Anjo de Luz

Informação é Luz , ajude a propagar

"eu & EU" - A Experiência de Elaine - Texto e Adaptação de Gandhara.

A Experiência de Elaine

Jay_Shree_Krishna.mp3

A tarde desmaiava suavemente em luzes alaranjadas.

Uma brisa fresca soprava do norte rociando o roseiral e espalhando no ar um perfume de flores novas.

A noite morna se ia avizinhando trazendo seu sudário de estrelas alegres enquanto que no ar pairava uma atmosfera de paz e de encanto, como que convidando á reflexão, ao silêncio e ao recolhimento.

Elaine, com a respiração ritmada, buscava harmonizar-se na solidão do jardim que lhe era tão conhecido. Sentada na posição do lótus sobre a grama macia, aspirava o perfume que se exalava pelo ar, trazido pela brisa refrescante.

Há muitos anos que buscava uma solução, uma luz que pudesse lhe orientar e esclarecer, que aplacasse sua angústia e um sentimento de vazio que lhe tirava a paz de espírito.

Por muitos invernos meteu-se em trabalhos de solidariedade para aproximar-se de seus semelhantes, buscava auxiliar com sinceridade e verdadeiro sentimento de amizade.

Cedo na idade avançou no círculo da Umbanda Sagrada, desenvolvendo mediunidade segura com seus Guias, o que lhe deixava em excitação reverente.

Amor sublimado nas tarefas de caridade, quase não tinha tempo para pensar no companheiro ideal que tanto aspirava; na sua metade, sua alma gemea, que lhe acompanharia os passos no ideal que abraçara. Sonhava em ter perto de si a ternura de um abraço, o carinho de um coração apaixonado, que lhe receberia nos braços e lhe daria colo nos momentos difíceis da experiência humana-espiritual.

Porém agora, desde alguns meses vinha pensando nesta ausência querida, cujo rosto desconhecia, mas que sabia existir em algum lugar...

Sentia falta de um companheiro mais próximo, que pudesse compartilhar na intimidade da experiência as emoções de poesia e de ternura pelos caminhos que um coração de mulher necessita trilhar.

Sentia-se cansada e vazia, triste e solitária apesar do prazer que sentia nos trabalhos de caridade.

Dentro da noite estrelada chorou ao vislumbrar o céu límpido e esmaltado de luz.

Em seu silêncio, sentiu aquela “presença” invisível junto de si.

Sentiu que não estava sozinha, uma emoção maior foi tomando conta de seu pensamento, invadindo seu corpo, serenando suas lagrimas; sentiu-se preenchida por uma energia sutil, mas poderosa, sentiu-se como uma flor que desabrocha ao calor do sol.

Por um instante permaneceu com o pensamento suspenso, como a medir e avaliar “seu misterioso” visitante, depois, como num solilóquio, arguiu em pensamento:

- De onde vens? De que distantes mundos? De que abismos ignotos e profundos surgistes cavalgando a poeira luminosa das estrelas? Sei que em mim Te moves e revelas, como eu me movo em Ti e em Ti existo; que És toda a grandeza que senti, que sinto e que sentirei, dentro desta existência fugaz que vivo e que viverei...

Mas por que não estás em mim? porque não estás neste amor desesperado, que me abrasa e me alucina, povoando de angústias e soluços a desolada estrada que meu ser caminha? Porque não estás nas minhas lágrimas e na minha saudade? Porque não estás na minha dor, no vazio gélido do meu silêncio?

Porquê em fim, não estás em mim quando eu luto por seu eu mesma?

No silêncio gracioso da noite Elaine calou seu pensamento. Sentiu que suas perguntas emergiram de sua alma como um clamor de coração á coração.

Aguardou a manifestação daquela “presença” invisível, cuja vibração era carregada de ternura.

Foi então que, aquela voz doce e profunda, excepcionalmente suave, reverberou em verbos de luz, elucidando em palavras sábias e generosas; uma voz que ela reconhecia ser de seu “misterioso” visitante no silêncio daquela noite inesquecível:

“...Elaine...Elaine...no silêncio desta noite esquece por um pouco a tua tristeza e escuta a minha voz, ela te acompanha desde aquela época distante da Palestina, tu bem sabes que jamais te esqueço, filha minha...Estás cansada, bem o sei, a experiência humana é árdua, o trajeto difícil, o caminho íngreme, mas a subida e a dor são companheiras inarredáveis, não existe subida sem dor, sem o desapego,

- sem o altruísmo da alma que aspira uma aproximação mais efetiva com o amor sublime que Eu ensinei...

No entanto, repousa tua fadiga no Meu amor que é puro, descansa por um pouco na Minha paz, uma paz que as ilusões do mundo não te conseguem oferecer.

E a voz misteriosa continuou como num sonho distante, musicada de celestial acordes sonoros, que repercutiam no corpo perspiritual de Elaine:

“...Minha criança, ouço teus pensamentos, tuas orações, como ouço os pensamentos de todos os Meus filhos quando se dirigem ao Meu sagrado coração. Nem uma única centelha Me escapa a observação, nem uma única prece escapa aos Meus ouvidos, que sempre atentos se encontram na direção da dor do mundo! O mundo sofre e Eu, que Sou o amor sofro com ele.

E quando um coração ardoroso e reverente fala comigo, na meiguice de uma prece sincera, confiante qual uma criança, inocente e casta, é um consolo para o Meu coração dolorido. Há pouco dissestes “porquê não estás em mim quando eu luto por ser eu mesma?...” e Eu te digo: Porquê a ti mesmo tens amado e amas. Hás de amar desde a poeira que teus pés levantam, até a poeira luminosa das estrelas. Amar a terra, os rios, a chuva e a tempestade; o sol que que cedo se levanta, e o sol que no horizonte morre todas as tardes.

E quando a angústia que sentes já não for só tua, mas a soma de todas as almas angustiadas que sofrem; quando a dor que sentes for um eco de todas as dores anônimas do mundo em teu dolorido coração; quando este amor que te abrasa e te alucina se espalhar pelo universo inteiro, transformando em corola todos os espinhos; quando a criança e o velho teu respeito tiverem; quando o pecador e o santo, a mulher adúltera bem como a virgem tiverem em ti a mesma consideração; quando a hiena despertar na tua alma o mesmo encanto que o colibri desperta; quando a vida e a morte olhares igualmente, como tosca roupagem ilusória da Grande Vida que em ti mesmo se esparja, então Eu serei tu! Por que amando tudo, tu serás Eu que Sou tu, mas tudo Sou também..”

A voz terna do poeta do amor se calou...

Elaine quis reter mais aquela voz maravilhosa entro de si mesma, não queria se desligar daquela fonte divina de luz e de calor, de paz, de espiritualidade celestial.

Chorou mais uma vez, como a criança chora a ausência da mãe carinhosa...

porém nova energia tinha mergulhado em seu ser, estava agora mais preparada, sentia-se revigorada, mais intensa...

Olhou o céu estrelado que lhe parecia acenar com miríades de mãozinhas luminosas dos querubins alados.

“Como é linda a criação”, suspirou, dizendo de si para si, enlevada por aquele clima de paz infinita.

Sabia que estava no caminho certo, e continuaria a árdua tarefa de elevar-se acima das ilusões mundanas. Seu Mestre á visitou uma vez mais, e sentia-se encorajada agora mais do que nunca.

Em seu coração de mulher ficou uma certeza inabalável...

ELE era o eterno amor da sua vida, e Sua sagrada presença estava no coração de todos os seus irmãos de jornada.

P.S. Este texto não é meu. Apenas acrescentei a parte do diálogo ao texto original.

Este texto eu li pela primeira vez há muitos anos, e escrevi de memória.Não conheço seu autor.

Por tanto, coloco-me a disposição para explicar eventuais dúvidas de meus irmãos.

Paz á todos.

Gandhara.

Exibições: 66

Comentar

Você precisa ser um membro de Anjo de Luz para adicionar comentários!

Entrar em Anjo de Luz

Comentário de maria joao costa brito em 24 maio 2010 às 22:11
MAIGA ELAINE - quiz dizer AMIGA - MAS MAGA TB NÃO FICARIA NADA MAL . BJS
Comentário de maria joao costa brito em 24 maio 2010 às 22:10
LINDO LINDO TEXTO
MAIS AINDA PARA A ELAINE, ADOREI ADOREI.

MINHA HOMENAGEM A NOSSA MAIGA ELAINE:

Senhor:
Ante o céu estrelado
Que nos revela a Tua Grandeza,
Deixa que nossos corações
Se unam à prece das coisas simples..
A compaixão das árvores,
A espontaneidade das flores,
A fidelidade da erva tenra,
A perseverança das águas que
Procuram repouso nas profundezas,
A serenidade do campo,
A brandura do vento leve,
A harmonia do outeiro,
A música do vale,
O espírito de serviço da terra benfazeja.
Para que não estejamos recebendo,
Em vão Tuas dádivas,
E para que Teu Amor resplandeça
No centro de nossas vidas
Agora e sempre.
Assim Seja!

Emmanuel/
Comentário de Elaine da Silva em 24 maio 2010 às 15:11


Saúdo-Gandharananda Shanti, discípulo do Meu Coração, investindo-o com a luz do meu próprio coração.

Só um vivência profunda com a Luz Divina conduzirá o ser humao através dos Caminhos Secretos do Altíssimo. Lá, onde a luz se sobrepuja, ele poderá reviver a paz infinita e a doce alegria da redenção.

Meu Querido Ser de Pura Luz Vibrante
Gratidão Profunda ! Gratidaão Profunda ! Gratidão Profunda !
Belissimo texto ( A Experência de ELaine)

Possa os Grandes Mestres de Luz Banhar-te na Luz Eterna .



Comentário de Marcia Santos em 21 maio 2010 às 13:34
Amigo,Obrigado por postar esta mensagem linda e suave. Sim é assim mesmo não é ?? Só amando todos os lados nesta vida é que conseguimos o Amor Incondicional. Amen.
Comentário de Valéria em 20 maio 2010 às 16:16
Que Lindo texto! Se quisermos nos curar e curar o mundo a nossa volta, temos que colocar o AMOR em prática, somente ele poderá operar milagres em nossa vida e na vida daqueles que nos cercam. Muito Obrigado.
Comentário de Solange em 20 maio 2010 às 13:19

Agradeço por compartilhar essa maravilhosa energia de Amor e Luz!!!
Abraço fraterno.

Seja um apoiador de Anjo de Luz

Para mantermos os sites de Anjo de Luz, precisamos de ajuda financeira. Para nos apoiar é só clicar!
Ao fazer sua doação você expressa sua gratidão pelo serviço! Lembre-se que dar e receber são aspectos diferentes do fluxo de energia no Universo.

 
Visit Ave Luz

 

PUBLICIDADE




Badge

Carregando...

Co-criando A NOVA TERRA

«Que os Santos Seres, cujos discípulos aspiramos ser, nos mostrem a luz que
buscamos e nos dêem a poderosa ajuda
de sua Compaixão e Sabedoria. Existe
um AMOR que transcende a toda compreensão e que mora nos corações
daqueles que vivem no Eterno. Há um
Poder que remove todas as coisas. É Ele que vive e se move em quem o Eu é Uno.
Que esse AMOR esteja conosco e que esse
PODER nos eleve até chegar onde o
Iniciador Único é invocado, até ver o Fulgor de Sua Estrela.
Que o AMOR e a bênção dos Santos Seres
se difunda nos mundos.
PAZ e AMOR a todos os Seres»

A lente que olha para um mundo material vê uma realidade, enquanto a lente que olha através do coração vê uma cena totalmente diferente, ainda que elas estejam olhando para o mesmo mundo. A lente que vocês escolherem determinará como experienciarão a sua realidade.

Oração ao Criador

“Amado Criador, eu invoco a sua sagrada e divina luz para fluir em meu ser e através de todo o meu ser agora. Permita-me aceitar uma vibração mais elevada de sua energia, do que eu experienciei anteriormente; envolva-me com as suas verdadeiras qualidades do amor incondicional, da aceitação e do equilíbrio. Permita-me amar a minha alma e a mim mesmo incondicionalmente, aceitando a verdade que existe em meu interior e ao meu redor. Auxilie-me a alcançar a minha iluminação espiritual a partir de um espaço de paz e de equilíbrio, em todos os momentos, promovendo a clareza em meu coração, mente e realidade.
Encoraje-me através da minha conexão profunda e segura e da energia de fluxo eterno do amor incondicional, do equilíbrio e da aceitação, a amar, aceitar e valorizar  todos os aspectos do Criador a minha volta, enquanto aceito a minha verdadeira jornada e missão na Terra.
Eu peço com intenções puras e verdadeiras que o amor incondicional, a aceitação e o equilíbrio do Criador, vibrem com poder na vibração da energia e na freqüência da Terra, de modo que estas qualidades sagradas possam se tornar as realidades de todos.
Eu peço que todas as energias e hábitos desnecessários, e falsas crenças em meu interior e ao meu redor, assim como na Terra e ao redor dela e de toda a humanidade, sejam agora permitidos a se dissolverem, guiados pela vontade do Criador. Permita que um amor que seja um poderoso curador e conforto para todos, penetre na Terra, na civilização e em meu ser agora. Grato e que assim seja.”

© 2020   Criado por Fada San.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço