Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Uma palavra devolve-me o tempo exacto.
Nela me instalo.
E sou feliz ou infeliz.
Mas à minha maneira.
Posso tapar os olhos para a não ver, os ouvidos para não ouvi-la; cerrar a boca para não pronunciá-la.
Não adianta.
A palavra irrompe.
A palavra irromperá quer queiramos ou não.
Porque a palavra é um símbolo.
Com ela se desenham a liberdade e as algemas; com ela se estabelece a guerra e inaugura a paz.
A palavra é suavidade, loucura, são folhas e folhas esboçando um tempo a vir.
É uma janela aberta, uma lágrima incontida.
Partem velozes as palavras, quando se libertam.
Crescem como sons e repercutem-se quando encontram o campo desejado.
A palavra é uma alta cidade que nasce às cegas, sobressaltada ou intolerante.
Ou intolerável.
Peça de um maravilhoso ofício, pode ser um grito doloroso, uma estrela desintegrada, um punhal acerado.
A palavra fere, humilha, repõe, exalta, congrega, unifica, destrói.
Nela respiramos e dela se alimentam os seres mais tristes ou os mais perturbados.
Ela é, para o oficinal trabalho do poeta, o infinito para que convergem os seus dias.
Quando o impedem de procurá-la matam-no em silêncio.
Quase sem se reparar.
Mas matam-no porque na palavra se confunde ou se alimenta, o operário dos símbolos.
Mal se lhe toca e logo a palavra o envolve e com ela faz um corpo místico de luz e destino.
A palavra é o drama.
A luz.
A angústia em tinta apressada.
Por ela se desce aos infernos, com ela se exalta e se humilha.
É preciso olhar bem a força da palavra.
Vê-la por dentro.
Descobrir-lhe a luz e ainda e sempre a outra face que esconde.
Todavia, apesar de toda esta luz em que quase não reparamos, uma palavra não vem.
Procura-se e não vem.
Espera-se há muito e não há quem a escreva.
Ou quem a leia.
Ou quem a diga.
Procura-se uma palavra.
Uma palavra que destrua a solidão; que inaugure os gestos simples, os sorrisos claros, que espalhe entre os homens a esperança e a paz.
Procura-se uma palavra.
É pequenina.
É branca.
É um sorriso voltado para o ódio.
Uma pomba voltada para o Amor.
Procura-se uma palavra.
Tão breve que se confunde com um beijo que se dá sem se saber o porquê.
Ou com uma lágrima.
Ou com uma flor.

(Fonte: A Força da Palavra, Maria Rosa Colaço)













Exibições: 22

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de paula margarida arrais de castro em 5 abril 2010 às 5:58
Gostei muito...a palavra dita não volta atras, tal como a pedra atirada, ocasião perdida e o passado
Comentário de maria helena silva moura em 1 abril 2010 às 1:43

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço