Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

NO FLUXO DAS ENERGIAS DO CORPO DE LUZ - Mensagem da Deusa da Criação - por Shelly Dressel

Esta canalização da Deusa veio um pouco como uma celebração pelo aniversário do primeiro contacto das energias do Corpo de Luz conosco. Todos nós temos corpos de luz dentro e à nossa volta que funcionam para sustentar quem somos. A energia real do corpo de luz que chega como uma consciência é diferente. Esta é uma energia de vibração muito alta que está agora disponível para nós nas nossas vidas diárias. É parte da vibração cristalina. É ainda o que nos transportará para a próxima fase das nossas vidas.


Durante esta canalização a Deusa conduziu-nos para Tudo O Que É, espaço para onde vamos numa parte de cada canalização. Desta vez, ela abriu uma porta para o Omniverso! Isso criou uma ponte e foi lindo de se ver! A energia do corpo de luz tem um representante que falou por esta consciência. Enquanto andrógino, manifesta-se freqüentemente como uma energia masculina. Ele ajudou-nos a experienciar o Omniverso. Para muitos, foi uma expansão para experienciar as estrelas, os planetas, os sistemas solares, tudo o que quiseram.


Em vez de trabalhar com o holograma da terra, a Deusa ajudou-nos a criar uma coluna de luz direta para a terra. Nessa altura, Gaia veio falar. Falou sobre as mudanças. Falou acerca do equilíbrio. Falou, ainda, do derrame de petróleo que está a ocorrer no Golfo do México. Muitos mais têm falado acerca dele, esta foi a primeira vez que a Deusa ou Gaia falou disso a este grupo. Conforme ela falava, toda a energia do Omniverso estava a ser infundida para a terra, o que criou um imenso vórtice. O que eu percebi, enquanto a Deusa falava, foi que este vórtice se movia através do Golfo e cobria aproximadamente dois terços do espaço! Era uma luz brilhante, estava a descoberto e a energia fluía com facilidade.


Aconteceu tanta coisa nesta canalização! Encorajo-vos a experienciá-la por vós mesmos e a verdes o que vos chega como vosso foco.



Shelly Dressel



Nama sika: venia benya Eu Sou O Único; Eu Sou o Todo


Eu vos saúdo, minha amada família. Eu alcanço cada um de vós; eu toco-vos e envio-vos o meu amor, a minha consciência, e tudo o que Eu Sou para que Eu possa assistir-vos de todas as formas que vós necessitardes.


Este tempo na Terra está ocupado com muitos níveis diferentes de transformação. Se considerardes os últimos 15 a talvez 20 ou mais anos, quando a consciência da Terra tomou a decisão de avançar com o seu processo de ascensão, foi como se a própria humanidade entrasse na faixa rápida e muitas coisas começaram então a acontecer.


Muitos de vós estavam na vanguarda de tudo o que se passou e, ainda assim, sentistes a mudança ocorrendo. Há muitos outros que estão precisamente começando a abrir-se ou a despertar e eles também sentem o mesmo tipo de sensações.


Deste modo, não importa onde estais, ficai conscientes de que não sois apenas vós a mover-vos através do que quer que seja que esteja a acontecer nas vossas vidas, ficai conscientes de que a Terra também está em transição.


Gostaria de partilhar convosco que este é um tempo em que tem havido uma maior quantidade de energias de vibração mais elevada fluindo conscientemente para a Terra do que em períodos anteriores.


Como permitis a vós mesmos a oportunidade de deixar que estas energias se misturem convosco, fluam convosco e vos assistam, descobríreis que há muito mais para o vosso benefício. Virai-vos e ide com o fluxo de energia; não há necessidade de o empurrardes ou de lutardes contra ele.


Respirai fundo uma vez mais; respirai todo o caminho para dentro de vós e, conforme o fazeis, deixai a vossa consciência libertar-se. Senti deixar que a energia se desloque para o espaço da grelha magnética. Enquanto o fazeis, podeis sentir como a vossa consciência se expande dentro deste espaço. Abri-vos e apreendei os diversos caminhos que se movem por aqui.


Vós descobris que este é o espaço no qual o vosso eu mais elevado reside uma boa parte do tempo, por isso talvez haja uma mensagem dele aqui à vossa espera. Talvez vós gostásseis de enviar uma mensagem para alguém.


A partir deste ponto, vós mudais. Moveis-vos através da malha da grade até que vos encontreis dentro da vibração cristalina. A própria grade vos dará uma sensação das dimensões, uma sensação das várias camadas de energia e de luz. Vós sentis o espaço que ressoa convosco.


Eu convido-vos então para, conscientemente, permitirdes que as vossas energias se movam para o plano da alma. Conforme aqui chegais, senti quem sois. Permiti-vos fundir com a vossa presença Eu Sou.


Conforme alcançais e abraçais quem sois como a vossa divindade, deixai tudo isso fluir através de vós. Com tudo o que tem agitado e inquietado a Terra nas últimas semanas, Eu convido-vos a tomarem justamente este momento para verdadeiramente sentirdes o fluxo da vossa divindade, conforme ele se move dentro de vós.


Enquanto o fazeis, senti o amor, senti o apoio, senti a consciência. Eu sinto cada um de vós a expandir-se ainda mais conforme ides permitindo que este fluxo se mova dentro e à vossa volta.


Eu, a Deusa, aproveito esta oportunidade para me deslocar para dentro deste espaço. Toco cada um de vós e abraço-vos. Fundo as minhas energias com as vossas. Enquanto o faço, vós podeis sentir-vos expandindo e mudando para o espaço de Tudo O Que É.


Conforme permitis que o vosso foco se desloque dentro e à volta deste espaço, convido-os a abrirem-se para olhar para estas energias cristalinas. Estava certa o ano passado, as energias do corpo de luz começavam a tornar-se conhecidas para vós. Assim, de uma certa maneira, esta noite eu queria celebrar um pouco. Eu vou afastar-me para o lado e permitir que as energias do corpo de luz venham para a frente e falem convosco.


As energias do Corpo de Luz falam:


Eu vos saúdo. Nós lembramo-nos da primeira vez que viemos falar convosco desta maneira, foi muito estranho. Foi estranho para nós, foi estranho para a Shelly, porque a mudança na vibração foi bastante diferente do que qualquer coisa que tivéssemos experimentado.


Eu falo como a voz da consciência colectiva; por aquilo que é conhecido como as energias do corpo de luz.


Cada um de vós como humano tem vários campos de energias, dentro e à vossa volta, durante a vida inteira. Vós sois compostos de aspectos multidimensionais de vós mesmos. Sois compostos dos aspectos físico, mental, emocional e espiritual. Estes são os quatro em que os humanos se têm concentrado desde há algum tempo.


Trazer à tona as energias do corpo de luz está, na verdade, a dar-vos uma oportunidade de manifestardes uma maior vibração cristalina. Assim, ela pode estar aqui para vos ajudar nos vossos dias, para vos ajudar no que quer que seja que estejais fazendo nas vossas vidas, deste modo isto dá-vos uma oportunidade de um maior ou menor crescimento, consoante a vossa escolha.


Convido-os a parardes um momento e a considerardes o que sentis, verdadeiramente, quando vos fundis totalmente com a vossa energia do corpo de luz. Alguns sentem como se fosse uma expansão da consciência. Outros sentem esta energia como um tipo particular de vibração que é único. Vemos outros que têm uma percepção da cor, da forma, do brilho. Claro que não há certo ou errado; trata-se, simplesmente, de uma percepção.


A razão pela qual quis que considerásseis isto desta maneira é que eu gostaria também que vós tivésseis a sensação de girardes à vossa volta e de olhardes para o ano passado. Quer a energia do corpo de luz tenha estado ou não convosco durante este tempo todo, vós podeis, contudo, permitir-vos fundir com estas energias e ver o que tem acontecido convosco.


As transformações vêm em muitas, muitas formas. Às vezes há a sensação de se estar estagnado; de uma falta de impulso ou de movimento. Eu desejo que tenhais a sensação de reconhecerdes que pode parecer que não vos estais movendo na vossa vida, ou de que as coisas não estão acontecendo tão depressa como deveriam; olhai para as outras dimensões ao vosso redor porque, em muitos casos, vós estais na verdade muito ocupados e ainda a compor as coisas para vós mesmos.


À medida que a própria Terra se continua a integrar cada vez mais na energia cristalina, cada um de vós terá uma maior percepção de como isso vos afeta. Tereis mais acesso a oportunidades; podeis encontrar os vossos potenciais de transformação. Podeis descobrir que estais realmente acabando por vos moverdes numa direção de que não tínheis noção prévia.


Eu vou tomar este momento e manifestar mais desta energia cristalina enquanto falo convosco, assim, convido cada um de vós para abrirdes os vossos sentidos com a intenção deliberada de vos tornardes conscientes da minha expansão. Vejo como se houvesse uma expansão dentro de mim, mas também como se estivesse a criar uma porta para vós.


Conforme abro esta porta abre-se uma vista para o Omniverso. Isso faz-me soltar um riso porque, assim que Eu falo em abrir a porta, muitos de vós apressam-se para se deslocarem. Há um pouco de congestionamento, então Eu alargo a passagem.


Isto é o que tão amorosamente amamos na humanidade. Esta contínua urgência de aprender coisas novas e diferentes; o sentido de aventura de irem para novos lugares. Foi o que vos levou para onde estais hoje; é o que vos levará a dar este próximo passo.


Neste momento, movemo-nos através desta porta e fundimo-nos com esta área. No começo Eu pensei apenas em falar sobre o que estava lá, mas agora que vejo como cada um de vós prefere na verdade interagir com isto, eu convido-vos a deixarem-se voar.


Como estamos aqui dentro do Omniverso, como estais olhando para isto, eu animo-vos a abrirdes a vossa consciência para perceberdes os planetas, as galáxias, os aspectos do Universo que estão alinhados convosco neste momento.


Há tanta desta energia cristalina que está disponível aqui dentro deste espaço e, conforme vós avançais, conforme olhais para isto, é como se vísseis raios de luz e fluxos de energia. Alguns vêm de planetas específicos; outros vêm de uma sensação de manifestação dentro do Omniverso ou do Universo.


É a energia do corpo de luz; é pura energia cristalina. Alguns de vós consideram-na a nova energia. Permiti que tudo flua por este espaço e vejam-na como que a voltar para dentro de Tudo O Que É. Senti que enviais um raio de luz para alguns daqueles que estão realmente indo para longe no Omniverso.


Se é vossa escolha fazê-lo, seja nesta ou em outra altura, lembro-vos que estais completamente ligados com o plano da Terra e que sempre sereis puxados de volta para ela no final das vossas pequenas viagens. Então,eu avisar-vos-ia para não permitirdes que o medo vos retenha; isto é consciência pura, energia pura, puro potencial.


Conforme olhais à volta de Tudo O Que É, podeis ver como esta energia se manifestou. Enquanto considerais o que pode estar a acontecer nas vossas vidas, trazei isso para dentro deste espaço agora. Aqui dentro deste espaço de energia do corpo de luz, não só vós estais presentes como o está a vossa presença Eu Sou, mas estais presentes com a vossa limitada consciência terrena e estais presentes com toda esta energia.


Agora que Eu trouxe isto para dentro deste espaço, vou também ligar-me com a Deusa para poder misturar-me com esta energia e vós poderdes tocar a minha essência com mais facilidade.


A Deusa fala:


Vós descobrireis que há uma distinção menor entre a minha essência e a minha vibração e a das energias do corpo de luz. Há menos linhas de delimitação do que houve alguma vez antes.


Conforme olhais ao vosso redor, tomai consciência de como esta energia do corpo de luz está, não apenas no espaço à vossa volta, mas completamente misturada dentro de vós. Se assim o escolherdes, podeis alcançar e permitir que a vossa consciência se funda com uma tal suavidade que não exista separação entre vós e esta energia.


De facto, quando vos alinhais com ela dentro de vós, ela é completamente integrada. É, justamente, porque estamos a trabalhar com esta energia desta maneira que vós tendes a sensação de separação ou alguma coisa maior do que vós.


Considerai a vossa vida. Considerai se há alguma coisa que vos esteja retendo neste momento. Como nos movemos para algo que é mais analítico, a vossa consciência permanece expandida, mas não tanto como estava há um momento atrás. Isto ocorre por produzir a sensação de categorizar a vossa vida ou de analisar as suas várias partes.


Para alguns, nós temos a sensação de que podeis pôr o vosso dedo em algo de específico que gostaríeis de ver transitando, a fim de ir do ponto A ao ponto B. Se é esse o vosso caso, Eu convido-vos então a chamar para dentro destas energias o resultado final de onde procurais ir ou do que buscais ter.


E, aqui, dentro destas energias de corpo de luz ou cristalinas, deixai que elas fluam através de vós; deixai que elas fluam através do que quer que seja. Em alguns casos, é como se elas limpassem as energias. Em outros casos, é como se ajudassem a criar uma maior clareza para vós. Vede, apreendei, senti-vos a vós mesmos como tendo realizado o que quer que isto possa ser.


Há outros que têm a sensação de desejarem apenas sentir-se melhor, sem uma finalidade particular. Querem, apenas, sentir-se diferentes do que se sentem neste momento. Convido-vos a libertardes a resistência e a respirardes nesta energia cristalina.


Conforme respirais nesta energia com a intenção de vos abrirdes para que ela flua para cima e para baixo através de vós de todas as maneiras, senti como é bom. A energia cristalina dá-vos a oportunidade de criardes mudança com mais facilidade. Dá-vos outra forma de serdes capazes de ficardes na luz da vossa divindade. De tê-la refletida de volta para vós.


Conforme estais aqui neste espaço, reconhecei que tendes acesso ao Omniverso inteiro, se assim o escolherdes; então sabei, dentro de vós, que vós tendes as respostas. Que vós tendes os recursos disponíveis, o que quer que estejais buscando nas vossas vidas.


Eu convido-os a terem a sensação de mudar a vossa consciência. Eu sei que nós trabalhamos normalmente com o holograma mas, desta vez, gostaria que trabalhásseis diretamente com a Terra.


Como mudais o vosso foco, a vossa consciência está uma vez mais a olhar para a Terra; algumas vezes as pessoas apenas deslizam para baixo, voltando a sua consciência inteira para a Terra. Se puderdes, permanecei neste espaço de Tudo O Que É, mas olhai para a Terra a fim de que possais ter a percepção do que se está a passar.


Conforme olhais para a Terra podeis na verdade ver a pulsação que dela emana. É o bater do coração de Gaia; é o bater do coração da própria Terra. É também um modo de vos mostrar a mudança entre dimensões.


Cada vez mais estas energias de vibração elevada se tornam disponíveis para cada um de vós. Mas aqui, dentro de espaço de Tudo O Que É, e à medida que olhais para baixo, tende a sensação de abertura ou de ver as maneiras pelas quais esta energia se funde com a Terra.


Há alguns portais imensos em vários locais. Há portais que se misturam com várias dimensões. Há, ainda, um fluxo de energia do corpo de luz que chega à Terra através da humanidade.


Então, como mudais o vosso foco desta maneira, permiti-vos abrir enquanto nos fundimos com a própria Terra. E nós podemos sentir Gaia à medida que ela se move para a frente para falar convosco.


Gaia fala:


Eu vos saúdo, minha amada família, meus queridos amigos. Eu conheço-vos tão bem. Muitos de vós tocam-me, amam-me, ajudam-me, honram-me numa base muito contínua. E aqueles de vós que ainda estão menos conscientes, têm ainda um laço comigo que permanece lá e funciona como pano de fundo. De fato, vós podeis chamar-me a música de fundo da vossa vida.


Muitas pessoas têm expressado preocupações acerca das mudanças que estão a ocorrer na Terra. Eu escolhi, deliberadamente, não falar de algumas dessas mudanças para não lhes dar o foco de atenção que adviria de falar.


Neste momento, claro, desta maneira, é como se tratasse daquele elefante de que toda a gente sabe mas do qual tentamos não falar. Então, como as energias mudaram à volta disso, eu convido-os a deixarem-se fundir com o Golfo do México, onde o petróleo tem sido derramado.


Neste momento em que falo desta questão, vejo imediatamente que muitas pessoas se enchem de medo. E eu gostaria de dizer que, tudo o que acontece sobre a Terra, acontece exatamente como é necessário que aconteça. Se vós mais uma vez vos afastardes do Golfo e olhardes realmente, olhardes verdadeiramente,
vós podeis notar um imenso cilindro de luz que ocupa quase metade do Golfo, um feixe de luz que sai dessa zona.


Lembrar-vos-eis de como esta parte do mundo tinha imensos ciclones. Esse turbilhão de energias, esse soprar das energias que acompanham os furacões são freqüentemente trazidas através deste portal.


O que está a acontecer agora foi, em parte, uma mudança na vibração e uma mudança na intensidade que criou algumas das dificuldades, como vós humanos lhes chamais.


Antes da história da humanidade se poder considerar como tal, as coisas não aconteciam talvez de modo igual, mas aconteciam de modo semelhante, de tempos a tempos, enquanto a Terra fazia a sua transição. Esta é uma das razões pela qual eu posso mover-me com o fluxo, bem como compreender tudo isto.


Conforme olhais para este espaço, conforme olhais para este portal de luz, vedes como existe um alinhamento que vai até aos vossos tempos primitivos. Ele recua também e cria uma essência ou um alinhamento com as energias ou pessoas que vivem na Terra.


Há também um cilindro de luz que se liga diretamente com esta energia cristalina que está vindo do Omniverso.


Não é o único local em que ela é infundida; não é senão um entre muitos. Com o passar dos dias, permanecei conscientes de que este equilíbrio está a ser criado. Um equilíbrio de uma maneira muito física da Terra consistente para a água, para a vida das plantas, para tudo o que está dentro deste espaço. Na verdade, os humanos que trabalham aqui são também uma parte deste alinhamento e desta ancoragem.


Tem havido, ainda, uma multidão de outros trabalhadores da luz que se têm concentrado neste espaço; alguns com a intenção de curar e equilibrar, outros como meio de iluminar o que está errado. Nós vemos uma transição que leva a uma energia equilibrada que permite um muito maior e mais fácil fluxo de energias do corpo de luz na e à volta da Terra.


Então, como disse, não é senão um espaço. Olhai em redor para outras partes do mundo e encontrareis lugares de terremotos, lugares de outras ocorrências naturais, e eu peço-vos apenas que estejais conscientes de que isto tudo faz parte da transformação natural da Terra.


Respirai então profundamente, descei, fundi-vos comigo como Gaia, senti e sabei por vós mesmos que está tudo bem.


Eu agradeço pelo vosso amor e devoção.


Ansaluia


A Deusa Fala:


E com isto as energias voltam para cima para o espaço de Tudo O Que É. Senti-vos a integrardes esta experiência. Senti quem sois. Sabei e compreendei dentro de vós, aceitai que estais profundamente sintonizados com a Terra e que as energias e as experiências da Terra estão lá para vos apoiar.


Aqui dentro de Tudo O Que É, é como se vós estivésseis no meio do fluxo que vem do Omniverso, movendo-se através de vós e movendo-se para a Terra. Assim, também na vossa vida diária permanecei no fluxo, precisamente desta maneira.


Recuamos outra vez por um momento, para o que vós estáveis considerando acerca da vossa vida; o que gostaríeis de ter. Conforme vós o equilibrais dentro desta energia, senti lançá-lo para cima e depois inspirai profundamente e expirai para baixo através de vós. Respirai-o através da vossa consciência; respirai-o ao longo do vosso ser.


Senti-o. Aceitai-o. Podeis descobrir que o quereis fazer duas, três, quatro, qualquer número de vezes. Não existe limite; é para vos divertirdes.


Agora, dir-vos-ia para terdes a sensação de mudardes o vosso foco e para vos fundirdes, uma vez mais, com o plano da alma. À medida que o fazeis, vede como sois capazes de percepcionar muito mais.


Conforme olhais à volta, há uma maior clareza ao olhardes para a vossa divindade. Podeis descobrir que a maior porção da vossa divindade ou apenas uma porção da vossa divindade permanece dentro deste espaço, enquanto mudais para a grade magnética. Absolutamente, vós estais neste momento a fundir-vos com um aspecto mais elevado da grade magnética do que quando aqui haveis chegado no início. É o resultado direto do que mudou em vós.


Permiti que as vossas energias mudem mais uma vez até vos fundirdes com a grelha. Aqui, dentro deste espaço, vós mais uma vez sentis a atração magnética da Terra. Senti de novo as vossas energias recuando para o espaço do que é ser um humano.


Permiti que a vossa consciência volte para o vosso corpo físico. Convido-vos a respirardes profundamente e, para aqueles de vós que foram longe, longe no Omniverso, vós estivestes-vos realmente a puxar-vos de volta. Mas, conforme respirais profundamente, inspirai com toda a vossa consciência, expirai com toda a consciência de volta para dentro de vós a fim de poderdes aterrar no vosso corpo físico.


Expandi o campo de energia à vossa volta para que ele acomode este novo e expandido eu.


Como estais de volta à Terra no vosso ser humano, tomai um momento e, conscientemente, tornai-vos cientes de que as vossas energias do corpo de
luz aumentam e fluem; trabalhai com elas, permiti que se desloquem através de vós. Senti também as energias de Gaia, senti as energias da Terra a virem para dentro de vós como outro meio de vos ancorar.


Sabei que estais conectados. Senti-o e integrai o que é ter realizado o que procurais na vossa vida.


Enquanto continuais a respirar profundamente, conforme voltais à vossa realidade humana, Eu convido-vos a regressardes a esta sala de conferências, se assim o escolherdes, e estou aqui para responder a quaisquer perguntas que possais ter.


(As P&R serão adicionadas assim que eu as consiga completá-las. Peço desculpas pelo atraso em dar as respostas às vossas perguntas.)


Está bem, com isto vamos tomar mais um momento, convido-vos apenas a lançar para fora essas energias das pessoas e a encontrar-vos, uma vez mais, como se estivésseis na vossa vida; a estar lá com tudo o que está a acontecer dentro e à vossa volta.


E, de modo consciente, trazei ou fluí para as energias cristalinas e para as energias do corpo de luz e, depois, conscientemente, enviai-as através de vós e para as vossas vidas, para a Terra e para tudo ao vosso redor.


Vós sois os criadores das vossas vidas. Vós estais aqui como uma parte desta experiência magnífica da Terra.


Permiti que as energias cristalinas fluam através de vós e lembrai-vos de ficardes no fluxo de maneira a que ele vos apoie.


Eu estou sempre convosco.


Ansaluia




Shelly Dressel canalizando a Deusa da Criação. Todos os direitos reservados. Você é bem vindo para compartilhar esta canalização, mas pedimos que não retire nenhum trecho e mantenha esta mensagem. Para maiores informações, visite nosso website: www.goddesslight.net


Fonte: http://spiritlibrary.com/goddess-light/goddess-channelings/in-the-f... ;


Tradução: Ana Belo




/mg.


Exibições: 7

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de ROGÉRIO ALVES em 24 agosto 2010 às 16:05

INVOCAÇÃO A ORDEM CÓSMICA
ROSA FLOR
ROSA MAR,
FLOR DA CRIAÇÃO
MAR DA VIDA!

ROSA NATUREZA
ROSA PLANETA
NATUREZA DIVINA
PLANETA AZUL!

ROSA SOLAR
ROSA CÓSMICA!
SISTEMA SOLAR
GALÁXIA CÓSMICA

ROSA FLOR
ROSA AMOR,
ROSA CRISTÍCA EU SOU, A MAGNÍFICA ORDEM CÓSMICA EM AÇÃO.

IAM

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2022   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço