Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

A PERDA DE UM FILHO E O APRENDIZADO ATRAVÉS DO SOFRIMENTO



É possível sempre aprender sem sofrer. Gosto de enfatizar isso para não cairmos na crença que muitas pessoas tem que é somente através do sofrimento que crescemos. Entretanto, na maioria das vezes as experiências dolorosas é que acabam nos forçando a melhorar a um nível mais profundo. Na minha vida foi assim em vários momentos, e observamos isso na maior parte das pessoas que buscam auto conhecimento. Normalmente são pessoas que estão  passando ou já passaram por grandes dificuldades, sejam elas financeiras, problemas de saúde, relacionamentos ou perdas.


Algumas pessoas, depois que o momento doloroso passa, abraçam voluntariamente o caminho do auto conhecimento e procuram estar sempre lendo, se observando e recebendo trabalhos terapêuticos no intuito de crescer constantemente sem precisar do estimulo da dor pra isso. Já outros, depois que o momento doloroso passa, voltam a viver da mesma forma que antes, até que serão novamente empurrados por momentos de sofrimento que virão depois.


Ao abraçarmos o caminho do crescimento pessoal, seja voluntariamente ou forçadamente pelas dores da vida, nossas atitudes e pensamentos mudam e isso acaba se refletindo em uma vida mais harmoniosa e feliz. Deixamos então de passar por várias experiências dolorosas, já que, ao crescermos emocionalmente e espiritualmente  iremos acertar mais do que antes. Além disso  o crescimento traz uma habilidade maior em lidar com os desafios. Ou seja, o que antes trazia um enorme sofrimento, hoje passa a ser visto apenas com uma situação com a qual  temos que lidar, sem grandes dramas.


Mas mesmo para quem está mergulhado no caminho do auto conhecimento e vem crescendo bastante, a vida trará grandes desafios que ainda serão vividos com grande sofrimento.


Esse final de semana estava vendo uma entrevista com a atriz Cissa Guimarães que perdeu o filho atropelado em julho de 2010 quando o rapaz tinha apenas 18 anos. Talvez não haja sofrimento maior do que a perda de um filho. Muitos momentos marcantes me chamaram a atenção na entrevista, pelo crescimento que ela teve ao passar pela trágica experiência. Vou comentar alguns deles.


A noção da impermanência e a aceitação da impermanência. Sabemos que tudo é impermanente no mundo material da forma. Mas parece que só sentimos isso superficialmente. Até que uma perda de alguém próximo nos acorda vigorosamente para essa verdade. E quando se trata de um filho então, que é uma morte que vemos como prematura, teoricamente fora da ordem natural, o choque é maior ainda. Esse choque pode nos levar a dois caminhos. Um caminho é de um sofrimento imenso com revolta, tristeza, raiva, que é o que ocorre normalmente no início. Algumas pessoas ficam nessa fase permanentemente,  e simplesmente não conseguem refazer a vida.


Outras pessoas, após a fase inicial de grande dor, entram no estado de aceitação, de redenção. A dor é tanta que a única coisa capaz de nos fazer senti em paz é parar de brigar interiormente consigo mesmo, com a vida, com Deus, com o fato ocorrido ou com o que quer  que seja. Essa redenção normalmente acontece depois que o sofrimento gera um cansaço mental extremo, o que nos leva a abandonar os pensamentos de questionamento da vida, “por que isso aconteceu”,  “isso não deveria ter acontecido”, “não é natural” e etc.  Depois de nos debatermos por um período com esses pensamentos que expressam a nossa não aceitação, paramos de resistir internamente, os questionamentos cessam ou pelo menos perdem parte da intensidade e finalmente começa a sentir um pouco de paz.


De repente, quando se aceita o ocorrido, até porque não há outra saída, cria-se um espaço entre nós e o sofrimento. Existe a tristeza, a dor da perda, mas ela não mais nos preenche cem por cento. Cissa fala claramente sobre esse espaço que foi criado através da não resistência, da aceitação. E com o passar do tempo, essa tristeza vai ocupando cada vez menos espaço, e é assim que as pessoas conseguem se recuperar.


Foi esse processo que aconteceu com a atriz. No início ela foi tomada completamente pela dor e pelo caso e aos poucos foi aceitando e se rendendo. Em duas semanas, de forma surpreendente, voltou ao trabalho.


Conheço pessoas que até a criticaram por ter voltado a trabalhar tão cedo. Por trás dessa crítica está a crença de que devemos sofrer para provar que amamos quem se foi. Fica então um julgamento embutido por trás da crítica dizendo que ela não se importou tanto assim. Como pode ter se importado se voltou tão rápido ao trabalho? São crenças comuns que as vezes levam pessoas a passar o resto da vida cultivando a dor de uma perda para provar para si mesmo, para os outros e para a pessoa que se foi que existe amor. Deixar de sofrer, ou mesmo diminuir o sofrimento, seria um sinal de abandono, traição, esquecimento e desamor pela pessoa que morreu.


 Pode parecer estranho esse tipo de pensamento, mas é bem comum, ainda mais quando se trata da perda de um filho. Esse é apenas um mecanismo de perpetuação do sofrimento. A mente humana, condicionada por muitas gerações, acaba de forma inconsciente aproveitando oportunidades para se manter no padrão do sofrimento. Em algum nível a maioria das pessoas acaba cultivando nem que seja uma dorzinha por causa desse mecanismo. Na verdade, podemos ficar em paz em nos mantermos ligado pelo amor, sem precisar da dor.


Na entrevista é possível ainda ver a dor que ainda existe. Não ocupa mais todo o espaço interior, mas ainda está bem presente. Pelas frases que a atriz fala é possível ainda perceber o grau de intensidade: “A  dor é minha, vai embora comigo quando eu fizer a passagem”, “Eu cuido dela, eu aceito ela, eu respeito... e assim eu crio um espaço para que a alegria possa conviver com a dor”.


Um trabalho com a EFT certamente poderia ajudar ainda mais profundamente, para que a dor fique menor, e o espaço, que é a paz interior, se expanda, restando apenas a ligação com o filho pelo amor.


Devo voltar a escrever sobre a impermanência e a aceitação, o quanto é importante para o nosso crescimento.


Assista a entrevista de Cissa Guimãraes no youtube, observe e aprenda as lições espirituais profundas que ela nos passa através da sua experiência:

 https://www.youtube.com/watch?v=VJqxNa9L9AI


Em um curso de EFT em  Porto Alegre, atendi uma aluna com um caso semelhante, a perda de uma filha com 18 anos por violência. Os efeitos foram bem profundos trazendo um estado de paz interior para a mãe. Um projeto que certamente vou realizar em breve será um curso de EFT com o tema da perda, atendendo vários casos durante o curso. O aprendizado que essas sessões nos trazem  é enorme, além de proporcionar um grande alivio para quem está sendo tratado, e efeitos terapêuticos profundos também para quem está assistindo.


Se você deseja ter uma experiência profunda com a EFT, estarei ministrando nos dias 01 e02 de outubro, um CursoOnline ao vivo de EFT ao vivo com 12 horas de duração

http://www.eftbr.com.br/curso-online.asp?i=9    


Estarei também presencialmente com Worksshops básicos  em Brasilia dias 23, 24 e 25 de setembro e em Recife dias 07, 08 e 09 de outubro e Florianópolis em 21, 22 e 23 de outubro:

 http://www.eftbr.com.br/cursos-presenciais.asp


Veja também EFT e Prosperidade financeira em no Rio (15 e 16 de outubro), Salvador (29 e 30 de outubro) em São Paulo (05 e 06 de novembro) e Curitiba (12 e 13 de novembro)

http://www.eftbr.com.br/cursos-presenciais.asp


Abraços,

André Lima - www.eftbr.com.br   

 (81)8721-2534

Exibições: 54

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de SONIA GOMES em 22 setembro 2011 às 18:17

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço