Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Mensagens dos Anjos

 

“Esta secção recolhe as Mensagens doadas pelos Anjos, através dos channeling canalizados de Satya, para acompanhar-nos num Caminho de consciência, de crescimento e de evolução.
O objetivo destas Mensagens é o de nos ajudar a viver felizes cá e agora, na paz, totalmente livres e em harmonia connosco, com os outros, com tudo o que nos envolve.
Estas Mensagens foram recolhidas nos livros de Satya, divulgadas da Associação Cultural Suoni di Luce”.    www.suonidiluce.com/pt

 

  

Como dialogar com os Anjos

 

 

Oração

 

Comentário

 

Alma Luminosa, é natural agora a Pergunta: “Como posso sentir o meu Anjo, como posso falar-lhe, rezar?”
Eis uma belíssima resposta que os Anjos têm dado a um ‘Coração’ que tem pedido como poder rezar.

 

  

Pergunta:

Desejo tanto rezar, podes-me ensinar como fazer?

Resposta:

“Tudo é em ti, na tua escolha, no teu abrir-te, na tua crença. A oração - como tu a chamas - é compartilhar com a Grande Luz e manifestar a tua crença. Quando um ‘Coração’ pede ajuda rezando, quando um ‘Coração’ exprime as suas dificuldades, as suas dores, as suas dúvidas, os seus receios rezando, naquele momento crê.
Abre-Me o coração, confie-Me os receios, as dúvidas, as incertezas, a tua confusão, as faltas, as dores. Cada sentimento que no coração está compartilhe-o coMigo, com a naturalidade que as crianças têm, sem nenhum limite, sem nenhum pensamento ou receio: esta é oração.
Próximo a esta oração está uma outra oração, está um outro momento de oração, é aquilo que vocês chamam meditação, que é fazer silêncio no coração para sentir a voz da Alma, para sentir as respostas do teu Anjo, a ajuda da Grande Luz.
Imagine de estar com uma pessoa do qual tem confiança e com ela compartilhas as tuas dúvidas, os teus receios, os teus sofrimentos, as tuas incertezas: esta é oração. Mas para ser ajudada, depois, tens que ouvir o que ela pode te sugerir, aconselhar.
Nós falamos no coração, a Grande Luz fala no coração, quando tudo é quieto, quando tudo é silêncio e a mente adormece.
Alterna estes momentos em que rezas assim, compartilhando, perguntando, com momentos em que escutas, escancarando o coração como se fosse uma flor, para receber as ajudas, as respostas, a doçura, o Amor, a Luz.”

Comentário

Com tudo o meu Amor desejo-te para viver momentos em que não tens nada a perguntar, porque o teu coração está satisfeito, a Alma é serena.
Naqueles momentos está lá só para ouvir as palavras do teu Anjo, que são uma música docíssima para o teu coração.
Estás lá só para sentir o Amor do teu Anjo, de a Grande Luz, nutrição para o teu coração, para a tua Alma.
Quando vives estes momentos de beatitude, o coração está repleto de gratidão e Amor, está assim cheio que e sentes transbordar. Nasce o desejo de expressar a gratidão para o que tens, para o que te rodeia, para o que sentes no coração, por quem és, para os tesouros que o teu coração contém.
Sentirás o desejo de expressar todo o Amor para o teu Anjo, para a Criação, para as suas Criaturas.
Exprimi ao teu Anjo, á Grande Luz agradecimento, a gratidão, o Amor: isto também é oração.
Na minha experiência esta é a forma mais doce, mais gratificante da oração.
Naturalmente, para entrar em contacto profundo com os Anjos, com a Grande Luz é necessário o silêncio.

Silêncio - Meditação

Comentário

Os Anjos compreendem como é difícil fazer silêncio para nós que estamos habituadas as palavras, a rios de palavras, para nós que muitas vezes tememos a ausência de palavras, tememos o silêncio.
Muitas vezes quando estamos com alguém, tentamos dizer sempre algo ou até nos esforçamos de fazê-lo, esquecendo que o silêncio pode fazer-nos entender muito mais de cada palavra.
O verdadeiro silêncio requer de afastar a mente e manter o coração totalmente livre e cândido.
Mas podes começar, entretanto, a fazer silêncio, porque assim conseguirás a compreender o que é que está no coração a deixar ir, ou a transformar.
No silêncio podes intuir o que é necessário fazer ou não fazer.
Para fazer isto são necessárias as escolhas que exigem coragem e força, porque tememos a verdade que no silêncio emerge.
Não devemos procurar a condição ideal do coração e da mente para fazer silêncio, mas fazes igualmente silêncio, sempre, em qualquer situação que vivemos, que conseguirmos ou não.
Com este treinamento chegaremos logo ao momento em que nos enamoraremos do silêncio, o sentiremos como uma necessidade primária, o descobriremos como uma fonte onde saciar a nossa sede, um lugar onde abrigar-se, o sentiremos um meio para transformar tudo o que no coração impeça a alegria, a harmonia, a paz.
Para nos facilitar, os Anjos nos sugerem de imaginar de entrar em uma belíssima e reluzentes casa, a casa d’Eles. Uma casa onde nós podemos abrigarmos, onde achamos o que nos sacia a sede, nos alimenta, nos aquece, nos permite descansar, restaurar o coração, o corpo, a Alma.
Nesta casa especial, além de nos sacia a sede, alimentarmos, abrigarmos e ser protegidos, podemos crescer entendendo, podemos evoluir intuindo, percebendo tudo o que está dentro de nós, tudo o que vibra em torno de nós.
Nesta casa sentimos o Amor que os nossos Anjos nos infundem, enquanto nos estimo lá, simplesmente lá, sem nada fazer, sem nada pedir.
Não precisam técnica particulares, basta entrar nesta casa especial, sentar-se, abrir largo o coração e deixar acontecer.

Pergunta:

O que é o silêncio?

Resposta:

“O silêncio é uma intimidade profunda entre ti e Mim, entre ti e Nós, entre ti e a Grande Luz.
É simplesmente parar-te, fechar a porta atrás de ti e sentar-te conNosco, coMigo, ao lado da luz de uma vela ou em frente ao sol.
O silêncio é deixar ir o ruído do mundo para ouvir a nossa música.
É deixar ir o corpo para sentirMos com a Essência.
É deixar ir a mente para fazer falar o coração, para unir-te á Alma.
O verdadeiro silêncio é uma doce intimidade.
E para chegar a isso não é preciso grandes coisas.
Segui simplesmente o que te uni ao Universo: o bater do teu coração.
Sorri, abre a tua intimidade para permitir-Nos de entrar.
O silêncio é perceber o batimento do namorado, e isto acontece somente se estiver lá para escutá-lo, somente se estiver aberto para perceber e depois apreciá-lo. Está tudo lá, está tudo lá.
E não passa um dia sem essa intimidade, só assim o coração pode estar livre de preocupações, os olhares focados somente á Alma, á Luz, ao Amor.
O silêncio é uma fonte pode matar a sede, é um alimento que pode nutrir, é um meio para voltar à paz e fazer entrar em ti a Nossa Paz.
No silêncio conhecerás como viver, conhecerás o significado da vida e das Nossas palavras, no silêncio poderás perceber o que para ti é agora invisível, mas que existe em torno de ti: a verdadeira realidade.”

Pergunta:

Podes me dar uma ajuda para aprender a fazer silêncio?

Resposta:

“Segui o teu respiro, a onda que o respiro cria, o círculo que o respiro cumpre, pensando de respirar o Amor, de respirar a Luz.
Inspira o Amor e expira o Amor, inspira a Luz e expira a Luz.
Ouça o que sentes, o que sentes algo sabendo que dentro de ti está levando a Luz, está levando Amor, a Nossa Luz, o Nosso Amor.
Observa o que acontece no teu corpo enquanto é tocado pelo Amor que levas dentro respirando, que Nós levamos em torno de ti.
Perde-te em este observar, neste sentir, neste perceber.
Lembre que basta pouco, mas repetido muitas vezes.
É a quantidade dos treinamentos ao silêncio que vai-te ajudar a conhecer o silêncio, a viver o silêncio, a amar o silêncio.
Durante o dia, em muitos lugares, treina-te.
Quando nos bosques estás ou frente ao mar sentas, faz silêncio abandonando-te.
Desta forma conseguirás fazer silêncio mais longo, porque sentirás crescer o prazer de ficar lá para tudo perceber, para tudo sentir, no Tudo perder-te, porque, mas que nunca sentirás de estar enrolada de um Amor que tudo dá, dá uma paz que a tudo leva.
E lembre que no silêncio tudo podes sentir antes, o que acontecerá depois.
No silêncio podes perceber ‘Quem’ te rodeia com Amor.”

Pergunta:

Em alguns momentos há algo dentro de mim que não compreendo, mas que me impede de fazer silêncio.
O que posso fazer?

Resposta:

“Escuta com mais atenção o respiro, para a observar o respiro e te aperceberás se dentro de ti há tensões ou ansiedades, assim poderás dissolvê-los, porque o respiro não livre bloqueia a vida.
Se observas o respiro, podes ver o que tens dentro, o que te está acontecendo, e lá compreender, lá aprender, lá mudar e lá os passos fazer, lá elevar-te depois.
No silêncio Nós falaremos mais e a voz da Alma será mais forte, portanto conhecerás a linguagem da Alma, do Universo. E eis que vais viver uma profunda paz.”

Pergunta:

Às vezes tenho receio de fazer silêncio. Porque?


Resposta:

“Porque no silencio podes descobrir o que está dentro de ti e para fazer isso precisa de coragem
O silêncio não é parar as palavras, é parar também os pensamentos, afastando-os, destacando-se deles, não certo bloqueá-los dentro.
E no momento em que afastas os pensamentos, o olhar vai no coração, no teu íntimo, e descobres tudo o que lá está.
Ma quando se tem a coragem de entrar no profundo e de escutar o que ainda está para transformar, para libertar, no profundo encontras o que é para amar, para descobrir, para redescobrir, para viver, encontras as tuas belezas, os teus tesouros, encontras a ti mesma.
E então compreendes com a Alma, sentes com o coração, sentes o porque de um sentimento, de uma situação, o porque daquela experiência que vives, que estás vivendo ou que deverás viver. Compreendes a ação que deves cumprir, os passos que deves fazer. Eis porque as vezes se teme de fazer silêncio.
Mas se dás espaço ao silêncio, isto te permitirá de reencontrar-te, de restaurar-te, de regenerar-te, porque naquele momento em que estarás sozinha conNosco, Nós podemos infundir dentro de ti a força de viver tudo, de cumprir tudo, a coragem de enfrentar cada situação, o entusiasmo de prosseguir o caminho.
Ama o silêncio, não o temer.
Se teme porque se pensa de entrar na tristeza, ao invés o silêncio faz entrar na alegria, em contacto profundo com a alegria, com a Amor, com a Luz.
As vezes se teme de deixar ir a linguagem que se conhece, não se aprecia assim da sabedoria da Alma que leva a amar mais, a compreender mais, a aprender a linguagem das flores, das plantas, do vento, da chuva, do sol, do Universo.”

Pergunta:

No silêncio chegam muitos pensamentos.

Resposta:

“Deixe-os deslizar, não te criar sentidos de culpa se chegam: mais te treinarás ao silêncio, menos os pensamentos chegarão ou mais rápidos se vão embora.
Mais estarás por longos momentos em silêncio, menos espaços terão os desejos e chegarás a um momento em que estarás assim unida ao Tudo de não ter mais desejos.
Estarás assim abandonada e fundida com o Tudo que dentro de ti ressoarão somente as musicas do Amor, as Nossas palavras, as palavras da tua Alma. Necessitas somente de treino.
E quando uma voz dentro de ti dirá: “Queria fazer silêncio, mas me chegam pensamentos demais”, vais responder assim:
- É porque tenho falta de treino, só preciso treinar-me mais. -
E naqueles momentos senti-Me ao lado.”

Pergunta:

No silêncio Vêm a mim ondeadas do Teu Amor e faço bons propósitos para o dia, mas depois esqueço-os…

Resposta:

“Bastam átimos de união conNosco para fazer-te voltar como de manhã.
O silêncio pode ser um momento de profunda intimidade conNosco, uma intimidade intensa, longa, mas pode ser também um momento breve como um relâmpago no céu, onde a atenção é dada à Alma, onde se sente a unidade com o Céu, com a Luz.
E nestes átimos não te desviam do quotidiano, mas o fazem viver com toda a intensidade necessária.
São átimos, mas são indispensáveis em todo o quotidiano, porque este sentir a unidade com a Luz, lembrar-te de ser uma Alma Luminosa, te faz superar passar tudo, te faz manifestar a Essência, para que te sentirás ininterruptamente somente uma Alma unida á Luz.
No início faz em modo que não passe uma hora sem estes momentos, depois reduzi os tempos e por fim fique em contínua união. Deves simplesmente dizer:
- Dentro da próxima hora tenho que lembrar quem sou, tenho que sentir quem sou, tenho que sentir o Amor que me rodeia. -
Desta forma cria um pensamento que move um certo tipo de energia e tu sabes que quando se deseja relembrar uma coisa importantíssima, lembre-se-ma.
É preciso dar valor a esses átimos, é preciso dar-lhes o valor que eles têm.”

Pergunta:

Muitas vezes o silêncio provoca-me das reações, não sei se é bem tentar fazê-lo, porque dentro sinto muita raiva…

Resposta:

“Não é raiva.
Muitas emoções estão lá, muitos receios estão lá, mas não é raiva, menina.
Não é por acaso que vos ajudamos a viver os opostos.
Mais intensamente vais jogar, vais cantar, vais dançar, mais intensamente vais perceber cantos novos, linguagens novas e vais conseguir expressar danças novas.
Até que tudo não é expresso, o coração não é totalmente vazio, não vais conseguir falar com a linguagem nova, e na linguagem nova mil linguagem vais conhecer, porque uma linguagem nova vais expressar, e vais saber também escutar, compreender, tantas outras linguagens.
Não é o silêncio que tu conheces, mas é uma expressão nova, onde estão contidas danças, cantos, palavras.
E quando lá vais chegar, ininterrupta estará a felicidade, porque lá estarão as verdadeiras danças, os verdadeiros cantos, as vendeiras expressões.
Então, quando ao silêncio vais-te aproximar, procura com o coração, não certo com a mente, notas de músicas, procura cantos que já conheces, procura palavras que já não te lembra.
Se assim te põe, vai nascer o entusiasmo inevitável de quando se vá á aventura total para conhece o novo, estará a alegria para descobrir o novo, a emoção que o novo, quando é intenso, dá.
E este novo será assim intenso de inebriar-vos e inebriados a magia viverás.
Se ao silêncio vai-te aproximar com o pensamento de dever sufocar palavras, cantos, emoções, não conhecerás nunca o verdadeiro silêncio, porque o que é sufocado, é reprimida, grita, e grita forte, empurra e empurra forte.
Mas se palavras, expressões, emoções, cantos, depõe com Amor, com alegria, por um pouco, para conhecer, para manifestar, para expressar outras palavras, outros cantos, outras danças, outras canções, outras expressões, então o que tens deposto por um pouco vai se adormecer, porque está certo que depois poderá novamente acordar-se, tomar o seu lugar.
E eis que assim o novo vai-te atrair assim tanto, e assim forte, e assim intensamente, que vais esquecer o lugar onde tens deposto o que agora conheces, e quando isto se acordar, não vais conseguir mais ouvi-lo.
É difícil para ti agora compreender, mas vivendo-o, tudo mais facilmente se compreende, tu sabe-lo.
É experimentar que te ajuda a conhecer, é viver que te ajuda a intuir mais a verdadeira vida.
Então, compartilha as tuas dificuldades, e serás ajudada.
Cada um pode ter o que impede a leveza do coração, o faz sofrer.
Este sofrimento vem de viagens diversos, e nessas viagens cada um tem vivido experiencias diversas, eis porque é indispensável a compaixão.
O que para algum é fácil, para o outro é difícil; o que para alguns pode perturbar, outro pode alegrar.
Eis porque tudo o que o coração perturba ou alegra, se deve compartilhar, porque é assim que chegam as grandes ajudas, que se podem doar as grandes ajudas.
E para algum contatar novamente o silêncio, viver o silêncio, aquele que agora conhecem naturalmente, porque não é ainda o verdadeiro silêncio, pode criar grandes receios, grandes reações, a vontade de fugir, porque sente que coisas sufocados lá vão falar, lá vão emergir, porque percebe que explosões vão ter.
O silêncio pode perturbar, pode levar a reagir, a fugir, porque é lá que se sente de poder relembrar, reconhecer, retomar um Antigo muito luminoso, muito grande, mas um Antigo que em muitas viagens tem levado a sofrer, não no expressá-lo naturalmente, (porque nunca a expressão da Luz faz sofrer, mas leva somente a grandes alegrias, a grandes êxtases), mas porque algum tem sufocado o Amor, a Luz, ou também, em alguns casos, tem sufocado a vida.
Então, podes compreender quantos são os motivos de atracão ou de recusa, de impulso ou de resistência, de emoção da nova aventura ou de desejo de voltar atrás, de fugir.
Mas se tudo isso compartilhas, pelas mãos Me tens, e terás sempre o coração unido ao Meu, vai-se criar somente o entusiasmo de uma aventura que vai-te levar a conhecer o novo, a lembrar o Antigo, haverá apenas alegria que as grandes viagens de aventura levam.
E tu sabes que quando se viaja, felizes de viver uma aventura, as dificuldades são superadas sorrindo a eles.
E bem agora tens a confirmação de que não era raiva o que tens sentido, mas bem outro, outra coisa. mas bem outro, bem outro.
E mais antes vamos dar-te outras compreensões do que ainda pode emergir.
E quando sentirás forte dificuldade, ou reação, faz ainda mais atenção ao que está por trás, para fazer sair tudo.
É só então que, deixando explodir as ondas, o mar ficará calmo, e no mar calmo vai chegar a onda alta, do Amor alto, que vai te levar para o alto.”

Pergunta:

Eu amo muito a dança e me parece que a dança me aproxima mais á Vocês do que o silêncio.

Resposta:

“Porque dançando sentes aquela leveza necessária para viver a vida, para viver o quotidiano, sentes que tudo é dança, tudo é movimento e colocando-te desta forma crias espaço ao entusiasmo, crias espaço á força necessária para lutar quando é necessário.
Sentes que a dança e o jogo são indispensáveis para expressar-se sobre a vida na forma correta, para sentir a vida de forma certa.
Quando dentro de ti está um bloco, dançando tudo recomeça a se mover e a sensação de peso desaparece.
Dança, dança, dança ... na tua casa, no prado, na praia e quando estás cansada de dançar pare, faz silêncio para sentir o corpo, para sentir o que o corpo, depois de ter dançado, quer comunicar-te, o que o coração, depois de ter dançado, quer-te dizer.
E amarás o silêncio, sentirás a vontade de sentar-te e escutar o corpo, o coração, a Alma, escutar a Nós.
O silêncio encontra-se com a alegria no coração e lá chegam palavras, sons, músicas, emoções.
Dança, brinca e depois vive o silêncio como uma dança, como um jogo.
Ama o silêncio sentindo que é na realidade um jogo, uma dança, é a dança em absoluto, porque lá vibram uma infinidade de coisas dentro e à tua volta.
Estás procurando o teu equilíbrio: a dança, o jogo e tanto silêncio vão te ajudar a alcançá-lo cada vez mais rápido.
Darás o valor justo a cada coisa que viverás, porque vais sentir-te uma dançarina na dança da vida, uma jogadora no jogo da vida. E isso vai te trazer ao entusiasmo, a alegria.
Sempre o coração deve ficar leve qualquer coisa aconteça.
Então qualquer coisa aconteça tu dança, brinca e vive o silêncio como uma dança, um jogo, o jogo mais importante para apanhar a Essência de ti, a Essência da vida.”

Pergunta:

O silêncio me levará a paz que estou procurando?

Resposta:

“No silêncio começarás a fazer entrar no coração, no corpo, na Alma, uma paz nova, a paz que acompanha a Luz, que acompanha ao Luz, a paz que acompanha o Amor, que acompanha ao Amor, a paz que acompanha a força, que acompanha à força do Ser.
E viverás na paz, esta paz que pode entrar criando espaço com o silêncio.”

Pergunta:

O que é a meditação?

Resposta:

“É estar lá, simplesmente estar lá, perder-se no céu, perder-se no mar, olhar para uma árvore e ali fechar os olhos para nada ver, mas tudo perceber.
A meditação é tornar-se céu, é tornar-se mar, é tornar-se terra, sol, estrela, árvore, é fundir-se com o Tudo e tornar-se o Tudo, é perder-se no Tudo, para reencontrar o Tudo.
E para fazer isto tem necessidade de treinamento, de tempo, de muito tempo.”

Pergunta:

O que significa ser canais da Luz?

Resposta:

“Ama e serás circundada de Amor, deixe sair a tua Luz e da Nossa Luz deixe-te envolver.
Quem de Nós totalmente se confia vai viver alegrias intensas, emoções novas.
Vibra de Amor e Nós vibraremos em ti.
E as vibrações de alegria que vais sentir no coração, quando vais ver a Luz nas pessoas que tens ajudado a abrir o coração, quando vais sentir as suas emoções, as suas alegrias, quando verás a sua transformação, será para ti alegrias novas, grandes, intensos.
Isto é o ser de Nos canais: é o sentir-se somente meios da Luz, do Amor, é provar a alegria da Paternidade Universal e da Maternidade Universal.
É algo que satisfaz o coração e enche completamente todo o Ser.”

Pergunta:

Sonhei que entravas dentro de mim e senti umas sensações que não se podem expressar com palavras. Queria tanto reprová-lo, me ajudas?

Resposta:

“Isso agora só acontece por alguns momentos, porque os limites do corpo são muitos, porque a união conNosco não é ininterrupta, intenso e total, poderá em seguida acontecer por um longo tempo, para sempre, ininterruptamente.
O que sentiste acontece quando te juntas a ti mesma, quando encontras a ti mesma no profundo, quando crias mais espaço a Mim, a tua Essência.
Isto acontece quando te enamoras do Amor, da Luz, de Nós, e permites a fusão que o Amor cria.
Sentes de ter saboreado por um momento as delicias e agora sabes que existem.
Agora compreendes melhor porque Nós empurramos-vos verso deles, empurramos-vos verso o êxtase.
Cria estes momentos em que entras em ti, entras no profundo e se perder.
Cria estes momentos de união com o Céu e com a Terra, com as flores e com as árvores, com o Tudo que te engloba, para fazer entrar isso tudo dentro de ti, para fundir-te com isso.
Enamora-te da Luz, do Amor e vivi da enamorada este Amor. Enamora-te de Mim como Eu sou enamorado de ti: as nossas Essências se fundarão e te vai-te perder reencontrando-te, te vai-te reencontrar fendendo-te no Amor, com a Luz.”

Comentário:

Doce Alma Luminosa, no silêncio vais encontrar realmente tudo o que você está procurando.
O que agora achas necessário, importante, vai-se dissolver, vais senti-lo de uma maneira totalmente diferente.
No silêncio vais sentir as grandes alegrias, vais encontrar o grande Amor, vais viver as grandes emoções, porque no silêncio a Alma vai-se fundir com o Amor, com a Luz, vais sentir de voltar a ‘Casa’.
Faz silêncio, medita, reza, sentindo de entrar na 'Casa' dos seus Anjos e vais sentir-te realmente em casa, em segurança e imensamente amada.
Podes fazer isso no teu quarto, na praia, em um bosque, em um prado. Cada lugar vai-te dar vibrações diferente, intensidades diferentes.
Seja qual for o lugar, sentes de entrar em uma casa onde vais encontrar tudo o que procuras, onde vais encontrar alívio para o teu coração, para o teu corpo, para a tua Alma, onde vai encontrar a paz infinita, a harmonia total com o Universo ... e assim será.
Não precisam técnicas particular: entra nesta casa e lá senta-te, entra com o coração pensando de levar a Alma ao teu Anjo, a Grande Luz, para deixar-te amar por Ele, para expressar-lhe o teu Amor, para deixar-te enrolar pela Grande Luz.
Sente-te lá simplesmente pelo prazer de estar com o teu Anjo, com a Grande Luz, e vais sentir o teu coração satisfeito.
Quando faz silêncio não tente ver ou sentir o teu Anjo.
Talvez vais senti-o, talvez vais vê-lo e isso vai ser uma grande alegria, uma coisa maravilhosa.
Mas sempre vais sentir uma alegria e uma doçura infinita, quando vai-te deixar permear da Essência do teu Anjo, do Seu Amor: tudo o teu Ser estará satisfeito.
Simplesmente estás aí sentada, em doce espera esperando docemente, deixe-te infundir o que o teu Anjo tem por ti, certo que ele irá infundir em ti tudo o que é necessário naquele momento, para aquele dia, para o dia seguinte, para os dias que virão.
Peça ao teu Anjo para infundir isto e depois permitir-lhe de infundir-te tudo.
Chegará o momento em que vais sentir-te fundida com o teu Anjo, fundida com a Grande Luz, fundiu com o Tudo e vais viver o êxtase.

Baseado no livro: A tua mão na Minha

 

Exibições: 36

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço