo o nosso universo, pois ele começa conosco, mas puxa todos aqueles que estão ou um dia já estiveram relacionados conosco, seja de que raça for ou de que planeta ou sistema for. Estes por sua vez puxarão para este processo todos os outros que estão ou estiveram relacionados com eles e assim em cadeia o processo vai se expandir para todo o universo. Por isto temos tantas civilizações extraterrestres aqui agora nos assistindo e acompanhando este processo, por que eles também serão atingidos. A grosso modo estamos todos vivenciando o que se convencionou chamar de JUÍZO FINAL, embora ele não seja final e nem tampouco seja da forma como sempre foi apresentado por nossas religiões.]

Como membros da Família da Luz vocês não esquece­ram. A vossa tarefa é compreensão: trazer compreensão e enten­dimento para o planeta que irá estabilizar a energia e gerar o poder de criação. A luz é subestimada neste planeta, e estes deuses criadores os subestimam. Mesmo em seu resplendor, eles possuem pontos cegos, eles são tão apaixonados pelo poder que lutam entre si.

Os deuses criadores originais renunciaram a uma porção de si mesmos e voltaram-se enamorados para o seu próprio projeto. Vocês estão ligados a estes seres porque são extensões deles, suas forças operáveis. Vocês estão aqui para afetar a realidade não apenas de fora, mas de dentro.

Os deuses criadores espaciais estão voltando para um novo sa­que porque não querem morrer de fome. Eles sabem que esta havendo uma "falência do sistema" causada por vocês, e por isso estão voltando para criar medo e devastação, para tentar novamente dominar este território. A fonte de alimento é importan­te para eles. Eles estão perdendo o controle do planeta e, por ­isso, voltam para o seu portal principal no Oriente Médio, onde estão localizados seus covis embaixo da terra, para criar medo e caos.

Os Planejadores Originais desejam trazer a liberdade de escolha, com respeito à freqüência, de volta para este pla­neta. Os deuses responsáveis pelo último período evolutivo da Terra usavam a modulação de freqüência e não permitia a liberdade de escolha. Eles roubam a vossa energia psíquica mostrando-lhes um falso retrato da realidade.

A “energia” predominante neste planeta forma os vossos sistemas religiosos segundo a própria vontade dela. Através destes sistemas ela extrai fluxos de energia incríveis, e esta energia está viva. Foi dito a vocês que todos os vossos pensamentos criam mundos: eles são reais e eles vão para algum lugar.

Não estamos aqui para dizer quem está certo ou erra­do, ou quem é quem dentro da hierarquia. Queremos sim­plesmente desfazer as vossas ilusões, alertá-los para aquilo que foram induzidos a acreditar. A nossa intenção é sugerir que pensem maior.

Sintam a importância da perda que ocorrerá dentro desta “energia” predominante, quando um número cada vez maior de vocês deixar de vibrar de acordo com este plano. Lembrem-se que identidade como freqüência é a soma total das pulsações eletromagnéticas, que irradiam dos vossos corpos físico, mental, emocional e espiritual.

A evo­lução não pára, nem há nada que tenha sido ensinado neste planeta que represente a verdade suprema.

Assim, como os humanos não são maus, o mesmo ocorre com os répteis. Eles não contêm menos parte do Criador Primordial que vocês, nem sua aparência ou fisiologia são inferiores. Os mestres geneticistas são capazes de ocupar muitas formas diferentes.

Existiram e existem muitos outros deuses criadores, mas apenas alguns possuem a forma humana. Os deuses criadores estão voltando para a Terra, é por isso que o planeta está passando por perturbações tão gran­des. Conforme forem aprendendo a sustentar as freqüências vindas dos raios cósmicos criativos, vocês estarão, cada vez mais, preparados para encontrar estes deuses. Como já disse­mos, alguns deles já estão aqui. Alguns deles vieram para os ajudar, outros estão aqui para aprender e evoluir. Existem ainda outros que não possuem intenções tão elevadas. [como é o caso dos Lizzies]

Precisam aprender como discernir entre as energias ex­traterrestres. O fato de uma entidade ter desen­volvido capacidades fantásticas e aparentemente mágicas, não significa necessariamente que ela seja desenvolvida espiri­tualmente. Aprendam a discernir.

Tudo o que estão sentindo é o resultado de estarem despertando os vossos potenciais ador­mecidos. Os deuses estão aqui. Vocês são estes deuses.

À medida que forem despertando para a vossa história, os vossos olhos da antiguidade abrir-se-ão. São os olhos de Hórus, que enxergam através dos olhos do ser humano, mas da perspectiva de um deus. Eles vêem a conexão e o pro­pósito de todas as coisas, pois são capazes de enxergar diver­sas realidades e unificá-las num quadro global revelando a história inteira. Quando forem abertos dentro de vocês os olhos da antiguidade, serão capazes de conectar-se com a história pessoal de cada um, com a história planetária, a história galáctica e a história universal. Aí, então, vocês vão descobrir quem são os vossos deuses.

 

 

PERGUNTAS DESTINADAS A FACILITAR A COMPREENSÃO DO TEXTO E PROMOVER O DEBATE:

 

1 – Quem são e onde ficam nossos deuses criadores?

2 – Quem são os Camisetas Negras?

3 – Quem são os Lizzies e como são?

4 – Nossos deuses criadores tem todos a mesma forma? Qual é a outra forma que possuem?

5 – A quais formas os Pleiadianos estão associados?

6 – Qual a importância que tem as emoções?

7 – O que é um portal?

8 – Qual o principal portal em nosso planeta? E quem os controla?

9 - Qual foi a civilização introduzida na Mesopotânia pelos deuses criadores, os Lizzies de Nibiru?

10 – O que os Lizzies tem a ver com o nosso salto evolutivo?

11 – Por que os nossos deuses criadores estão voltando?

12 – Qual o objetivo das "energias" predominantes em nosso planeta em criar os nossos sistemas religiosos?

13 – Como discernir dentre as energias extraterrestres presentes as maléficas das benéficas?

 


Exibições: 51

Anexos

Respostas a este tópico

grata amigo, agradeço pelo conhecimento e por fazer parte desse planeta maravilhoso nesta fase de transição,importante aula.

abraço

Ai, Ai,Ai !!!!! Agradeço que essas informações estejam sendo ministradas em doses homeopáticas, ainda esses dias me perguntei pq a próxima aula estava demorando, agora agradeço. Apesar de ter lido tanto sobre o mundo espiritual(Ramatis, Mdme Blavatsky e outros) estou entrando num mundo novo. Não sei se estou gostando muito, fico me perguntando se esses seres tinham livre arbítrio , entendi q o planeta Terra era exceção qto a esse fato. Eu spre acreditei q cada planeta tinha uma forma de vida dependendo das condições físicas e espirituais, veja STAR TRECK e STAR WARS toda criação humana traz verdades. O q me desagrada é ser manipulada pq não é fácil ser Bhuda todo o tempo, diante das intempéries da vida atual.Sinto ,pois estou passando pelo pior momento da minha vida, q muitas vezes não vou vencer tais situações, dizem q nesse período estou no raio rosa e sofro muito com a desdita alheia , dos animais e da mãe natureza e sou rebelde em aceitar a não presença do bem. Talvez por isso estou estudando esse tema. Muito grata, se eu sobreviver diante de tantas revelações( rs, rs...).

 Elas não podem alterar o planeta de fora - o planeta precisa ser alterado de dentro


Exatamente como nós, devemos iniciar, nossas mudanças de dentro para fora, é lá dentro, que iremos encontrar nossa força.

Querida amiga e irmã Carla,

Seja bem vinda aos nossos estudos, estamos felizes com a vossa participação.

Irmã, voce tem razão em relação aos reptilianos, nem todos eles são maus e mesmo aqueles que são maus, tambem merecem o nosso amor, pois são apenas irmãos presos a um nível de consciencia que ainda não lhes permite enxergar a luz.

Aqueles que conseguem romper este limite e conseguem enxergar a luz, normalmente buscam ajuda, seja nos centros espiritas, nos terreiros de umbanda ou nas casas esotéricas. Temos visto muitos casos assim. Para os trabalhadores da luz que não possuem videncia e não conhecem esta faceta de nossa verdade historica, eles são apenas espiritos humanos como outro qualquer necessitando de amparo e assistencia, mas para aqueles que tem videncia e não tem este conhecimento, normalmente o impacto é muito forte com a aparencia deles.

Nos terreiros de umbanda, aqueles trabalhadores que tem videncia, ou clarividencia, como é o nosso caso, sabem que muitas das entidades de luz que lá trabalham, como caboclos, preto-velhos, etc. são na verdade irmãos de outros planetas, que aqui vem disfarçados nesta forma, para estagiar e auxiliar a humanidade. E da mesma forma sabem que muitos dos exus e outras entidades ditas "de esquerda" que la comparecem para auxiliar as entidades de luz e adquirir evolução e sua propria luz, são na verdade reptilianos, intraterrenos ou não, cansados da situação e do grau de consciencia em que se encontram.

Quantos de nós já não passou por este estágio de consciencia um dia. Quantos de nós enquanto espiritos em evoluçaõ já não veio um dia como reptiliano para experenciar esta condição. Todos nós temos no minimo gens em nosso DNA originarios dos reptilianos, sejam estes gens oriundos da criação original ou da grande manipulação genetica a qual eles nos submeteram.

Assim a verdade sobre tudo isto precisa ser conhecida por nós, mesmo porque eles estão voltando a nossa realidade, nestes momentos que antecedem a grande transição, para justamente podermos acerta estas pendencias, estas situações mal resolvidas do passado, para que possamos definitivamente superar isto e finalmente libertos, ingressarmos na nova dimensão por inteiros. Para tanto precisamos trabalhar com os traumas armazenados na memória de nossas células com muito amor, fraternidade, compreensão, aceitação e carinho, sem qualquer rancor, ódio, mágoa, prevenção ou preconceito. É preciso desarmar nossos espiritos e aceita-los como irmãos na luz, para que haja distenção, compreensão e paz definitiva entre nós, pois só desta forma conseguiremos nos libertar desta dimensão de dualidade.

Entretanto, se faz necessário que aprendamos a discernir as energias extraterrestres e identificar a vibração de cada um deles para não cairmos em ciladas daqueles que continuam a persistir na tentativa de nos controlar, manipular e se alimentarem de nossas emoções e energias de vibrações mais baixas.

E para encerrar gostariamos de recapitular o que foi dito pelos pleiadianos sobre este assunto nesta lição:

"Estes seres espaciais são parte humanos, parte répteis. Nós costumamos chamá-los Lizzies.

Entre os Lizzies há um grupo benéfico e outro maléfico.

Sejam bondosos quando se referirem às forças das trevas. Não falem deles como se fossem maus. Simplesmente entendam que eles são desinformados, e criam sistemas desinformados, porque é assim que sabem operar."

Agradecemos imensamente a participação da irmã através deste seu depoimento.

Sinta-se carinhosamente abraçada e que a paz, a luz, o amor e a alegria estejam sempre em vosso coração.

Ibiatan Upadian

eu estou lendo o livro 'Agenda pleiadiana" de Barbara Hand Clow e sinto mta dificultade em entender o conteudo.As suas postagens são mais claras.No entanto,no livro encontro outras explicações que se diferenciam.Enfim...existe mta informação e eu tenho lembranças claras da minha vida como reptiliana e da maneira como se vivia então,porém,em outro planeta.Sinto que as pessoas conforme entram em contato com a verdade da historia da Terra,começam a desenvolver um sentimento altamente negativo qto a especie colonizadora.Por isso penso que foi de suma importancia a mensagem deste texto que nos aconselha a não nutrirmos sentimentos "menos positivos" qto as outras especies porque todos somos oriundos do "UM".SOMOS TODOS IRMÃOS e todos cometemos em uma vida ou outra atos de inconsciencia.mto obrigada,Ubiatan.abrçs
Nas placas sumerianas traduzidas pelo Dr Secharia Sitchin,os deuses geneticistas criadores da raça humana foram os habitantes do planeta Nibiru e pelas gravuras que representam estes deuses,eles tem apareciencia humana apenas são mto altos.Eu acredito qeu eles sejam mesmo iguais a nós porque até na biblia está escrito "a semelhança do pai".Se os Lizzies foram os nossos "criadores",pq não temos aparencia de repteis?Se eles tem tanta tecnologia,pq vivem no subsolo do planeta,escondidos,se poderism mto bem nos controlar e governar abertamente?..tem mta coisa que não faz o minimo sentido...eu estou estudando....

Nossa...a cada dia aprendo mais e mais na verdade não tenho recordações nenhuma alias nem em sonhos nem em nada, sabe, só faço é estudar, estudar, estudar, só este tema eu li e reli por muitas x porque demorou o meu entendimento mais a vantagem é que sempre é colocado coisas a mais para pequisas ai eu vejo os comentários dos irmão de luz e me imagino e paro e até peço que pena que não me recordo de nada ..... ou será que bom...rsrsrsrsr Bem sei lá na verdade espero e desejo o que for melhor pra mim e para a humanidade, sempre com o amor incondicional e pensando no criador primordial como o bem maior. Vejo que o objetivo e nos manter em energias positivas e pensamentos bom, saber sim que existe é importante mais acredito que podemos transmutar, transformar, alterar o sistema do mau, no amor maior. Porque não, não ajudar, instruir aqueles das trevas ....Temos trabalho aqui, tudo esta dentro de nós...temos este potencial!!! Me desculpe se não entendi ou se fugi um pouco sobre o tema, mais estarei aberta a ajuda para um melhor entendimento.

 

Abraços de Luz (irmão) 

     Bom! Realmente esta informação deixou-me um pouco ..... nem sei o que dizer!!?!

     Quase tudo o que li,foi novidade para mim.

      Amanhã vou voltar a ler,pois hoje já está tarde.

     Abraço.

   

tudo isso faz muito sentido, e é coerente com o que tenho lido de outras fontes... inclusive (não sei se é nessa lição ou outra), o fato da auto-chamada Federação Galáctica de 'Luz', (que tem sido canalizada por alguns pela web), realmente me parece infiltração dos anunakis (não tem uma energia boa)... fiquem sempre ligados, não acreditem piamente no que leem aí pela internet ! (na verdade, conseguimos sentir as energias das canalizações que vem verdadeiramente da Luz, pelo menos consigo sentir)...

Muita Luz a todos!

concordo em tudo com voce,Caio.Se me permiti,faço minhas as suas palavras...Abrçus

RSS

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2019   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço