Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Na condição evolutiva que nos encontramos como seres humanos, somos todos “desenhados” a partir de um banco de dados de informações sobre nossas múltiplas existências como seres “separados” do Todo. Estas informações estão manifestas em nós através de nosso DNA, o código genético que contém todas nossas atividades realizadas desde o princípio.

 

 

Neste código genético herdamos muitas características de nossos familiares e também recebemos grande parte das informações de vivências anteriores através das energias acumuladas em nosso psicossoma. Neste veículo estão arquivadas nossas memórias psicobioenergéticas individuais que são transferidas ao nosso corpo físico através do DNA. Nesta transferência recebemos energias vivenciadas em outras vidas, muitas delas nos enchem de força e crescimento e outras parecem fardos muito pesados.

 

O universo se organiza em sete energias básicas que podemos vivenciar através de nossos sete chacras, das sete cores, sete notas musicais e demais conjuntos setenários da manifestação. Vibramos essencialmente em uma destas sete freqüências que carregam em si diversos potenciais da manifestação. É como se fossemos uma das sete notas musicais, e para que a canção da vida esteja afinada e em perfeita harmonia precisamos nos “afinar” com quem realmente somos. Ao encontrar nossa harmonia interior, ressonamos afinados e contribuímos para a harmonização do universo ao nosso redor.

 

Este conhecimento sobre si mesmo conduz o buscador há um nível mais avançado de espiritualidade, consciência e serviço. As características positivas que nos elevam espiritualmente, trazendo felicidade, prosperidade e realização, são nossos dons pessoais, aqui chamados de traço-força. Os traços negativos, que são nossa “cruz” pessoal, chamam-se traços-fardo, e aprender a transmutá-los é passo fundamental para nossa evolução. Em nosso processo de autoconhecimento, reconhecer estes traços é fundamental para catalisar nossa evolução pessoal.

 

Traços-Força

 

 

De acordo com a lei do darma, todos nós possuímos um propósito divino, que inclui um talento especial e uma maneira única de expressá-lo. Deepak Chopra ensina com as leis espirituais do sucesso que devemos estar conscientes de nosso talento especial. Quanto mais cedo reconhecermos nosso verdadeiro dom melhor, pois podemos aperfeiçoá-lo e colocar em serviço aos demais. Este é o segredo da felicidade, da prosperidade, da fraternidade e de uma sociedade harmônica.

 

Esta lei pode ser totalmente compreendida a partir da autopesquisa quando identificamos nossas principais virtudes e habilidades. Somos seres humanos dotados de múltiplas inteligências, uma incrível capacidade de aprendizagem, um cérebro poderoso que nos permite acumular novos conhecimentos e habilidades. Entretanto existem características especiais que carregamos ao longo de muitas existências, que são nossa forma básica de manifestação individual e que refletem diretamente em nosso propósito de vida.

 

A identificação de nossos traços-força é uma das principais metas da autopesquisa, e é realizada através uma investigação profunda da própria consciência. Este conhecimento nos leva ao aprimoramento de nossas condutas e a expansão de nosso serviço aos demais.

 

Quais atividades me fazem mais feliz? Quais são minhas maiores habilidades? Qual minha melhor maneira de servir ao próximo? Qual é o meu talento especial? Quais são minhas inteligências e habilidades?

 

Estes são alguns exemplos de perguntas que podemos nos fazer para identificar qual nossa melhor maneira de fluir na vida com felicidade, simplicidade e amor.

 

Esta autopesquisa é tema para toda a vida e o aperfeiçoamento de nossos traços-força é essencial para dinamizar nosso processo de evolução. Como seres humanos devemos SER conscientes de nossas ações, observando constantemente nossas atitudes e pensenes, sempre buscando o aprimoramento pessoal que é a chave para a construção de uma sociedade harmônica.

 

Assim que encontramos nossos traços-força podemos nos dedicar a expandi-los. Primeiramente devemos buscar a auto-realização, empregando conscientemente todos nossos talentos e inteligências para a completa felicidade, bem aventurança e serenidade. Assim que estivermos “iluminados” passamos a irradiar essa potencialidade divina e através de nosso magnetismo pessoal podemos servir aos demais. O iluminado é como um Sol em veste humana, sua luz avança sobre a sombra, a consciência sobre a inconsciência, onde o conhecimento se torna sabedoria e vence a ignorância.

 

Através da expansão de nossos traços-força podemos resgatar nossa verdadeira identidade e podemos vivenciar o que é SER iluminado. Nesta fusão com nosso SER nos tornamos completamente conscientes de nosso propósito divino, servindo aos demais com todo amor e devoção, expandindo a sabedoria e a compaixão para todos os seres.

 

Para chegarmos nesta meta suprema da iluminação devemos sempre buscar o ponto de vista otimista, ressaltando e fortalecendo os aspectos positivos em nossa manifestação como seres humanos. Quando nos concentramos em nossos traços-força realizamos uma expansão de nossa energia que tem potencialidade para neutralizar energias de polaridade oposta nossas e dos demais.

 

Quanto mais energias positivas irradiamos, mais contribuímos para o equilíbrio e transmutação de nossos traços negativos. Esta é nossa tarefa pessoal primária. Devemos elevar nossa vibração para que possamos expandir a irradiação de energias de freqüências de luz mais refinadas.

 

Através de nosso exemplo pessoal irradiamos esta freqüência de felicidade e auto-realização, que imediatamente terá efeitos nas pessoas mais próximas, os amigos e familiares que são influenciados diretamente por nossas atitudes e comportamentos. Em proporções geométricas essa equação se estende, completando a ativação da grade cristalina e da consciência planetária.

 

 

 

Traços-Fardo

 

A vida humana é realmente um desafio para nossa alma que tem que restringir todos os potenciais ilimitados da consciência em um corpo humano. Este processo de separação da unidade suprema muitas vezes é fonte de sofrimento, doenças e aprendizados dolorosos. Nossos medos, limitações e sofrimentos são os fardos que carregamos, e até o presente momento não conseguimos nos desvencilhar. Estes são os traços-fardo, que limitam nossa total consciência sobre a realidade, impedindo a completa realização daquilo que queremos.

 

O medo é o principal traço-fardo coletivo da humanidade. Estamos aprisionados em um holopensene de medo e a maioria das pessoas possui medo de alguma coisa. O medo é a conseqüência natural de ignorar a sabedoria de nosso SER divino, nosso Mestre interior. Fomos programados e condicionados por muito tempo para sentirmos medo de muitas coisas. Sendo o medo o principal bloqueio do chacra raiz, as energias conscienciais da humanidade vibram coletivamente nas frequências mais densas. Isto estimula diretamente a violência, as dietas carnívoras, e todo o tipo de abuso que as próprias escolha levam os seres humanos a vivenciar.

 

O paradigma consciencial nos auxilia a obter a libertação de nossos traços-fardo principalmente através da tarefa de esclarecimento. A multiexistencialidade de nossa manifestação permite que tenhamos consciência de programações e condicionamentos iniciados em outras existências como consciência individual.

 

Quando conhecemos nossa verdadeira identidade e vivemos como parte da Consciência única de Deus, nos libertamos de todas as amarras e eliminamos os fardos.

 

Para vivenciar esta realidade precisamos passar por uma longa caminhada, uma luta constante contra o ego. O ego neste caso, é a consciência individual que carrega todos nossos fardos, todas as conseqüências das ações anteriores, e precisamos passar por uma completa purificação para transcender todas as armadilhas da matéria.

 

Nesta existência como humanos somos mais condicionados que imaginamos, e muitas vezes nem percebemos o quanto isso afeta nossas vidas. O condicionamento mais básico do ser humano é uma das maiores causas de mortes do mundo, a alimentação. Estamos condicionados em todos os níveis, biológico, energético, emocional, mental e até mesmo espiritual.

 

O SER que habita todos nós é luz infinita em constante expansão, uma realidade imanente e não condicionada. Somos este SER que está manifesto na matéria, e para ser consciente disso precisamos despertar nossos corpos de luz, que são capazes de perceber essas realidades mais expandidas. A luz divina é a principal fonte de nutrição de tudo, e nossos condicionamentos nos afastam da consciência desta luz.

 

Quanto mais densa a energia consciencial que produzimos, menor a quantidade de luz e vibração que emanamos e maior a quantidade de energias densas que atraímos. Ou seja, quanto mais fardos carregamos, mais energias de baixa vibração atraímos. A conseqüência é a tristeza, sofrimento, dor e doença.

 

Os grandes mestres da humanidade mostraram através de seus exemplos as tarefas que devemos realizar para obter a purificação e a transmutação total de nossos traços-fardo. Entre elas está o jejum de 40 dias, atividade que promove a “morte” do corpo físico, para a total ressurreição do Supremo Espírito Real, o SER que somos por toda a eternidade.

 

Sabemos que esta prova é realmente um grande desafio, e que são poucos os aprendizes que estão prontos para vivenciar esta iniciação crística de jejuar por 40 dias. Para o caso da humanidade como um todo, sugerimos outro tipo de jejum, um jejum de paradigma e percepção. Devemos nos abster por alguns momentos (meditação) de todos os julgamentos, condicionamentos, informações e realizar o completo jejum das percepções. Assim realizamos nosso despertar para a realidade além das percepções e podemos construir uma manifestação de acordo com nossa vontade de cumprir o propósito de vida.

 

Precisamos apenas mudar nossa percepção e prioridades. A maioria dos humanos tem suas vidas e condicionamentos baseados nas percepções da tridimensionalidade, do mundo físico, irmãos que poderíamos chamar de “materialistas”. As prioridades dos materialistas são realizações no plano físico, como um bom emprego, um casamento feliz, filhos, o carro do ano, uma casa na praia, viagens etc.

 

Nossa percepção tem que evoluir coletivamente para o nível planetário, a visão holística, onde todos nos vemos como membros de um enorme organismo vivo que precisa de perfeita harmonia para continuar seu aperfeiçoamento. Estamos aqui para aperfeiçoar a manifestação divina através de nosso poder de escolha e criação. Como consciências, podemos priorizar a criação do bem estar coletivo, começando pelo bem estar espiritual que é a base para a saúde integral.

 

A ciência hedônica estuda a felicidade tem publicado diversas pesquisas que demonstram que as pessoas espiritualizadas são muito mais felizes que as materialistas, e que a possuem tudo aquilo que necessitam. Isto é apenas uma mudança na percepção, é a ativação do poder de transformação que vence completamente as vibrações inferiores da necessidade.

 

Quando resgatamos nosso poder divino não temos necessidade de carregar nenhum fardo, passamos a caminhar livres e podemos expressar todos nossos traços força com brilho e energia, manifestando a criação do amor e felicidade.

 

Para que possamos identificar nossos traços-fardo é interessante realizar o registro de nossas percepções sobre nossos limites, desafios e desconfortos. Devemos buscar realizar a análise completa de nosso holossoma, identificando quais são os principais campos de nossa vida que estão em desarmonia, para então poder trabalhar especificamente nesta harmonização.

 

A terapia de harmonização de vidas passadas tem se mostrado muito eficiente na eliminação de medos e fobias. Em experiência pessoal com os atendimentos realizados, percebi que tomar consciência de condicionamentos adquiridos em outras vidas é uma grande chave para a libertação dos fardos. Sendo conscientes da causa, podemos neutralizar o efeito através de nossa compreensão atual da situação passada, o que vai refletir diretamente na personalidade atual. Existem estudos que pretendem comprovar a mutação que ocorre no DNA após terapias de vidas passadas e outros tratamentos multidimensionais.

 

Para cada ação existe uma reação, assim como para cada problema existe uma solução. O autoconhecimento é a chave da libertação, permite que possamos nos desvencilhar de nossos fardos e nos integrar na realidade divina de nosso SER.

 

Trecho do livro: As chaves do despertar: Manifestando os sete raios

 

 

 

Http://mautamakrishnarabi.blogspot.com

Exibições: 18

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço