Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

AULA Nº 13

 

ASSISTA ONLINE ABAIXO A GRAVAÇÃO EM VIDEO DESTA AULA

Clique no PLAY para assistir:

 

OU CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O AUDIO DESTA AULA EM MP3

CAPÍTULO VI

 Desvendando a História

(2ª Parte)

 

Nós denominamos Biblioteca Viva o planeta Terra, por­que todos vocês possuem a imagem do que consiste uma bi­blioteca: um lugar onde se guarda e obtém informação. Todos os lugares são verdadeiras bibliotecas. Cabe a vocês encontrar as informações dentro delas e descobrir como traduzi-las.

Gostaríamos que todos começassem a ter essa imagem. Isso vai criar um amor maior pela Terra e uma percepção maior de que nela existe sempre algo com o qual as pessoas podem se relacionar. Ninguém mais irá sentir-se solitário, pois desco­brirá que existe vida inteligente desejando comunicar-se com os seres humanos. Quando as doze hélices estiverem forma­das, ligando-os aos doze centros de informação, a biblioteca será ativada.

Os seres humanos foram designados para serem a cha­ve que acessará as informações contidas na Biblioteca Viva. Existem muitas histórias sobre esse assunto que podemos lhes contar. Há milhões de anos atrás todas as vidas coexistiam neste planeta, especialmente durante a era dos dinossauros, quando estas enormes bestas operavam como guardiãs do pla­neta, enquanto determinadas energias construíam e armaze­navam os dados aqui. Durante muitos milhões de anos isso aconteceu.

Neste exato momento, doze é o sistema que os conecta a algo em outro lugar. Não é o ritmo natural de vocês, mas, atra­vés de um acordo grupal, decidiu-se usar a energia do doze em diversos sistemas de realidade. É uma fórmula codificada. Muitas coisas que não fazem sentido para a mente lógica, o farão para os filamentos de códigos-luminosos e para o corpo físico à medida que ele for se tornando mais sensível.

O fluxo do planeta foi ajustado para o sistema de doze, mas certas pessoas irão afirmar que este não é um sistema efi­ciente, não é um fluxo natural. Na verdade, vocês constituem um sistema de treze. Quantas vezes por ano ocorre a lua cheia? Treze. O sistema de treze vai chegar. Em breve irão abrir-se para ele, porque serão capazes de movimentar-se no tempo. A energia do treze movimenta-se além da lógica e além do siste­ma forçado.

A Família da Luz chegou ao planeta para receber ener­gia dos Planeja dores Originais. Esta energia vai criar uma alte­ração genética, vai reativar e reagrupar os filamentos de códigos-luminosos que irão compor o sistema de doze hélices. Isto vai possibilitar a ativação do corpo humano e tornar os seres humanos extremamente valiosos, pois estarão em condi­ções de ser usados para acessar os dados que se encontram arquivados na Terra, espalhados por todo o lugar, dissimula­dos em insetos, flores, porcos, no rabo de um burro, nas ore­lhas de um coelho... Queremos enfatizar que, quando esses dados foram arquivados nas doze bibliotecas, foram coloca­dos em diversas camadas. Assim, quando chegarem às biblio­tecas, irão encontrar códigos de liberação diferentes. Em outras palavras, existem muitas vias de acesso às bibliotecas. Vocês não podem simplesmente ir entrando e dizendo: “Tenho pas­se livre para receber todas essas informações”. Da mesma for­ma que existe um sistema de segurança no governo, as bibliotecas que contêm informações também possuem o seu sistema de segurança.

A razão para a construção das bibliotecas surgiu devido às vibrações de tirania que estavam pulsando naquela época. Os Guardiões do Tempo estavam temerosos de que as infor­mações pudessem cair em mãos erradas. Este foi o motivo por­que as bibliotecas foram projetadas de maneiras muito diferentes. As outras bibliotecas, ou mundos existentes, são completamente diferentes do vosso. A missão dos Guardiões do Tempo era desenvolver um projeto por meio do qual a cons­ciência pudesse evoluir, informar-se e ser utilizada para acessar informações.

Originalmente, era de grande prestígio o papel dos ocu­pantes humanos como indicadores das vias de acesso às biblio­tecas. Sem o ocupante humano não se podia acessar as bibliotecas e, quanto maior a sintonia do ocupante humano, maior a capacidade de acesso às bibliotecas. Os ocupantes hu­manos sentiam-se orgulhosos de serem suficientemente livres e conectados para encontrar informações em todas as coisas.

Os humanos eram os cartões de acesso às bibliotecas. Havia treinamento para ser cartão de biblioteca e, quando che­gavam ao planeta seres buscando informações, fundiam-se com o ocupante humano que estivesse codificado para respon­der a determinados códigos. Se a pessoa tivesse um código baixo, só poderia ver uma certa quantidade de determinado assunto; cada ser vinha com o objetivo de acessar informações específicas. Algumas informações não estavam disponíveis para determinados seres, não por serem secretas, mas por não se adequarem eletromagneticamente à sua estrutura biológica.

Os dados devem ser capazes de penetrar no sistema de crenças de um indivíduo; caso contrário, ele pode explodir, se for sobrecarregado com uma energia que não esteja intensa­mente temperada com amor. É assim que conceitos muito amplos são transmitidos para este planeta: eles viajam na freqüência do amor.

A freqüência da luz não conduz conceitos amplos por­que não é conectada com a emoção. A freqüência do amor é conectada com a emoção. Quando um indivíduo está criando um conceito expandido de si mesmo, deve sempre sentir-se conectado a um objetivo para compreender a amplidão das coisas. Esse objetivo é o amor.

Um dia vocês vão descobrir que o sexo faz parte do pro­cesso. Quando se é dono da própria sexualidade, se percebem as oportunidades de expressá-la e se decide se se quer ou não manifestá-la em determinadas situações. À medida que se tor­narem acessíveis e que outras pessoas puderem utilizá-los para descobrir a biblioteca a que dão acesso, poderão ter encontros muito interessantes com o passar dos anos. Se se voltarem para o passado e estudarem as escrituras e antigos manuscritos, irão descobrir que os deuses desciam à Terra e se uniam às filhas dos seres humanos.

A sexualidade tem sido usada para disparar o cartão da biblioteca. Contudo a um grande perigo nisso, porque essa energia foi usada de forma indevida. Por isso é tão importante ser dono da própria sexualidade e estar muito seguro em rela­ção à pessoa com quem partilhá-la. Nós não queremos que sejam comprados ou seduzidos. Recomendamos que obser­vem e sintam se seus companheiros estão sendo honestos e íntegros, ou se estão se aproveitando de vocês. Vocês estão se tornando distribuidores de poder.

A Terra encaminha-se para uma grande colisão e nada permanecera preso. Estamos inundando o planeta, nós e mui­tos outros seres, com oportunidades para que vocês se lem­brem. Certas entidades tradicionalistas acham que deveríamos supervisionar melhor as informações que estamos oferecen­do. À medida que começarem a acumular estes conhecimen­tos e estas habilidades, atrairão outras pessoas que, através de vocês, conseguirão acessar o que necessitam.

Quando fazem sexo com alguém, é como se abrissem uma avenida para outras bibliotecas. Isso tem relação com muitas, muitas coisas. Queremos que cada um de vocês ame e respeite o seu corpo, ame a si mesmo e tenha a certeza de que quando fizer sexo com alguém, essa pessoa realmente o ama. Isso não significa que devam casar-se. Mas é imprescindível que haja amor, que conheçam a pessoa com quem estão se unindo; dessa forma, as descobertas que fizerem irão movi­mentar-se entre os dois. Não estamos fazendo recomendações, apenas os alertando, pois irão constatar o que pode acontecer com pessoas que não tomam cuidado com o seu poder.

Em outras palavras, a sexualidade não é algo para se brincar por aí. É uma forma de abrir muitas avenidas. Se as pessoas não a abordarem cuidadosamente, poderão atrair ener­gias mesmo sem ter um parceiro. Usar a sexualidade para ati­var informações pode convidar energias erradas, portanto, estejam conscientes em relação à freqüência da sexualidade, pois ela provoca emoções e as emoções são as  chave para acessar  os dados arquivados na Biblioteca Viva.

 

NOTA: Todas as informações que se encontram entre colchetes [ ] e inclinadas são comentários inseridos pelo Coordenador de Estudos do Grupo no texto original , visando facilitar a sua compreensão.

 

 

RESUMO:

Nós denominamos Biblioteca Viva o planeta Terra, por­que todos vocês possuem a imagem do que consiste uma bi­blioteca: um lugar onde se guarda e obtém informação. Todos os lugares são verdadeiras bibliotecas. Cabe a vocês encontrar as informações dentro delas e descobrir como traduzi-las.

Isso vai criar um amor maior pela Terra e uma percepção maior de que nela existe sempre algo com o qual as pessoas podem se relacionar. Quando as doze hélices estiverem forma­das, ligando-os aos doze centros de informação, a biblioteca será ativada. Os seres humanos foram designados para serem a cha­ve que acessará as informações contidas na Biblioteca Viva.  

Neste exato momento, doze é o sistema que os conecta a algo em outro lugar. Não é o ritmo natural de vocês, mas, atra­vés de um acordo grupal, decidiu-se usar a energia do doze em diversos sistemas de realidade. É uma fórmula codificada. Muitas coisas que não fazem sentido para a mente lógica, o farão para os filamentos de códigos-luminosos e para o corpo físico à medida que ele for se tornando mais sensível.

O fluxo do planeta foi ajustado para o sistema de doze, mas na verdade, vocês constituem um sistema de treze. O sistema de treze vai chegar. Em breve irão abrir-se para ele, porque serão capazes de movimentar-se no tempo.

A Família da Luz chegou ao planeta para receber ener­gia dos Planejadores Originais. Esta energia vai criar uma alte­ração genética, vai reativar e reagrupar os filamentos de códigos-luminosos que irão compor o sistema de doze hélices. Isto vai possibilitar a ativação do corpo humano e tornar os seres humanos extremamente valiosos, pois estarão em condi­ções de ser usados para acessar os dados que se encontram arquivados na Terra, espalhados por todo o lugar, dissimula­dos em insetos, flores, porcos, no rabo de um burro, nas ore­lhas de um coelho... Queremos enfatizar que, quando esses dados foram arquivados nas doze bibliotecas, foram coloca­dos em diversas camadas. Assim, quando chegarem às biblio­tecas, irão encontrar códigos de liberação diferentes. Da mesma for­ma que existe um sistema de segurança no governo, as bibliotecas que contêm informações também possuem o seu sistema de segurança.

A razão para a construção das bibliotecas surgiu devido às vibrações de tirania que estavam pulsando naquela época. Os Guardiões do Tempo estavam temerosos de que as infor­mações pudessem cair em mãos erradas. Este foi o motivo por­que as bibliotecas foram projetadas de maneiras muito diferentes. A missão dos Guardiões do Tempo era desenvolver um projeto por meio do qual a cons­ciência pudesse evoluir, informar-se e ser utilizada para acessar informações.

Originalmente, era de grande prestígio o papel dos ocu­pantes humanos como indicadores das vias de acesso às biblio­tecas. Sem o ocupante humano não se podia acessar as bibliotecas e, quanto maior a sintonia com ocupante humano, maior a capacidade de acesso às bibliotecas.

Os humanos eram os cartões de acesso às bibliotecas. Havia treinamento para ser cartão de biblioteca e, quando che­gavam ao planeta seres buscando informações, fundiam-se com o ocupante humano que estivesse codificado para respon­der a determinados códigos.  Algumas informações não estavam disponíveis para determinados seres, não por serem secretas, mas por não se adequarem eletromagneticamente à sua estrutura biológica.

Os dados devem ser capazes de penetrar no sistema de crenças de um indivíduo; caso contrário, ele pode explodir, se for sobrecarregado com uma energia que não esteja intensa­mente temperada com amor. É assim que conceitos muito amplos são transmitidos para este planeta: eles viajam na freqüência do amor.

A freqüência da luz não conduz conceitos amplos por­que não é conectada com a emoção. A freqüência do amor é conectada com a emoção. Quando um indivíduo está criando um conceito expandido de si mesmo, deve sempre sentir-se conectado a um objetivo para compreender a amplidão das coisas. Esse objetivo é o amor.

Um dia vocês vão descobrir que o sexo faz parte do pro­cesso. Quando se é dono da própria sexualidade, se percebem as oportunidades de expressá-la e decide-se se quer ou não manifestá-la em determinadas situações. 

A sexualidade tem sido usada para disparar o cartão da biblioteca. Por isso é tão importante ser dono da própria sexualidade e estar muito seguro em rela­ção à pessoa com quem partilhá-la. Nós não queremos que sejam comprados ou seduzidos. Recomendamos que obser­vem e sintam se seus companheiros estão sendo honestos e íntegros, ou se estão se aproveitando de vocês. Vocês estão se tornando distribuidores de poder.

A Terra encaminha-se para uma grande colisão e nada permanecera preso. Certas entidades tradicionalistas acham que deveríamos supervisionar melhor as informações que estamos oferecen­do. À medida que começarem a acumular estes conhecimen­tos e estas habilidades, atrairão outras pessoas que, através de vocês, conseguirão acessar o que necessitam.

Quando fazem sexo com alguém, é como se abrissem uma avenida para outras bibliotecas. Queremos que cada um de vocês ame e respeite o seu corpo, ame a si mesmo e tenha a certeza de que quando fizer sexo com alguém, essa pessoa realmente o ama. Isso não significa que devam casar-se. Mas é imprescindível que haja amor, que conheçam a pessoa com quem estão se unindo; pois irão constatar o que pode acontecer com pessoas que não tomam cuidado com o seu poder.

Em outras palavras, a sexualidade não é algo para se brincar por aí, poderão atrair ener­gias mesmo sem ter um parceiro. Usar a sexualidade para ati­var informações pode convidar energias erradas, portanto, estejam conscientes em relação à freqüência da sexualidade, pois ela provoca emoções e as emoções são as chave para acessar os dados arquivados na Biblioteca Viva.

 

 

PERGUNTAS DESTINADAS A FACILITAR A COMPREENSÃO DO TEXTO E PROMOVER O DEBATE:

 

1 – Porque a Terra é chamada de Biblioteca Viva?

2 – Estas bibliotecas estão ativas? Quando estas bibliotecas serão ativadas?

3 – Qual a função dos seres humanos nesta biblioteca?

4 – O que é o sistema do 12 e qual a sua relação com o planeta Terra?

5 – Porque foram construídas e como estão organizadas estas bibliotecas?

6 – Qual a função da freqüência do amor?

7 – Qual a diferença entre as freqüências da luz e do amor?

8 – Que relação existe entre sexualidade e estas bibliotecas?

9 – Qual o risco que existe a nível espiritual numa relação sexual sem amor?

10 – Qual a chave para se acessar os dados da Biblioteca Viva?

 

 

Exibições: 114

Anexos

Respostas a este tópico

Bom dia Ibiatan.Gratidão pelos magníficos ensinamentos.Vem acontecendo algo extranho comigo já tem uns 15 dias. Eu acordo várias vez durante a noite com uma campainha tocando.Procuro verificar e nada aconteceu a nivel físico, isto é ninguém ouviu campainha nenhuma.Na noite passada ouvi também me chamarem pelo nome , 3 vezes baixinho e uma vez bem forte. Como se não bastasse ouvi a campainha durante o dia como se alguém  tocasse insistentemem. Nào havia ninguém na porta. Você acha que isto tem relação com nossos estudos. Tenho procurado fazer toda noite ligação com nossos amigos Pleidiano pedindo que me mostrem aquilo que preciso saber.O que o mestre acha de tudo isso????????????????.Grande abraço Inês
Extraordinário!!!!!!!!!!Chegam como verdades eternas e já conhecidas, porque na realidade, já foram sentidas e percebidas ainda que de forma sutil nesta vida.em algum momento já pensamos nestes assuntos, ainda que de relance.Estamos no caminho, há um longo caminho... Obrigada Ubiatan!

RSS

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2019   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço