Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

A VIDA DA MESTRA NADA

Mensagem recebida em 17 de Novembro de 1999

“Eu nasci filha de camponeses.
Pais humildes, mãos calejadas do trabalho, que não tiveram tempo de me acariciar. Colos que eu aprendi a não reclamar.
E, ainda que tivesse nascido num país frio, onde não havia tardes de sol nem as manhãs acobreadas e quentes, sentia o calor do coração, eu nasci com um amor tão grande dentro de mim, que nunca fui capaz de sentir tristeza.
Sentia o calor que aquecia minha alma, que, por maiores que fossem as desarmonias externas, e existiam tantas, eu era intocada e ainda assim não tinha a menor consciência de que era diferente das outras pessoas.
Hoje, eu sei que o amor me fazia igual, me aproximava e me fazia expandir.
Eu tinha muitos irmãos. Éramos nove. E nem sempre na minha casa, na mesa onde comíamos, havia o suficiente para todos.

E assim eu fui aprendendo a precisar de pouco, pouco alimento, poucos desejos. Porque havia em mim uma capacidade de mesmo recebendo pouco, sentir muito.
Então, saciava minha fome quando via o meu irmão se alimentar. Saciava a minha ânsia de receber carinho, amor, quando eu amava. Saciava a minha vontade de calor quando sentia o meu coração tão quente, fervendo e pulsando, dentro de mim. Saciava a minha necessidade de compreensão quando olhava nos olhos do meu pai e compreendia o sentido das palavras que saiam dele, esquecendo os impropérios de sua boca.
Eu aprendi a sentir....
Eu aprendi a ser tocada por aquilo que as pessoas não falam, mas pelas emanações das suas almas.
E quando, dentro desse triste quadro aos olhos humanos, veio a guerra, muitas das casas foram destruídas. Houve incêndios, crianças perdidas, mulheres sem condições de criar seus filhos. E nessa época, então, eu era adolescente e tentava compreender a vida.

Não havia os medicamentos, , mas havia feridos em abundância. Então, eu orei ao Pai e, numa visão, percebi que o solo coberto de neve, gotejado de sangue humano, se transformava num tapete onde a grama nascia forte. E onde havia frio, nesta minha visão, havia sol, havia luz, havia calor. E onde havia rostos sofridos, na minha visão havia Paz.
E esse sentimento percorreu a minha Alma, chegou ao meu corpo e me deu uma força sobre-humana, de compreensão, de amor, de aceitação. E isso foi tão grande em mim que eu queria repartir com as pessoas. Eu queria falar para elas; não vejam o sofrimento, não se comuniquem com a dor, não se comuniquem com a fome, não se comuniquem com a privação. Isso não existe ! Existe um mundo de luz.

E eu queria dizer às pessoas aquilo que estava sendo mostrado para mim, porque aquilo era uma bênção.
E como pouco eu podia fazer, como remédios não existiam, lambi as minhas mãos e, com a saliva, toquei os ferimentos. E as pessoas se curavam, me chamavam de Santa, e eu dizia : -“ Não, eu não sou nada. Eu não sou nada”.
Quando as feridas paravam de sangrar, as pernas ganhavam novamente desenvoltura, e os aleijados caminhavam; quando eu tocava o estômago daqueles que doentes estavam, e eles sentiam um calor como se um pão que tivessem comido de novo, me chamavam de Santa e eu dizia :
“- Não, eu não sou nada. Eu só encontrei a minha comunicação com Deus. É você que se cura. Deus está curando, atravéz das minhas mãos. É o Pai que faz, não sou eu”.
Você é filho de Deus !!
E quero tocar a cada um de vocês com esse mesmo amor. E não digam que eu sou santa ou que santa são as minhas palavras, porque santo é Deus, em sua absoluta sabedoria quando lhes dá os desafios, apenas como instrumento do seu próprio crescimento.

E eu digo a vocês, meus filhos:
Amem o altíssimo e agradeçam os desafios em suas vidas.
Porque se confusões, dores e sofrimento existem, existem para despertar.
Porque se desilusões existem, é porque vocês estiveram um dia iludidos.
Eu sou Nada, a Mestra ascencionada do Sexto Raio. Trabalho para a chama Rubi, do adorado Mestre Jesus. E sirvo, com a totalidade do amor, que sou capaz de dar, a essa Chama, que ensina o sacro ofício.
Não entendam nada na vida de vocês como sacrifício, se não podem fazer dessas situações, desses exercícios de fé, uma ação sagrada.
Sacrifício é fazer das trevas a Luz !!
Do medo, a fé. !!
Dos desafetos, o amor !!
Ajam, em nome da Chama Rubi, com consciência.
E, agora, que sabem um pouco mais de mim, se me quiserem me acolham como mãe. Porque eu digo:
Eu os amo como filhos........

Estamos com vocês, tocando os vossos corações.
_________________

Exibições: 10

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço