Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar


Pai Joaquim de Aruanda


Participante: Podemos deixar de ser hipócritas?

 Joaquim - Sim, mas para isso é preciso algumas coisas.

Primeiro: conhecer-se… Segundo: optar por não ser…

Antes de continuar deixe-me dizer algo: não estou falando de atos. Não estou falando em não praticar ações que demonstre uma hipocrisia, ou seja, estejam contrárias àquilo que cada um diz acreditar. A hipocrisia não está na ação, mas sim na intenção com que cada um vivencia os acontecimentos da vida.

Quando você conhecer-se verá a hipocrisia. Sem conhecer-se, ou seja, sem compreender a sua real intenção quando vivencia algum acontecimento é impossível deixar de ser hipócrita. Por exemplo: dar alimento aos necessitados como cumprimento de um preceito religioso ou como caminho para ser bom e assim alcançar a elevação espiritual. No ato de dar não existe hipocrisia, pois ele não tem valor pela ação em si. A hipocrisia está na intencionalidade com a qual ele é vivenciado. É a intenção que diz o que está acontecendo e não a ação.

Quem dá alimento aos necessitados motivado pelo cumprimento de um preceito religioso (como caminhada para ser bom) e assim alcançar a elevação espiritual está vivendo este acontecimento com a finalidade de fazer aquilo que acha certo, que acha necessário para a sua evolução. É aí que está a hipocrisia. Este ser é hipócrita porque diz que pratica a caridade por compaixão, por sofrer pela necessidade que o outro passa, mas na verdade está vivenciando-a apenas pensando em seus próprios motivos.

Dar alimento aos necessitados não tem nenhuma importância: o que vale para Deus é a intenção com que cada um vivencia a ação. Digo isso porque Cristo nos ensinou: Deus julga a intenção de cada um… Conhecendo-se, ou seja, sabendo que apesar de estar vivenciando um ato visto como sublime, na verdade ele está vivendo uma motivação egoísta, o ser humano conhecerá a verdade sobre a sua participação naquele acontecimento e com isso poderá extinguir a hipocrisia.

Como se extingue a hipocrisia? Participando do acontecimento com a consciência da sua real intenção. Quem dá alimento aos necessitados consciente de que está apenas cumprindo um preceito religioso e buscando sua própria elevação ou reconhecimento da sociedade não é hipócrita. A este nada será cobrado, mesmo que ele se utilize de individualismo quando vivencia o ato.

Sendo assim, quem conhece sua real intenção e opta por vivenciá-la durante determinados acontecimentos não importa o que esteja fazendo, não será hipócrita.


Participante: isso é possível de ser feito?

Joaquim - Tudo é possível de acontecer, desde que você não seja hipócrita, ou seja, viva aquilo que discursa e não tenha a menor dúvida do que quer. Não ter dúvida do que se quer é atirar-se na realização de algo com plena consciência de todas as conseqüências que tal decisão pode trazer. Se você atira-se num trabalho sem prever todas as conseqüências que sua intencionalidade pode lhe causar, é melhor nem começar, porque não vai conseguir fazer nada…


Participante: mas, as pessoas conseguem as coisas só até certo ponto e não totalmente...

Joaquim - Eu concordo com você, mas pergunto: até que ponto as pessoas podem chegar? Até o ponto onde estão dispostas a arriscar seu status atual… As pessoas só conseguem alguma coisa quando estão dispostas a arriscar o que já têm. Quem não está disposto a abrir mão de algumas coisas que já têm, não conseguem fazer nada novo.

Portanto, conseguir ou não realizar alguma coisa não é uma questão de se é possível fazer ou não, mas apenas de limites do que se está disposto a abandonar. Quanto mais fundo for o limite de abrir mão do que possui, mais fundo esta pessoa chegará dentro de um novo status.


Participante: será que podemos suportar o novo status?

Joaquim - Quando você fala em suportar aborda a questão do sofrimento, do não se sentir bem com o que está vivenciando. Quem está bem cônscio do que quer para si mesmo e das conseqüências que sua opção pode lhe trazer, não vai sofrer com o que virá.

Voltamos ao ponto que estava falando: o importante é estabelecer o limite que cada um está disposto a alcançar. Quem quer fazer alguma coisa com determinação, mesmo que esta ação lhe traga como retorno algo que não goste, ele irá. Quem tem determinação no que quer avança sempre no caminho que escolheu, mesmo que isso gere situações onde aconteça coisa que ele não quer.


Participante: já ouvimos do senhor mesmo e de muitas outras fontes que precisamos abandonar a hipocrisia. Tomamos consciência da importância de realizar este trabalho e nos propomos a fazê-lo. Acontece que algumas vezes conseguimos realizá-lo, mas em muitos momentos nos esquecemos completamente dele e não o realizamos. Neste momento nos cobramos por não termos realizado o que nos propúnhamos fazer. Até quando isso vai continuar assim?Isso desanima…

Joaquim - Você vai continuar tendo momentos de hipocrisia até o momento da sua morte e muitas vezes até depois. Por que isso é assim? Porque a hipocrisia é uma característica da natureza humana. A natureza humana que você está vivendo neste momento é hipócrita por natureza. Se por acaso você conseguisse extinguir em si toda a hipocrisia não seria mais humana e com isso não estaria mais presa ao ciclo de encarnações para prova e expiação.

Ter momentos de hipocrisia é necessário para quem está vivendo encarnado num mundo de provas e expiações, pois estas criações da mente são exatamente a prova que o ser universal vem fazer durante a encarnação. Quando a mente através do pensamento propõe uma consciência fundamentada em compreensões diferentes das crenças que afirma ter, ela está dando ao espírito a oportunidade de optar (exercer o livre arbítrio) entre comungar com aquela idéia ou manter-se firme no universalismo (o amor a Deus e ao próximo acima de tudo).

Portanto, enquanto você estiver humanizado, seja nesta carne ou fora dela, terá momentos de hipocrisia. Se não os tivesse, não teria provações e com isso não teria condições de realizar o trabalho necessário para a elevação espiritual. Sendo assim, enquanto estiver nesta etapa da sua existência eterna terá que receber pensamentos fundamentados na hipocrisia e receberá pensamentos que acusarão a existência da vivência de uma hipocrisia e a cobrança de não ter realizado o que se propõe fazer.

Este é um dos motivos pelo qual afirmo que sua continuará assim até o fim desta encarnação. Mas, tem mais motivos…

Outro detalhe que mostra que você não pode deixar de ser hipócrita durante a vivência dos acontecimentos da sua vida. Em O Livro dos Espíritos, na questão referente aos objetivos da encarnação há a seguinte informação:

“Visa ainda outro fim a encarnação: o de por o Espírito em condições de suportar a parte que lhe toca na obra da criação. Para executá-la é que, em cada mundo, toma o Espírito um instrumento, de harmonia com a matéria essencial desse mundo, a fim de aí cumprir, daquele ponto de vista, as ordens de Deus”. (Pergunta 132)

A obra geral é toda a atividade universal que proporciona aos espíritos a oportunidade do trabalho da depuração necessária para a elevação espiritual. Ela se faz através da interação entre seres. Ou seja, para que um ser possa realizar o trabalho de depuração é necessário que outro cause uma determinada situação que lhe dê a opção de escolha entre duas coisas: o bem e o mal…

Falando em termos de mundo de provas e expiações, são as suas atitudes humanas que geram dentro das mentes de outros seres determinadas consciências. Com isso eles têm condições de fazer a sua opção. Ora, se você não agisse da forma como agiu em determinado momento, não teria dado aos seres que interagiram com você a oportunidade de receber determinada consciência e com isso realizar a sua provação. Se fizesse diferente, poderia ter submetido aqueles seres a uma provação que não estava prevista para a encarnação deles. Ou seja, se você não fosse hipócrita naquele momento não estaria fazendo a sua parte na obra geral. É por isso que você não pode deixar de ter momentos hipócritas.

Mas, como disse o objetivo não é deixar de ser hipócrita na ação, mas ter consciência da hipocrisia que praticou, de que viveu hipocritamente em determinado momento e desligar-se da intencionalidade criada pela mente. Fazendo isso você não terá mais nada para ser julgado.

Aliás, no caso da sua pergunta, ser hipócrita é achar que vai conseguir extinguir de uma vez com a hipocrisia. Se você se diz espiritualista deve acreditar nos ensinamentos trazidos pelo Espírito da Verdade.  Acreditando neles, não tem como imaginar que possa conseguir extinguir definitivamente a vivência de ações fundamentadas em consciências hipócritas. Primeiro por causa da informação do objetivo da encarnação que falei acima e segundo porque sabe que este é um mundo de provas e não de regeneração, ou seja, de mudança completa.

Além do mais, o que vai pela mente do espírito não se reflete no ser humano, como ensinou Krishna. Você humano, ou seja, a consciência que lhe vem à mente, não é o próprio espírito, mas apenas o instrumento que ele usa para a realização de suas provas. Estando você espírito vivendo um mundo de provas e expiações não pode, portanto, ter uma mente que não crie consciências fundamentadas em compreensões diferentes daquilo que ela diz acreditar.

A idéia que você humano pode conseguir realizar alguma coisa (ser, estar ou fazer algo) é mais uma criação da mente hipócrita do espiritualista. Se você espírito aceita que possui esta capacidade de gerenciar as compreensões e atividades humanas está compactuando com a hipocrisia que a mente cria.

Portanto, enquanto estiver humanizado não conseguirá fazer sempre e nem é importante que o faça. O que importa realmente é como você convive com estas consciências que a mente cria: compactuando com o louro da vitória que ela diz que você conseguiu quando consegue realizar ou com a culpa da derrota quando ela diz que não conseguiu…


CEU - Centro de Estudos Universalistas

www.ceu.meeu.com.br

Exibições: 22

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço