Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar



Que mudanças gostarias de fazer? Costumas imaginar como a tua vida podia ser se…?

Todos nós passamos a vida a pensar sobre coisas que gostaríamos de fazer ou ter, as mudanças que desejamos fazer e os sonhos que desejamos realizar. O que acontece na maior parte das vezes, é que, não damos o passo, não nos aventuramos em ir atrás daquilo que pretendemos, e o que é pior ainda, é nós não acreditarmos que um dia poderíamos alcançar os nossos desejos. Como tem sido hábito não passar de um pensamento, a vida continua da mesma forma, a de sempre.

Ao focar-nos no momento presente, podemos encontrar maneiras práticas e geniais para ajudar-nos a alcançar o que pretendemos, mas acima de tudo, é necessário termos força de vontade, coragem e determinação, mantermos a mente aberta e estarmos receptivos.

De vez em quando, algo acontece na nossa vida, através de acontecimentos ou situações que nos demonstram que é possível transformar a nossa vida de forma positiva e que todos nós somos capazes de realizar os nossos sonhos.

Começa por dar um passo de cada vez, começando pelas pequenas mudanças primeiro, e assim, vamos ganhar mais confiança para fazer as grandes mudanças.

Segue-se um lembrete de coisas e atitudes que podem transformar a tua vida hoje:

1. Amor – Apaixona-te por ti mesmo, pela vida e pela humanidade. Cuida de ti e mima-te.
2. Viver – Aprecia a vida, dá valor a ti mesmo e sê positivo. Vive a vida com paixão e alegria.
3. Descobrir – Faz uma lista de tudo aquilo que é importante para ti e descobre o que realmente desejas, a tua paixão, os teus objectivos e cria estratégias e metas para os realizar.
4. Acção – Arrisca e sê corajoso, enfrenta os teus medos e liberta-te de todos os condicionamentos que contrariam a tua verdade, valores e princípios.
5. Pratica – Cria um ritual ou programa com criatividade e divertido para te ajudar a manter focado e confiante no dia-a-dia, através de afirmações positivas, da meditação, de exercícios, pela forma que resultar melhor para ti.

Vivam A Vida, Cada Vez Mais, Com Alegria, Humor E Muito Amor!

Um grande abraço,

Exibições: 29

Respostas a este tópico



PURIFICANDO A RAIVA-I

A raiva deve ser um dos sentimentos abordados pelos Terapeutas, e da parte dos Pacientes ou de alunos quando de formação nas diversas áreas de terapias holísticas.
Por vezes coloca-se a questão mas é a raiva assim tão destrutiva?
A resposta é sim, a raiva é uma das emoções mais destrutivas do Ser Humano, e por isso mesmo quero que seja uma das primeiras emoções abordadas aqui no blog, e pior ainda existe algumas pessoas que acham e abordam a raiva de um ponto de vista construtivo existindo mesmo alguns terapeutas que acham que expressando a sua raiva a pessoa se cura.
Se nós encontrarmos sempre forma de justificar as nossas crises de raiva como causa de algo que nos foi causado por uma terceira pessoa, e acharmos que é benéfico extravazar e manifestar esse sentimento seja por agressão física,verbal ou mesmo em pensamento, lamento mas pouco pode evoluir a esse respeito.
A raiva é um sentimento ou emoção negativa que causa desequilíbrios no organismo, em nossa campo energético e vibracional por isso nunca pode ser analisada de uma perspectiva positiva, só são consideradas emoções positivas todas as emoções ou sentimentos que nos tragam felicidade, alegria, paz interior e amor mas a raiva é o oposto é infelicidade, angústia e por vezes muito mais.
Vamos analisar a raiva do ponto de vista da nossa vida comum para vermos de que formas ela se manifesta e nos traz tantas desvantagens á nossa evolução.
Quando estamos sobre efeito da raiva acontece que proferimos palavras indesejadas, cometemos actos indesejados, perdemos o nosso controle, agimos e falamos com crueldade de forma a magoar a outra pessoa, e por vezes ainda partimos para agressão física… e o pior ainda de isto tudo é que isto acontece com sempre com pessoas que amamos muito, pois só uma pessoa que amamos muito e seja importante para nós nos pode magoar assim. Ou seja, no fim de dizermos, proferirmos e fazermos tudo o que a raiva nos fez extravazar quando a nossa mente volta a assumir controle fomos invadidos por um sentimento de arrependimento e angústia por tudo que ocorreu, estes eventos dependendo da dimensão deles podem ficar gravados eternamente em nossos espirítos.
Analisando o ponto em que os terapeutas mencionam que é bom extravazar a nossa raiva será tema abordado amanhã.
Esta foi apenas uma pequena abordagem a um tema vasto como este e como exercicío mental queria pedir lhe que pense numa situação em que agiu com muita raiva, depois disso reveja tudo que aconteceu nesse ocasião mas faça-o do ponto de vista do observador como se fosse outra pessoa, veja o que disse, a forma como o disse, o que sentiu e depois faça o mesmo com a pessoa que agrediu com a sua raiva veja como ela se sentiu, como é que foi tudo e veja o quanto a raiva é destrutiva no relacionamento Humana, nas pessoas e na Nossa Evolução.
Muita Paz Amor e Luz

PURIFICANDO A RAIVA-II

É bom soltarmos a nossa raiva sim ou não ?
Existem algumas terapeutas que pedem aos seus pacientes para expressarem a sua raiva face aos acontecimentos e pessoas nas suas vidas como forma de libertação.
Hoje existe a confusão mas com tantos Ensinamentos Orientais e Ocidentais, Medicina Tradicional e Holistíca. Então algumas pessoas questionam-se devemos nós suprimir como muitos dizem que o Budha ensinava ou expressar a nossa raiva como alguns terapeutas da Medicina Tradicional ?
Esclarecer que Budha não dizia que devemos suprimir a nossa raiva, ele ia mais longe dizia que a Raiva suprimida apenas ficava oculta em nossos corações, essa supressão cria desequilíbrios ele ensinava o caminho para a dissolução total da raiva dentro de nós.
A necessidade de sermos autênticos e reconhecermos a nossa raiva que ela existe, depois perceber quais as situações em que nos vemos confrontadas com ela, as pessoas que mais facilmente causam isso em nós e qual a razão. Depois reconhecer que ao estar com raiva é diferente de expressar ou canalizá-la. E nunca esquecer que essas situações são em algum ponto um espelho de nós mesmos.
A libertação da nossa raiva tem causas em nós e nos outros nos, ficaremos infelizes ao provocar a infelicidade nos outros além dos desequilíbrios em nós próprios.
Só existe uma forma de eliminarmos a nossa raiva é dissolvê-la até que a deixemos de sentir, através da gratidão e do perdão é que conseguiremos alcançar essa liberdade. So quando vivermos em Amor Incondiocional, em Paz, em Compaixão e Gratidão não causaremos mais hostilidades em terceiros e dificilmente seremos atingidos, e mesmo que assim seja já dispomos das ferramentas necessárias para canalizar esse sentimento automáticamente sem necessidade de voltar atingir ninguém nem mesmo nós próprios.
Muita Paz ,Luz e Amor,


Sete Leis da Sincronicidade para começar a ver a Mágica da Vida


1. Meu espírito é um campo de possibilidades infinitas que conecta tudo o mais. Esta frase resume a totalidade do que estou expondo. Se você esquecer tudo o mais, lembre-se apenas disso.
2.Meu diálogo interno reflete meu poder interno. O dialogo interno das pessoas autorealizadas pode ser descrito assim: é imune a críticas; não tem apego aos resultados; não tem interesse em obter poder sobre os outros; não tem medo. Isso porque o ponto de referência é interno, não externo.
3.Minhas intenções tem poder infinito de organização. Se minha intenção vem do nível do silêncio, do espírito, ela traz em si os mecanismos para se concretizar.
4.Relacionamentos são a coisa mais importante na minha vida. E alimentar os relacionamentos é tudo o que importa. As relações são cármicas e quem nós amamos ou odiamos é o espelho de nós mesmos: queremos mais daquelas qualidades que vemos em quem amamos e menos daquelas que identificamos em quem odiamos.
5.Eu sei como atravessar turbulências emocionais. Para chegar ao espírito é preciso ter sobriedade. Não dá para nutrir sentimentos como hostilidade, ciúme, medo, culpa, depressão. Essas são emoções tóxicas. Importante: onde há prazer, há a semente da dor, e vice-versa. O segredo é o movimento: não ficar preso na dor, nem no prazer (que então vira vício). Não se deve reprimir ou evitar a dor, mas tomar responsabilidade sobre ela.
6.Eu abraço o feminino e o masculino em mim. Esta é a dança cósmica, acontecendo no meu próprio eu. A energia masculina: poder, conquista, decisão. A energia feminina: beleza, intuição, cuidado, afeto, sabedoria. Num nível mais profundo, a energia masculina cria, destrói, renova. A energia feminina é puro silêncio, pura intenção, pura sabedoria.
7.Estou alerta para as conspirações das improbabilidades. Tudo o que me acontece de diferente na vida é carmico. É, portanto, um sinal de que posso aprender alguma coisa com aquela experiência. Em toda adversidade há a semente da oportunidade.
Deepak Chopra



O PODER DAS AFIRMAÇÕES POSITIVAS (Louise L. Hay)


Afirmo com toda a convicção: vocês podem mudar sua vida para melhor, porque trazem dentro de si as ferramentas necessárias para isso. Essas ferramentas são seus pensamentos e crenças -a que muitos chamam de afirmações.
Uma afirmação é qualquer coisa que você diz ou pensa. Não nos damos conta disso, mas muitas vezes os nossos pensamentos são bastante negativos, seja a nosso próprio respeito, seja a respeito dos outros, das experiências que vivemos e do nosso futuro, do presenteou até mesmo do passado.
Expressamos nossos pensamentos em palavras, e se os pensa¬mentos são negativos, as palavras também o serão.
“Sou um fracasso total “,
“Meus amigos me desvalorizam não querem saber de mim”,
“Isso é muito difícil, não vou conseguir”
são pensamentos que temos e frases que pronunciamos sem perceber o efeito negativo e o poder que exercem sobre nós.
Uma afirmação abre a porta; ela é o ponto de partida do cami¬nho para a mudança. É como se você dissesse ao subconsciente: “Estou assumindo a responsabilidade. Estou consciente de que posso fazer algo para mudar.”
Repito: cada pensamento que temos ou cada palavra que pronunciamos é uma afirmação. Todo o seu diálogo interno é um fluxo de afirmações. Você usa afirmações a todo momento, quer esteja consciente disso ou não. Afirma e cria suas experiências de vida a cada palavra ou pensamento. As afirmações expressam as crenças a respeito de nós e do mundo, que vão sendo construídas desde a infância. Uma crian¬ça criada num clima de respeito e amor, que se sentiu acolhida e valorizada, tem uma visão - uma crença - a respeito de si mes¬ma bem diferente daquela que foi abusada, ignorada, desres¬peitada. É muito fácil imaginar o que acontece com cada uma dessas crianças. A primeira vai gostar de si mesma, vai acreditar em sua própria capacidade, vai se relacionar amorosamente com os outros e não se deixar desrespeitar. A outra estará sempre na defensiva, esperando hostilidade dos outros, relacionando-se com eles como a pessoa desvalorizada que acredita ser, deixan¬do-se desrespeitar. Talvez na idade adulta ela diga que deseja encontrar um parceiro que a ame e respeite, mas sua crença mais profunda a impedirá de fazer isso, porque ela não se sente merecedora de um relacionamento de qualidade.

É importante prestarmos atenção nisso. Nossas crenças são capazes de nos fazer felizes, mas também podem estar limitando nossa possibilidade de criar exatamente as coisas que dizemos desejar. O que você quer e aquilo que acredita merecer podem não ser a mesma coisa. É preciso estar atento aos pensamentos e às palavras que os expressam para começar a eliminar aqueles que criam as experiências que você não deseja para sua vida.Pensar negativamente não é um defeito seu. Simplesmente você nunca aprendeu como pensar e falar. Essa descoberta de que os pensamentos criam as nossas experiências é bastante recente. Seus pais provavelmente não sabiam disso, portanto não podiam lhe ensinar. Eles simplesmente reproduziram o modo como os pais deles os ensinaram a olhar a vida. Ninguém está errado. Mas está na hora de despertarmos e começarmos a criar nossas vidas conscientemente, de um modo que nos satisfaça e fortaleça. Você pode fazer isso. Eu posso fazer isso. Todos nós podemos - precisamos apenas aprender.

Algumas pessoas dizem que “as afirmações não funcionam”, sem perceberem que esta frase já é uma afirmação. Na verdade, o que acontece é que não sabem usar as afirmações correta¬mente. Podem dizer: “Minha prosperidade está aumentando”, e depois pensar: “Isto é uma bobagem, sei que não vai funcionar.” Qual das duas afirmações você acha que vai prevalecer? A ne¬gativa, é claro, pois faz parte do modo arraigado com que a pes¬soa se habituou a olhar a vida. Às vezes as pessoas pronunciam as afirmações uma vez por dia e reclamam o restante do tempo. Levará muito tempo para que as afirmações funcionem se forem feitas dessa maneira. Talvez nunca cheguem a funcionar, pois as afirmações negativas sempre prevalecerão, por serem muito mais freqüentes e feitas com muita emoção.
Pronunciar afirmações é apenas parte do processo. O que você faz no restante do dia e da noite é ainda mais importante. O segredo para que as afirmações funcionem de modo rápido e constante é preparar uma atmosfera propícia ao seu desenvolvi¬mento. As afirmações são comparáveis a sementes lançadas na terra. Um solo pobre será sinõnimo de pouco desenvolvimento, e um solo fértil, de desenvolvimento abundante. Quanto mais você escolher pensamentos que lhe dão bem-estar, mais rapida¬mente as afirmações produzirão efeito.
Então, tenha pensamentos felizes. Basta isso. E é viável. A escolha do modo de pensar é exatamente isso: uma escolha. Você tem a sensação de que os pensamentos invadem sua mente sem o seu controle. É esta a grande mudança: a partir de hoje… de agora… deste exato momento… você pode escolher mudar o seu modo de pensar. Não pense que é um processo mágico e que sua vida vai mudar de uma hora para outra. Porém, se você per¬sistir e escolher diariamente ter pensamentos agradáveis, posi¬tivos, que lhe dêem satisfação, sem dúvida irá perceber aos poucos mudanças positivas em todas as áreas da sua vida.

Depois de anos de escolha consciente e de repetir as afir¬mações, consigo hoje acordar todos os dias abençoando e agradecendo a vida maravilhosa que tenho. Durante o dia con¬tinuo escolhendo ter pensamentos felizes, independentemente do que aconteça. Isso não acontece 100% do tempo, mas já cheguei a 75% ou 80% hoje em dia, o que fez uma enorme diferença em minha vida. De vez em quando eu resvalo e me surpreendo tendo pensamentos negativos. Mas estou de tal forma atenta, que logo retomo minha escolha pelo positivo.
O único momento em que vivemos é o momento presente. É o único tempo sobre o qual temos controle. “O ontem é passado, o amanhã é um mistério e o hoje é uma dádiva que chamamos de presente”, repete minha instrutora de ioga em todas as aulas. Se não escolhermos nos sentir bem neste exato momento, como poderemos criar momentos futuros de abundância e prazer?Fazer afirmações é o poder de escolher cons¬cientemente ter certos pensamentos que irão gerar resultados positivos no nosso futuro. No início é bastante difícil, e você pode até cen¬surar-se achando que é um processo ridículo e irreal. Mas por favor ganhe a coragem necessária dentro de si, ela está lá toda e vença a sua resistência e insista.
Tem da nossa parte a garantia que as afirmações positivas começarão a mudar seu modo de pensar. Declarações afirmativas vão além da realidade do presente, até a criação do futuro, através das palavras que você usa agora. Não esquecer as Leis Universais…prometo que será tema muito brevemente aqui no blog pois elas são a base de tudo aquilo que podemos alcançar.

É importante fazer as afirmações no tempo presente. Por exemplo, afirmações típicas começariam da seguinte forma: “Eu tenho…”, ou “Eu sou…” Se você disser: “Eu terei…”, ou “Eu serei…”, seu pensamento ficará no futuro e é lá que as suas realizações ficarão também causando-lhe frustação.
O Universo recebe seus pensamentos e palavras literalmente e lhe dá o que você diz querer. Sempre. Esta é outra razão para manter uma atmosfera mental feliz. É mais fácil fazer afirmações positivas quando estamos nos sentindo bem. Utilize as suas emoções como um barómetro de tudo que sente e pensa.

Pense desta forma: todo o seu pensamento é importante, por¬tanto não desperdice seus preciosos pensamentos. Todo pensa¬mento positivo traz benefícios à sua vida. Todo pensamento negativo leva embora as coisas boas e as coloca fora do seu alcance.
Pode ter cer¬teza: um acúmulo de pensamentos negativos cria uma barreira contra as afirmações positivas.
Dizer “não quero mais ser doente” não é fazer uma afirmação que vai favorecer sua saúde. É preciso dizer claramente o que você realmente deseja. “Aceito uma saúde perfeita agora.”

Você ouvirá algumas pessoas exclamarem que “a vida delas não presta para nada!”, o que é uma afirmação terrível pela carga toda que está involta nela.Pode imaginar o tipo de experiências que esta afirmação atrairá para você ou para a pessoa que pensa dessa forma? Evidente¬mente, não é a vida que é uma inútil nunca sob forma alguma, é no seu pensamento que ela é vista assim e como tal aqui que você pensa, visualiza e foca é aquilo que tem. Eu sei que não é facil chegar a esta conclusão…e não pensem que nós aqui somos as pessoas mais conscientes do mundo com uma vida perfeita estes textos que aqui manifestamos são de auto ajuda também.
Não perca o seu tempo lamentando suas limitações: relacionamen¬to infelizes, problemas, doenças, pobreza, etc. Quanto mais falar sobre o problema, mais ele se solidificará.
Não culpe os outros pelo que parece estar errado em sua vida - isso pura perda de tempo. Lembre-se que você segue as leis da sua própria cons¬ciência, dos seus pensamentos, e que seu modo como pensa é que atrai experiências específicas.Aquilo que vê nos outros é um espelho da sua vida, aquilo que a faz zangar, discutir preste atenção ai estão alguns pontos que tem de analisar em si para que isso deixe de ocorrer entre vocês.
Um bom exemplo disso e os casais quando um deles reclama que não se sente seguro na relação, que não está feliz isto acontece porque uma das pessoas do casal busca no outro o amor e a segurança que devia sentir dentro de si, nas suas crenças, nos seus pensamentos não precisando assim de mais ninguèm para lhe dar essa segurança e amor, basta sentir.

Quando mudar o processo dos pensamentos, tudo na sua vida mudará obrigatóriamente.Você vai ficar impressionada e maravilhada ao constatar como as pessoas, os lugares, as coisas e as circunstân¬cias podem mudar assim.
Sentimentos como culpa, raiva angústia e outros geram apenas afirmações negativas que nos paralisam e não nos transformam. Não desperdice seus valiosos pensamentos com essas emoções. Em vez disso, aprenda a trans¬formar as afirmações negativas em positivas. Por exemplo:

Não sou grande coisa.
SE TRANSFORMA EM
Estou num processo de mudança positiva e mereço o melhor.Quando começar a realmente prestar atenção no que pensa, você vai se horrorizar ao perceber a quantidade de pensamentos negativos que lhe passam na cabeça ao longo do dia. Aos poucos, quando se surpreender tendo um pensamento negativo, você dirá: “Este é um pensamento antigo, escolho não pensar mais desta forma.” Em seguida, substitua o pensamento negativo por um positivo o mais rápido que puder. Lembre-se, você quer se sentir o melhor possível. Pensamentos de amargura, ressentimento, acusação e culpa fazem você se sentir mal e infeliz. E este é um hábito do qual você têm que se libertar. Outro obstáculo ao funcionamento dos pensamentos posi¬tivos é você sentir que “não é suficentemente bom” e por isso achar que não merece ter coisas boas na vida. Se este é o seu caso, então comece pelo capítulo 8 (Auto-estima). Leia ou memorize as afirmações contidas neste livro e repita-as com freqüência. Crie suas próprias afirmações positivas. Fazer isso ajudará a ir mudando o sentimento de desvalorização, que talvez você traga consigo desde cedo, para a sensação de valor pessoal. Depois, observe como suas afirmações positivas vão se materializando.Use desde já algumas destas afirmações:”Eu posso me sentir bem!”
“Eu posso fazer mudanças positivas em minha vida!”
“Eu posso conseguir o que desejo!”
O livro pode ser encontrado
em qualquer livraria
(Louise Hay)
“O homem é aquilo que pensa.”
(James Allen)
“Quer você pense que pode ou não pode
fazer algo, você está certo.”
(Henry Ford)
LOUISE HAY - Afirmações Positivas




Desejo de Autenticidade e valorização:



Eu desejo ser mulher plenamente, sem meios termos, que de mim se guardem lembranças de completude.



Eu desejo ser 100% autêntica, 100% verdadeira, sem meios termos, ser conhecida como alguém em quem os demais podem confiar, por que não apresento duas caras, mas apenas uma, aquela que levanto como minha bandeira, onde quer que seja, e com quem esteja. Que a autenticidade permeie meus actos. Meus passos, minhas falas.



Para que minhas palavras sejam reconhecidas como reais, sérias concrectas, firmes e sinceras.



Desejo que nesse caminhar de completude autêntica encontre outros seres igualmente comprometidos com a lealdade para com a verdade, sem meias verdades, sem meios sorrisos, sem mediocridade.



Desejo que jamais aceite em meu discurso a dubiedade, a coisificação da minha identidade, da minha marca, da minha personalidade, que jamais comprometa minha palavra com actos escusos onde se angariam outros seres em base à banalização de sentimentos, de pessoas, de relações.



Desejo que jamais aceite retroceder quanto à minha evolução, que o discernimento quanto a aquilo que me faz bem seja claro e acertado.



Desejo que saiba ser amiga de mim mesma.



Uma amiga fiel, palpável. Que jamais me deixe levar por ondas, movidas por emoções confusas. Mas que de cada coisa faça parte sabendo plenamente as razões, e motivações, e principalmente desejando ser parte.



Desejo ter dúvidas sim, mas que saiba encontrar respostas.



Que tenha todas as emoções, mas sem disfarces.



Desejo que saiba subir, mas também descer, sim. Para que aprenda a superar-me.



Desejo que bons ventos sempre, sempre me acompanhem.



Que a felicidade me encontre e me arrebata mil e uma vezes, eternamente.



Que todo e cada dia seja meu.



Então...



Que meu desejo seja, uma prece, uma evocação!


Mogo era um jovem que viveu na China há muitos anos. Ganhava seu sustento 
lascando pedras. Embora forte e saudável, não estava contente com sua vida.
 Queixava-se dia e noite. 


Tanto reclamou que seu anjo da guarda disse-lhe em sonhos, certa noite:


"Você tem saúde e uma vida pela frente. Deveria ser agradecido ao Criador.
 Por que reclama tanto e é tão infeliz?"


"Ah, por que Deus foi injusto comigo", disse o rapaz. "não me deu 
oportunidade de crescer".


Com medo que o seu protegido acabasse perdendo a sua vida, o anjo rogou
 ajuda ao Pai Todo Poderoso.

O Criador então disse ao mensageiro que tudo o
 que Mogo pedisse lhe seria concedido.


No dia seguinte, Mogo quebrava pedras quando viu passar uma carruagem com um
 nobre coberto de jóias. Desejou ser nobre. 


Como num passe de mágica, transformou-se, então, em dono de um palácio, com
 muitas terras, servidores e cavalos. Passeando em uma das tardes, feliz porque todos se curvavam à sua passagem em sinal de respeito, sentiu um calor insuportável. Mogo transpirava como no tempo em que lascava pedras.

Deu-se conta de que o
 sol era maior do que ele, estava acima de príncipes, reis, imperadores e
 muito mais alto que todos. "Por que não posso ser o Sol?"


Escondendo a sua tristeza, o Anjo da Guarda atendeu seu desejo.


Enquanto brilhava no céu, admirado com seu gigantesco poder de amadurecer as
 colheitas, um ponto negro avançou em sua direção. A mancha escura ficou à
 sua frente e ele não podia mais ver a Terra.


"Anjo, quero ser nuvem.” 
Logo, poderoso, ele escurecia o sol. "Sou invencível", gritava.


Mas uma imensa rocha de granito se erguia em meio ao oceano. Mogo achou que
 a rocha o desafiava, e se transformou em rocha.


Certa manhã, Mogo sentiu uma lança aguda em suas entranhas de pedra. Depois 
outra. E outra.



"Anjo, socorro! Alguém tem mais poder do que eu. Quero ser poderoso como
 este ser que está tentando me matar!” 


E transformou-se em lascador de pedras...




Por isso , faça da sua vida, uma dádiva cheia de oportunidades para se
 transformar exactamente naquilo que você é.




Por Sigmar Sabin
, para vocês, com carinho e muita Luz



otima msg. abraços.


EQUILÍBRIO

Em tudo, é necessário equilíbrio...

Equilíbrio entre:
Ser alegre, e não extrovertido no sentido negativo...
Ser sincero, e não machucar...
Ser firme nas idéias, e não arrogante...
Ser humilde, e não submisso...
Ser rápido, e não impreciso...
Ser contente, não complacente. ..
Ser despreocupado, e não descuidado.. .
Ser amoroso, e não apegado...
Ser pacífico, e não passivo...
Ser disciplinado, e não rígido...
Ser flexível, e não frouxo...
Ser comunicativo, e não exagerado...
Ser obediente, e não cego...
Ser doce, e não melado...
Ser moldável, e não tolo...
Ser introspectivo, e não enclausurado. ..
Ser determinado, e não teimoso...
Ser corajoso, e não agressivo...
Em tudo, é necessário equilíbrio...
(desconheço a autoria)
É perfeito esse texto.

Obrigada irmã

A Arte de Aprender com as Dificuldades

Uma velha fábula indiana conta que, há milhares de anos, vivia em um templo abandonado uma grande cobra venenosa. Seu nome era Naga. Em geral, Naga tinha bons sentimentos, mas despertava terror nos habitantes da aldeia próxima porque – quando incomodada – atacava as pessoas.

Certo dia, um sábio desconhecido apareceu misteriosamente no local. Sentou-se junto ao templo e chamou Naga para uma conversa. Disse-lhe que a vida é, na verdade, uma grande escola espiritual, e que aprendemos o tempo todo, mesmo quando não temos consciência disso. “Mas o aprendizado é muito mais rápido ― e muito mais difícil ― quando fazemos um esforço consciente por iniciativa própria”, acrescentou.

A consciência de Naga se expandiu. O animal viu a luz da sabedoria, e disse que desejava trilhar o caminho do esforço consciente. O instrutor mencionou então duas condições básicas para esse tipo de aprendizado.

“O primeiro passo é o autocontrole” , disse ele. “O processo sagrado começa à medida que o aprendiz deixa de obedecer aos instintos animais”. E acrescentou, antes de prosseguir viagem: “Ao mesmo tempo, há uma outra condição. É preciso ser fraterno e pacífico em relação a todos os seres”.

Impressionada pela força das palavras do mestre, a cobra Naga deixou de lado as preocupações mundanas. Praticou meditação, aproximou-se da sua alma imortal e experimentou a paz do universo infinito. Ela também tomou uma decisão: “De agora em diante, vou controlar os meus instintos e não morderei mais ninguém”.

A lei da evolução estabelece que todo conhecimento deve ser testado na prática, e o caso de Naga não foi uma exceção. Seu novo comportamento chamou atenção das crianças da aldeia. Por que razão ela ficava o dia todo imóvel, em jejum, recitando mantras e meditando sob o calor do sol? Quando todos compreenderam que o animal não atacava, começaram os risos, o desprezo e as agressões à base de paus e pedras. Com o tempo, Naga emagreceu. Adoeceu. Sua pele começou a cair. Mas ela perseverava.

Um ano depois, o animal está sem forças e à beira da morte, quando o mestre desconhecido aparece outra vez e senta-se para conversar. A cobra conta ao sábio tudo o que aconteceu e fala – feliz – da sua lealdade ao caminho espiritual. Surpreso, o mestre explica que tamanha dor não era necessária:

“Amiga, eu disse para você não atacar. Não disse que não ameaçasse morder. Não disse que não preparasse o bote. Não deixe de impor respeito: não faça mal a ninguém, mas – quando necessário – defenda-se sem violência.”

Qual foi, então, o erro de Naga? Ela idealizou o caminho da sabedoria de maneira ingênua e ignorou o fato de que conflitos e contradições fazem parte da vida. Os exemplos são muitos. A cada momento temos de tomar decisões, e antes de cada decisão há uma certa luta entre diferentes tendências em nosso interior. As pessoas vivem conflitos psicológicos dentro de si, e se isso é verdade, é também natural que haja discordâncias nas relações humanas e sociais.

Contraste é vida, e vida é movimento. A uniformidade imobilista não é saudável. Quando as pessoas têm medo das discordâncias naturais, elas passam a reprimir as suas diferenças de opinião na esperança de preservar a paz. Assim, a sinceridade é substituída pela cortesia. Gradualmente, a confiança mútua desaparece, abrindo espaço para a má-vontade, os sentimentos hipócritas e a deslealdade.

Por isso a sinceridade é sempre melhor que a harmonia forçada. Naturalmente, é agradável estar rodeado de pessoas que concordam conosco em todos os aspectos. Mas, se fosse possível viver desse modo o tempo todo, nossa evolução correria grave risco de ser interrompida. Assim como as pedras dos rios ficam redondas após longos anos de atrito, também os seres humanos necessitam de suas dificuldades e contradições para aperfeiçoar-se.

É certo que devemos evitar as desarmonias, mas em muitos casos elas são inevitáveis, e então o melhor que podemos fazer é aprender com elas. Para o pensador grego Plutarco (46. d.C.- 120 d.C.) os inimigos são comparáveis às dificuldades naturais que a vida coloca diante de nós. Um velejador experiente não se desespera com o vento contrário, mas sabe usá-lo para avançar no rumo certo. Do mesmo modo, devemos aproveitar as inimizades e outros desafios para aumentar nosso autoconhecimento.

“O fogo queima quem o toca, mas também fornece luz e calor e serve a uma infinidade de usos para aqueles que sabem utilizá-lo”, explica Plutarco. A situação é idêntica com os adversários ou invejosos: “O que é mais prejudicial na inimizade pode tornar-se o mais proveitoso”, diz ele. “É que teu inimigo, continuamente atento, espia tuas ações na expectativa da menor falha, e fica à espreita em torno da tua vida”.

Na tarefa de identificar nossos erros, os inimigos são mais úteis que os amigos. Os adversários aumentam o perigo e, com isso, não nos deixam adormecer na rotina. Para Plutarco, necessitamos amigos sinceros e inimigos ardentes: “uns nos afastam do mal por suas advertências, os outros, por sua censura”. Porém, os amigos geralmente evitam falar com franqueza. Além disso, o amor pode ser cego em relação a aquilo que ele ama. Mas o rancor consegue revelar as manias e os fracassos de qualquer um.[ 1 ] Quando o invejoso mente em suas críticas, podemos lembrar que, seja como for, nós ainda estamos longe da perfeição. É verdade que ele vê erros em nós que não existem. Mas talvez haja erros em nós que ele não vê. Devemos aproveitar a oportunidade de uma crítica contra nós para exercer vigilância e aumentar nossa força interior. A confiança no bem e a autoconfiança nos darão tranqüilidade para observar os erros do ponto de vista do nosso potencial divino. E, sobretudo, para valorizar nossos acertos.

Segundo Plutarco, a melhor maneira de defender-nos dos inimigos é aumentar nossas virtudes. O taoísmo e a filosofia esotérica ensinam a mesma coisa. O escritor Carlos Castaneda (1925-1998) reforça esse ponto ao explicar que “o guerreiro deve ser impecável”.

Como se pode, então, tirar proveito das injustiças que sofremos? Castaneda aprendeu com seu mestre Don Juan a técnica do pequeno tirano. O método funciona melhor quando há alguém que não só está situado em uma posição de poder ou de superioridade em relação a nós, mas tem, também, a séria intenção de causar-nos profundo mal-estar.

É claro que nenhum tirano externo tem real importância em si mesmo. Nosso único verdadeiro inimigo é nossa própria ignorância diante da vida. Os adversários mais desagradáveis do mundo exterior são apenas projeções e materializações daquelas lições que ainda não aprendemos e, por isso, são todos de pequeno porte. No sistema de ensino de Castaneda, há, portanto, três tipos básicos de pequenos tiranos:

1)Tirano Insignificante. Tem o poder de matar suas vítimas quando quiser. Hoje é difícil de encontrar, mas era relativamente freqüente durante a época colonial, quando os feiticeiros da América Central criaram essa técnica.

2)Pequeno Tirano Insignificante. Persegue e inflige danos sem chegar a causar a morte das suas vítimas.

3)Pequeno Tirano Muito Insignificante. Ocasiona incômodos e exasperação sem fim. [ 2 ]


A função do pequeno tirano é testar a força e a coerência do aprendiz.

A vida é como uma grande respiração, e, em todos os seus aspectos, a cada expansão corresponde uma retração igual e contrária.

Assim, na mesma medida em que o guerreiro expande no plano subjetivo a sua visão de mundo e se une ao infinito, ele tem de fazer com que, no plano objetivo, as suas ações práticas sejam cada vez mais compactas, mais controladas e mais intensas. Esse paradoxo é inevitável. Se não fizer isso, seu avanço será falso.

Há pequenos tiranos insignificantes e muito insignificantes que usam de brutalidade e violência. Outros atormentam criando preocupação, tristeza ou fúria. Em todos os casos, eles são usados pelo guerreiro da sabedoria para identificar e eliminar sua própria vaidade, seu orgulho e sua preocupação consigo mesmo. O aprendiz deve adquirir um controle estratégico da sua própria conduta, com o objetivo de eliminar o desperdício de energia vital e de obter um acesso cada vez maior à energia do universo infinito. Os jogos do pequeno tirano insignificante só causam sofrimento enquanto houver ignorância, medo e falta de atenção no guerreiro.

A estratégia do aprendizado pode ser resumida em seis pontos:

1.Controle. Enquanto o pequeno tirano atormenta o guerreiro, esse aprende a desmontar os seus esquemas de justificação da preguiça, vê destruída a sua ingenuidade infantil, e desperta para níveis superiores de alerta e atenção. Ele aprende a controlar os impulsos inferiores. Se não fizer isso, será derrotado.

2.Disciplina. Como qualquer ser humano, o guerreiro sofre, mas ele sofre sem sentimento de auto-piedade. Ele levanta informações objetivas sobre a situação em que está, identifica os perigos reais e define possíveis alternativas, sem perder tempo ou energia com emoções desnecessárias.

3.Paciência. O guerreiro não combate prematuramente. Ele aguarda com serenidade e antecipa com prazer a sua futura libertação. “O guerreiro sabe que espera, e sabe o que espera”, explica Victor Sánchez.

4.Sentido de Oportunidade. No momento certo, o guerreiro aplica toda a energia acumulada em relação aos três pontos anteriores. Sánchez afirma : “É como abrir as comportas de uma represa”.

5. Vontade. Não é a vontade comum, mas um elemento imponderável, reservado para uma situação extrema. Esse é o único ponto da estratégia que pertence ao desconhecido. Não é apenas um resultado da acumulação dos itens anteriores.

6.O Tirano Insignificante. É o elemento externo que, ameaçando o guerreiro, dinamiza e acelera o seu processo de crescimento interior. [ 3 ]

É muito provável que não haja ninguém situado em uma posição de poder que esteja pensando em atormentar-nos ou em destruir nosso bem-estar. Raramente alguém tem o privilégio espiritual de viver esse desafio.

Ainda assim podemos usar essa técnica de Castaneda. Basta adaptar a estratégia acima substituindo o pequeno tirano pelo conjunto de obstáculos que nos rodeiam e dificultam a obtenção da nossa meta, a sabedoria. Se não há um tirano, pode haver uma situação limitadora, uma pequena tirania exercida pela nossa própria ignorância, e que limita nosso processo de aprendizagem. E a estratégia permanecerá válida.

Os três primeiros pontos – controle, disciplina e paciência – são estimulados pelo sexto elemento, o tirano, ou a “situação limitadora”.

O quarto ponto – a escolha do momento de ação – serve para preparar o salto transformador e o instante criativo que fará toda a diferença. O quinto ponto, a vontade, significa que, tendo aumentado sua eficiência e sendo impecável nessa situação concreta, o guerreiro reúne uma energia ilimitada, a ser usada no momento certo.

Desse modo, cada pessoa de má vontade ou que boicota nossos esforços tem algo a nos ensinar. Se formos aprendizes conscientes da arte de viver, estaremos sendo beneficiados pelas suas ações agressivas, ainda que isso possa ser frustrante para o agressor. Normalmente, o pequeno tirano é um pobre desorientado. Ele não só ignora que sua má-vontade contra nós na verdade nos beneficia, mas sequer suspeita o quanto é gravemente prejudicial para ele próprio querer prejudicar alguém.

Para o aprendiz da sabedoria, há três coisas de suprema importância.

A primeira é não aceitar o papel de pequeno tirano nem perder tempo ou energia com pensamentos e ações destrutivos em relação a outrem. A segunda é não cair na posição de vítima paralisada ou inconsciente, e não alimentar auto-piedade. A terceira é saber atuar como um colaborador da sabedoria universal em todas as situações da vida.
(Carlos Cardoso Aveline)
Tire proveito do lado bom da raiva

Rosana Ferreira

Ficar bravo pode ser bom para solucionar problemas
A raiva não parece nada positiva quando a gente se depara com uma pessoa descontrolada ou quando o sentimento chega e a vontade é sair batendo no primeiro que estiver pela frente. Mas, acredite, esse movimento pode ser transformado em força e usado para o seu bem. Portanto, da próxima vez que você ficar bravo, pare e pense antes de qualquer reação. Isso pode valer a sua saúde.

Em primeiro lugar, a raiva está longe de ser algo sem função, que deve ser combatido. É um sinal e visa proteger as pessoas. No embate do certo e errado no dia a dia, a raiva avisa que algo está errado e é preciso reagir. "É o sentimento da força e da ação, como um motor", disse a psicóloga e consultora organizacional Edna Peracini.

Se a raiva surgir por motivos corretos, ficar bravo pode ser bom para solucionar problemas, agir com rapidez ou produzir mais. "Ela nos torna muito produtivos", disse a psicóloga. Mas isso acontece quando se sabe lidar com esse sentimento, fazendo com que toda a energia provocada por ele se transforme em força motriz para resolver o problema de forma controlada, sem explosões de fúria. Afinal, atitudes intempestivas tiram a razão de qualquer um.

Lidar com o problema
Se a raiva se manifesta por razões pelas quais não se tem controle, é improdutiva. Se diante de um problema você começa a ficar irritado, seu sangue é bombeado mais rápido, fica vermelho, com as mãos umedecidas e o punho cerrado, você está com raiva. Há três modos de lidar com a situação, que determinam se ela pode ser boa para você: controlá-la, expressá-la ou retê-la.

No primeiro caso, a psicóloga ensina que ficar com raiva de situações que não se pode mudar não leva a lugar algum. Se você não pode fazer desaparecer todos os carros da sua frente no trânsito para chegar a tempo no compromisso, por exemplo, respire fundo, ouça uma música legal, leia o jornal do dia enquanto está parado ou pense em alguém de que gosta. "As pessoas acumulam a raiva sentida em situações irreversíveis porque não desenvolvem esse recurso de autocontrole. É preciso voltar a mente para o que você consegue mudar." Em situações passíveis de mudanças, portanto, é importante transformar a força da raiva em ação e comunicar o seu sentimento para reverter o que incomoda. "Se tem um problema com alguém, encontre a melhor forma de falar. Não precisa fazer escândalo. Fale algo do tipo: 'A sua atitude me fez ficar com raiva'", disse.

A segunda alternativa se manifesta na forma de fúria, o que não é bom para você nem para quem está ao seu lado, porque há uma grande chance de perder o controle da situação. "A explosão também pode ser causada depois de engolir muitos sapos", disse.

Aliás, há muitas pessoas que "engolem o sapo" o tempo todo e deixam por isso mesmo, retendo o sentimento. "Elas têm dificuldade de expressar a raiva e vivem emburradas e enfezadas. Guardam esse sentimento que pode se transformar numa doença, como gastrite, úlcera, depressão e até infarto", disse Edna.

Isso explica uma pesquisa feita na Southern California University e no Centro Médico Cedars-Sinai, nos Estados Unidos, que mostrou que a raiva pode levar a doenças do coração devido a alterações no fluxo sanguíneo. O principal órgão afetado pela raiva é o fígado, que pode "reclamar" em forma de dor, amargor na boca ou dor de cabeça.

Dicas
A psicóloga dá sugestões para o autoconhecimento e a tentativa de lidar com problema sozinho. Muitas pessoas, porém, não conseguem e precisam de ajuda profissional. Na terapia, são aplicadas também técnicas para extravasar a raiva, como gritar, esmurrar um travesseiro e fazer movimentos com braços e pernas.

É importante perceber em que momento esses sintomas aparecem e identificar as situações que interferem nos sentimentos e na saúde. Para isso, pergunte-se:
1: Se faça é raiva mesmo ou outro sentimento (angústia ou medo).
2: Se há solução para o problema.
3: Se pode crescer com tudo isso.
Postagens importantíssimas!!!!
Máximo!!!!
Que atraiam todos aqueles que precisem refletir exatamente sobre tais conteúdos, para aliviarem a vida...

RSS

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço