Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

O GRANDE DESAFIO DE VIVER UM NOVO MUNDO, NUM VELHO MUNDO POR RAMINA EL SHADAI

Tem sempre muita energia nova chegando... muita... forte... energia para mais um grandioso salto. E evoluímos para o todo. A Terra, em transformação, vibra numa frequência que nos atinge e, quando mudamos a nossa frequência, isso tem impacto no todo. Vamos nos comunicando nesse processo.

Isso é o mais importante de tudo. A consciência precisa ser expansiva para a sensação da Unidade. A consciência da Unidade! Que nada do que fazemos é somente para nós. Quando isso fica claro e você sente em todos os seus poros, então, o que sai de você já nem precisa mais de tanta observação. Pode começar a relaxar... aí você já pode confiar em você, vamos dizer assim.


Qual o tipo de relacionamento com tudo, que o Universo tem esperado de nós, atualmente? Nem sei se esperado seria a melhor palavra, mas talvez, nos cutucado para agir no próprio fluxo da expansão.

Então, saltos evolutivos se fazem individualmente e coletivamente quando grandes estruturas, grandes sistemas também sofrem as alterações de frequências e, como em nós, se veem não conseguindo realizar seus projetos como eram realizados anteriormente. Esse é o salto coletivo. E é para isso que temos muita energia disponível!

A estrutura que sustenta tudo no mundo ao nosso redor está se modificando cada vez mais. Além da nossa percepção de tudo também estar em transformação. O início de tudo está em nós.

Nosso processo individual de rompermos padrões, de nos esvaziarmos de nossas velhas referências, de nossos velhos depósitos inconsistentes e inconscientes e, então, renascermos em tudo novo que
reconhecemos de nós também acontece com a realidade em que vivemos. A energia que sustentava tudo era uma só e agora a energia que está sustentando tudo também é uma só. É isso que está disponível para nós.

Então, já podemos ver tudo de uma nova perspectiva. Também vemos que muitos ainda não conseguem, nem sequer, saber que existe uma nova perspectiva para se enxergar tudo. E é com essas pessoas que ainda convivemos. E está tudo certo!

De repente, alguém me diz: “Ramina, o preço dessas mudanças é muito alto!”

Será?! O preço de ficar onde está tem sido muito alto, só que fomos acostumados a lutar tanto para mantermos tudo exatamente como aprendemos.

Outro dia eu conversava com um militante estudante... e no meio da nossa conversa, eu disse: a sua luta é para manter o que você já tem e está com medo de perder. É um esforço gigante para continuar do jeito que está e que não está nada bom. É para isso mesmo que você existe? Pela sua sobrevivência?

Nem precisamos entrar em tudo que envolve todas as lutas, porque acreditamos muito nelas. Estou chamando atenção para o que deu certo um dia, porque nascia das nossas buscas e não dá mais certo hoje, num mundo em transformação da energia que sustentava isso tudo.

Mas vamos trazer as lutas maiores para pequenas lutas diárias. Se olhe no espelho e se pergunte: essa luta toda que eu vivo é para que? A vida se resume à sobrevivência? De qual lugar eu quero sair e acredito que vou chegar onde? Em que eu acredito e que me prende a tudo isso?

Fomos acostumados a esperar alguma coisa estar segura para fazermos outra coisa. O QUE TEMOS AGORA? E O QUE ESTAMOS USANDO DE NÓS PARA ENXERGARMOS O QUE TEMOS AGORA. Porque não é com o mesmo olhar com que enxergamos tudo até aqui. Que tanto de mudança é essa que está acontecendo?

O que temos que fazer por todas as mudanças é apenas fluir, porque elas estão acontecendo independente de aceitarmos ou não. As mudanças, todas, já existem em tantas outras dimensões! Estamos falando de ser tudo que podemos ser, usando apenas o recurso da nossa verdade e da nossa essência.

Não precisamos mais criar tantos recursos estratégicos para tentarmos ser tantas outras coisas. Então, o preço para se manter onde está é sim muito caro, principalmente porque dói e precisa de muito investimento, muito esforço, expectativa, projeção, coisas que não se sustentam mais numa frequência amorosa.

É fácil identificarmos onde ainda há separação da nossa unidade sagrada. Na nossa individualidade, quando nossas ações se originam em frequências do medo. Nas ações coletivas, quando o bem maior é meramente desconhecido. Mas não falo bem, no sentido de julgarmos aquele velho “bem” que consideramos a partir de nossos velhos filtros, a partir do que já conhecemos.

Falo de um “bem”, no sentido de honrarmos o sagrado coletivo. Não estamos falando do TODO ter a mesma estrutura nossa? Porque nós somos o TODO? De um físico que se sustenta por uma divindade multidimensional?! Então, tudo é assim. Tantas dimensões manifestadas numa realidade física. E se nos separamos de nós mesmos, é claro que nos separamos coletivamente. Se nos unirmos à nossa alma, é claro que a expansão disso é a alma coletiva guiar as realidades coletivas.

Não nos importa se isso está perto ou longe. Apenas nos importa o quanto de nós conseguimos ser, nesse agora. Não precisamos pensar no quanto o coletivo precisa caminhar. Precisamos sentir o quanto conseguimos ser, na nossa individualidade. Porque a relação evolutiva conosco se expande para a relação evolutiva com o todo.

Durante tantas transições, tantos sentimentos, tantas emoções antigas pedem para sair. E dor sai doendo! No coletivo não seria diferente! Tantas máscaras, inverdades, equívocos... dores... estruturas antigas, tantos controles, tantos pesos, tantos medos que sustentaram tanta forma de educar, repreender, reprimir, deprimir... tudo isso saindo também. É muito forte!

Estamos aqui no propósito do acolhimento amoroso de tantos desacordos coletivos, de tantos medos. Estamos inteiros com nossa consciência em expansão! Não precisamos esconder mais nada de nós. E somente a confiança presente em nossa consciência de todo processo nos integra à expansão consciente também de todo processo.

Tudo que fizemos, tudo que escolhemos, tudo que criamos a partir dos medos que produzimos pelas nossas imagens mentais... tudo isso pede nosso acolhimento amoroso e jamais reações. Jamais nossa mente brigando com as nossas próprias escolhas mentais.

E, voltando para o coletivo... Quando reagimos também lutamos contra nós. Contra o que conseguimos escolher e ser, coletivamente, em frequências de medo. Tudo pede acolhimento. Acolhimento amoroso. Tudo pede expansão do amor reconhecido em nós.

Quando acolhemos os padrões da nossa mente e conseguimos produzir e criar uma vida sem esses padrões, conseguimos também enxergar de onde vem esses padrões fortalecidos dentro de nós. Isso nos permite acolher amorosamente todos que ainda manifestam vida a partir de seus velhos padrões.

A sua mente acolhida te permite acolher todas as outras mentes. Isso é uma nova expansão. É isso que sai de você. É isso que age no coletivo!

TALVEZ SEJA MESMO UM GRANDE DESAFIO VIVER UM MUNDO NOVO NUM VELHO MUNDO.

É esse velho mundo que precisa do mesmo acolhimento que oferecemos a todos os nossos velhos mundos internos também. Esse velho mundo externo só precisa do novo mundo que nasce em cada um de nós. Essa é a transformação.

EU SOU RAMINA EL SHADAI

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação - DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com

Exibições: 609

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de Dulce Varela 11 horas atrás

Muita Paz e Luz. Obrigada.

Comentário de angela tavares de castro em 7 outubro 2019 às 21:24

Gratidão!

Muita Luz, muito Amor e muita Paz!!!

Comentário de Alodir de Oliveira em 6 outubro 2019 às 17:54

Muita   gratidão   obrigado   AMOR,PAZ  e  LUZ para  todos...

Comentário de maria cristina garmatter em 6 outubro 2019 às 16:57

Boa explanação.

Grata.

Comentário de João em 6 outubro 2019 às 12:35

Grato :)

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2019   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço