Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Mensagem de Gaia/Mãe Terra

canalizada por Pepper Lewis

em 23 de Agosto de 2011

 

Pergunta: É verdade que o Brasil planeja construir cerca de 60 barragens ao longo do Amazonas? Eles podem fazer isso? Você vai permitir isso?

A Terra (meu corpo) é rica em biodiversidade de todo gênero. Cada reino e elemento da terra é mantido por minha senciência para que sua singularidade possa ser expressa em uma variedade de maneiras, incluindo a individualidade, criatividade e uma capacidade de descobrir e desenvolver sua essência. Essência é a qualidade ou natureza de algo. É o que identifica algo (ou alguém) para que possa transmitir isso aos outros. A essência é o que faz com que algo seja o que é, e é uma das características mais importantes e memoráveis de quase tudo. A essência é o que faz as coisas e pensamentos perfeitos, mesmo quando não parecem sê-lo, pois a qualidade essencial em todas as coisas sempre evolui de uma forma que contribui ou conduz à plenitude. Aqueles que observam a essência ou as qualidades essenciais de pensamentos e coisas, muitas vezes as idealizam. Em contraste com as coisas que são menos do que perfeito ou ideal, essas formas revelam uma perspectiva mais elevada, algo a que se pode aspirar ou se transformar. Essência é pura, complexa, mas não complicada, estilizada e original. É fundamental e intrínseca em si mesma, seu reflexo é muitas vezes percebido como uma beleza crua ou um diamante bruto. A natureza essencial da terra, que é também uma das encarnações associadas à finalidade de Gaia, é fornecer matéria-prima para todos os pensamentos e coisas associadas à evolução das coisas terrenas. Este é realmente o desenlace para a Terra (o amor e a compaixão lado a lado para fins associados ao tema presente).

A natureza essencial do ser humano na sua forma atual expressa a necessidade de saber quem e o que está em relação com o todo. A Humanidade faz isso por ser um reflexo de seu ambiente, optando por contrastar-se ao mundo que ele criou, e pela conquista de um ou de todos os reinos e elementos contra os quais experimenta o medo, porque não conhece inimigo ou obstáculo maior para realizar seus objetivos. Homo Sapiens significa conhecimento humano, mas (você) não conhece, não ainda. A fim de ajudar a humanidade a descobrir-se, àqueles que ajudaram a montar e criar o seu propósito também é atribuída uma tarefa adicional, a de proteger a Terra e seus habitantes, bem como seus tesouros e recursos. Nos primeiros dias deste esquema ou aventura, a humanidade fez muito bem a este respeito, mas depois ficou aquém e, em seguida, em silêncio sobre este assunto, esquecendo tudo o que havia aprendido e afastando de si mesma no processo. Não há nenhuma penalidade por esquecer ou ter deixado para trás, nenhuma dívida cármica, por assim dizer - só um anseio que não pode e não será satisfeito por qualquer outro meio de auto-descoberta.

A auto-descoberta é uma viagem cuja única medida é a quantidade de vezes que cada um se encontra ao longo do caminho. É uma aventura cuja finalidade é a viagem em si. Se sentir medo de se aventurar para adiante ou para dentro de si, a trilha se torna mais íngreme e a necessidade mais premente. A ausência de resposta a tal chamado leva para um vazio interior, em vez de às maravilhas do mundo exterior. A ignorância das necessidades do Espírito e o desejo de viajar podem levar à doença do corpo e corrupção parcial ou completa das sensibilidades. Ambos foram projetados para uso do Espírito que anima todas as coisas, incluindo corpo, mente e espírito. O que tudo isso tem a ver com o potencial represamento da Amazônia? Este evento potencial poderia ser chamado de choque de titãs, uma vez que irá reunir e devastar a natureza essencial dos vários elementos vitais. A extraordinária importância e relevância desse acontecimento neste momento vai agravar e aumentar os efeitos e as conseqüências por um longo tempo por vir.

O Brasil está a caminho de se tornar uma das próximas superpotências mundiais. Há um desejo quase desesperado por isso e, portanto, de dizer e fazer o que o mundo aguardando e observando espera dele. Antes de uma nação se tornar uma superpotência deve primeiro tornar-se um poder, uma força que é vista e ouvida pelos chefes de estado, indústrias e outras preocupações globais. O mundo deve abrir espaço para tal potência, sem o que a aceitação nos escalões mais elevados de exclusividade econômica e geopolítica pode ser negada. O Brasil vem cortejando os poderes do mundo há décadas e, recentemente, intensificou suas campanhas de relações públicas angariando e desfilando seus recursos perante outros países, pavoneando-se em toda sua glória. Infelizmente, o pavão investe demasiado tempo nesta atividade e os governadores deste belo país seguem um mau exemplo.

Uma regra não escrita de uma superpotência é que ela deve ter controle e governo sobre seus recursos. Em outras palavras, ela deve estar no controle de seu povo, suas importações e exportações, e seus recursos naturais. E estes devem ser de interesse e necessidade para o mundo maior e outros poderes e superpotências. O Brasil está bem no seu caminho para cumprir esses critérios, mas há alguns itens que requerem atenção e conclusão. Aqueles que jogam com a vida de formas que estão além do alcance dos cidadãos comuns têm levantados certos desafios e decretos para aqueles cujo desejo é ascender ao trono do poder. Cordas estão sendo puxadas; as mesmas que irão erguer e enriquecer alguns e ameaçar a própria existência de outros.

Não pode haver ameaças, visíveis ou invisíveis, onde poderes e superpotências estão em causa. Eles devem ser vistos como soberano e onipotente, especialmente quando os olhos do mundo estão atentos. Mas o Brasil está sob ameaça agora, e dentro de suas próprias fronteiras. É uma ameaça insidiosa - óbvia e infantil, mas também invisível e mágica. A ameaça vem do indígena e do rudimentar, desde aqueles que possuem uma forma física que ainda lembra como a invocar as propriedades mágicas dos reinos e elementos, a partir de sua própria família estendida. Deste reino potente um édito diferente saiu. É o grito dos selvagens; em palavras e símbolos e das cinzas de seus ancestrais, que diz ficar em seu mundo e nos permite permanecer no nosso. Claramente ele diz “cautela e cuidado, ande suavemente e com cuidado para o espírito guerreiro que ainda habita em nós, e nos protege e defende.

Grande parte do mundo deixou sua natureza essencial de lado ou de fora da sua existência diária. Tem se esquecido muito, da mesma forma que se esquece a infância quando a idade adulta impinge a maturidade sobre os muito jovens e inocentes. Grande parte do mundo é embalada para o lucro e agora o cidadão comum está ocupado demais protegendo sua identidade numerada de roubo, para prestar atenção às lutas das tribos indígenas ou as guerras em potencial que se assomam. Não é tanto que a humanidade está fechada a estas questões e preocupações ou ignorante sobre o sofrimento dos outros, mas a consciência coletiva do homem tem uma natureza dividida, e a consciência coletiva indígena jaz além desta divisão, os dois são um só, mas ainda dois. Construindo as barragens, o Brasil espera mostrar ao mundo que apostou uma reivindicação e encontrou ouro, por assim dizer. É a construção de um troféu para mostrar ao mundo, melhorando e flexionando seu músculo econômico e geopolítico. Haverá exportações e produtos ofertados e haverá uma abundância de compradores - ou seja, se a natureza essencial do homem terreno o permitir.

A terra física forneceu o material natural pelo qual esse poderoso rio e seus muitos afluentes se tornaram seu poderio. O rio está maduro agora que são os ecossistemas que o alimentam e sustentam. Existem fósseis antigos debaixo dele e verdades antigas abaixo destes. Há mistério e magia na água e nas florestas, pois existem lugares na terra que ainda estão surpreendentemente vivos. Alguns dos habitantes indígenas do mundo sabem disso; eles a protegem e ocultam os mistérios que servem o seu povo e seu modo de vida. Mas mesmo aqui, nas profundezas da floresta, o modo de vida industrializado do ocidente passou e deixou para trás um rastro de migalhas que leva para as cidades, empregos, televisões e Internet. Em outros aspectos, o modo antigo e o velho mundo foram deslocados antes mesmo de os engenheiros aparecerem.

A natureza essencial do mundo moderno ou avançado é dividir e conquistar. A superpotência deve conquistar seu mundo e ter domínio sobre ele. O índio norte-americano foi conquistado e subjugado e os aborígenes australianos sucumbiram também. O mesmo destino recaiu sobre outras nações independentes dos homens, porque o mundo moderno teme seu passado ancestral. Prefere avançar às cegas, correndo atrás de uma zona empresarial futura, enquanto destrói o passado. A natureza essencial do passado era sobreviver, abertamente, se possível, em segredo, se necessário. O passado e aqueles que o protegem não vão desistir facilmente. Haverá luta e é provável que uma guerra vá acontecer. Facas e lanças são armas de pequeno porte, muito fracas contra uma guarnição moderna, provida por um adversário próspero. Assim, os antigos e o modo antigo deverão apelar para os segredos das florestas tropicais, pedindo a estes que despertem de seu longo sono. Os antigos vão despertar aqueles que são ainda mais antigos, e assim por diante, cada geração evocando seus próprios anciãos, até que a potência desejada seja atingida. Isso, eles vêm fazendo há algum tempo, pois é um processo longo e sagrado, com tradições que devem ser honradas. Somente aqueles que são ordenados nos caminhos da medicina podem evocar, pois somente seu eco pode viajar entre os mundos onde o tempo não tem importância.

As primeiras barragens já estão sendo erguidas, mas os projetos não se darão facilmente e não vão correr bem. Uma gota de veneno pode contaminar um bem inteiro, deixando para trás a água que pode não ser boa para beber durante gerações. Concreto e outros materiais também podem ser envenenados com palavras e pensamentos. Aqueles que ainda entendem o poder de tais coisas têm amaldiçoado e, portanto, enfraquecido materiais, tanto naturais como os feitos pelo homem, atribuídos a esses projetos. As barragens serão construídas em bases fracas, em cima de uma terra que foi chamada a ser implacável na defesa da natureza e na proteção do que tem vivido na harmonia dos seus ramos. A quem pertence essa arma? À terra? Ao homem? Ao passado ou presente ou futuro? Talvez àqueles que buscam controlar e conquistar?

A Humanidade deve reparar e recuperar seu corpo de sabedoria, dentro e fora. Deve trazer o mundo à sua origem (local de origem) onde receberá a sua próxima orientação em relação ao novo mundo e ao próximo. Uma orientação é como um código ou um conjunto de instruções. Estas chaves são passadas para os mais conscientes de cada espécie. O processo em si é tão antigo quanto o tempo e anterior. É quase automático, nascido da sabedoria das estrelas e levado para as formas de luz e som. Uma concepção imaculada, entende? O termo orientação está em ressonância aos mistérios da astrocartografia multidimensional. Compreendendo isso, você vai entender como a viagem espacial é mais facilmente conseguida do que o atualmente imaginado, bem como o significado de lar. A orientação é uma força invisível e sem esforço. É o padrão seguido pelas estrelas, cuja localização não é aleatória; é o sentido por trás, anterior e posterior ao fenômeno de 2012. O progresso da Terra está, literalmente, alinhado com a precessão dos equinócios. As culturas indígenas de há muito e as que ainda carregam esta energia e mensagem sabem disso. Infelizmente, homens de cultura e indústria se esqueceram disso e muito mais. A orientação do novo mundo está a apenas um sopro de distância, e o tempo não vai esperar por aqueles que ainda dormem e se recusam despertar.

O esforço de represar este rio é um tanto ousado, com consequências de longo alcance. É uma história que está se desenrolando. Há muito tempo e por muitos anos tem sido escrita em prosa e verso. O homem ocidental segue os contos de um livro sagrado escrito há muito tempo, mas na mão do futuro. Fala de uma grande guerra que define um tempo e um povo. Distante daqui e antes de as florestas e águas desta terra despertarem para o cuidado dos terrenos, um livro sobre este povo, seu lugar e sua relação com a terra já tinha sido escrito. Por que mão? Na terra dos poderosos, grande magia existe.

No posfácio, o Red Dragon [China] represou seu poderoso rio, que é a vibração amarela. Subjugando seu povo, as barragens foram fortemente construídas. Se este poder é para ser liberado de volta à natureza, o povo desta terra deve despertar o dragão de água, ou o dragão emocional interior, que foi reprimido e preso há muito tempo. Talvez este exemplo metafórico, que pode ser aplicado de muitas outras maneiras, não será perdido às pessoas que têm olhos de ver, que lamentam algo perdido e ansiando pela magia de curá-lo.

 


----.....---==II==----.....----

 

©2010 Pepper Lewis and The Peaceful Planet.
Todas as informações aqui apresentadas são para a sua leitura e apreciação. Podem ser divulgadas no todo ou em parte a outras pessoas que possam considerá-las de valor, desde que seja para uso pessoal. Ao fazer isto, lhe pedimos que sempre inclua, em cada documento, a nota sobre direitos autorais no final da página. Isto nos garante a possibilidade de disponibilizar estas informações para as pessoas que não têm acesso à Internet.
Todas as outras publicações, incluindo as transmissões eletrônicas destinadas a uso comercial, devem obter a permissão do autor. As Publicações e sites interessados em ter estas informações nas suas colunas, são encorajados a fazê-lo. Se o material tiver que ser encurtado, por favor informem claramente que é uma versão editada e façam referência à versão original completa.

Tradução: Lisbeth Virago

Exibições: 29

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de Dulce Varela em 5 fevereiro 2012 às 20:07

Agradecida.

Paz e Amor a todos.

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço