Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

    

O QUE É O HINDUÍSMO

Designa-se por Hinduísmo o conjunto de idéias e práticas religiosas nascidas na Índia, com base nos Vedas.

Os Vedas são livros sagrados.

A palavra "hinduísmo" é derivada de "hindu".

Na antiguidade, "hindu" queria dizer "aquele que habita o vale do rio Indo".

Primeiramente, o vale foi habitado pelo chamado povo do Vale do Indo.

Isso aconteceu entre 2500 e 1500 AC.

Em 1500 AC, o Vale do Indo foi invadido pelos árias.

Os dois povos misturaram suas crenças religiosas e, dessa mistura, nasceu o Hinduísmo.

No entanto, o termo "hinduísmo" é novo e ocidental.

Os hindus preferem chamar sua religião de " Sanatana Dharma " - a lei eterna , o ensinamento perpétuo.



QUEM SÃO OS HINDUS OU HINDUÍSTAS

Na antiguidade, hindus eram todos os que habitavam o Vale do Indo.

A Índia moderna nasceu ali.

Por isso, por algum tempo, hindu foi sinônimo de indiano.

No entanto, isso não durou muito porque muitos indianos passaram a seguir outras religiões.

Hoje temos indianos jainistas, budistas, sikhs, muçulmanos, cristãos e... hindus. Ou hinduístas.

Por outro lado, existem muitos hinduístas no mundo que não são indianos.

Hoje, portanto, a palavras "hindu" e "hinduísta" designam os seguidores do Hinduísmo.

AS PRINCIPAIS CRENÇAS

O Hinduísmo possui várias escolas interpretativas e inúmeras formas ritualísticas.

No entanto, seus principais postulados são os seguintes:

a) crença nos Vedas e livros sagrados secundários,

b) crença nos deuses como personalizações da "força" que dirige o Universo,

c) crença na reencarnação,

d) crença no carma - saldo positivo ou negativo trazido de vidas passadas,

e) crença no dharma ou dever,

f) crença no moksha - fim do carma e integração com a Divindade,

g) crença nos rituais como prática depurativa da alma.

OS LIVROS SAGRADOS

Os mais antigos e respeitados livros sagrados hindus são os Vedas, surgidos há cerca de 3500 anos atrás.

Os Vedas são quatro coleções de hinos, orações e fórmulas ritualísticas.

Os outros livros sagrados importantes são os Upanishads, o Mahabharata, o Bhagavad Gita (uma parte do Mahabharata) e o Ramayana.

OS DEUSES

Os hindus acreditam em um "espírito" supremo chamado Brahman.

Brahman não tem corpo nem forma.

Ele é imanente e está em todos os lugares.

Os inúmeros deuses e deusas do Hinduísmo representam diferentes manifestações ou características de Brahman.

Os três deuses principais são Brahma - o criador, Vishnu - o protetor e Shiva - o destruidor.

Além desses três deuses principais, existem centenas de outros deuses e deusas.

Os deuses masculinos mais venerados são: Krishna, Rama (duas encarnações de Vishnu), Ganesh, Agni, Surya, Indra, Vayu e Varuna.

As deusas femininas mais veneradas são: Pavarti, Kali, Durga, Lakshmi e Shakti.

A PRÁTICA RELIGIOSA HINDU

Quando os hindus visitam um templo ou santuário, não é apenas para rezar, mas também para um "darshana" do deus ou da deusa.

Isto significa uma visão da imagem que mostra a presença do deus ou da deusa no altar.

Os fiéis executam então uma cerimônia chamada "puja".

Eles oferecem flores, frutas, doces e água do Rio Ganges para a divindade em troca de suas bençãos.

Não há um tipo de culto determinado para a oração dentro do templo.

OS HOMENS SANTOS

Os hindus veneram os chamados homens santos.

Eles podem ser um sadhu, um sanyasi, um guru, um avatar.

São indivíduos que abandonaram suas casas e posses para seguir uma vida de oração, meditação ou trabalho.

Os sadhus são peregrinos quase mendigos.

Os sanyasis são discípulos de um guru.

O guru é um buscador que já atingiu a iluminação.

O avatar é a encarnação de um deus.

A ARTE HINDUÍSTA

A arte hindu tem inspiração francamente religiosa.

Os deuses do panteão hindu são o grande motivo dos artistas hinduístas.

Eles são representados em esculturas, pinturas e gravuras.

O teatro, a arquitetura e até o cinema também sofrem essa influência.

DIREITOS AUTORAIS
www.abc-do-hinduismo.hpg.ig.com.br









     do Shiva Nataraja     
ou Shiva dançarino





explicação :

A dança cósmica de Shiva dançarino ( Nataraja)
simboliza o eterno movimento do Universo que foi impulsionado pelo ritmo regular da dança e começou a manifestar-se em todas as formas.

Deuses, demônios, e outras criaturas sobrenaturais acercaram-se de Shiva e ficaram maravilhados.

Às vezes ele cessa o som do seu tambor para procurar um ritmo novo e melhor.

Nesse momento, o universo desaparece e só renasce quando a música recomeça.

O círculo de chamas em volta de Shiva é , ao mesmo tempo energia em sua forma mais pura, o fogo de cremação e símbolo do mantra sagrado, AUM, o som básico da criação.

O anão aos pés de Shiva representa a ignorância, e o tambor em sua mão, a combinação dos aspectos masculino e feminino .

O som do tambor indica que o som é a fonte de criação e que Deus é a fonte do som ( Nada-Brahma ).

O fogo na palma da mão revela sua habilidade para destruir o universo e a mão estendida, imitando um elefante, representa sua força, enquanto o pé levantado simboliza liberação.












http://shanti.no.sapo.pt

Exibições: 10

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço