Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Documentário Portugues sobre a tragédia em Teresópolis

Grande Reportagem SIC 2011

De todas as localidades atingidas pelas cheias no Estado do Rio de Janeiro, o bairro de Campo Grande, em Teresópolis, foi o mais devastado. Famílias inteiras desapareceram na enxurrada e Campo Grande desapareceu do mapa.

Um mês depois da maior catástrofe natural a atingir o Brasil, a Grande Reportagem retrata o desaparecimento trágico de um bairro-família onde viviam mais de 5 mil pessoas.

Um mês depois da madrugada de 12 de Janeiro, ainda não há luz, nem água nas poucas casas que ficaram de pé. A única estrada que liga a povoação a Teresópolis e ao mundo continua intransitável. Os moradores que se recusam a sair contam-se pelos dedos de uma só mão.

O Último Dia de Campo Grande é a Grande Reportagem SIC deste Domingo. Um trabalho dos enviados especiais da SIC ao Brasil Sofia Arêde e Fernando Silva (Imagem), com Edição de Imagem de Ricardo Tenreiro.

 

 

 

 

 

 

 

Exibições: 67

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de Eneida Alves Penna em 27 fevereiro 2011 às 13:24

Olá anjo Rui

Verdade o que vc escreveu.

Fico sem saber o que fazer e falar quando vejo pessoas falando e criticando...apontando defeitos...tons asperos...ridicularisando outros....

Imediatamente jogo Chamas nas pessoas e locais.

A maioria das vezes , dá resultado perfeito quase que instantaneamente e eu agradeço imediatamente, mas como sempre acontece em meio a pessoas, não posso me concentrar e me auxentar mentalmente do trabalho no momento.

As vezes....me desligo e quando volto (em segundos) sempre tem alguem me olhando e pergunta " vc está bem?"

Mas como felismente, depois que entrei para o Grupo Anjos de Luz, mantenho minha Paz em alta e uma fé que me sinto em estado de graça , consigo situações adoraveis em varias ocasiões.

Somos afortunados em estarmos em um grupo tão elevado espiritualmente.

Sou grata pela sua gentileza e te desejo Abundância Divina.

 

Comentário de Rui Manuel Júdice Martin Barroso em 27 fevereiro 2011 às 12:49

Querida Irmã Eneida Alves Penna,

Na realidade não me senti machucado nem ferido com o que escreveu pois, não existia razão para tal.

Fiquei no entanto (e desculpe a presunção) triste pois, em quase todos os Paises existe um sentimento nacionalista sem razão nos dias que hoje vivemos pois, o mundo deixou de estar dividido (veja o que a internet fez).

Já vi no entanto várias reportagens onde realmente "os reporteres de outras nacionalidades" que as realizam, comentam e insultam o povo que lá vive e que os recebe de braços abertos, com amor e respeito, dando-lhes liberdade de movimento e expressão.

Não foi o caso da reportagem aqui colocada pela Fada san.

Um abraço do tamanho do mundo com muita paz, muita luz, amor, sabedoria, humildade e gratidão para si, minha irmã querida.

Namastê

Comentário de Alzira Vinhas em 26 fevereiro 2011 às 23:16

última parte...

...

Há irmãos sofrendo todos os dias, perto de nós... É sempre bom pensar nisso.

Como não podia deixar de ser, surgem os irmãos Sai, o corpo de Amor de Swami em ação, enviando auxílio divino. Agradecemos o apoio e a força que vocês estão nos oferecendo. É muito bom poder contar com essa família espiritual tão linda e solidária. Melhor ainda é poder fazer parte dela.

Quero aproveitar para pedir encarecidamente que todos os devotos se reúnam com regularidade, se possível, para rezar, cantar bhajans, entoar mantras, enviar vibrações elevadas aqui para a serra, porque a densidade energética desse desencarne maciço é muito grande. O ar está denso demais, e muitos de nossos irmãozinhos desencarnados sofrem e vagam sem repouso. Rezemos, por favor. Rezemos, por amor.

 

O meu sincero obrigado.

Amor,

 

Magali – Grupo Sai de Nova Friburgo

Comentário de Alzira Vinhas em 26 fevereiro 2011 às 23:15

continua...

vejo que serviço não é uma questão de quantidade ou de volume. Tampouco importa sua natureza. Tudo o que é feito com o coração, por amor e com amor, por convicção, é serviço a Deus. Há os que doam quantias generosas em dinheiro, e os que dispensam um olhar amigo a quem tem fome de aconchego; os que doam a força física, e os que doam a força emocional. Serviço é serviço. Individual ou coletivo, é sempre valioso aos olhos de Deus. Às vezes nos achamos pequenos ou fracos, e pensamos erroneamente que nosso esforço, sozinho, não tem valor. Ledo engano! Esses dias, enquanto eu afundava na lama, com a água subindo ao meu redor, tomada pelo desespero, em pleno centro da cidade, tentando viajar para o Rio, recebi duas provas do valor do serviço individual; enquanto chorava, atordoada com tanta destruição, o rio subindo e uma chuva torrencial, meu telefone tocou. Era o meu querido, o João, enviado por Swami naquele exato momento crítico, para me acalmar. Pediu que eu entoasse um mantra, que é muito oportuno para os momentos de desespero e medo, como o que vivenciamos agora, e como aquele que me tomava naquela ocasião: OM SRI SAI APAD BANDHAVAYA NAMAH. Comecei a entoá-lo com fé e recobrei a serenidade. Consegui caminhar para um lugar mais alto, de onde presenciei uma cena tocante: um senhor, sozinho, segurava um enorme guarda chuva numa das mãos, enquanto com a outra desobstruía os bueiros com uma pequenina enxada. Sozinho. Não permitiu que a água subisse a calçada, com seu trabalho solitário. Fez isso, horas a fio. Eu vi. E depois há quem diga que “uma andorinha só não faz verão”... Acho que essa máxima precisa ser repensada, a partir de agora. Se andorinhas solitárias são capazes de ajudar, imaginem quando todas elas se unem! Há muitas andorinhas pairando no céu de Friburgo (mas não prenunciam mais chuva)! Penso que bom seria se essa prática de servir fosse permanente, e surgisse não apenas durante as calamidades... Há irmãos sofrendo todos os dias, per

Comentário de Alzira Vinhas em 26 fevereiro 2011 às 23:13

Iremos dividir o relato de uma devota de Sai Baba que mora em Nova Friburgo. Comovente...

Queridos Irmãos em Sai,
 
Segue a tocante carta que nossa amada irmã Magali, representando o Grupo Sai de Friburgo, pediu que fosse encaminhada para toda região. É um exemplo para todos nós do que é vivenciar a Sabedoria, a Força e o Amor de Swami. É uma grande benção poder presenciar este grande exemplo.
“A vida dos meus devotos é a minha mensagem”. Sai Baba
Presidência do Comitê Sudeste II
 
______________________________________________________________________
 
 
Nova Friburgo, 19 de janeiro de 2011.
 
Queridos, om sai ram.
 
Estamos passando por momentos verdadeiramente difíceis e dolorosos aqui na região serrana, especialmente em Nova Friburgo , onde residimos Moysés e Teresa, Vladimir, Márcia e Ananda, e eu, também (devotos do Grupo Sai de Friburgo). Com a graça amorosa de Swami, não sofremos nenhum tipo de injúria, exceto um desconforto momentâneo originado pela privação dos serviços primários como luz, água, telefone e internet (itens insignificantes diante da destruição em massa de nossa cidade). Bairros inteiros desapareceram, fatias gigantescas de mata fechada desabaram, pondo em cheque a tese de que somente áreas de vegetação devastadas ofereceriam perigo.
Por outro lado, é possível verificar um facho de luz cristalina no meio do caos: a solidariedade humana existe, sim, e chega todo o tempo, de todos os cantos, em pacotes de variados tamanhos, tipos e cores, colorindo um céu cinzento e choroso com esperança de recomeço.
Nessa hora de dor, em que a morte ceifa os escolhidos imparcialmente, a despeito de cor, status, credo, raça, todos se irmanam, mostrando do que o ser humano é capaz quando de fato se dispõe a servir. Tenho pensado muito nesses últimos dias, acerca do serviço e de sua importância, como sempre frisa nosso amado Swamiji; vejo que serviço não é uma ques

Comentário de Marta Torrent Silveira em 26 fevereiro 2011 às 12:04
As tragédias foram muitas e ainda muitas virão infelismente. Mas como Cristãos n devemos nunca se abater, pois temos a fé como nossa aliada, parece pouco ??? + é ela q nos coloca novamente de pé, nos faz acreditar q, somos filhos amados d Deus, somos sobreviventes dos descaso, da saúde pública, da falta de assistência daqueles responsáveis pelo nosso direito a uma boa, digna moradia.

Difícil falar da fé quanto se tem a panela vasia, qt n se tem um teto digno para nossa moradia, mas cada um de nós podemos levantar nossa bandeira, e lutar por uma melhora + digna, q essa cidade devastada esteja agora no amor de cada um de nós, mesmo os + distantes, na ajuda material como principalmente em orações, acredito, q cada irmão tem sua prova nesse mundo, um + outros menos no q envolve essas tragédias, mas a fé nunca deve ser esquecida, façamos uma corrente, vibrando n só as vítimas, como os responsáveis q muito vem se omitindo de suas responsabilidades, q o amor Infinito de Deus nos envolva e nos faça diferentes, que a proteção do Manto Sagrado de Maria nos embale num amor Universal.
Um abraço de paz e muita luz aos irmãos !!!
Comentário de Eneida Alves Penna em 26 fevereiro 2011 às 6:52

Olá Anjo Rui.......

Nem de muito longe foi critica!

Apenas e talvez me expressei pouco e de forma pouco clara....o que quiz expressar é a forma pouco ortoxa que os entrevistados expoem o ocorrido!

O que vem acontecendo pelo mundo são ocorridos Naturais e todos devemos nos unir em ajudar e resolver os graves ocorridos em todo o mundo, sem fazermos criticas e denegrir seu País e ainda sugerir que esparramem o que eu disse e com um uniforme de exercito de Cristo salvo engano....

Graças a Deus nunca passei por nada semelhante na minha vida e nosso trabalho é exatamente o de proporcionar melhoras de vida á Umanidade e sem criticar, fazer alarde,publicar ...no quieto.

fazer o bem sem olhar a quem.

Não é isso que aprendemos e desenvolvemos juntos neste iluminado grupo Anjos de Luz?

LUZ....AMOR...COMPAIXÃO...PAZ...e o melhor de cada dia?

Minha Paz  é ver brilho e sorriso sincero em gratidão a vida em todos que encontro!

Sinto que te machuquei....perdão!

Não foi minha intenção verdadeiramente.

Mas não devemos criticar nada nem ninguem....apenas fazer o melhor se pudermos.

Grande abraço dourado

 

Comentário de Rui Manuel Júdice Martin Barroso em 25 fevereiro 2011 às 21:05

no estado de S. Paulo (à quase dois anos quando estive em Florianópolis na altura), na Madeira, na Alemanha, na Inglaterra, na China, na Austrália, na Nova Zelândia, no México, na China e em muitas outras partes do mundo.

Peço a DEUS NOSSO PAI TODO O PODEROSO que derrame em si toda a luz e amor necessário, pois a  Eneida, também é uma vítima, neste caso de si mesma.

Namastê

Comentário de Rui Manuel Júdice Martin Barroso em 25 fevereiro 2011 às 20:56
 

Olá irmã Eneida Alves Penna,

Senti tanto rancor e injustiça nas suas palavras, que fiquei sem entender se estava contra uma reportagem de uma TV Portuguesa cujos repórteres nem comentários fizeram (tendo apenas dado voz a quem viveu e sobreviveu a todo o drama relatado em Teresópolis), ou se sentiu ofendida por ainda existir em todo o mundo (incluindo o Brasil) locais demasiado perigosos para se habitar mas, onde as pessoas insistem em viver, aqui em Portugal tivemos algo semelhante à muito pouco tempo na ilha da Madeira e as imagens e reportagens nacionais e internacionais correram mundo, não sentimos no entanto que tenha sido um insulto para Portugal ou para os Portugueses e aceitamos toda a ajuda e solidariedade enviada, uma verdadeira onda de amor linda de se ver, que agradecemos, retribuindo com trabalho na rápida reconstrução e correcção dos erros cometidos e voltamos depois da maior parte da reconstrução feita, a receber com amor e carinho quem nos visita.

Não vou acrescentar mais comentários ao que aqui escreveu pois, demonstra (na minha opinião, que apenas vale o que vale) o longo caminho que a irmã Erneida terá de percorrer até entender que somos apenas uma Terra e uma humanidade de irmãos e que os Nacionalismos fazem parte do lado obscuro do espírito e já não fazem sentido nos dias de hoje, não há heróis apenas vitimas, certamente o que aqui comentou são apenas, bobagens irreflectidas ou um comentário inoportuno e triste de se ler.

Aqui em PORTUGAL continuamos a orar por todos os irmãos que partiram e também por aqueles que ficaram tanto em Teresópolis como,

Comentário de Eneida Alves Penna em 24 fevereiro 2011 às 15:03

Olá Anjos......

Só estou respondendo hoje porque temi ser injusta!

O que acontece em Portugal...fica em Portugal!

O que acontece aqui onde estou...fica exatamente no lugar onde aconteceu e nem vizinho fica sabendo e assim ´~e em todos os paises e reporteres de fora...entra e muitas vezes não sai porque esta levando materia que denigrem o pais do ocorrido.

$S,,,,,,,,,,,,,,,,'o no Brasil que entra o reporter que bem entende e sai distribuindo não somente o ocorrido que ...paciencia, mas o mais grave é mostrar ao mundo as bobagens que alguns falam sem pensar antes,

ninguem ve isso como desastre natural e sim como país sem dono que não cuida dos seus...devido a alguns comentarios inoportunos somente para aparecer na midia como heroi.

Ja havia visto essa reportagem em Munik...em alemão e com um comentario de paiszéco depois.

Vamos ser mais elegantes e participar como sabemos.....fazermos o que fazemos pelo mundo todo e sem propagandas.

Fazemos por amor e sabemos que surte efeito.

Luz a todos

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço