Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar


(extraído e adaptado do livro: "El discípulo: su desafio esencial" de Torkom Saraydarian. Editorial Kier, Buenos Aires, 1ª edição, p. 543-548)

Os discípulos de todo o mundo são reconhecidos por seu belo espírito de tolerância. Mediante esta podem compreender o ponto de vista, a psicologia, e os antecedentes dos demais, e vê-los exatamente como são.

Quando alguém é tolerante, não apenas tem mais oportunidade de conhecer aos demais, senão que também dá aos demais a oportunidade para que o conheçam como é. É muito benéfico permitir que as pessoas saibam como somos. Isto nos dá oportunidade para nos revermos.

Quando em uma pessoa se desenvolve o sentido da síntese, lentamente adquire uma mentalidade aberta e é tolerante. Lentamente, vence seus preconceitos e superstições, e se aproxima das coisas como se fosse a primeira vez.

Ser tolerante não significa aceitar todos os pontos de vista, e sim aceitar tudo o que seja adequado a uma meta em qualquer ponto de vista ou enfoque. Uma pessoa tolerante trata inclusive de se colocar no lugar dos demais para ver exatamente o que estão dizendo e por que o dizem.

Uma pessoa tolerante tem oportunidade para aprender coisas que de outro modo perderia de vista.

É muito difícil convencer a uma pessoa tolerante tratando de induzi-la a que adote atitudes cristalizadas ou dogmáticas em relação a certos feitos ou idéias. Uma pessoa tolerante não toma posições. Para ela há somente uma posição: a da beleza, bondade e justiça.

As pessoas pensam às vezes que porque uma pessoa tolerante não toma posição é uma pessoa débil. Pelo contrário, necessitas muita coragem moral para não tomar partido por quem te quer impor.

Uma pessoa tolerante é firme e forte porque compreende melhor do que a maioria. Vê as coisas que vão acontecer, e sabe sempre que a transformação não se alcança com fanatismo nem pressão, senão que mediante compreensão e tolerância, com espírito firme e não com o propósito de estimular a debilidade.

A tolerância não estimula a debilidade, o derrotismo, nem a delinqüência, e sim procura encontrar as causas de tais enfermidades e eliminá-las. Uma pessoa tolerante não trata de matar a um enfermo, senão que mata os germens existentes nesse enfermo.

Uma pessoa tolerante vê tudo de ruim que há em ti, mas enfoca sua atenção em algo belo que há em ti e trata de inspirar-te através disso. Uma pessoa tolerante vê tuas debilidades, mas enfoca sua atenção para tuas virtudes.

A meta da tolerância não é destruir-te ou deixar-te vagar na escuridão, senão que mostrar-te amor e compreensão para que encontres teu caminho sob tua própria luz.

Nesta época, muitas organizações espirituais estão cheias de fanáticos que afirmam que eles são "o único caminho". Isto leva ao separatismo e à perda de energia, tempo e oportunidade para servir. A ausência de tolerância faz com que os líderes afirmem que eles são os líderes escolhidos e os guardiões de um Ensinamento sagrado. Supostamente, são os únicos que protegem o Ensinamento!

O Ensinamento jamais se protege com fanatismo, senão que com tolerância! O fanatismo opera contra a vontade de Quem deu o Ensinamento à humanidade. O fanatismo e a imposição de idéias e planos criam gradualmente o espírito de resistência, rechaço e hipocrisia nos demais. Um fanático trata de ocultar as coisas que ele não tem. Uma pessoa tolerante comparte as coisas que ela tem, e evidencia sua riqueza mediante sabedoria, solenidade e criatividade.

As novas formas de beleza, arte, sabedoria e ciência florescem na atmosfera de tolerância. Na atmosfera de tolerância, a força magnética das grandes mentes atrai impressões das Fontes Cósmicas. A luz e a escuridão saem à superfície na atmosfera de tolerância. A consciência do homem supera seus limites anteriores na atmosfera de tolerância.

É comum pensar às vezes que a tolerância é uma manifestação ativa de permissão para que as pessoas façam o que queiram. Alguns chegam a pensar que deve tolerar-se a quem envenena nossos lagos e rios, ou organiza atos delituosos. A tolerância não é indiferença, nem uma tentativa para animar as pessoas a destruírem a sociedade. Pelo contrário, a tolerância não apenas compreende as causas da loucura senão que também toma medidas para detê-la.

Uma pessoa tolerante usa os métodos de cura, educação, guia e disciplina, e não os de rechaço, crítica destrutiva e condenação. Aqueles que trabalham contra a sobrevivência da vida são considerados doentes e deveriam ser tratados como tais.

Tolerância não estimula a delinqüência senão que faz com que o delinqüente conheça a gravidade de sua enfermidade e dê os passos necessários para curar-se. Às vezes, a tolerância te revela mais de ti do que qualquer enfoque punitivo.

A tolerância não é aceitação dos defeitos, erros e deformações das pessoas, e sim uma aptidão para não perder teu equilíbrio e tua visão sob a pressão da deformação. É a aptidão para iluminar as pessoas com sua compreensão de vasto alcance e com provas inteligentes.

Uma pessoa tolerante é como quem constrói um palácio: poderá usar quase qualquer classe de pedras na construção, colocando cada uma delas no lugar que corresponda. Porque a tolerância lhe brinda tal expansão de consciência que se converte em um construtor criativo.

A tolerância tem a força da discriminação pura e uma aptidão intuitiva para compreender a qualidade das pessoas, dos objetos, das idéias e dos pensamentos. A uma pessoa que não é tolerante, as idéias e os pensamentos ou o talento lhe parecem partes incompletas e inúteis; mas para uma pessoa tolerante, são peças importantes do quebra-cabeça, que ela usa para completar sua visão.

O caminho que conduz à sabedoria é o da tolerância.

Os Grandes Mestres são as encarnações da tolerância porque através dos séculos alcançaram sua maturidade passando por muitas experiências e assimilando muitas influências, impressões e pontos de vista. Os intolerantes evidenciam mente estreita, fanatismo e separatismo. E eventualmente caem na armadilha de que seu caminho é o único e que a consciência humana não tem direito de encontrar outros caminhos e tomar contato com outros Ensinamentos que tenham base similar e metas similares para a perfeição humana. Tal atitude demora a concretização da flor divina, que necessita tolerância para desenvolver-se e abrir-se. Os líderes que têm tal atitude limitam a liberdade de seus adeptos e convertem seus grupos em cultivadores do separatismo. Advertem seus seguidores que sejam muito cuidadosos com certos ensinamentos porque temem que seu próprio ensinamento não tenha força como para retê-los em sua grei.

Este é um quadro muito triste. Os dirigentes de muitas organizações atuam como se fossem os guardiões da luz quando, na realidade, com sua atitude se convertem nos que, ficando no umbral, não permitem que as pessoas entrem na luz.

Os discípulos devem ser muito cuidadosos para que o fanatismo e o separatismo não construam um ninho em seus corações.

Ninguém é custódio da luz do Ensinamento. Cada um recebe uma parte do grande Trabalho, mas os trabalhadores, em vez de tratar de construir o Templo do Todo-poderoso, lutam entre si por seus interesses mesquinhos.

Quando qualquer organização espiritual se volta para o fanatismo e separatismo, entra no caminho da cristalização, e as más intenções e a difamação começam a aparecer dentro das filas daqueles que a conduzem, e contaminam toda a organização. Assim, uma organização espiritual construída sob a inspiração dos Grandes se converte em caldo de cultivo de germens. Não importa com que denominação, cor ou fragrância tais organizações se cubram, a decomposição continua e as torna obsoletas ante a vista daqueles que levam em seus corações a luz da intuição.

Um verdadeiro discípulo é quem rende culto à beleza, bondade, justiça, alegria e liberdade. As fórmulas do Ensinamento não transmitem as correntes da vida até que o coração esteja cheio de amor com um espírito abarcante. Aqueles que servem com corações abertos e sinceros têm uma grande qualidade: síntese. Tais pessoas querem compartir, dar, irradiar, receber, benzer e serem benzidas. Na consciência dessas pessoas não há barreiras.

É obsoleta a velha modalidade consistente em segredos, que se apodera do Ensinamento e protege nosso tesouro inexistente. Esta é uma era na qual se comparte e se fala sobre os telhados. Quem oculte o Ensinamento dado à humanidade comete um delito. Deixa que a luz flua; deixa que o sol brilhe; deixa que toda criatura comparta a luz e ofereça seus próprios frutos.

Um fanático tem apenas um ponto de vista. Uma pessoa tolerante tem muitos pontos de vista, assim como a aptidão para unir estes pontos de vista para que forme um mecanismo total para resolver os problemas da vida. Ninguém poderá resolver problema algum com apenas um ponto de vista. A tolerância deverá ser praticada em todos os campos do esforço humano: na política, educação, comunicação, filosofia, artes, economia e religião.

A pessoa que mais triunfa é a que tem mais pontos de vista. Se comparas uma pessoa que triunfa em seus negócios com a que fracassa, a diferença é sua tolerância ou seu fanatismo. Quem se apega a seus velhos métodos e não quer melhorar considerando os pontos de vista dos demais é a que fracassa.

A tolerância é a porta para o triunfo. A tolerância é a aptidão para satisfazer as diversas necessidades de várias pessoas sem prejudicar o que beneficia e pertence aos demais.

Os verdadeiros discípulos não são fanáticos. Não usam o Ensinamento dos Grandes para alcançar paz, equilíbrio, satisfação e complexo de superioridade, com o qual desdenham aos demais. Os verdadeiros discípulos tratam de tomar contato com seu Mestre. Há uma grande diferença entre quem aprende o Ensinamento de memória e quem o transcende e encontra o Mestre.

Muitas pessoas religiosas ainda não encontraram o Mestre, mas encontraram o Ensinamento e o cristalizaram através de suas mentes estreitas, suas superstições, dogmas e doutrinas. Quando uma pessoa se encontra em semelhante estado de consciência, se converte em um papagaio agressivo e perigoso. Mas se entra em contato com o Mestre, então se dá conta realmente do significado e da importância do Ensinamento, e compreende que não pode usá-lo como depósito de suas munições para proteger e ocultar seus ciúmes, sua animosidade, seu ódio, seu separatismo e sua feiúra.

Somente o contato com o coração do Mestre poderá transformar o discípulo, não o Ensinamento. Por isso todo discípulo deverá entrar em contato com o Mestre vivo.

Que feio é ver como as pessoas, em nome de seu Ensinamento sagrado, evidenciam as opiniões que nem uma pessoa corrente colocaria em evidência! O ângulo da consciência das pessoas aumentará de 25 graus a 360 graus quando tomem contato com seu Mestre. Este contato dispersará seu fanatismo.

No caminho espiritual, a nobreza não se obtém aprendendo de memória o Ensinamento, mas sim fundindo-se com o coração do Mestre.

Sem tolerância não poderás crescer. Teu corpo é um grande exemplo de tolerância. Com todas as coisas que te alimentas, teu corpo faz apenas uma: o sangue.

Se exercitássemos a tolerância em nossas relações com os demais, não teríamos as crises e dificuldades que hoje em dia temos em nossa vida individual, grupal, nacional e internacional.

A tolerância cria cooperação e relações retas. A tolerância é o resultado da expansão da consciência, da aptidão para ver o Infinito, da aptidão para ver quão perfeito és.

A expansão da consciência somente é possível através da meditação, do serviço e da auto-realização. Uma pessoa apenas pode expandir sua consciência quando funciona nos planos superiores e entra em contato com o mundo das idéias. A auto-realização é a aptidão para viver segundo as normas com as que durante tua meditação tomaste contato.

Os discípulos deverão ter experiências nas quais vejam quão insignificantes são em comparação com a natureza. Isto dá humildade, e da humildade cresce a flor da tolerância.

Em 1959, quando chegava aos Estados Unidos em barco, havia uma tormenta terrível. O capitão ordenou que todos subissem até a cobertura superior e nos colocássemos os coletes salva-vidas. Ao chegar à cobertura, não víamos nada mais que oceano e oceano... e ondas de doze metros de altura! Quando todos estavam sumidos no pânico e temiam por suas vidas, logo coloquei-me a pensar: "Que é o homem? Quão insignificante é em comparação com a força do oceano, e que é em comparação com o Espaço?"

Aos discípulos também é aconselhado pensar quão imperfeitos são; quando têm problemas de saúde, quando fracassam em suas metas e planos, quando fracassam em suas amizades, quando seus desejos são muitos e não podem fazer o suficiente para concretizá-los, e quando fracassam porque violaram sua consciência.

Ser tolerante não significa permitir que teus filhos se droguem ou tenham relações sexuais prematuras. Ser tolerante não significa ser indiferente à delinqüência e ao terrorismo. Ser tolerante não significa deixar que as pessoas arruínem tua reputação e minem teu trabalho.

Ser tolerante não significa deixar que as pessoas violem tua liberdade e ridicularizem tuas crenças. Ser tolerante não significa permitir que as pessoas minem a moral dos demais.

Ser tolerante não significa permitir que teus filhos se sentem diante da televisão e passem suas horas contemplando a violência.

A tolerância não funciona quando há espírito de vingança, fanatismo ou ódio; senão que estimula o esforço, o logro, a cooperação, a saúde, a pureza e a compreensão. Um discípulo tolerante não é ciumento e ajuda as pessoas a que cresçam, se expandam e alcancem novas alturas.

A tolerância é como uma luz que não provoca escuridão, e sim luz nos demais; que não estimula o delito, e sim o heroísmo; que não inspira ódio, mas sim amor. O discípulo da nova era é abarcante e comparte. Brilha em sua testa a estrela da síntese. A tolerância é o caminho que conduz aos Mundos Superiores.

Exibições: 98

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de Lenita Andrade em 19 dezembro 2009 às 22:27
No caminho espiritual, a nobreza não se obtém aprendendo de memória o Ensinamento, mas sim fundindo-se com o coração do Mestre
Comentário de hideraldo tamaki em 18 dezembro 2009 às 19:21
Palavras inspiradas, ponderadas e muito felizes em sua exposição. Verdadeiro tesouro a guardar em nosso coração, e cuja leitura deve ser diária... Paz nos corações !
Comentário de Maria Angélica A. M. de Moraes em 18 dezembro 2009 às 14:36
Agradeço por compartilhar essa mensagem.Bjs Iluminados
Comentário de Grace Regina de Souza em 18 dezembro 2009 às 10:36
Como é bom ter na rede pessoas e mensagens tão maravilhosas!
Paz e Luz Fada San
Comentário de June Klein em 18 dezembro 2009 às 9:27
Agradeço por tão importante mensagem! Tenho procurado sempre exercitar essa liberdade interior que permite EU SOU e se transmite por efeito de halo...Como é bom ler palavras de luz que vêm de encontro com nossa mente/coração de forma tão suave!
Mil abraços
June
Comentário de The Guardion em 18 dezembro 2009 às 3:10
Excelente, parabéns Fada San, paz e luz!
Comentário de Cándida Saravia em 17 dezembro 2009 às 22:38
Sim, tenho muito a aprender! Obrigada pelo ensino... Beijos de Luz para ti
Comentário de selene em 17 dezembro 2009 às 21:56
..."Somente o contato com o coração do Mestre poderá transformar o discípulo, não o Ensinamento. Por isso todo discípulo deverá entrar em contato com o Mestre vivo".
Grata Fada San..imensamente grata por compartilhar Amor!!
Namastê!!!
Comentário de Alceu Rodrigues de Freitas em 17 dezembro 2009 às 21:07
Agradeço por mais este ensinamento. É lindo e me fez pensar e vou continuar pensando, porque tenho muito a aprender.
Comentário de Vania de Luz em 17 dezembro 2009 às 20:26
Obrigada, por compartilhar, realmente é um tesouro.

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço