Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

Participante: Estamos buscando realizar estudos sobre obsessão e desobsessão em nosso grupo de estudos. Para isso temos recorrido aos ensinamentos que existem para tanto que descrevem e mostram como funcionam o astral e os planos inferiores. Agora, se tudo é ilusão, de que vale procurar estudar esta estrutura?

Pai Joaquim: Diga-me uma coisa: qual o maior mestre que a humanidade teve? Na sua interpretação, qual o maior mestre, qual é o caminho para Deus?

Participante: Cristo...

Pai Joaquim: Está certo...

Nos ensinamentos deste mestre, o que se fala a respeito de desobsessão? Nada...

Em nenhum momento nos ensinamentos de Cristo se fala em desobsessão. Se ele não ensinou, ou foi um mestre falho, pois deixou de ensinar alguma coisa importante, ou não foi um mestre tão importante assim, não é mesmo?

Deixe-me lhe explicar...

Infelizmente, ou felizmente, existem modernismos que se ligam a religiosidades. Acupuntura, desobsessões, apometria... Todas estas ações são novidades que, na verdade, têm o mesmo fundamento: produzir, por meios não ensinados pelos mestres, a felicidade material.

É... Você faz uma desobsessão em espíritos encarnados – estou falando em termos que vocês usam – para que espíritos encarnados tenham uma “vida melhor”. Bolas, isso vai de contra o que seu mestre falou.

Seu mestre, o Cristo, disse assim: não amealhe bens na Terra, não se preocupe com os acontecimentos da vida terrestre. Então, qualquer ação no sentido de produzir uma felicidade terrena, não é indicada por Cristo. Este é o primeiro detalhe que temos que ter sempre em mente quando se fala em desobsessão.

Segundo detalhe – e agora vou entrar na parte técnica que vocês dizem que estudaram: quando ocorre uma obsessão? Em O Livro dos Espíritos esta resposta está muito clara: quando dois espíritos estão no mesmo padrão vibratório.

Vou lhe dizer algo neste momento sem nenhuma intenção de querer me engrandecer: será muito difícil um obsessor encostar-se a mim. Sabe por que? Porque eu não tenho o que ele quer.

O espírito encosta para obsediar um encarnado porque este tem o que ele quer. O Espírito que obsedeia um encarnado com o objetivo de fazê-lo beber mais, por exemplo, é porque aquele ser humanizado tem a tendência para a bebida, vive o prazer que o ego cria quando ingere bebidas alcoólicas. Ou seja, os dois espíritos estão na mesma freqüência, na mesma sintonia.

Mas, se este ser humanizado está na mesma sintonia de um espírito e você o submete a um processo desobsessivo sem alterar esta faixa de vibração, o que acha que vai acontecer?

Vai acontecer o que Cristo ensinou: você expulsa o demônio, ele sai, não tem onde ficar, por isso volta. Ao retornar e encontrar a casa arrumada, ou seja, tudo o que ele gosta, todas as paixões que ele ama, chama mais sete para morar lá dentro junto com ele.

Este é o grande problema que eu venho me batendo há muito tempo. O processo chamado de desobsessão é feito a partir da idéia de que um ser humano coitadinho está sendo obsediado por um espírito “mal”.

Engano: os dois são iguais. Não importa se são considerados pela humanidade como “bons” ou “maus”...

O que precisa ser feito, como processo desobsessivo, não é “tirar” o espírito desencarnado “na marra”, amarrado, preso, como acontece em muitas casas e dizer ao ser humano que ele agora está bem, está livre. Com isso, o encarnado continua fazendo as mesmas besteiras, sentimentalmente falando, e atraindo novos obsessores.

O processo desobsessivo deveria ser feito assim. Faça o espírito desencarnado incorporar em médium. Antes deste falar, diga para o encarnado: ouça o que ele falar, porque este é o motivo pelo qual você está sendo obsediado.

Quando o espírito fora da carne disser que está obsediando aquele ser humanizado por qualquer motivo, não aceite as justificativas do encarnado que afirmam que o que o outro diz não é verdade. É preciso ser direto com o ser humanizado e dizer que as razões do obsessor são sempre reais.

Mais do que isso: que elas devem ser alteradas pelo encarnado, já que na hora que ele se mudar desta freqüência sentimental este espírito desencarnado vai embora e nenhum outro aparece.

Entende a diferença entre o que eu disse e o que vocês fazem? Não adianta se estudar técnicas desobsessivas, apometria ou qualquer outro destes métodos, sem que se trabalhe no espírito encarnado obsediado a reforma íntima, a mudança.

Sabe o que é, no fundo, a obsessão? Uma oportunidade para que o espírito encarnado promova a sua reforma íntima. Só isso.

Mas, a humanidade não consegue ver isso porque parte do pressuposto que o ser humanizado é um santo que está sendo obsediado por um espírito “mal”.

Não é isso não...

Participante: O senhor descreveu vários detalhes de um processo obsessivo. Este processo não é ilusão?

Pai Joaquim: Eu descrevi vários detalhes de um processo obsessivo ilusório... Só isso...

Eu descrevi uma ilusão porque estou falando com alguém que ainda não conhece a fundo o que estamos conversando... Ele ainda não se aprofundou nos assuntos espirituais como nós já fizemos e por isso me dirigi a ele desta forma...

Agora, se fosse qualquer um que já estivesse conosco há algum tempo, eu teria que responder da seguinte forma: que obsessão? Que obsessor? Que processo obsessivo e que desobsessão, se tudo que acontece durante a existência através da razão é uma mera ilusão?

Participante: O espírito obsessor está atrás de um ego semelhante ao que tinha durante a sua última encarnação?

Pai Joaquim: O espírito obsessor está ligado a um ego semelhante ao do sétimo plano - aquele que você chama de encarnado – ou ainda ao mesmo ego com o qual viveu a última encarnação.

Sabe aqueles escravos que, de acordo com a literatura espírita, vivem no mundo espiritual procurando os capitães do mato para se vingar? Eles ainda estão ligados ao mesmo ego que viveram na terra. Por isso pensam da mesma forma e buscam agir dentro da mesma faixa de raciocínio...

Então, os obsessores podem estar ligados a egos semelhantes ao da encarnação, ou seja, estão em novas identidades que ainda possuem os mesmo valores da anterior, ou podem estar ligados ao mesmo ego, ser a mesma pessoa, sem carne, que era quando tinha carne...

Pai Joaquim de Aruanda.

Exibições: 51

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de marcio silva em 30 setembro 2010 às 23:12
Bastante esclarecedor e direto ao ponto, sem meias palavras ou demagogia, gostei muito.
Comentário de Reginae em 30 setembro 2010 às 0:48
Que saudades de Pai Joaquim...sabedoria e humildade sao sempre seus ensimanentos
Comentário de ANDRA em 28 setembro 2010 às 20:29
Gratidao pelo ensinamento .Namaste.

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2022   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço