Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

AMULETOS E TALISMÃS - JADE E A PEDRA DA IMORTALIDADE...


AMULETOS E TALISMÃS
Bookmark and Share 

AMULETOS E TALISMÃS

por Helena Gerenstadt - gerenstadt@terra.com.br

JADE - A PEDRA DA IMORTALIDADE

Os estudiosos asseguram que o jade traz a necessária tranqüilidade a quem possui esta pedra, e que as suas colorações esverdeadas purificam as emoções.
No terreno médico, o jade já foi utilizado contra envenenamentos produzidos por animais, vários tipos de infecções, problemas de olhos e de estomago, ciático e epilepsia. Também já foi utilizado para combater a solidão e a ruína.
O jade é utilizado desde uns dez mil anos antes de Cristo, e com esta pedra se talharam imagens religiosas, objetos ritualísticos, amuletos e peças de utilidade como os machados, que tinham inscrições destinadas aos deuses, para que o instrumento cumprisse adequadamente a sua função.
Os árabes aplicaram o jade para aliviar as sensações de vertigem, e era recomendado para os viajantes que deveriam passar por caminhos próximo aos abismos ou de montanhas.
Foi na China que esta pedra recebeu seu maior culto, desde há 6.000 anos. Esta cultura equiparou o jade ao maravilhoso diamante, ao considerar ambas como as gemas da imortalidade. Por esta razão, é uma das pedras preciosas preferidas para talhar a imagem de Buda. Muitos comerciantes orientais da antiguidade acariciavam peças de jade durante seus negócios, na certeza que esta pedra lhe trairia sorte e fortuna nas transações. Também se construíam amuletos especiais dedicados à proteção de cadáveres, que eram colocados sobre seus rostos, e em algumas ocasiões sobre o umbigo ou outros pontos do corpo humano para facilitar o transito para a grande viagem.
O nome de jade procede da palavra castelhana ijada, que designa as cavidades simetricamente colocadas entre as costelas falsas e os ossos das cadeiras, e também para as dores ou doenças destas partes do corpo.

CRUZ ANSADA DOS EGIPCIOS

A cruz ansada, junto com o olho de “udjat” e o escaravelho compõem a trilogia dos amuletos mais característicos do antigo Egito. A imagem da Cruz Ansada é similar à cruz cristão, variando a parte superior, que apresenta uma forma oval. Os egípcios a consideravam como “o símbolo da vida” e era um dos principais atributos da Deus Ísis, que foi quem conseguiu devolver a vida a seu esposo e irmão Osíris. 
A cruz ansada representa a vida em conceito amplo; é a vida com inicial maiúscula, a que não acaba com a morte, a que ressurge e continua. Geralmente surgia perto do rosto dos faraós para que sua visão da eternidade prevalecesse durante todo o seu mandato. Como amuleto, favorece a longevidade e a sabedoria de quem viveu muitas vidas.


TETRAGRAMATÓN HEBRAICO

A palavra tetragramatón procede do grego tettares (quatro) e gramma (letra), e faz referência especial as quatro letras que, em hebraico, expressam o conceito de Deus. Estas quatro letras: Y H V H (yod, he, vav, he), escritas em caracteres hebraicos (da direita para a esquerda), são consideradas a representação da Divina vontade, a Criação, o intelecto e a Ação. Como amuleto de proteção à palavra, pode estar inscrita dentro de um círculo, que engloba a figura de um pentagrama (estrela de cinco pontas) ou de um hexagrama (estrela de seis pontas). O hexagrama é conhecido também como Estrela de David ou selo de Salomão (dois triângulos entrelaçados) e seu simbolismo dá uma idéia da união do homem com a divindade. O triângulo que sobe simboliza o esforço humano de superação, seu trabalho evolutivo, e o triângulo que desce representa a providencia e a ajuda de Deus. O simbolismo da estrela de cinco pontas é similar, já que representa o ser humano (de pé com braços e pernas abertos), que se sente identificado com as forças do Universo, e sintoniza suas energias com a energia universal. É um talismã de proteção pessoal que expressa o conceito de união com Deus.

MÃO DE FÁTIMA

A mão de Fátima é um amuleto marroquino, de origem islâmica, é representada por uma mão com os dedos estendidos. Cada um dos dedos representa uma virtude (fé, caridade, jejum, oração e peregrinação). É freqüente encontrar também com seis dedos. Costuma ter também uma pedra em forma de olho, de cor azul ou verde que se situa na parte superior da palma. A mão de Fátima protege contra as enfermidades e atrai a boa sorte. 

FIGA

A figa é um dos amuletos em forma de mão que mais se utilizou na Europa e na América do Sul e Central. No Brasil, por exemplo, recebe o nome de figa. Sua imagem é a de um punho fechado, e que o dedo polegar aparece entre os dedos índice e do coração. Uma de suas virtudes, como amuleto, é de afastar o “mau olhado”, mas também é utilizado contra a inveja e para proteção de algumas doenças como a raiva e a epilepsia. A figa costuma ser feita de forma artesanal, utilizando materiais semipreciosos, como as pedras. 


FERRADURA

Sua imagem é o símbolo da fortuna e da boa sorte, mas pela tradição, para que tenha verdadeiro poder como amuleto, deve se utilizar as verdadeiras ferraduras de cavalos, feitas de ferro, para serem colocadas próximas da porta de entrada das casas e dos estábulos. Com este gesto, pretende-se afugentar todos os males. O costume de usar ferraduras como antídoto contra a má sorte e os feitiços é muito antiga. 

MEIA LUA OU CRESCENTE LUNAR

A origem deste amuleto, que favorece a fertilidade feminina e protege os recém-nascidos e suas mães durante o período de latência, é muito antigo. Foi encontrada peças arqueológicas pré-românicas com desenho similar aos amuletos em forma de lua, que costumam ser usados como pendentes. 


ESCARAVELHO

O escaravelho teve no Antigo Egito um papel muito destacado como animal simbólico de proteção, já que representava a imortalidade da alma através dos céus de reencarnações. Como amuleto assegurava uma morte digna com um feliz trânsito, e seu poder como talismã se estendeu até Fenícia, Cartago, Etruria e Grécia, inclusive, na arte paleo-cristã aparece como símbolo de ressurreição. Os egípcios tinham a crença de que a espécie de escaravelhos que formavam bolotas careciam de fêmeas, assim quando o macho queria engendrar, formava uma bola de esterco com suas patas traseiras durante o recorrido que sempre se dirigia do leste até o oeste, imitando o movimento do Sol. Na bola, depositava sua semente e enterrava durante um tempo, para depois desenterrar e jogar na água. 
Mais tarde nasceria, desta bola, um novo escaravelho, daí a analogia com o homem que morre e é enterrado para depois renascer, depois de sua passagem pela água, para uma nova vida. O valor do escaravelho como um amuleto ainda se mantém, principalmente da cor azul, que se trata de um amuleto que atrai a boa sorte em momentos difíceis e para as mudanças importantes, e a cor azul sempre produz sensação de calma e de profundidade, favorecendo o espírito para o desapego material.

Exibições: 26

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço