Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

UM EGO SAUDÁVEL EM UMA VIDA SIGNIFICATIVA. De 11 de Janeiro a 9 de April de 2014: Discernimento do Ego por Sarah Varcas.

                                Image: ‘The Guardian’ by Catherine Ellis

                      UM EGO SAUDÁVEL EM UMA VIDA SIGNIFICATIVA

               De 11 de Janeiro a 9 de April de 2014: Discernimento do Ego

                                                  Sarah Varcas

Fonte:

http://astro-awakenings.co.uk/11th-january-to-9th-april-2014-ego-discernment

 

Neste fim de semana, vemos a formação de uma influência celeste que permanecerá conosco até a segunda semana de abril: um triângulo formado por Júpiter, Quíron e Plutão, através do qual nos deparamos com a necessidade de alimentarmos um ego saudável, ao mesmo tempo em que reconhecemos a possibilidade de estarmos sendo indulgentes com um ego pouco saudável sem o percebermos.

 

Fala-se muito sobre o ego em vários ensinamentos espirituais e, como resultado, às vezes ele é demonizado, levando-nos a acreditar que deveríamos erradicá-lo completamente, tornando-nos nada mais que entidades subjetivas, nas quais não haja espaço para identificação ou autonomia, preferência ou simpatia. Aprendemos que o Ego está na raiz de todo sofrimento, fazendo com que nos identifiquemos de forma pessoal com a presença impessoal do sofrimento em nossas vidas. “Esta é a minha dor”, dizemos a nós mesmos, “e, portanto, ela me define e define a minha experiência.” Por outro lado, podemos nos identificar com o prazer, agarrando-nos a ele de medo que se vá, ansiando pelo próximo momento prazeroso, no qual poderemos definir o “eu” e o “meu”. Ouvimos sobre a necessidade de transcendermos o sofrimento, desapegarmo-nos da identificação, liberarmos o desejo, a fim de vivenciarmos a nós próprios como o ilimitado e impessoal vórtice de energia e influência que nós somos em essência.

 

Tudo isso está bem, exceto que há muito mais sobre o ego do que aquilo que satisfaz o “olhar transcendente”. Principalmente porque ele tem um papel vital em nossas vidas humanas, e nossa incapacidade de alimentar um ego saudável pode inviabilizar, não apenas a realização do nosso potencial, mas também nosso relacionamento final com o Divino.

 

Então, como podemos reconhecer um ego saudável? Eu diria que ele apresenta as seguintes qualidades… embora vocês possam ter outras que gostariam de acrescentar ou algumas que gostariam de retirar desta lista (como talvez eu mesma o faça, no devido tempo!):

 

1) Capacidade de manter um nível de autoestima que facilite a comunicação sincera, o estabelecimento de limites adequados nos relacionamentos e a busca de um estilo de vida que propicie bem-estar, satisfação apropriada e insight.

 

2) Capacidade de reconhecer sua própria dignidade e o direito ao respeito de outras pessoas, sem a necessidade de se sentir “melhor do que” ou superior a elas.

 

3) Capacidade de tolerar as diferenças, sem denegrir a imagem daqueles que percebemos como diferentes de nós mesmos.

 

4) Aptidão para sentir empatia pela experiência de outra pessoa, inclusive a ponto de se dispor a renunciar à gratificação pessoal se tal gratificação implicar em prejuízo ou sofrimento desnecessários para o outro.  

 

5) Aptidão para reconhecer o valor de toda a vida – humana ou não – e de agir para protegê-la e nutri-la.

 

6) Disposição para admitir erros e aprender com os outros, sem sentir que isto diminui seu próprio valor essencial.

 

7) Capacidade de manter seu ponto de vista diante da oposição em questões de consciência, sem fazê-lo de modo desnecessariamente violento ou agressivo.

 

É lógico que, como acontece com tantas outras coisas, isto não é uma ciência exata! Temos que discernir a melhor forma de permitir ou não que o ego nos guie. Em determinadas questões, podemos saber que devemos manter nosso ponto de vista sem reservas, enquanto que, em outras, podemos ceder e permitir que a ideia dos outros prevaleça. Podemos nos identificar intensamente com certos aspectos de nossas vidas e, ao mesmo tempo, saber que outros têm pouca ou nenhuma importância em momentos críticos.

 

E, para aqueles que observam a trajetória de nossas vidas, nossas decisões pessoais relacionadas a essas questões podem parecer arbitrárias, na melhor das hipóteses, e totalmente inconsistentes, na pior delas. Mas, em última análise, precisamos prestar contas apenas à nossa bússola interna, magnetizada pelo Divino que se move através de todas as coisas, incluindo as estruturas do nosso ego!

 

Isto nos traz de volta a esta mensagem planetária, porque em breve ela estará falando alto e claro: precisamos de egos saudáveis e robustos para navegar através das situações que se aproximam. E um ego robusto não é um ego intimidador, mas aquele que consegue suportar as “pedradas e flechadas do destino implacável” (obrigada, William Shakespeare!), sem cair em desespero, ódio por si mesmo e resignação, ou sem partir para o narcisismo, arrogância e exigências não negociáveis voltadas para satisfação pessoal.

 

Precisamos da capacidade de encarar os desafios e saber que, embora os vivenciemos de forma tão pessoal, em última análise eles não são o que nem quem nós somos. Eles fazem parte da nossa jornada, mas não refletem a nossa destinação, portanto não devemos confundi-los com ela. Nem devemos descartá-los como irrelevantes, procurando simplesmente transcendê-los, pois isto os impediria de cumprir o propósito de sua presença em nossas vidas – o propósito de nos aprimorar.

 

Há muito mais a ser dito sobre a questão do ego e seu papel em nossas vidas neste momento fundamental do nosso desenvolvimento. Mas, por ora os céus apontam para o nosso interior, indicando que cada um deve voltar-se para dentro de si mesmo e refletir sobre a questão: “o que constitui um ego saudável e até que ponto essas qualidades estão se refletindo na minha vida neste momento?” Entrar na próxima fase com esta pergunta viva em nossas mentes e corações pode nos ajudar a adquirir a percepção que reconhece onde nosso ego é forte e adequado e onde ele está fora de equilíbrio e precisando de cura.

 

Com a chegada da Lua Cheia no meio da semana que vem, exploraremos mais profundamente a natureza do ego e do espírito, do mundano e do Divino, descobrindo onde podemos estar enganando a nós mesmos e como corrigir nosso curso.

 

Enquanto isso, tenham todos um ótimo fim de semana!

 

Sarah Varcas

 

Tradução de Vera Corrêa  veracorrea46@ig.com.br

 

© Sarah Varcas. Todos os direitos reservados.

É dada permissão para compartilhar livremente este artigo em sua totalidade, desde que seja dado todo crédito ao autor. E que seja citado o site onde este texto (no original, em inglês) é oferecido gratuitamente: www.astro-awakenings.co.uk.

Fonte: e-mail enviado por Lucia Beatriz.

Gratidão. Amor e Luz, sempre!

Célia

 

Exibições: 1529

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de Maria de Lourdes Lima Frutuoso em 12 janeiro 2014 às 22:43

Muito obrigada. Paz, luz e amor para todos

Comentário de Ilitia Cavalcante em 12 janeiro 2014 às 21:28

Agradecida imensamente! Paz e Luz. Boa Semana a todos.

Comentário de Adriana Almeida em 12 janeiro 2014 às 21:26

obrigada!

Comentário de Dulce Varela em 12 janeiro 2014 às 18:14

Paz e muita Luz, Obrigada.

Comentário de Margarete Rosana Bueno Rafagnin em 12 janeiro 2014 às 17:57

MUITISSIMO AGRADECIDA PELA BELA MENSAGEM.MANASTË!

Comentário de Vera Branco Paim em 12 janeiro 2014 às 16:29

No livtro caixa da vida - meus saldo é sempre devedor aos meus amados ANJOS DE LUZ. DESTE BLOG , que compartilham lições a apreender e aprender...mais... a VIVER de forma mais elevada e dígna.

Ao concluir a leitura do texto, penso na humildade, princípio de vida,  que se contrapõe a EGOS - sejam eles saudáveis ou não!

Mantra prefrido de Steve Jobs: : manter o foco e a humildade!

Resignifico: olhar-se e olhar o outro sem julgar...., com humildade , melhorar /crecer sempre, balisando-se em pricipios éticos e estéticos da vida/de sua vida!

Gratidão.

NAMASTÊ 

F  

Comentário de Jane em 12 janeiro 2014 às 16:27

Muito esclarecedor!  Obrigada!

Comentário de Monica Pineiro em 12 janeiro 2014 às 13:30
Uma das melhores coisas que já li sobre o ego.
Amor e Gratidão
Comentário de renato de oliveira santos em 12 janeiro 2014 às 13:29

OBRIGADO IRMÃ PELA POSTAGEM MAS, A IRMÃ QUE FEZ O TEXTO, NÃO CONHECE MUITO AINDA DE PSICOLOGIA DO AUTO CONHECIMENTO E NEM SOBRE O QUE O TERMO EGO SIGNIFICA LEVANDO-SE EM CONTA AS DEFINIÇÕES DA FRATERNIDADE BRANCA NOS MUNDOS INTERNOS. UM GRANDE ABRAÇO.

Comentário de adão pedro lopes junior em 12 janeiro 2014 às 13:08
EU NEM LI ESTA MEBSAGEM MAS ANTES DE LELA EU ME PROPUS. NO MEU CORAÇAO A NAO ME IMPORTAR COM ELA EU ESTOU FELIZ CURTINDO MEUS FILHOS E ISTTO PRA MIM É A COISA MAS IMPORTANTE NESTE MOMENTO,,E SE EU AGI CERTO OU ERRADO EU NAO SEI,SO SEI QUE SOU ESPIRITO, AMO. A TODOS ANAMASTE. .. .AGORA VOU LER A MENSAGEM....

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2021   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço